09/07/2013

Animais são salvos de incêndio no Mercado Público de Porto Alegre - RS

Meu Deus, quando me lembro do ultimo incêndio do Mercadão de Madureira aqui no Rio (pag. 7 DESTE LINK), me arrepia até a ultima encarnação!!!!!
____________________________________


Por volta das 20h30, Corpo de Bombeiros foi acionado para combater fogo.
Pelo menos 70 bombeiros e 65 policiais militares trabalharam no local.

Aves são colocadas do lado de fora
do Mercado Público após o incêndio
Foto: Felipe Truda/G1
Dezenas de animais foram retidados com vida do incêndio que atingiu o Mercado Público de Porto Alegre neste sábado (6). As aves são comercializadas no local durante o dia e estavam no interior do prédio quando o fogo começou, por volta das 20h30. Os primeiros integrantes do Corpo de Bombeiros a chegarem ao local foram os responsáveis por retirar os animais.

De acordo com o chefe do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, Adriano Krukoski, a retirada das aves foi uma das prioridades do grupo no início do trabalho. "Nós tivemos de esperar a abertura das portas, o que demora um pouco a acontecer. Depois, fomos logo retirar os animais quando soubemos que eles estavam correndo risco."

Entre as aves que estavam no local estão galinhas, pintos, periquitos e codornas. De acordo com o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, não há vítimas nem feridos no incêndio.

Aves são salvas em incêndio no
Mercado Público
Foto: Felipe Truda/G1)
O Mercado Público faz parte do patrimônio histórico e cultural da capital gaúcha desde 1979 e foi inaugurado em outubro de 1869, segundo informações da prefeitura do município. O segundo pavimento foi construído apenas em 1912. Pelo menos 111 estabelecimentos ficam no local. Este é o quarto incêndio que atinge o prédio. Os outros ocorreram em 1912, 1976 e 1979.

Neste domingo (7), a prefeitura irá se reunir às 9h com empresários do local para fazer os primeiros levantamentos dos prejuízos. Além da vistoria, o prefeito do município José Fortunati garantiu também que irá pedir auxílio do Governo Federal ainda nesta semana.

Fonte: Portal G1

4 comentários:

  1. São animais comercializados pra macumba. Mais dia, menos dia, vão morrer, ou viver em gaiolas pro resto da vida. Que triste.

    ResponderExcluir
  2. maria do carmo09/07/2013 20:30

    Olha...pode parecer insensivel de minha parte...mas sempre que ocorre uma tragédia, a primeira coisa que eu penso é nos animais.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voce nao é insensivel naum Maria do Carmo, 100% dos protetores pensam assim

      Excluir
  3. Ana Lucia Nunes11/07/2013 21:06

    Concordo com a Teresinha e a Maria do Carmo: lamento muito pelas pessoas mas, meu coração fica dilacerado ao ver os pobres bichinhos indefesos que não podem se salvar sozinhos.
    aliás é muito triste ver o destino desses peludinhos: ou morrem pela faca em algum alguidar ou viram petiscos em alguma churrasqueira ou viram carvão num incêndio onde as pessoas se preocupam apenas em conservar o patrimônio cultural da cidade.
    Quando teremos uma lei que proíba isso ???
    Infelizmente tá longe o tempo em que o ser humano vai se conscientizar que não precisa viver à custas de outras vidas.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪