11/06/2013

Tailandês vendia espécies animais raras e protegidas


A polícia tailandesa prendeu um homem comerciante de animais selvagens. Catorze leões albinos de África, centenas de aves, suricatos, tartarugas, pavões e macacos foram encontrados num armazém perto de Banguecoque. Algumas destas espécies são protegidas.

3 comentários:

  1. Para mim, quem compra esses animais é pior que quem vende. Porque pelo menos que vende o faz, às vezes, por uma suposta necessidade de conseguir um meio de sobrevivência, o que não justifica, é claaaaro.
    Mas é menos pior que os fdp que usam o dinheiro que têm para uma coisa tão danosa, seja para o meio ambiente, para as vidas que são traficadas, ou para o espírito humano.

    Muito simples: O dinheiro é um meio. O dinheiro que se tem pode reverter para uma coisa boa ou ruim. Dinheiro direcionado para o tráfico de animais se torna maldito. O mesmo acontece com que recebe o dinheiro e, pior ainda, com quem paga.
    Silvan

    ResponderExcluir
  2. Sem comprador, não há traficante.

    ResponderExcluir
  3. Ana Lucia Nunes11/06/2013 17:26

    Ainda bem que conseguiram resgatá-los !
    Imagino a fortuna que esse imbecil arrecada às custa desses bichinhos.
    Tem que ir em cana quem vende e quem compra. São iguais na pilantragem.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪