28/05/2013

Barbárie: cavalo é maltratado até a morte em festa do vaqueiro em Ribeirópolis - SE

Que desgraçados!!!!!
Será que tem algum leitor lá desta área para apurar melhor?

Foto: Mário Max

Um cavalo de cor branca é maltratado até a morte nesse domingo, (26/05), durante a realização da 26ª Festa do Vaqueiro do município de Ribeirópolis, em um evento particular realizado por um morador local.

Por volta das 19 horas, o cavalo foi visto agonizando em rua situada ao lado do Banco do Brasil da cidade, e minutos depois o animal não suportou e morreu no local. Nesse tipo de eventos os animais ficam sujeitos a um trajeto cansativo, já que muitos participantes vêm de povoados e municípios vizinhos, sob forte calor, montados por cavaleiros despreparados, alguns deles sob efeito de álcool, onde submetem os cavalos a uma exaustão que muitas vezes leva a morte dos animais.

Mais uma vez, a tradição explora e mata animais. A 26ª Festa do Vaqueiro ocorreu entre os dias 25 e 26 de maio.

Da redação Itnet, Aparecido Santana

15 comentários:

  1. Espero que tenham feito denúncia no Ministério Público. Não adianta? Pode ser, mas se não fizer aí mesmo que não dá nada. E repassar até à exaustão no face, na internet, twitter, sei lá, pra que todo mundo fique sabendo que NÍVEL de gentalha participa desses "eventos" que dizem não maltratar animal algum. Aqui no RS tem essas porcarias de cavalgadas, como a Cavalgada do Mar, que fazem no verão, andando na beira da praia, passando de praia em praia. Acham a coisa mais "linda" do mundo! Ah! as tradições! E os cavalos morrem pelo caminho, mesmo com várias denúncias, todos os anos. Mas eles tratam os cavalos muito "bem". Bom, o "bem" deles não é o nosso, né? E nada acontece com esses criminosos.

    ResponderExcluir
  2. Por mim podia acabar com todas essas porcariadas de festa do cavalo, rodeios, touradas, corridas de argolinha e afins. Mas isso não acaba, pq o povo brasileiro adora um pão e circo, e ainda temos que sustentar um bando de empresários, pseudos cantores sertanejos e fazendeiros que lucram em cima desses eventos. Já tenho pavor desse sertanojo universitário que empesteia nossos meios de comunicação e agora temos que aturar esses "cowboys" cachaceiros de fim de semana fazendo essas barbaridades? Aqui em MG, é muito comum essas cavalgadas, onde esses cavaleiros cachaceiros percorrem longas distâncias com os animais, levando-os à exaustão, deixando os pobres bichos com fome e sede. Vejo cavalos que chegam só no "pó" depois dessas ditas cavalgadas, que são usadas como pretexto para esses cavaleiros ficarem enchendo o rabo de cachaça e ficarem fazendo putarias no meio do mato. Eles que façam isso, mas só que então não coloquem os pobres animais no meio.

    ResponderExcluir
  3. Ana Lucia Nunes28/05/2013 12:09

    PQP MIL VEZES !!!
    Será que não tem ninguém nessa cidade para denunciar quem fez
    essa barbaridade ?

    ResponderExcluir
  4. Miserável, desgraçado! por favor, povo de bem e proteção animal de Sergipe,
    e eu sei que vocês existem, façam um boletim de ocorrência sobre o abuso e morte deste animal.

    ResponderExcluir
  5. Uma vergonha esse país que ainda acha lindo uma desgraceira dessas.
    Tradição é para ser mantida? Então, por que não deixaram os aborígenes continuar a comer gente, era tradição, mas como sempre digo, para o humano tudo, para todas as outras espécies divinas, crueldades e morte.
    Que mundo é esse????
    Armandinho

    ResponderExcluir
  6. Se eu visse só a foto, ia jurar que se tratava do Rio de Janeiro, aqui, cavalos aos montes sofrem torturas, são abusados a séculos e nunca ninguém fez nada de efetivo até hoje para ajudar esses grandões.
    Tudo igual...
    Regina

    ResponderExcluir
  7. Lamentavelmente isso é o retrato de um país sem lei

    ResponderExcluir
  8. Fádua - POA28/05/2013 13:03

    Não consigo engolir essa de tradição. Sou gaúcha, tradicionalista, mas totalmente contra a "festas" que utilizam animais. Vaquejada, gineteada, paleteada, pealo, entre outras coisas estúpidas que submetem os bichos ao cansaço, sede, fome e mal tratos físicos. Tradição poder ser vivenciada na música, na poesia, no artesanato. Tá mais que na hora de proibir essa exploração e judiaria com os bichos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, disse tudo fádua!!!!

      Excluir
    2. Alô Ministério Público!: Penso que o prefeito de Ribeirópolis (SE) deve ser responsabilizado por tal tragédia em sua cidade.

      Excluir
    3. Alô Ministério Público!: Penso que o prefeito de Ribeirópolis (SE) deve ser responsabilizado por tal tragédia em sua cidade.

      Excluir
    4. Concordo....

      Excluir
    5. Tb moró em POA. Sofro em ver esses malditos carroceiros judiando dos cavalos, já briguei com vários, meu Deus qdo vai parar isso. Por Favor protetores de Ribeirópolis de SE denuncie ao Minesterio Publico é um absurdo isso... Valeska

      Excluir
  9. Não sei nem o que dizer.
    O serumano que pratica estes atos é a pior espécie que pode existir.
    Estes serumanos, eu acredito que o inferno os espera, seja aqui, ou além.
    Eu acredito, já que a justiça dos homens não existe.
    Silvan Pearce Júnior

    ResponderExcluir
  10. Cristina Calixto03/06/2013 21:42

    A manutenção desses eventos ditos "culturais" só envergonha o país e aumenta a pecha de sermos tupiniquins. Pqp! Dá vergonha de ser brasileiro. Quanto atraso!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪