12/06/2013

Vacas estão deixando de serem sagradas na Índia




Você já deve ter ouvido falar que as vacas são sagradas nas  Índia e que lá o consumo de carne bovina é considerado um sacrilégio.

Mas e se nós dissermos que essa tradição está mudando e que agora as pobres vacas já estão sendo exploradas para a alimentação humana? Pois isso é
verdade e está assombrando muitos indianos e defensores dos animais em todo o mundo.

E mais do que a exploração econômica, também ocorrem abandonos e roubos de bois, vacas e bezerros.

Por causa de problemas financeiros para manter o gado abrigado e alimentado, muitos criadores especializados em laticínio acabaram deixando seus animais soltos por Nova Déli — estima-se que existam 40 mil deles na cidade.

Com esse cenário, muitos ladrões se aproveitam para roubar alguns membros dos rebanhos.

O que é feito com os animais?

Até algum tempo atrás, os ladrões de gado da Índia teriam que utilizar os animais para a produção de laticínios — a Índia é uma das maiores produtoras do mundo —, pois essa seria a única forma aceita pela população.

Atualmente, com a influência ocidental na cultura indiana, essa história já é bem diferente. Apesar de os hinduístas mais ortodoxos ainda considerarem o consumo de carne bovina um ato repulsivo, muitos indianos já a consomem.

Segundo o New York Times, também há uma grande quantidade de carne bovina ilegal (ou seja, oriundo de gado roubado) que é vendida livremente nos mercados, pois os vendedores a anunciam como carne de búfalo — mais aceita comercialmente. Mais do que isso, também há quem compre adquira os produtos como carne de boi, deliberadamente. Nesse caso, são comuns as transações obscuras, similares às ocorridas com o tráfico de drogas.

Vale dizer que antes de chegar aos consumidores em forma de carne, os animais ainda sofrem abusos por parte dos ladrões de gado. Além de serem roubados das ruas e transportados de uma maneira pouco confortável, os bois, vacas e bezerros ainda são abatidos em matadouros ilegais — estima-se que existam mais de três mil ilegais, contra apenas seis que são liberados —, o que pode representar pouca condição sanitária, além dos métodos de abate cruéis.

Líder mundial de exportação de carne

Segundo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), a Índia já superou o Brasil no mercado mundial de exportação de carne, atingindo a liderança. Boa parte dessa carne é oriunda de búfalos, mas o número assustador de matadouros ilegais pode sugerir que uma grande quantidade de bois está sendo abatida e vendida também.

Para o New York Times, um policial chamado Bhisham Singh deu algumas informações. Ele diz que os ladrões fazem parte de gangues e pouco se importam com os animais.

Para eles, somente o dinheiro é válido. Além de vacas, eles também roubam motos, motonetas e espalham o medo pelas cidades, pois atacam e violentam mulheres que andam sozinhas.

Fonte: Folha do Sertão

9 comentários:

  1. Existe alguma coisa que seja sagrada para os seres humanos????????????
    Responder o dinheiro, nao vale!!
    Abs. Dora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dora, disse tudo! Um absurdo como humanos se vendem, vendem outros e matam por causa da porcaria do dinheiro. Mas, ainda tenho fé de que um dia todos pagaremos por nossos atos. Lamentável o que ocorre com esses animais mundo afora.

      Excluir
    2. Concordo plenamente também!

      Excluir
  2. Essa humanidade está no auge da sua insanidade e maldade,é deplorável...

    ResponderExcluir
  3. Culpa da valorização do ocidentalismo, e de (muitos) negros e orientais considerarem a cultura ocidental "melhor"!

    ResponderExcluir
  4. Sheila, este jornal é confiável? porque o que eu entendo é o seguinte: Não são os Hindus que estão consumindo carne bovina, mas os muçulmanos que vivem na Índia, pois nem todo país é seguidor do hinduísmo. A Índia é sub-dividida em regiões, e sempre teve várias religiões, muçulmanos (que comem muita) carne bovina,na atualidade parece-me que 16% do país segue o Islamismo, uma religião que vem adquirindo mais seguidores, e que é a religião principal dos países fronteiriços-Paquistão, Bangladesh.Tem ainda o Rajastão, que não segue o hinduísmo, segue uma mistura de hinduísmo com sufismo reformado, o "sikhismo" e eles também não comem carne bovina. Os Sikhis e os muçulmanos se detestam,por isso vivem em conflito na fronteira... Bjos

    ResponderExcluir
  5. Deus do céu, o Diabo já baixou lá!

    ResponderExcluir
  6. Ana Lucia Nunes13/06/2013 19:07

    Sou radicalmente contra a quem come animais, sejam eles de que espécie for e não é por religião, é por respeito à vida !

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪