18/07/2013

CCZ afirma que eutanásias ocorrem só quando necessário e 'veterinários jamais colocariam diploma em risco' - PB

É sempre bom a gente colher provas a respeito.... se não, nunca se sabe a verdade dos fatos....
___________________________

O coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Nilton Guedes, conversou com o Portal Paraíba e esclareceu as inúmeras denúncias que dão conta de que o Centro sacrifica animais “aos montes” como forma de controle populacional.
“Essas pessoas que dizem isso deveriam vir até aqui ver o nosso trabalho”, começou Guedes. 

Chateado pelas acusações, o coordenador revelou que existe um histórico de denúncias contra o CCZ.
“Sempre que realizamos uma eutanásia, o médico veterinário responsável
assina o atestado de óbito do animal se comprometendo com o procedimento. Ele jamais colocaria em risco o seu diploma permitindo a eutanásia de um animal sadio”, colocou.

Guedes explicou que na atual gestão, o Centro mudou a forma de abordar animais de rua e abandonados, recolhendo apenas animais que precisam de tratamento veterinário. “Se trouxermos um animal sadio para cá, estamos colocando em risco a saúde dele”, disse.

As principais denúncias apontavam que, na semana passada, durante uma inspeção na feira de Oitizeiro, o Centro teria recolhido “cães e gatos para o abate”. Guedes confirmou que a equipe esteve em Oitizeiro e recolheu para o Centro seis cães e 14 gatos que estavam doentes. Outros animais chegaram a ser apanhados no local, mas estavam sadios e foram liberados após receber uma vacina antirrábica.

O coordenador apontou que as estatísticas do Centro podem assustar devido a um outro fator: donos que levam seus animais até a CCZ já em estado terminal. “Esses animais geralmente recebem o diagnóstico em uma Pet Shop, mas o dono não quer pagar para o veterinário realizar a eutanásia, então traz para cá e nós somos obrigados a receber”, contou.

5 comentários:

  1. Jamais colocariam diploma em risco? Duvido muito, já que no Brasil até médicos que fazem "mer..." com seus pacientes não são punidos e nem perdem o diploma, ou seja, impunidade total!

    ResponderExcluir
  2. Ana Lucia Nunes19/07/2013 19:03

    Tomara que seja verdade !
    Precisamos de alguém que possa filmar (sem avisar que farão a visita) esse CCZ para comprovar a veracidade das palavras do coordenador.Nilton Guedes.

    ResponderExcluir
  3. Ana Lucia Nunes19/07/2013 19:03

    Tomara que seja verdade !
    Precisamos de alguém que possa filmar (sem avisar que farão a visita) esse CCZ para comprovar a veracidade das palavras do coordenador.Nilton Guedes.

    ResponderExcluir
  4. alguém de joão pessoa p/ dar uma conferida?

    ResponderExcluir
  5. Gente, com o que se sabe que acontece por aí nesses CCZs e canis municipais, só acredito vendo. E tem muuuito veterinário que não gosta de bicho, assim como tem médico que não gosta de gente (pobre, pelo menos). Então, eu aprendi que não dá pra duvidar de nada que pode acontecer na proteção animal. Nada. Tomara que seja verdade e que as protetoras da cidade vão lá conferir, já que foram convidadas, mas SEM AVISAR. Eu sei de um veterinário que tentou eutanasiar um cachorro que estava doente, atestando que era cinomose, achando que essa razão era suficiente pra fazer o procedimento. Foi impedido. Passado um tempo, a cinomose não apareceu. E isso que ele disse que estava num estado terminal!!! Mas era uma desculpa esfarrapada. E ele ia fazer, sim. Então, não duvido de mais nada. O que podemos contestar, já que não somos veterinárias e eles têm o diploma pra provar que sabem muito mais do que nós? E podem se aproveitar disso e, por mais que contestemos, uma autoridade jamais vai dar razão a nós, contra um veterinário. É dose.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪