07/01/2013

Gato inconsolável visita túmulo do dono diariamente




A história de um gato que leva presentes diariamente ao túmulo de seu mestre, morto há mais de um ano, comoveu os habitantes da pequena cidade de Marliana, na Toscana (centro da Itália).
"Toldo traz coisas pequenas, como galhos, folhas, palitos e copos de plástico", contou à AFP Ada, a viúva de Iozelli Renzo, que vive na pequena cidade medieval de Montagnana Pistoiese, pertencente ao município de Marliana.
"Às vezes ele vem comigo e às vezes ele vai sozinho. A cidade inteira o conhece agora", diz a viúva.
Toldo, um gato cinza e branco de três anos, participou do funeral de Renzo Iozelli em setembro de 2011 e desde então tem o hábito de visitar o cemitério, algo que geralmente os cães fazem.
"Ele realmente amava o meu marido, ele o acompanhava por toda parte. Agora ele está comigo, minha filha e meu genro, e também gosta bastante de nós", acrescenta Ada.
Mas o percurso cotidiano até o cemitério deixa Toldo cansado com este frio. "Ele não tem saído muito estes dias. Ele está com bronquite", disse a viúva.


Fonte: Yahoo! Notícias

25 comentários:

  1. O gato, pra quem tem e ama, é um ser fantástico. Muito companheiro e autossuficiente, o que para alguns parece desapego. Ele é a síntese do que deveríamos ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda (e verdadeira) sua descrição sobre gatos. Concordo contigo. Há que se conhecer para entendê-los.
      Saúde e vida longa ao Toldo.

      Excluir
    2. Nossa! Falou tudo. Autossuficientes, sem deixarem de te amar.
      Meus gatos me ensinaram a amar incondicionalmente.

      Excluir
  2. E conheço muito humano que não esta nem aí para seus entes falecidos.
    Mais fácil os animais darem o devido valor a seus tutores que aqueles de sangue.

    Espero que o Toldo fique curadinho da bronquite =0)

    ResponderExcluir
  3. Se está com bronquite, espero que esteja sendo tratado.

    ResponderExcluir
  4. Emocionante. Chego às lágrimas. A minha gatinha é assim amorosa. Fica me esperando; quando chego da rua, ela me encontra e me acompanha; parece até um cachorrinho. Estou desconfiada que me dou melhor com os animais, do que com gente. Mando todo meu amor ao Toldo. Com certeza, vai se curar da bronquite. Os animais se curam pelo amor que o dono lhes devota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também,me dou muito melhor com os animais!!Os meus gatos me ensinam cada vez mais sobre o amor incondicional!!

      Excluir
  5. Fiz um belo comentário, mas como não entendo disso, parece que se perdeu. Uma pena!

    ResponderExcluir
  6. Muito boa a publicação, especialmente para quem acredita que gatos são traiçoeiros, etc. Já compartilhei no facebook, obrigada!

    Verinha, Alemanha, Donauwoerth

    ResponderExcluir
  7. É incrível a ligação de determinados animais com seus donos...Vai além de um gostar ou de um se afinizar,é algo transcendental...Muito lindo...
    Espero que sare da bronquite...

    ResponderExcluir
  8. sou apaixonada por felinos, quem cria gato sabe que eles amam seus donos de maneira diferente do cão que é mais carente e exigente de atenção. Os gatos sabem esperar o momento de acarinhar seu dono,sabe ser discreto e independente.È uma forma de amar,com liberdade, respeitando,e não sendo sufocante. Se nós fóssemos assim tornaria a vida dos companheiros mais suave e agradável.

    ResponderExcluir
  9. Como é que é mesmo, os animais são seres irracionais?!???????

    Pois eu os vejo como SERES DE LUZ, os animais emanam luz, não tem maldade alguma...

    ResponderExcluir
  10. Toldo, te mando um abraço carinhoso e muitos beijos. Com esse amor tào grande vc ficará bom da sua bronquite...Espero de coração que a senhora viúva cuide mto bem do Toldo.

    ResponderExcluir
  11. Espero que o toldo se recupere logo , esse animalzinho vem pra dar exemplo pra nos seres humanos, que não damos o devido valor pra nossos familiares , e quem disse mesmo que o gato não ama seu dono ?? O Toldo ama e o meu Chicão ama a minha familia também, melhoras querido bichano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Josi.. Vivo dizendo.. os animais nos dão o exemplo o tempo todo.. O meu conversa.. resmunga como todo velhinho.. é tudo de bom..

      Excluir
  12. Bonita relação de amor desse pet!

    ResponderExcluir
  13. Tenho medo de morrer e deixar meus bichinhos.

    ResponderExcluir
  14. Amo animais!!! Eles nos amam de verdade. Quando convivemos com eles, podemos sentir o carinho, o amor e a amizade que eles nos devotam, e respondemos também com carinho, muito amor e amizade. Espero que esta família italiana cuide muito bem deste lindo gatinho chamado Toldo, e que ele se recupere totalmente. Muitas felicidades para esta família com este gatinho lindinho.
    Muita saúde para o Toldo!!

    ResponderExcluir
  15. so quem os conhece e os ama...sabe que os gatos são especialíssimos e sabem amar seus donos.

    ResponderExcluir
  16. solange maria melo08/01/2013 00:00

    Eu tenho 30 gatos em minha casa a mairia tirada das ruas de belém e eles são especiais me acompanham , e me olham queando querem alguma coisa parecem pessoas..ou melhor são muito melhores doque certos "humanos" ou...desumanos.

    ResponderExcluir
  17. Gatos são tão fiéis qto cães ou outro animal qquer.

    ResponderExcluir
  18. Todos animais são fieis, até uma galinha, se vc criar ela dando carinho, dando um nome, ela vem comer na sua mãe e faz festinha...
    Amo todossssssssss....e tenho dózinha qdo matam os franguinhos..porquinhos e boizinhos :((

    ResponderExcluir
  19. Comovente o gatinho visitar o tumulo do dono.
    Tenho um gato que peguei na rua, tadinho ele estava apanhando de uma maluca.
    Ele não reagia, podia ter unhado ou mordido, mas qdo passei e parei , ele me olhou com os olhinhos tristes :(
    Ah não tive dúvidas, peguei e levei p casa, depois p veterinário, não sei a idade certinha dele, pq ele tem dentinhos quebrados, deve ter de 3 a 4 anos.
    ja foi castrado, tem sua cardeneta de vacinação e onde eu vou ele vai junto, parece um cachorrinho.
    Tenho muita dó de ver tantos animais abandonados, e concordo com o anônimo, criei um marreco na minha infância e o nome dele era Biju, bastava chamá-lo que ele vinha correndo.
    Todos sentem dor, medo, frio, seja um gato, cachorro, porco, boi..etc..etc..

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪