16/03/2013

Cadela acompanha dono carroceiro pelas ruas de Belo Horizonte

Gente, olha que menina querida.... pena que.... bem, deixa p´ra lá...

MGTV - Rede Globo - 15/03/13

19 comentários:

  1. Tenho pena do cavalinho,tadinho. Como esses animais sofrem.A cadelinha é uma fofa.

    ResponderExcluir
  2. Espetáculo... mas...
    Te entendo Sheila, pq. nossos corações sentem o mesmo...abços

    ResponderExcluir
  3. O moço parece ser uma boa alma e merece uma carroça com outro tipo de tração, mas deve continuar tratando do cavalo com o mesmo amor que tem pela cachorra. E acho que ele parece cuidar, porém hoje ninguém deveria puxar carroça, nem bicho nem gente. Quanto a esposa que disse que sumiria com a cachorra...um rapaz tão simpático e sorridente merece uma companhia melhor!

    ResponderExcluir
  4. Carroceiro gigolô de animais, explorador, miserável !
    Devia trabalhar e não explorar esse pobre animal.

    ResponderExcluir
  5. Chama-me muito a atenção o fato de nem os protetores entenderem o sofrimento dos animais de tração, que estão por todas as ruas de cidades brasileiras, em situação de total sofrimento. São mal alimentados, comem lixo, passam sede (vejam que o carroceiro não transporta nenhum balde para dar água ao cavalo), e são chicoteados para fazer o que já não têm forças. Fui a um encontro nacional pelos direitos dos animais, no ano passado, e o assunto nem foi tocado. As autoridades são totalmente omissas, lógico, já que sequer os que se preocupam com os animais percebem o que acontece com os cavalos das ruas das cidades brasileiras. Parecem invisíveis. E, provavelmente, são os animais que sofrem a pior exploração possível. Além de passarem uma vida de dor e sofrimento, morrem à míngua abandonados, como temos visto denúncias recentes, ou são encaminhados para abatedouros, onde sofrem ainda mais (se é que ainda é possível) para morrer. Quando será que os protetores vão pensar a respeito? Prestem atenção na condição desse cavalinho do vídeo, notem os ossos por debaixo dos arreios, vejam a força que faz para puxar a carroça ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonia concordo contigo, é visível que ele se esforça para puxar a carroça, e isto que ela esta vazia.. os carroceiros são insensíveis, embrutecidos,este deve estar com dor, na coluna bem provável. Já orientei muitos carroceiros na rua, para centralizar o peso, não deixar um lado com mais peso, esse, além do excesso de peso é um dos agravantes.
      Tem uns carroceiros tão sovinas que colocam uns paus para fazer a ligação da carroça ao animal, que deveria ser bem centralizada, totalmente descentralizada... a carroça só não vira, porque o animal segura tudo ! É um horror!!!
      Eu fico impotente... já aconteceu de eu deparar com esta situação num sinaleiro, eu ir conversar com o carroceiro, o sinal abrir e ele sair na disparada e eu correr atrás (eu ando a pé) e ter que correr de verdade para pegá-lo no póx. sinaleiro.... é muito triste...

      Excluir
    2. De pleno acordo ,Sonia e Anônimo. Há os carroceiros que trabalham durante o dia e alugam os animais para trabalharem à noite. E ninguém faz nada. Já fiz várias intervenções nas ruas,tentando ajudar os pobres animais,mas de nada adianta.
      Corro (corremos) o risco de levar um tiro nessas intervenções isoladas.
      O correto seria a força policial ou sei lá quem,fazer alguma coisa.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Sonia .... me parece que vc está mal informada ... existe uma grande luta em andamento para que sejam proibidas as carroças puxadas por cavalos pois a grande maioria desses animais é explorada até à exaustão, trabalhando debaixo de sol quente sem descanso, sem beber água e sem uma parada para se alimentarem. Só mesmo alguns poucos proprietários se preocupam em atender essas necessidades básicas !!
    abraço

    ResponderExcluir
  8. Parece que vc está mal informada, Sonia! Existe ma grande luta em andamento visando proibir a circulação de carroças puxadas a cavalo pois a grande maioria desses animais é explorada até a exaustão, trabalhando de sol a sol sem qualquer descano, água ou comida. Apenas alguns poucos proprietários se preocupam de verdade com seus animais! Se dependesse apenas dos protetores já não se veria mais carroças pelas ruas!
    abraço

    ResponderExcluir
  9. CARROCEIRO BOM É CARROCEIRO MORTO, ESTE DE UM COCO FEDE MENOS.

    UGO WERNECK

    ResponderExcluir
  10. Conceição17/03/2013 09:16

    Maldito FDP, vai explorar a mãe.
    O pobre cavalinho parece estar tão cansado, vejam o andar dele.
    Acho que não viverei para ve-los livres de malditos carroceiros e seus chicotes.

    ResponderExcluir
  11. A meu ver nem o cavalo, nem a cachorra estão confortáveis. Melhor seria se a cachorra estivesse em baixo do banco, onde não bate sol. O esforço que ela faz para se equilibrar é evidente. Parece inclusive que ela fica tensa, com medo de cair. Quanto ao cavalo ... sem comentários. Prefiro ver um homem puxando a carroça.

    ResponderExcluir
  12. A meu ver, nem o cavalo, nem a cachorra estão confortáveis. Melhor seria se a cachorra estivesse embaixo do banco para se proteger do sol. Notei que ela está tensa, procurando se equilibrar. Pareceu-me que tem medo de cair. Quanto ao cavalo ... sem comentários. Prefiro ver um ser humano puxando a carroça. Realmente é um espetáculo ... TRISTE DE SE VER.

    ResponderExcluir
  13. Tadinho dos animais de tração em geral, esses donos fdp tem que queimar no quinto dos infernos. Seria muito bom se esses fdp ficassem no lugar dos animais (puxando a carroça),prá ver e sentir. Qto. a cachorrinha ,deveria sair de cima do cavalo e ficar num lugar confortável.

    ResponderExcluir
  14. Essas porcarias de tv vivem fazendo programas com os "coitadinhos" dos carroceiros, mostram-nos com outros animais, como cachorros, tudo tão "meigo", tão "amoroso" ... Tudo de propósito pra que ninguém ouse falar mal de carroceiro, nem dê contra essa pouca vergonha que é a "atividade" de transporte de "mercadorias" e mais um monte de quilos da família inteira!!! Por que ninguém no congresso faz alguma lei pra terminar com isso? Onde já se viu "cavalo de asfalto"!!! Pra zona rural, antigamente, não existia nenhum tipo de transporte. Mas agora? Viraram "cavalo de cidade"!!! Pode??? Quem diria isso há muitos anos atrás??? Não adianta, o país dá um passo pra frente e dois pra trás.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Roswita,
    Infelizmente, não estou mal informada em relação à postura dos protetores, na maioria, com raríssimas exceções, quanto à situação dos cavalos do "asfalto". Há muito tempo acompanho tudo o que aparece na mídia,na Internet, nos sites de proteção aos animais, na luta individual da Cíntia Fonseca, uma heroína que lutou sozinha para salvar os cavalos recolhidos pelo CCZ de S.Paulo, para não devolvê-los a seus algozes. Acompanho a luta de protetores em Porto Alegre, onde foi aprovada lei para que termine o trânsito de carroças em 10 anos (talvez ainda faltem 8), mas tudo isso, apesar da infinita vontade de terminar com esse flagelo no asfalto, pouco ou nada é feito em nenhum lugar. Existe luta, sim, mas é insignificante diante do que continua acontecendo. Meu pai, hoje com 82 anos, fez o que pôde "policiando" as ruas de S.Paulo durante muito tempo, tirando chicotes, orientando, mas tudo em vão. Esse policiamento tem de ser feito pelo Poder Público, que só o fará com a a mobilização dos protetores de animais, quando conscientes de todo o sofrimento dos cavalos, forçando a criação de leis, regulamentadas de forma eficiente. Precisamos achar um canal de mobilização, pois somos muito poucos que se importam com o sofrimento dos cavalos.

    ResponderExcluir
  16. UM DIA O SER HUMANO , EM SUA TOTALIDADE, SERÁ MESMO CIVILIZADO? SERÁ?

    ResponderExcluir
  17. CARROCEIRO BOM É CARROCEIRO MORTO, MAS CERTOS PROFESSORES DE UNIVERSIDADES DEVERIAM MORRER TBM. A CRUELDADE É MUITO GRANDE TBM DENTRO DELAS. ELIZA

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪