12/10/2012

Parece que terão fim as becerradas em Agemesi - Espanha


A coisa pegou este ano para as becerradas somente porque ficou comprovado que crianças participaram do evento. Engraçado que o cara que dá entrevista no vídeo abaixo diz que não é bem verdade e coisa e tal sem se dar conta que ao fundo tem uma criança em plena arena.... Mesmo que o local de tortura dos animais, a tal arena que eles exaltam como fonte de turismo, estivesse vazia, caberia a presença de crianças? repare nas arquibancadas se não são crianças também xeretando o que estava rolando.... Então, alguém acredita que os moleques todos não viram tudo?

Agora, pelo que entendi, diante da pressão e manifestações contra as chamadas "becerradas"  naquela cidade, o Presidente da Comissão de Touradas de Algemesi  está prevendo que ano que vem não haverá mais. Não acabou este ano somente porque acham que os "setores que exploram" este "evento" precisam se adaptar aos tempos modernos e explorarem a festa com outras atrações. Claro que as touradas continuam....são muito desgraçados!!!! Isto é o que diz  o Jornal Seis Doble:
Més Algemesí considera que el final de les 'becerrades' està molt a prop

Existem duas petições a respeito:



PACMA Partido Animalista informam sobre este "evento"
Por que los animales inportan

BERCATV - Canal Municipal de TV da Cidade Algemesi - todas as touradas feitas em setembro
http://www.bercatv.com/bous_2012.html

Uma TV local (Ribera Televisió) está propondo uma pesquisa de opinião com turistas para saber se, realmente, as bezerradas e touradas são atrações importantes para a cidade
Els veïns d'Algemesi opinen sobre les becerrades
 http://www.facebook.com/video/video.php?v=233212050058894

Jornais locais opinam contra
Las becerradas de Algemesí

8 comentários:

  1. rosa elisa villanueva12/10/2012 14:11

    Cada pais tem seus avanços e seus atrasos, e a Espanha é igual a todo mundo. sou simpatizante de vários grupos que lutam contra as touradas, becerradas e etc, e as cenas dos becerros sendo atravessados por lanças são de uma selvageria colossal. então vamos divulgar e boicotar estes recantos que insistem em práticas selvagens.

    ResponderExcluir
  2. Passou da hora de evoluirem...

    ResponderExcluir
  3. Vamos assinar as petições para mostrar o nosso desprezo e repúdio à essa prática de tortura,onde os animais são sacrificados lentamente,por tamanha crueldade e perversidade humana.Se satisfazer à ponto de divertir-se com o sofrimento de um ser vivo,em agonia e dor,para mim,não é nada normal e nem cultural,e ,sim,algo patológico ou falta de sensibilidade total...

    ResponderExcluir
  4. Chego a me perguntar, teclar o quê diante disso? Além de sentar e chorar copiosamente pelo embrutecimento de alguns, concordo com a Rosa Elisa Villanueva, divulgar e assinar petições.

    ResponderExcluir
  5. Porque não joga aquele garota que disse que acha lindo, joga ela lá pra ela receber aquelas lanças nas costas, vai ficar mais lindo ainda...

    ResponderExcluir
  6. Realmente espero ansiosamente pelo fim de uma Barbarie nojenta como essa
    Algimese e ainda pior que outras cidades Taurinas, pois se "divertem" matando
    um bezzerro.
    Esse tipo de "esport" so ha de servir para degradar o nome de uma cidade :(

    ResponderExcluir
  7. Andressa Quadros15/10/2012 09:27

    A divulgação dessas atrocidades é a estratégia para nossas batalhas. A internet, a arma que dispomos. A ignorância e a crueldade, os males que combatemos. Os animais, as vítimas a serem salvas... As petições públicas estão à nossa disposição, assim como as redes sociais, e já provaram que são capazes de mudar os rumos da história (como no caso da yorkshire Lana, que ganhou visibilidade na mídia tradicional depois da intensa mobilização na rede). Com dedicação e coragem, seremos capazes de mostrar ao mundo o que tantos esconderam durante tanto tempo.

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho o maior desprezo pela Espanha e pelo rei deles.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪