26/03/2013

Protetores reclamam que estão sendo impedidos de alimentar gatos no Maracanã

Gente, com todo respeito, mas, a solução do Secretário me fez rir.... fala sério!!!!! ô Jesus, ilumina.... kakakaka......


RIO - Depois dos índios, os gatos. Voluntários, protetores e ONGs que defendem o direito dos animais estão preocupados com o destino das colônias de gatos que, segundo eles, há mais de uma década habitam o entorno do
Estádio do Maracanã. Desde que começaram as obras no local, eles contam que pelo menos uma dezena de animais já morreram e muitos foram migrando para fugir das máquinas. Boa parte habita o prédio e o terreno do Museu do Índio, que atraiu nos últimos meses os bichanos expulsos de outros pontos, como o Maracanãzinho. Na última sexta-feira, explica a secretária Natália Kingsbury, de 44 anos, a situação agravou-se: os voluntários estão sendo proibidos de alimentar os gatos que vivem dentro do museu. Na manhã desta segunda-feira, Natália e foi ao local acompanha da veterinária de uma ONG e, mais uma vez, foi impedida de entrar.

- Eu alimento estes gatos há 17 anos. Eles estão aqui muito antes de o prédio ser ocupado pelo índios e sempre cuidei dele. Agora, nos impede de entrar para dar comida. Estou muito preocupada. Eles já foram 150, e agora só restaram 50 - conta Natália, que divide com outros dois voluntários a tarefa de dar comida aos gatos que ainda vivem por lá.
A veterinária Andréa Lambert, da ONG Anida, conta que já denunciou o problema à Secretaria Especial de Defesa dos Animais (Sepda). E que a secretaria mandou uma veterinária ao local, mas que a profissional avaliou que os animais estavam bem.
- A veterinária veio e disse que os animais estão muito bem. Como eles estão bem no meio de uma obra? Agora, os voluntários estão sendo impedidos de alimentar os gatos. Vim aqui tentar ajudá-los, mas os responsáveis pela obra não querem nem nos atender - diz Andréa Lambert - Em fevereiro, eu protocolei uma denúncia ao Ministério Público sobre o caso. É preciso retirar os gatos de lá, mas por enquanto eles precisam ser alimentados senão vão morrer de fome - completa.
O secretário Cláudio Cavalcanti disse vai enviar um veterinário ao local ainda hoje para avaliar o problema. Ele afirmou que, se for necessário, enviará um ofício ao responsável pelo consórcio que faz as obras no Maracanã, informando que os animais precisam se alimentar.
- Não deixar alimentar é maus tratos. São gatos comunitários, que a comunidade alimentas. Os animais devem estar muito assustados. Vou mandar um veterinário lá ainda hoje e, dependendo do que ele me informar, vou tomar mandar um ofício - disse Cláudio Cavalcanti.
O próximo passo, informou Cláudio Cavalcanti, é encontrar um novo local para abrigar os gatos, que precisarão ser transferidos.
-Vamos ter que tirá-los e colocá-los num abrigo. Mas tem que ser um lugar com dignidade, onde eles fiquem bem. E os animais terão que ficar um período de quarentena, sendo cuidados. Vamos ver para onde poderemos levá-los.

5 comentários:

  1. Pelo que eu vejo os crimes contra animais, e quiça contra pessoas no Rio de Janeiro estão na ordem do dia, aliás seria uma preparação para a Copa do Mundo de Futebol, ou para os Jogos Olímpicos de 2016?
    Pelo noticioso, enquanto no Rio Grande do Sul, legislam para melhorar as condições de vida dos seres vivos, na cidade Maravilhosa, a cada dia vem bombando mais e mais noticias ao contrário do bom senso e dos princípios de direito dos animais. Noutra noticia deste blog, um "funcionário" da prefeitura do Rio já deve estar treinando com arremesso de peso, disco, ou sei lá o que, para as olimpíadas, usando para isto a um indefeso felino, no minimo este crápula deverá dentro em breve, melhor treinado começar a arremessar pela janela, contra os muros os próprios filhos, se é que Diabo tem filhos, ou quem sabe a própria mãe (ou ele nasceu de uma chocadeira?). Tristemente.

    ResponderExcluir
  2. Dá pra entender porque é proibido dar de comer a um bichinho que não faz mal a ninguém???

    ResponderExcluir
  3. Ministério Público? Alguém foi lá cobrar uma solução? Peçam pra falar com o promotor encarregado pessoalmente. Cobrem, cobrem, cobrem!!!!!!!!!!!!! E tentem todos os meios. É que o maracanã é tão importante, né? O que são uns gatinhos mortos?

    ResponderExcluir
  4. nossa é uma vergonha, impedir as pessoas que alimentam os animais, só podia ser no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Jorge Milesi Romano03/04/2013 19:35

    Pessoal, não deixar alimentar os pobres bichanos é covardia, mas o local já não é mais apropriado para eles desde o inicio das obras. Todo o Maracanã e áreas próximas virou um verdadeiro inferno. São 3 turnos trabalhando 24 horas por dia, com máquinas e iluminação constantes. O melhor será remover os bichanos para um abrigo porque a tendencia é a obra causar muito mais inferno para eles nos próximos dias, e é claro que não vão deixar que eles fiquem por lá após a entrega das faraônicas obras. Se até o colégio e o parque aquático será desintegrado, imaginem o que irá acontecer com oi coitados.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪