28/05/2013

Projeto quer por fim ao uso de veículos com tração animal em Santa Cruz do Sul, RS

Pois é, como já publicamos aqui no blog (com vídeos e tudo mais), as prefeituras que mantem tais situações o fazem porque querem.... 
há inúmeras opções.... Não consigo admitir que o Município da "Cidade Maravilhosa", com uma Secretaria de Proteção Animal há 12 anos,  não tenha resolvido esta parada.... É PURA INCOMPETÊNCIA.... Tô errada, gente?

Bom dia Rio Grande - 28/05/13

6 comentários:

  1. Ana Lucia Nunes28/05/2013 12:12

    Tá mais que certa Sheila !
    Essas iniciativas é que nos enche de esperanças. Tomara que seja aprovado.

    ResponderExcluir
  2. Que invenção maravilhosa, olha aí seu Claudio, aproveita, luta por essa substituição no Rio, é só copiar.
    para Paquetá o senhor pode alegar que os turistas irão na gaiola, é só colocar poltroninhas rsrsrsrs
    Para substituir o homem, todo mundo tenta, para substituir os cavalos....dá-lha tempo, né Sr. Claudio????????
    Armandinho

    ResponderExcluir
  3. Uma boa ideia,dessa forma não precisarão de cavalos e,estes,não correrão o risco de serem mau-tratados,abusados ou deixados à própria sorte,quando doentes...

    ResponderExcluir
  4. Excelente idéia, que se estenda pelo Brasil afora, especialmente, no Rio de Janeiro e Paquetá.
    Claudete

    ResponderExcluir
  5. Como sempre, o que manda é o dinheiro.
    O catador vai pensar: "quanto custa comprar o carro? quanto custa arrumar um cavalo? quanto custa dar manutenção no carro? recarregar o carro (elétrico)? onde vou recarregar? quanto custa manter um cavalo (capim e água)?"
    Por isso, tinha é que proibir veículos de tração animal e ponto.
    Bom, pelo menos esse "cavalo de lata" não deixa de ser uma opção para um futuro, sei lá quando. Torço para que ele seja "economicamente viável" e que nenhum político ou empresário fdp venha a deturpar a idéia em benefício do próprio umbigo.
    Silvan Pearce Júnior

    Silvan Pearce Júnior

    ResponderExcluir
  6. O Projeto de Lei que se refere as carrocás de tração animal, é falho pois afeta somente a classe mais pobre da sociedade. Sou inteiramente contra os maus tratos aos animais, porém nao concordo com o P.L, pois ele generaliza esta questão, nao podemos afirmar que todos os carroceiros cometem maus tratos aos seus animais. Além de proibir,ele ondoca saídas aos catadores,ae muitos menos de onde irá sair verbas para os auxílio a estes trabalhadores e trabalhadoras. Outra coisa que projeto nao diz, é de onde vai sair verbas para manter esses animais, e será que melhor saída é um cavalo de lata? o qual custa mais que um carro,e o catador vai ter condiçôes pra comprar um, ah ele terá que ter cateira de habilitação pra poder dirigir esse veículo.....

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪