24/07/2013

Enquanto muitos dormiam a AMA Bichos lutava, hoje veio a recompensa - puxada de cavalos - Pomerode - SC

Olha, eu recebi um e-mail referente a esta notícia que estou publicando ao final. Para avaliação de quem ler, claro...
____________________________________
A luta da AMA Bichos sempre foi em
defesa dos animais e assim continuará sendo.
Vitória! Foi assim que defensora de animais Rosália Marçal se referiu à sentença do Tribunal de Justiça de Santa Catarina que deferiu o Agravo interposto pelo Ministério Público e suspendeu a Puxada de Cavalos em Benedito Novo, agora só aguardamos a manifestação do Juiz de Timbó para que intime as partes da decisão, informou a assistente do Promotor Andreia Lopes.

Isso foi possível graças à negativa de liberação do evento Puxada de cavalo por parte do Delegado de Polícia Civil de Benedito Novo, Joselito Paulo Küss. O evento seria realizado no dia 21 de Julho na localidade de Ato Liberdade, no Sítio Oma Spiess em Benedito Novo.

O delegado conta que é contrário a esse tipo de evento e baseado no artigo 32
do Código Ambiental, que cita a lei que implica em relação aos maustratos dos animais e até por não haver uma regulamentação específica para a realização deste tipo de evento, deu como indeferido o pedido para a realização deste evento, além disso, a comunidade de Benedito Novo e da região, em sua maioria, são contra a realização desse evento, “sabemos que no dia o animal, além de ter que puxar um peso exagerado que chega até a dois mil quilos, também existe a brutalidade na forma que o animal é tratado para vencer as competições propostas” ressalta o delegado.

O organizador entrou com um mandado de segurança, sustentando que a decisão viola o direito líquido e certo, uma vez que se trata de evento tradicional, realizado de acordo com as regras existentes. Requereu, assim, a concessão liminar da segurança para que fosse expedida a autorização para realização do evento, onde o juiz de Direito, João Batista da Cunha Ocampo Moré concedeu o pedido de liminar que autoriza a realização do evento.

Entretanto o Ministério Público de Timbó, através dos promotores da Comarca de Timbó entraram com recurso de agravo para a não realização da Puxada de Cavalo, na cidade de Benedito Novo.

As odiosas puxadas estão com os dias contados
e farão parte de um triste passado da região.
Foto: Beto Ramlow
Hoje, dia 19 de Julho o Tribunal de Justiça de Santa Catarina deferiu o Agravo interposto pelo Ministério Público e suspendeu a Puxada de Cavalos em Benedito Novo.

Existe também um projeto de Lei na assembleia legislativa do estado a espera de votação, proibindo o evento Puxadas em todo o território de Santa Catarina. Com a decisão de hoje do Tribunal de Justiça de Santa Catarina está criada a jurisprudência e a cada recurso os juízes que ainda sustentavam a prática como “Tradição” devem mudar de posicionamento. O clamor popular e principalmente o dos defensores de animais do país todo se fez ouvir nos Fóruns.

É uma grande vitória como vibrou Rosália Marçal e para todos que começaram essa luta em 2007 quando a associação Ama Bichos tomou conhecimento do evento cruel e imediatamente deu início aos protestos, tanto na esfera jurídica quanto nos dias da puxada em Pomerode.

No início éramos mesmo, segundo um vereador da época, apenas alguns gatos pingados protestando e fazendo barulho. Com a maciça divulgação feita pela internet nas redes sociais e através de e-mails a causa ganhou o mundo. Foram centenas de e-mails nas caixas da prefeitura, de deputados e vereadores. Muitos se juntaram à causa, mas em cidade pequena as pessoas têm vínculos com a prefeitura e não podem se declarar formalmente, então se juntaram à causa no anonimato.

A persistência dos voluntários de diversas associações
foram importante fator dessa conquista.
Até que em Abril de 2010 a APRABLU, associação de Blumenau e a ECOSUL de Florianópolis juntaram-se ao protesto e foram violentamente agredidos pelos organizadores e simpatizantes da puxada. Num ato covarde cerca de 40 pessoas atacaram o grupo de 13 pessoas, quebraram o fêmur de uma defensora, furaram com prego a testa de outra defensora num golpe de sarrafo; outra teve costurado com 6 pontos um corte na cabeça e os outros foram atacados com os sarrafos das faixas e pedras gerando lesões generalizadas. Dessa agressão resultou em 2012 a condenação dos agressores.

Em julho de 2010 a AMA Bichos recebeu da Assembleia Legislativa uma homenagem pelos serviços prestados e como forma de alertar as autoridades sobre a questão animal. “Nesse período em que ainda nos recuperávamos do trauma da agressão foi importante ter um reconhecimento a nível estadual” , lembra Maike Harnisch, uma das voluntárias mais ativas da AMA Bichos.

Chegar ao dia de hoje e ver acontecer o fim de uma puxada é motivo de muita alegria para nós, defensores de animais. É saber que é chegada a hora de acabar com essa prática cruel, bestial e inútil em todo o estado de Santa Catarina. Por mais ofensas que tenhamos ouvido, por maiores que fossem as calúnias que sofremos, por mais inimizades que tenhamos arrecadado, hoje é seguro afirmar que tudo valeu a pena. Eu faria tudo de novo e estamos preparadas, inclusive psicologicamente, para enfrentar os desafios dessa causa que decidimos abraçar. Gosto muito de lembrar aos críticos que quem cuida de animais é porque ama os seres humanos mais frágeis, como crianças, idosos, deficientes físicos e mentais; pois têm mais espaço para o amor do que para o ódio no coração.

Seguem as fotos de algumas pessoas feridas na agressão sofrida durante manifesto contra as puxadas em 2010:

Texto: Heike Weege
Fonte: O Serrano
____________________

----- Original Message ----- 
From: sozedsp@terra.com.br 
To: Afiliadas_do_FNPDA@yahoogrupos.com.br ; 'onghachi' ; 'Halem Guerra Nery' ; 'Ana Rita Hermes' ; 'ONG ASSOCIAÇÃO' ; 'Ana Menestrina' ; 'Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal' ; 'Heike Weege' ; 'Bruno Horwatitsch TMX' ; 'Eraldo Ramos' ; 'Fala Bicho' ; 'Aprablu' ; contato@focinhofeliz.com.br ; bhcadvocacia@hotmail.com ; 'ADAB' 
Sent: Monday, July 22, 2013 12:41 AM
Subject: RES: [Afiliadas_do_FNPDA] Justiça impede a puxada que seria realizada nesse domingo em Benedito Novo

Caros
Sem dúvida, a Liminar foi uma vitória, fruto do trabalho de todos nós. Gostaria de ressaltar o empenho do Dr. Roberto Cattani, da OAB de São Paulo, que entrou com ação e também do apoio dado pelo FNPDA à ação promovida  advogado mencionado.


Em tempo oportuno, enviaremos cópia aos colegas

10 comentários:

  1. Nossa! Mas que povinho idiota, fzr o cavalo puxar pesos excessivos a troco de quê, meu Deus. Põe a mãe deles pra fzr isso.


    ResponderExcluir
  2. Pomerode, toma vergonha na cara! Amarra sua mãe pra puxar um boeing...ela deve estar acostumada.
    Ninguém acha isso legal. Não tem muita diferença entre essa merda aí e as rinhas de cães.
    Me fala, e se o cavalo sofrer traumatismo nessa subida? Que eles vão fazer? Passar cuspe?
    Pomerode. Acordem! Tradição não deve ser confundida com burrice e ignorância!
    Porque o passado tinha 90% disso e hoje não aceitamos este retrocesso de barbárie.

    ResponderExcluir
  3. Animal não é caminhão seus fdp!

    ResponderExcluir
  4. Põe o cavalo pra fazer a puxada de uma corda amarrada em alguma parte do corpo desses imbecis que realizam e prestigiam esse tipo de evento.
    Silvan

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, parabéns a todos os envolvidos.
    Agora falta uma vitória também para a farra do boi, todo o ano a mesma coisa. Chega!!!

    ResponderExcluir
  6. Ana Lucia Nunes24/07/2013 19:51

    Como algumas pessoas podem ser tão imbecis ???
    E ainda dizem que isso é tradição ???
    Quando é que vão inventar a tradição do fazer o bem aos seres viventes, ultrapassar os limites para ajuda ao próximo e quem gasta mais dinheiro construindo casas, hospitais, poços de água no sertão ?
    Isso sim, seria uma tradição de causar orgulho !!!

    ResponderExcluir
  7. É o tipo de gente que acha que a escravidão nunca existiu ou que nunca deveria ter deixado de existir.

    ResponderExcluir
  8. q boa notícia! parabéns ao pessoal da ama! até apanharam p/ acabarem c/ essa 'tradição' ridícula.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪