• ALÔ, AMIGOS!!!

    Revista Eletrônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.

    O resultado é pela Loteria Federal.

    E, o principal, é DIGRATIS E VOCÊ PODE SE INSCREVER TODO DIA !!!
    Boa sorte!!!

Faça sua doação:

Texto

Receba nossos boletins diários no seu e-mail: *

sábado, 11 de maio de 2013

Artigo de leitora sobre sacrifício de animais

Gostei muito deste pequeno artigo:
_________________

"A PSICOPATIA E OS POLÍTICOS RITUAIS DE SACRIFÍCIOS DE ANIMAIS"

Muitas pesquisas em nível mundial vem revelando que pessoas que sentem prazer em torturar animais podem ser identificadas como psicopatas em potencial, pois apresentam uma predisposição, também, para praticar crimes contra qualquer pessoa.

Os serviços de investigação secreta no Brasil perdem tempo e desperdiçam o dinheiro público com estratégias ineficientes, deixando de investigar crimes cometidos contra os animais, por julgarem esses fatos como algo sem
importância alguma para a sociedade. Mas o FBI americano desbanca essa hipótese policial negligente, preconceituosa e desumana, pois é especialista em estabelecer certas conexões e vem obtendo resultados incrivelmente eficazes. Treinando equipes brasileiras especializadas em investigações desta natureza, poderíamos traçar a anatomia das violências cometidas contra pessoas, porque psicopatas não se restringem a tortura de animais. A exemplo disso, temos os rituais religiosos da magia negra, que sacrificam várias espécies de animais e crianças raptadas e separadas de suas famílias para satisfazer a necessidade de oferenda de sangue à entidades sombrias, que julgam servir aos seus sinistros propósitos. O perigo está exatamente em estimularmos ou não combatermos abertamente tradições e práticas  religiosas que naturalizam e consideram correta a oferenda de sangue quente de animais, seres legalmente tutelados pelo Estado; desrespeitando assim, a Carta Magna de nosso país.

Algumas pesquisas nas áreas de Psicologia e Criminologia nos Estados Unidos revelam que pessoas que cometem crimes contra animais, em pouco tempo, passam a cometê-los contra seres humanos. Cito rapidamente um fato investigado pelo FBI (Federal Bureau of Investigations). O relato a seguir foi extraído de um arquivo policial: “Russel Weston Jr. torturou, mutilou e matou 12 gatos. Mais tarde, Russel Jr. matou dois oficiais do Congresso Americano.

Infelizmente, alguns políticos brasileiros insistem em apoiar os psicopatas que sacrificam animais em rituais, com desculpas religiosas, em troca de seus votos e de vantagens que acreditam receber se os seus pais-de-santo sacrificarem animais em nome de seus propósitos de posse material. É impressionante a profundidade do pacto firmado entre pessoas corrompidas, que tem sede de poder a qualquer custo... Isto é a expressão da covardia mais hedionda cometida contra seres indefesos e amorosos chamados animais.

Como ativista me sinto na obrigação moral de divulgar os nomes dos políticos que apóiam os perversos rituais de sacrifícios banhados de sangue, que incluem todo tipo de tortura, já que o perfil do psicopata é evidente em situações como essas: insensível ao sofrimento das crianças e dos animais sacrificados; quando interrogado ou flagrado cometendo crimes, não se responsabiliza por suas ações, nem sente remorso e nem vergonha de prejudicar qualquer um... É tão compulsivo na maldade, que acredita nas próprias mentiras que conta e se candidata novamente, sendo eleito por pessoas que desconhecem temporariamente os seus desvios patológicos de caráter.

Tenho a absoluta certeza de que a reação a tudo isso se concretizará com a conscientização dos eleitores que participam de redes sociais de relacionamentos, assim como o Facebook e o Orkut, que parecem estar mergulhados em diálogos superficiais, banais e alienantes, mas que sendo alvos de um processo de divulgação ativista, participando de trocas de informações sobre todo tipo de corrupção e maldades cometidas contra todos nós, cidadãos e contra os inocentes animais, poderemos transformar o Brasil, ainda que lentamente, em uma nação menos vilipendiada pela astúcia e pela impunidade.... Hoje, vivemos outros tempos, em que os ativistas da causa animal tem conquistado espaços antes aparentemente impossíveis, como formadores de opinião, porque não compactuamos com a mentira oficial de que “o Brasil é um país profundamente religioso e generoso!” 

PARA TODOS OS QUE SACRIFICAM ANIMAIS, IMPIEDOSAMENTE, PUNIÇÃO JÁ!

Autora: Bianca Lobo e Luar
(escritora holística, cyberativista pela não-violência mundial, cientista da educação/pesquisadora-UFRJ)

15 comentários:

  1. Cadeia para quem mata e cadeia para quem deixa morrer de fome!!
    Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dos políticos que faz trabalhos pesados de bruxaria com sacríficios de animais grandes e peqs., pra quem não sabe é o Sr. Fernando Color de Melo. Dito pela própria mulher dele, que na casa da Dida existia um lugar secreto onde era (ou é) praticado tais rituais. Juntamente com pais de santos e outros políticos.

      Excluir
  2. Excelente matéria!
    Isso mostra que estes politicos tbem são psicopatas.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a matéria !
    Cadeia para os psicopatas e para quem os apóia !

    ResponderExcluir
  4. ESTOU COMA ALMA LAVADA E ENXAGUADA, ESSE TEXTO DIZ EXATAMENTE TUDO O QUE EU PENSO...PARABÉNS À AUTORA...

    ResponderExcluir
  5. Meus cumprimentos à Bianca pelo irretocável artigo.

    Me permitindo uma observação, coloco aqui que essa abominação é praticada inclusive por muitos políticos. Para atingir o poder e permanecer nele fazem qualquer coisa que de execrável seja, daí a proteção a essa tal 'liberdade religiosa'. A malignidade insana dessas criaturas, tanto as que procuram por esses rituais quanto as que os fazem não têm limite, para elas sacrificar ''bichos'' é o de menos, já que sacrificam humanos também. Esperar o quê dessa corja bestializada? O que devemos fazer é organizar um levante contra esses descalabros, seja de que forma for e urgente, antes que seja tarde. Considerando que a miséria em todas as esferas está se alastrando feito metástase, não demora para este país ser transformado em mais um "Haiti".

    O ser humano é igual ao gado do qual se alimenta; segue passivamente para o matadouro.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Sheila e leitores do "Grito do Bicho".
    Agradeço primeiramente a gentileza da publicação e parabenizo o importante papel deste Blog, no que se refere a defesa incondicional da dignidade dos animais.
    Fico feliz por saber que comungam das mesmas idéias.
    Saudações ativistas!
    Abraços para todos
    Bianca Lobo e Luar.

    ResponderExcluir
  7. Rita Couto11/05/13 23:52

    Sheila. Há alguns pontos que me preocupam nas últimas discussões: afirmações como "chineses são uma raça assim e assado" e outro é essa associação de religião à sociopatia. A questão da liberdade religiosa é muito delicada para estabelecermos generalizações. Vc já falou da importância de se discutir o que é a manifestação religiosa no próprio campo dessa manifestação e penso que é uma dica básica. Seria interessante depoimentos de pessoas que são desses cultos e que são contrárias aos sacrifícios de animais. A fala tem que vir de dentro tb. Aquele que mutila animais pelo prazer do sofrimento é outro caso. Se a proteção animal quer libertar um ser da dor tem que cuidar pra não usar referenciais racistas. Cultura é transformável, mas tem que ser entendida e respeitada pra que as mudanças possam acontecer. Essas afirmações podem trazer antagonismos de outras militâncias, que tb representam interesses de mudanças sociais positivas (lembrar que o Candomblé é um símbolo de resistência à escravidão), que poderiam somar forças com a proteção animal, ao invés de combatê-la. Isso é um território pantanoso. O mal do mundo é o radicalismo, pq as pessoas passam a se combater sem escutar o que o outro tem a falar. É claro que há momentos que todos precisamos "radicalizar", mas isso tem que significar "reforçar" posição e não minar qq comunicação. A grande maioria aqui crê que o animal tem direitos e que o ser humano não pode dispor de sua vida, mas é a grande maioria aqui, os demais devem ser convencidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já li vários artigos sobre psicopatia, assisti a documentários e como sou uma profissional holística (que cria pontes entre quase todas as áreas do conhecimento humano e das tradições espirituais), me permiti este tipo de associação, sem generalizar em momento algum, o comportamento de pessoas de qualquer religião (no caso referido, dos pais-de-santo). Até porque, fiz questão de usar as palavras "magia negra", para definir estas práticas ilegais de sacrifício e fiz questão também, de não citar o nome de nenhuma religião específica, por respeito aos seus adeptos. Esclareço que leio sobre os temas religião e magia, há mais de vinte e cinco anos e já frequentei os cultos de quase todas as religiões, por curiosidade e para construir conceitos que não pretendo impor a ninguém. Membros de minha família trabalharam durante muitos anos com rituais de magia; então, creio, que por experiência própria, posso falar deste tema, com propriedade. O que muitas pessoas desconhecem é que até mesmo a cultura associada a religião é híbrida, ou seja, por mais incrível que pareça, as interpretações das fundamentações das religiões sofrem mutações devido as interpretações particulares das pessoas e são adaptadas aos seus interesses particulares,também, e isso não quer dizer que a pessoa seja uma psicopata, mas é o fluxo natural dos sentidos das coisas, dos conceitos que se formam a partir de várias misturas de pensamentos...

      Como profissional da área da educação, estou sempre pronta ao diálogo, entretanto, qualquer trabalho de ativismo possui várias "nuances" e procuro adaptar a minha maneira de escrever à várias situações; ou seja, se o texto terá um aspecto poético, científico, filosófico ou fundamentação de denúncia, etc.

      Para os que não apoiam efetivamente manifestações de ativismo, seja na defesa de animais ou de qualquer outro assunto, o ativismo sempre parecerá algo radical; então, sei que estas opiniões fazem parte do contexto.

      Deixo aqui o meu sincero agradecimento aos esclarecimentos da ativista Sheila Moura e abraços para todos os que, assim como eu, continuarão lutando bravamente na defesa de nossos melhores amigos: os afetuosos animais!

      (COMENTÁRIOS DA AUTORA DO ARTIGO: BIANCA LOBO E LUAR)

      Excluir
  8. Rita, eu concordo plenamente com seu pensamento e temos que ter cuidado para não misturar as coisas. Mas, quando dou espaço as manifestações dos nossos leitores, fica a esperança de reflexões mais apuradas sobre o tema.

    "Chineses" e "religiosos" que usam animais não estão distante de nós.... estão bem ao nosso lado, em muitas vezes.... A idéia é estimular uma solução de entendimento e de conhecimento das situações onde nossos bichos estão envolvidos....

    Pelo menos, é o que tento fazer, pois, só se julga com isenção quem tem completo conhecimento de causa. Por isso parto do princípio que certos humanos não devem fazer o que provoca dor e sofrimento em outros humanos.... É a forma mais inteligente de lidar com o problema, penso eu.
    bjs queridona e obrigado por seu esclarecedor comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é importante mesmo nao generalizar pois há mais de 30 anos frequento um terreiro de Umbanda e lá NUNCA houve e nunca haverá sacrificios de animais....acho errado mencionar apenas 'pais de santos " pois existem, infelizmente, varias religioes que sacrificam, inclusive os judeus fazem um ritual abominavel com frangos., e existem tbm o que nao se chama de religiao que é o satanismo e existe sacrificio, enfim nao pode achar que todos sao iguais !
      Eu como vegetariana acho um absurdo,, um crime, uma atrocidade as pessoas comerem carne seja do animal que for, e para eles pararem em um "prato" foram sacrificados tbm e com perversidade desde a criaçao ate a morte .... bjs Sheila

      Excluir
    2. Achei legal você falar sobre o seu terreiro.Acho importante esses terreiros que são contra o sacrifício de seres vivos,darem um passo a frente e mostrarem que isto é a religião e culto sendo contra os outros que querem torturar animais,infelizmente religiões afro brasileiras querem ter o direito legal de liberdade religiosa quando qualquer coisa que envolva sacrifício nunca poderia ser chamado de religião.Acredito que a maioria talvez seja contra sacrifícios,está na hora de as próprias pessoas dentro da umbanda pararem de chamar quem faz sacrifícios de religião.Há o dia em que o bom senso deverá imperar sobre todas as coisas.Protetores estão na vanguarda,infelizmente temos que sofrer por tentarmos defender os indefesos neste país sem moral.

      Excluir
  9. E onde estão os responsáveis que não colocam cameras nas proximidades da linha férrea em Lorena? A molecada de lá, psicopatas, devem ser mortas da mesma forma. Pena que eu não more lá e sorte a deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato , ainda não pegaram, os marginais porque para as autoridades o que eles fazem não é de suma importancia e estão diminuindo a população de animais abandonados, enfim , é conveniente ao lugar oque estes bandidos criminosos fazem,
      E QUANTO AO SACRIFICIO ANIMAL(DA FORMA COMO FOI POSTADA NO ARTIGO), desejo saber se, todos estes que opinaram horrorizados, SÃO VEGANOS. não comem carne de ANIMAIS de FORMA ALGUMA!. Ou comem o animal VIVO?

      Excluir
  10. Covardes boçais , supersticiosos e atrasados.. não valem/merecem nem o ar que respiram.

    Não é à tôa que esse tipo de calamidade contra os animais provêm desse LIXÃO chamado brasil ( com minúscula mesmo ), onde não se fomente a ciência e nem os reais Fundamentos Religiosos mas sim a superstição , o obscurantismo e matanças inúteis , onde a Terra é boa sim.. já os habitantes , estes nem tanto.
    Vergonha..!!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porem, não publicaremos palavrões ou ofensas.