22/08/2013

Jimmy, ex-xodó do Zoológico de Niterói, adota três filhotes no GAP - Sorocaba - SP

Este caso deu panos p´ra manga, como se fala popularmente. Uns achavam que ele não iria se adaptar e outros achavam uma maravilha ele ir viver no GAP. 

Eu só continuo repetindo que não gosto do trabalho do GAP quando incentiva a procriação de chimpanzés para viver no meio de paredes num ambiente totalmente artificial. 

P´ra mim não há diferença de gradeados ou entijolados em espaço maior. No meu entender, só reintrodução mesmo, embora saiba que a seu habitat natural é bem longe. Pior é ver um bando da proteção, incluindo pessoas que gosto muito, achar que isto está ótimo.... manter uma colonia de chimpanzés sendo procriados sem objetivo de reintrodução. Isto sem contar uma grande suspeição que eu tenho.
_____________________________
Jimmy brinca com Sara, filha adotiva de 3 anos
Foto: Divulgação
Há dois anos, o chimpanzé Jimmy, então morador e uma das principais atrações do Zoológico de Niterói, mobilizou entidades protetora dos animais e ONGs que entraram na justiça exigindo sua liberdade. Depois de tanto burburinho, Jimmy, que já tinha ficado famoso por sua habilidade para a pintura, hoje leva uma vida longe dos holofotes. Tranferido para o Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba, do Grupo de Apoio aos Primatas (GAP), ele
agora é pai adotivo de Sofia, Sara e Suzi, filhas de sua companheira, a chimpanzé fêmea Samantha.

Chimpanzé Jimmy na transferência
do zoo de Niterói para Sorocaba
Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo
Amante da vida pacata, Jimmy é um pai dedicado e gosta de passear e brincar com as filhas adotivas, principalmente Sara, de 3 anos. Depois de anos vivendo sozinho numa jaula do Zoológico de Niterói, Jimmy agora também desfruta da companhia de outros chimpanzés num recinto de mil metros quadrados dentro do santuário do interior paulista, onde vive desde julho de 2011.

Jimmy havia trabalhado em circos e programas de televisão quando chegou ao Zoológico de Niterói. Por 11 anos, ele viveu isolado no local, o que despertou a ira de defensores dos animais. O chimpanzé foi transferido para o Santuário de Grandes Primatas em uma operação do Ibama, que acabou fechando o zoo fluminense devido a irregularidades.
Jimmy, o chimpanzé pintor
Foto: Marizilda Cruppe / Agência O Globo

4 comentários:

  1. rosa elisa villanueva22/08/2013 10:48

    Sheila, para aonde vão os filhotes depois que crescem? eu também não gosto nada dessa história deles incentivarem a procriação dos animais resgatados.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Sheila. Absurdo manter primatas em um ambiente que não é o seu habitat natural e ainda estimular a procriação. Isto é até contra os princípios da defesa animal. O ideal é que sejam reintroduzidos a natureza. Se não é possível, pelo menos não deveriam incentivar a procriação. Acho também incrível que alguns defensores dos animais achem isto correto. FALA SÉRIO!

    ResponderExcluir
  3. Você está certíssima, Sheila. É óbvio que a manutenção e a procriação de animais selvagens em cativeiro deveria ser apenas para a sua reintrodução na natureza, e apenas no caso daqueles que estivessem com suas populações naturais diminuídas ou sob ameaça de extinção, ou ainda daqueles que não tivessem condições de serem reintroduzidos na natureza.
    Silvan

    ResponderExcluir
  4. Os animais deveriam se reproduzir apenas em seu habitat natural, nunca em jaulas, circos, zoológicos... Na verdade, estas coisas já deveriam ter desaparecido da face da Terra.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪