05/06/2013

Funcionário denuncia em vídeo abate cruel de animais em parque ecológico - São Carlos - SP

Imagem gravada em São Carlos mostra bezerro sendo morto com marretada. Prefeitura admite ação, mas disse que já determinou suspensão da prática.




Um funcionário do Parque Ecológico de São Carlos (SP) denunciou o abate recorrente de gado de forma cruel no local, com o objetivo de alimentar outros animais. O tratador Isaac Soares de Souza, de 54 anos, enviou um vídeo ao G1 que mostra um bezerro sendo morto com uma marretada na cabeça e uma
facada no coração. A Prefeitura admitiu que a matança ocorria, mas disse, nesta terça-feira (4), que já determinou a suspensão do abate no local. A Promotoria vai analisar o caso.

“Isso ocorre há anos e com frequência. A morte desses bezerros é necessária para subsistência de outras espécies, como onças e outros animais, já que a carne serve de alimento, mas o método é criminoso. O certo seria comprar a carne pronta, preparada”, falou Souza.

 Segundo Souza, a ação era praticada pelos próprios funcionários do local. “Em um ano e meio trabalhando lá sempre recusei a fazer isso e sempre me chamaram de vagabundo. Reclamei com a administração, mas nunca tiveram nenhuma iniciativa. Somos assediados moralmente a fazer isso, mas tem que acabar porque não é justo ter que conviver com isso, cometendo esses erros”, desabafou o cuidador de animais.

Depois de mortos, os animais eram pendurados no Parque Ecológico mesmo para fazer a sangria. “Quem faz isso é uma gente atroz, é um crime medieval, dar machadadas no animal e ele não morrer, isso é uma tortura. E uma pessoa no meio de tanto sangue, é praticamente terrorismo”, opinou.

Abate humanitário
Segundo a médica veterinária e supervisora do Hospital Veterinária da Faculdade Anhanguera de Leme, Glauce Pilon dos Santos, existem leis específicas que determinam o abate humanitário.

“O abate humanitário é feito com uma pistola pneumática atinge o sistema nervoso central do animal, que já perde a consciência e não vai ter dor. Tudo isso é muito importante e visa sempre o bem estar do animal”, explicou Glauce.

Segundo ela, a próxima etapa é fazer cortes em veias e artérias para que o animal sangre, entretanto, há locais específicos para a sangria. “Existem locais adequados nos frigoríficos onde é feita a sangria, tudo dentro do procedimento exigido”, alertou.

Legislação
Em nota, a Prefeitura de São Carlos informou que no dia 15 de maio de 2013 a diretoria do Parque determinou que fosse suspenso qualquer tipo de abate de animais nesse local. Entretanto, desde 1992, a Lei nº 7.705, determina em seu artigo 1º o uso de métodos científicos e modernos de insensibilização antes da sangria e proíbe tanto o uso de marreta, como a mutilação de animais antes da insensibilização.

Perseguição
O cuidador de animais afirmou ainda que desde que fez a denúncia nas redes sociais, no dia 30 de maio, tem sofrido perseguição no trabalho. “Depois que publiquei o vídeo na internet ninguém mais conversa comigo porque fizeram uma reunião orientando que me denegrissem, para que os outros funcionários falasseem mal de mim”, reclamou Souza.

Em nota, a Secretaria de Serviços Públicos afirmou que a afirmação do funcionário causa estranheza, já que ele  está trabalhando normalmente no mesmo local e com o mesmo serviço.

Investigação
O caso já foi levado à Promotoria de Meio Ambiente de São Carlos e está nas mãos do promotor Sérgio Domingos de Oliveira, que ainda analisa as imagens antes de se pronunciar. A Prefeitura também informou que vai abrir uma sindicância para apurar os fatos.

Fonte: G1
______________
Atualização:
MP abre inquérito para apurar abate cruel de animais em parque ecológico

13 comentários:

  1. Sou só eu que estou percebendo isso? Que esse país realmente virou um circo de proporções continentais?

    Até quando um vídeo pode ou não ser considerado prova? Pra mim é prova mais que suficiente.

    Tinha que já estar todo mundo na cadeia!

    Esse é mesmo um circo da demagogia! Eita paizinho de merda!

    ResponderExcluir
  2. Pelo jeito o Brasil vai virar a segunda China.

    ResponderExcluir
  3. Que absurdo... uma coisa bárbara dessas e de extrema brutalidade e crueldade, contra um animal,seja considerada uma coisa "normal" e corriqueira.Fora o bando de assassinos sanguinários que simplesmente incentivam e até gostam de praticar esse tipo de crime,no mínimo devem ter alguma espécie de instinto assassino ou tendências psicopatas,pois uma pessoa normal,JAMAIS teria a perversidade de cometer um ato atroz desses.
    Que mundo infeliz vivemos...

    ResponderExcluir
  4. Acho que o Brasil já era uma segunda China, só agora com a maior divulgação é que estamos nos apercebendo disso...
    Silvan Pearce Júnior

    ResponderExcluir
  5. Isso é uma VERGONHA! Cadê a tal 'cidade moderna e humana' ?! Humana?! Moderna?! Que falácia!

    Essa notícia está circulando por todos os sites e redes de ativismo pró DIREITOS DOS ANIMAIS, acho muito bom que a verdadeira cara de São Carlos seja mostrada como ela é! Tirando os poucos ativistas DE VERDADE pela causa o resto por si só se define.

    Sellen
    ATIVISTA PELA CONSCIÊNCIA DA VIDA NA TERRA
    São Carlos SP

    ''Se uma leve camada de hipocrisia não cobrisse o apodrecido tronco da nossa moderna civilização, que horrendo espetáculo não se depararia à nossa vista!''

    Paolo Mantegazza

    ResponderExcluir
  6. Que horror!!
    Estou horrorizada com o povo, meu Deus, essas coisas existem mesmo!!
    Patrícia

    ResponderExcluir
  7. Muito corajoso o Sr. Isaac Soares de Souza! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  8. meus parabéns ao funcionário que denunciou, pois isto é um absurdo, onde as pessoas devem ser processadas pela pratica de tal crueldade..

    ResponderExcluir
  9. Ana Lucia Nunes05/06/2013 20:17

    É revoltante !!!
    A prefeitura sabia e como sempre nada fez, aliás, conforme todas nesse país.
    Quanto mais lutamos para acabar essas barbáries, mais insanos aparecem. E o triste é saber da impunidade de todos eles.

    ResponderExcluir
  10. Meus parabéns e muita força ao funcionário Sr. Isaac Soares de Souza que teve a coragem (é homem de verdade) de denunciar estas atrocidades.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Sr Isaac pela sua iniciativa, é de brasileiros assim que precisamos, visando sempre denunciar as práticas erradas, praticadas diariamente por nós, brasileiros, em todos os aspectos.
    Nem citarei aqui a famosa "corrupção", que virou prática rotineira de um alto percentual da população.

    ResponderExcluir
  12. primeiramente parabens pela denuncia Isaac!
    Um pais de tão rica fauna e flora, tendo que vivenciar estas crueldades!
    Sou de são carlos , e essa prefeitura que tudo diz que vai avaliar e fica sempre do mesmo jeito!
    Este é o tão formidável ser humano?? o ser racional??
    Muitas vezes acho q o ser mais irracional deste planeta é o ser humano. Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos outros animais. E este Pq. Ecologico ainda diz: Missão
    Preservar, Conservar e Educar, protegendo a Fauna Native e Sul-americana.
    Tenho 16 anos e meu sonho é ser Biólogo, e não penso em ser bem sucedido financeiramente, mas sim bem sucedido em minhas pesquisas e ações, e sempre visando prol aos animais e ao meio-ambiente

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪