26/08/2013

Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis

A matéria produzida pelo R7 está muito boa
________________________________________

Estes são os cavalos, na ativa ou abandonados,
que você paga para que puxe sua carroça.
Quanta diversão. Vale o passeio?
Permita-se mudar de ideia

Eles sangram, passam o dia sem água e sem comida e são obrigados a puxar charrete o dia todo
. Depois, dormem em lugares apertados e com fome. Quando soltos, chegam a comer lixo por desespero.

Cavalos e bodes sofrem para puxar carroças. E o turista paga por isso em Petrópolis (RJ).

Eles chegaram a desmaiar no meio da rua, por exaustão. Gente amada, que graça tem pagar para escravizar um bicho? Por que vocês fazem isso? Os supostos donos dos bichos sei que é pelo dinheiro.

Mas e quem paga por isso? Turistas, que prazer há em ver o sangue do animal?

Bodes. Esses bichos são condenados a puxar carroças com crianças.

Mas que belo exemplo dado a uma criança. Crie assim mesmo, para que ela ache normal a escravidão e crueldade. Para que aprenda a cultivar a soberba de fazer um bicho exausto puxar sua carroça. Por prazer. Sua criança virará um adulto fantástico.

A prefeitura de Petrópolis respondeu as questões de protetores, e o texto está abaixo. E  outras cidades que têm cavalos escravos, como Monte Verde, em MG, onde já vi, além de mais municípios que são destinos de turistas. O que vocês alegam?

Sabe como resolver? No dia em que você, humano, passar a raciocinar e não pagar mais por isso. Só assim.

Na internet, houve uma manifestação.
E as pessoas fizeram cartazes, veja os melhores.
petropolis explora animais8 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis

Resposta da prefeitura de Petrópolis
1 – Cavalos desmaiam no meio da rua por exaustão, como na foto
A Prefeitura resgatou um cavalo que caiu por exaustão no dia 11 de junho. Ele foi cuidado pela médica veterinária do Núcleo de Bem-Estar Animal, Rosana Portugal. Está curado e sob a tutela do município. Seu proprietário – um charreteiro que realizava o tradicional passeio de Vitórias no Centro Histórico da cidade - foi punido com a cassação definitiva da licença e perda da posse do animal. Não poderá sequer conduzir outra charrete.
Vale lembrar que o atual governo foi o primeiro a promover a regulamentação da atividade de charretes no mandato anterior, portanto, as medidas estão sendo retomadas para que se possa promover a posse responsável dos animais e o devido cuidado.
2 – Cavalos são encontrados abandonados e com ferimentos
Petrópolis possui bairros com características rurais, e por esse motivo alguns cavalos são encontrados nas ruas, aparentemente em busca de pasto. Mas estes proprietários nada têm a ver com as charretes do Centro Histórico. Nestes casos, o município intervém por meio da Guarda Civil que pode ser acionada pelo telefone 158 para a busca e apreensão do animal. Houve também um caso este ano em que a Guarda foi acionada para resgatar um animal que realmente estava ferido. Novamente o Núcleo de Bem-Estar Animal da Prefeitura esteve presente e resgatou o animal para prover os cuidados necessários. O proprietário não foi encontrado.
3 – Cavalos passam fome e ficam com ossos à mostra, sem que nada seja feito, como na foto também
As fotos mostram dois cavalos: Um que caiu, conforme relato acima. e outro que nada tem a ver com charrete e sim com a irresponsabilidade humana. Como já foi dito, o mesmo foi resgatado, recebeu soro, medicação e teve todo o tratamento através do Núcleo de Bem-Estar Animal.  Infelizmente veio a óbito e sua imagem tem sido utilizada como símbolo.
A Prefeitura não compactua com a irresponsabilidade humana e o Núcleo de Bem-Estar Animal está se organizando para promover campanhas de educação e de posse responsável. O prefeito também já autorizou a transformação do Núcleo em Coordenadoria de Bem-Estar Animal, ligada diretamente ao gabinete.
4 – O veterinário da prefeitura que deveria cuidar dos bichos não está na ativa
A afirmação não é correta. A veterinária Rosana Portugal tem realizado todos os esforços necessários no exercício de suas funções e já promoveu todos os serviços solicitados pela Prefeitura, como exame periódico nos cavalos que conduzem as charretes no Centro Histórico e tarefas educativas de orientação e cuidados com os animais, além de voluntariamente frequentar o curral de apreensão a qualquer hora do dia ou da noite.
5 – Bodes puxam carroças. Nova modalidade. Também tem foto. Isso é permitido? 6 – Em inúmeros lugares já foram aprovadas leis que proíbem carroças, vistas como crueldade. Por que a Prefeitura ainda permite que os bichos trabalhem assim?
Carroças puxadas por animais maltratados é crime. Charretes conduzidas por animais saudáveis e bem tratados não constitui crime. A veterinária Rosana Portugal reitera o convite para conhecer o trabalho realizado em Petrópolis, e lembra que a cidade possui regulamentação dos serviços de charretes (Vitórias) desde 2004. A Prefeitura também promove um serviço, em parcerias com ongs locais, para a castração de animais de rua (cães e gatos) e incentiva o cuidado e a responsabilidade de posse. 

petropolis explora animais 150x150 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis    petropolis explora animais2 150x150 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis    petropolis explora animais4 150x150 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis

petropolis explora animais5 150x150 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis    petropolis explora animais6 150x150 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis    petropolis explora animais7 150x150 Cavalos sangram e desmaiam nas ruas de Petrópolis


12 comentários:

  1. maria do carmo26/08/2013 10:34

    Tantas maneiras de conhecer a cidade...porque tem que ser explorando um animal?

    ResponderExcluir
  2. Que barbaridade! Quando o homem vai deixar de ser essa COISA malvada, sádica e inconsequente???

    ResponderExcluir
  3. Tenho horror da humanidade, gente cruel e insensível, por que este mundo não explode logo?
    seria um favor para a natureza.
    Cleide

    ResponderExcluir
  4. GENTE IMUNDA,VÃO ELES PUXAR CARROÇAS,PRECISAM SUSTENTAR FAMILIAS, ARRUMEM OUTRO SERVIÇO .

    ResponderExcluir
  5. Jamais pagaria para andar de charrete. Além de crueldade contra estes animais, também é escravidão. Infelizmente, algumas pessoas não ligam para o sofrimento destes animais e pagam para depois exibir sua futilidade, mediocridade e pobreza de espírito nas suas fotos de "passeio turístico". Que nojo!

    ResponderExcluir
  6. Quanto mais conheço as pessoas, mais amo os animais!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Ana Cristina - AnimaVida26/08/2013 21:02

    Na qualidade de representante da ONG AnimaVida, única atuante na cidade no quesito equinos, confirmo as informações dadas pela prefeitura. Há anos buscamos punição para quem maltrata cavalos e estamos acompanhando as últimas iniciativas do município nesse sentido. Sabemos que ainda há muito a fazer como, por exemplo, cadastrar todos os cavalos da cidade para que evitemos a frustração de ver um animal morrendo por maus tratos e não termos condições de denunciar os responsáveis. Confirmo que o animal em pé na foto vem sendo divulgado como sendo de charrete quando essa afirmação não é verdadeira. Infelizmente, existem pessoas de má fé que para fazer valer seus argumentos divulgam informações erradas.
    Ana Cristina de C. Ribeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Cristina, tem é que acabar com "Tração Animal" de toda espécie. Acabem com essas charretes. Isso é escravizar os animais. Se coloca no lugar deles. Você em pé ali na rua, atrelada a uma carroça, levando chicotadas no lombo pra andar, debaixo de sol e chuva, sem condição nenhuma de expor ses sentimentos... Tem outros meios para se conhecer os pontos turísticos da cidade, aqui em Guarapari (cidade turística também) tem os famosos "Trenzinhos" que circulam
      pela cidade e pela a orla marítima. Não precisa de explorar animais não. Isso é sadismo.

      Excluir
  8. Sendo de puxar charrete ou não, é insuportável ver o sofrimento desses animais. Meu amor por esses anjos é enorme, gosto de vê-los soltos em sua máxima plenitude. Quem disse que eles teriam que ser escravos dos seres humanos? São livres como todos os que estão presos em cativeiros, para agradar aos sádicos, que vão aos zoos em todo o mundo!!!!

    ResponderExcluir
  9. Muitas pessoas são indiferentes ao sofrimento de quem quer que seja, mas outras não fazem ideia de como eles são tratados. Então, cabe a nós, os bem informados, esclarecer os turistas e dar um aperto nos charreteiros.

    ResponderExcluir
  10. Ana Lucia Nunes26/08/2013 22:29

    Felizmente essa conscientização já está ocorrendo. Hoje já somos ouvidos e nossa causa tem milhares de adeptos em todo o mundo.
    Temos que continuar a fazer campanhas e infernizar esses políticos que nada fazem pelos direitos dos animais e um dia conseguiremos acabar com essas e outras crueldades.

    ResponderExcluir
  11. A raça humana desde a sua existencia sempre explorou ,os animais , por poder , ganância , e até mesmo por simples prazer ainda muitos humanos , não evoluiram , são como homens das cavernas! e tem aqueles tais lixos humanos , que cometem crueldades ,por simples prazer!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪