02/05/2013

Ato de crueldade deixa cachorro ferido nos Torrões - Recife - PE

Mais um caso de destempero de PM´s contra cães.... triste, viu?



"Em mais um caso de crueldade contra animais no Recife, uma cachorra foi atendida em uma clínica veterinária no bairro da Madalena, na noite desta terça-feira, com suspeita de ter sido atingida por arma de fogo. De acordo com moradores da Rua Nossa Senhora da Penha, no bairro dos Torrões, o animal, de nome Suzi, teria sido baleado por policiais do Grupo de Ações Táticas Itinerante (GATI).

A veterinária que atendeu o animal entregou um laudo às pessoas que fizeram o socorro. De acordo com a profissional, o documento atesta que "os ferimentos são compatíveis com lesões de arma de fogo". "Ela está com hemorragia muito forte e dificuldade de respirar. Se sobreviver, vai ficar com sequelas, porque já apresenta sintomas neurológicos graves", afirmou.

Três PMs teriam atirado na cahorra porque ficaram irritados com o latido do animal. O padeiro Felipe Antônio Correia, 19 anos, relatou o fato ao Diario de Pernambuco.
"Eles chegaram apontando a arma para a gente, cerca de 10 pessoas que estavam na frente da minha casa, entre elas, crianças e senhoras, e anunciaram a abordagem de rotina. Nesse momento, um deles pisou na cachorra e ela latiu. Com raiva ele atirou nela. O outro puxou ele pelo braço e todos foram embora correndo, depois que viram a besteira que fizeram", contou Felipe Antônio.

O animal pertence a aposentada Maria Dalva Souza da Silva, 65 anos. Ela pretende dar queixa na Corregedoria da Polícia Militar. A senhora não teve condições emocionais de dar entrevista. Os vizinhos anotaram os dados da viatura, uma Frontier Nissan de placas PSV-1450. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a Polícia Militar para falar sobre o assunto."

Fonte: Diário de Pernambuco

4 comentários:

  1. Hoje em dia policial não tem preparo e condi~ção mental de proteger à eles mesmos, o que dizer então proteger aos cidadãos.

    ResponderExcluir
  2. Cristina Calixto02/05/2013 13:54

    Conheci um rapaz, morador de comunidade, a quem dei carona certa vez, muito antes das UPPs. Daí, quando avistei uma patrulhinha, exclamei: "Que bom! Estamos protegidos." E ele me respondeu: "Desde quando? Quando a gente vê policial, a gente logo se alarma e fica apavorado."

    Acho que não preciso escrever mais nada, né?

    ResponderExcluir
  3. É UM ABSURDO , ALGUEM TEM QUE FAZER ALGO A RESPEITO DESSES POLICIAIS QUE EM VEZ DE PROTEGER OS CIDADÕES , FAZEM ISSO EM TODO LUGAR COM QUALQUER UM , SEM SOFRER PUNIÇÕES , PESSOAS E ANIMAIS, PRECISAMOS RESPEITAR TODO SER VIVO, INDEPENDENTE DE QUAL RAÇA, QUE DEUS PROTEJA ESSE POBRE ANIMAL SENHOR!!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪