• ALÔ, AMIGOS!!!

    Revista Eletrônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.

    O resultado é pela Loteria Federal.

    E, o principal, é DIGRATIS E VOCÊ PODE SE INSCREVER TODO DIA !!!
    Boa sorte!!!

Faça sua doação:

Texto

Receba nossos boletins diários no seu e-mail: *

quarta-feira, 21 de março de 2012

Artista que usa partes de animais para suas obras bem que poderia saber o que pensamos, não?

.
Lembram da postagem que fiz sobre uma "artista" da Alemanha que usa peças de animais para compor suas "obras"?

Pois bem, inconformada com esta doideira, nossa leitora, Thais Nicole, correu atrás, achou o site da "Cruela"e perguntou se podíamos manifestar nossa contrariedade sobre tal "arte".

Juntou a fome com a vontade de comer. Apelei para nossa colaboradora londrina, Áurea Abrantes, que não é brinquedo não, e juntas, mandamos bala. Agora é com você, que nos lê agora, entrar em ação:

1 - O site da dita cuja é este:  http://www.iris-schieferstein.de/start.html
P´ra facilitar, olha o link com imagens de uma das suas exposições usando partes de animais: http://www.thinkcontra.com/irisschiefersteinanimalmusings/. As várias exposições nos dão idéia do quanto... digamos assim... quer dizer.... ah, ela é doidona!!!!

2 - Uma curiosidade levantada pela Áurea, é que ela vai para a Chiiiiinnaaaaa!!!!  vai ser fartar porque lá se come tudo que se mexe.... urgh... Olha a tradução do link onde fala sobre isto:

(*)
"Prezados Amigos,
gostaríamos de informá-los que decidimos encerrar as atividades na nossa Galeria in Berlin e transferir-nos para China. A inauguração da nossa nova e surpreendente galeria e clube de arte em Shanghai está previsto para Maio. Nosso espaço em Berlin será alugado para fins comerciais, para dar suporte aos projetos não comerciais da "Abnormals Foundation."  Então, vemo-nos em Shanghai ou em qualquer outro lugar do mundo.
Abnormals Gallery & Abnormals Foundation
Linienstraße 154
10115 Berlin, Germany"
http://www.berlin.abnormalsgallery.com/index.php

3 - Bem, a idéia é mostrar para esta criatura que no mundo atual tem pessoas que abominam a morte e exploração dos animais, de qualquer espécie e com que objetivo for. Áurea deu a sugestão deste texto, que aprovei totalmente, e cuja tradução está abaixo:

a "artista" em seu atelier....
e-mail dela: info@Iris-Schieferstein.de
Cópia oculta para falabicho@falabicho.org.br

(*)
Dear Mrs. Iris Schieferstein.

I am outraged to learn that, at the exact time in which peoples and the European Parliament itself have admitted that animals must be respected as sentient beings, when citizens of the world are crying out for an end to the abuse involved in the exploitation of animals, you and your way of expressing art are going exactly against these feelings.
On the first page of your website, it is written that, some of the arrangements in your work follow the "paintings of the great masters". This definition could not be more unfortunate, as for the Great Masters haven't become notorious for making arrangements out of the shredded body of dead animals.
I am sorry but I must say I don't see your work as art but as a morbid result from the suffering of many innocent creatures who cannot speak to protect themselves against the abuse imposed to them, by the Modern world.

Sincerely,
Nome:
País:
Cidade:
______________________

Prezada Sra. Iris Schieferstein.

É lamentável que no momento atual, em que o povo e até mesmo o próprio Parlamento Europeu já admitem que os animais devem ser respeitados como seres sencientes e quando o mundo inteiro clama pelo fim do abuso que a exploração dos animais envolve, a senhora e sua forma de expressar a arte estejam exatamente na contramão destes sentimentos.
Na página de abertura do seu website, está escrito que, seus "arranjos seguem as pinturas dos grandes mestres". Esta é uma definição muito infeliz, já que os grandes mestres não ganharam notoriedade por fazer arranjos com animais mortos retalhados. Desculpe-me, mas para mim não é arte, é o resultado mórbido da dor e sofrimento de várias criaturas inocentes, que não podem defender-se da exploração extrema à qual foram submetidos pelo mundo moderno.
Respeitosamente,
___________________
(*) tradução e versão livre de Áurea Abrantes

.
Leia mais...