• ALÔ, AMIGOS!!!

    Revista Eletrônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.

    O resultado é pela Loteria Federal.

    E, o principal, é DIGRATIS E VOCÊ PODE SE INSCREVER TODO DIA !!!
    Boa sorte!!!

Faça sua doação:

Texto

Receba nossos boletins diários no seu e-mail: *

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Pessoas sofrem para superar a perda de animais de estimação

Eu não consigo deixar passar... não dá para me calar... 
Mas, quando eu tinha o Convênio com a Prefeitura, fazíamos o apoio emocional à estas pessoas.... pessoas de todas as classes.... completamente gratuito... e funcionava no mesmo local onde tem o cemitério e o forno crematório individual... Era muito usado e reconhecido, internacionalmente, pelo seu pioneirismo. O nome do programa era APEET (pag.4). Todos os funcionários do Instituto Municipal Jorge Vaitsman onde nossa sede ficava instalada, quando viam alguém em sofrimento por um animal, nos encaminhava.... Gente, eu tenho todos os motivos do mundo para lamentar a crueldade praticada por certas protetoras contra nosso trabalho.... Não dá para esquecer!!!! nada parecido foi feito até hoje... é muito triste!!!!


180 comentários :

  1. estou passando por esse momento... muito díficil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa como e ruiim

      Excluir
    2. muiito ruim

      Excluir
    3. Pedi minha linda e alegre cadelinha, há 4 dias. A dor é horrível. Meu marido e eu sentimos muito a falta dela. Foi um ano incrível. Saudades Cindy.

      Excluir
    4. eu tb..tem 2 semanas..nao consigo mais ficar na minha casa..eramos so eu e ele..nao sei m ais o que fazer..me ajudem...

      Excluir
    5. No dia 20/02/14 minha gatinha Felícia morreu aos 16 anos. Ela sempre foi minha companheira, minha filha muito amada... Eu fiz tudo o que pude quando a 3 dias antes da morte percebi-a apática, recusando alimento, ficava somente deitada; tentei hidratação com soro, alimentar com papinha para bebê na seringa, fiz tudo mas não consegui! Foram várias histórias de alegria e tristeza juntas. Minha grande pequena companheira! Linda desde aos 3 meses quando nossas vidas se uniram. Angora, cinza, graciosa, e depois com a idade mesmo sem o mesmo corpinho mas com a ternura e o carinho de sempre! Não tinha nenhum problema de saúde, foi o tempo que a levou de mim. Não tenho mais quem me espere chegar do trabalho, cuidar dela

      Excluir
    6. me dava alegria, conversar com ela, cantar para ela... colocar pedrinhas de gelo em sua água. Meu Deus, como está doendo!! E eu às vezes escuto ela miar, sento no canto onde ela dormia e fico ali, de olhos fechados imaginando como se estivesse acarinhando-a! Eu sinto muita saudade, muita dor! Enterrei-a no jardim da minha casa e por várias vezes tive vontade de cavar ali e retira-la! Não dá para acreditar que Felícia se foi! E as pessoas não entendem este tipo de luto! Não é minha gata, mas minha filha que me esperou chegar do trabalho para me ouvir cantar e dar seu ultimo suspiro em meus braços. Imaginei que ela tivesse pegado no sono quando senti que o coraçãozinho não batia mais e começou a sair uma secreção pelo nariz! Eu estou perdida, não sei o que fazer! Olho para foto dela, rezo... mas me sinto muito sozinha, perdida... Cada dia é um dia, e tem sido um pior que o outro! É a espera sem fim do que não tem volta... Minha grande pequena, que saudade! Que falta me faz! Parte de mim morreu também! Não há mais graça, não há mais gosto... Passar no mercado e lembrar da papinha de carne preferida dela, da água com gelo, do carinho nas orelhinhas...Minha vontade é de sumir! As pessoas não respeitam e não entendem essa dor! Ah, é um animal... Não! É minha companheira de 4 patas, rabo comprido, que miava, que se foi! Flávia Fernandes. Juiz de Fora/MG.

      Excluir
    7. Como compreendo vc...minha gatinha, minha "filhinha", companheira, minha melhor amiga perdeu a vida em meus braços,de um momento para o outro, estou muito revoltada, angustiada, é um vazio enorme inexplicável...descansa em paz meu amor, minha branquinha amada!

      Excluir
    8. Hoje faz um mês! Sinceramente perdi a noção de tempo em relação a Felícia. Às vezes parece que faz anos tamanha a dor e às vezes parece que acabou de acontecer também por causa da imensa dor! Anabela, eu tenho rezado muito pra Deus tirar essa angústia do meu peito! Parece que a saudade, esse vazio essa solidão queima nas veias! Não fique revoltada, Anabela! Confiemos em Deus que sempre toma conta de tudo que criou. Abraço fraterno, Flávia.

      Excluir
    9. Perdi minha Duda ontem a dor é muito grande, ela cupa espaços dentro de mim me dava amor e recebia amor ...sinto tanta saudades doi muito essa dor.

      Excluir
    10. Flávia Fernandes, que Deus te console!

      Excluir
  2. Perdi o meu gato Charme Esfinge Jafet há 3 anos e até hoje sofra por não tê-lo comigo!!Acredito que ele já reencarnou!!!E sonho que ainda vou encontrá-lo!!!

    ResponderExcluir
  3. Ai... Chorei horrores de saudades do meu Kamauzinho, que partiu no final de maio... Como dói!

    ResponderExcluir
  4. Elisa Hasselmann07/09/2012 23:44

    Acabei de, por um acaso, tomar conhecimento da "falabicho" ao zanzar no Google atras de um site, e fiquei imensamente feliz em conhece-los. Contribuo há muitos anos para ONG's de Proteção a Animais e por uma coincidência muito grande o tema acima (COMO SUPERAR A MORTE DE UM BICHO QUERIDO) tem estado presente com muita freqüência em minha vida neste ultimo ano. Perdi 4 gatos, um cão e uma rolinha. E e' realmente muito difícil superar a dor e a saudade. Todos recolhidos, ainda ficaram 3 cadelas de 15, 12 e 7 anos de idade e 2 gatos, um macho e uma fêmea de 12 anos, ambos. Todos comecando a ficar "bichados" devido aa idade, como a dona. Mas aqui em casa sempre vivem ate' uns 16 anos, os caes, e uns 18/20 anos os gatos. Espero poder participar de um grupo com o qual tenho cada vez mais afinidades e de me identificar com um site muito bem feito e caloroso com relacao a todos os problemas que envolvem animais. Obrigada por existirem. Elisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisa
      bom conhecer vc.
      Seja muito bem vinda!!!! assine nosso boletim diário com nossas postagens. É só colocar seu e-mail no espacinho respectivo lá acima da postagem....
      bjs e obrigado pelo carinho

      Excluir
    2. Elisa Hasselmann09/09/2012 12:07

      Olá conterrânea,

      29 graus! E' de travar passarinho - como dizia um tio meu. Obrigada pelas boas-vindas. Agora que comecei a fuçar receitas vegos, descobrindo assim historias mil, tipo reportagem de George na Record e Gary numa palestra super interessante, comecei a ver o documentario sobre os TERRÁQUEOS. E estou adorando! Bichos sempre foram a minha praia (olhe só uma carioca saudosa falando de praias....), alias um "mal de família" desde os tempos de minha avo' que era uma intelectual meio louca que se sentava, depois de velha, na Cinelandia, todos os dias, a alimentar uma montanha de gatos - idos dos anos 50. Ela morava num Hotel no centro da cidade, cujo nome nao me recordo e que certamente nao aceitava bichos. Armava cada confusão em proteção a animais de até dar policia. Enfrentava tudo e todos por causa deles. E assim foi passando para filhos, netos, bisnetos e até tataranetos que já estão participando, apesar de pequenos, do ritual de recolher bichos - parte de nosso DNA. E dentro deste "annus horribilis" que passei com perda de amigos chegados, marido e companheiro mais 5 bichos muito amados, estou ainda meio-perdida, mas acho que encontrei uma causa aa qual posso me dedicar de corpo e alma, apesar da já haver oferecido trabalho voluntário. Infelizmente, só querem dinheiro, rsrsrs.
      Obrigada mais uma vez por suas boas-vindas. Bjs, Elisa
      Sao Paulo, 9 de setembro de 2012

      Excluir
    3. Elisa, Deus te abençoe por recolher e amar esses anjinhos. Com certeza, qdo vc chegar "do outro lado", estarão te esperando com a maior festa!

      Excluir
  5. Eu sei o que a Raquel está sentindo, foi pior no meu caso, porque eu tive que tomar a triste decisão de parar o sofrimento da minha inesquecível companheira de 12 anos. Choro por todos que já se foram até hoje.

    ResponderExcluir
  6. Saudade é o amor que fica.....

    ResponderExcluir
  7. Muito bom que a Rede Record esteja fazendo a diferença, noticiando casos de maus tratos ou com reportagens como esta. É um ótimo trabalho, que contribui, e muito, para a conscientização das pessoas. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. E dificil,complicado eu tive que toma uma decisao que ate hoje me sinto culpada,ja se passou tres anos pra mim pareçe que foi ontem, nunca vou me esqueçe o ultimo olhar,parecia me dize mae nao deicha faze isso comigo,eu nao quero ir embora,oque ele vai faze mae,olha minhas amigas eu choro todos os dias ,nao consigo me supera a perda,lembro tudo a cada momento na vida oque eleso me trouxeram a felicidade que eles me deram,eu fui feliz,eu tinha sindrome-do panico,eles me curaram,e hoje estou com um buraco enorme nao fecha,nunca vai fecha a saudade e muito grande a cada dia que passa..........

    ResponderExcluir
  9. O meu gatinho Mew se foi, estou arrasada penso que não vou suportar, choro o tempo todo e vejo ele em casa toda hora, sinto que até abraço ele sempre, sinto seu carinho, ja me disseram para arrumar outro mas não consigo ainda só fazem 2 dias que um pit bul do quintal ao lado pegou ele,não sei como ele foi parar la e eu não estava em casa pára socorrer ele, encontrei ele do quintal do vizinho ja mortinho. Meu gato tinha todas as vacinas em dia eu o levava frequentemente ao veterinário eu o amava demais.Fiz um video pra ele.http://youtu.be/HRQRNRSWBQQ bjus a todos.

    ResponderExcluir
  10. Aconteceu uma tragédia em minha vida, perdi minha gatinha a Maia uma linda angora, faziam apenas 2 meses que ela estava em minha casa... Mas eu já tinha um amor tão grande por ela, brincalhona, adorava se esconder nas almofadas do sofá, se dava super bm com meu cachorrinho, a tarde ficava com ela brincando na calçada de casa, agora ficou só os videos e as fotos dela, mas o pior é que eu causei a morte dela, eu tentava protege-la, quando ia sair de casa com o carro colocava ela em seu quartinho, mas quando foi ontem, eu fui até o carro pegar umas sacolas e não a vi, eu não consigo parar de chorar, eu não a senti junto de mim, eu olhava sempre nas portas dos quartos quando ia fechar, por que ela era bm pequenina, eu tinha medo de prende-la, mas foi na porta do carro, eu não a vi, meu Deus eu não consigo entender como na hora eu não me lembrei dela, então tirei as sacolas e fechei a porta, senti que a porta não fechou quando olhei ela caida agonizando, corrimos com ela para o veterinario, mas não teve jeito por ela ser muito pequenina seu corpinho fragil não resistiu, estou me sentindo culpada, ela podia estar aqui agora... Não consigo ir no quarto, na sala sem chorar, ela está em cada cantinho... Não consigo mecher em suas coisinhas... Ta muito dificil... Preciso desabafar... Estou me sentindo muito culpada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se sinta culpada. Foi um acidente. Sei como você sente a falta dela. Também perdi minha Mimi, uma gatinha siamesa azul, linda, foram 16 anos de muita felicidade. A culpa não foi sua. Responda as seguintes perguntas: Foi sua intenção machucá-la? não certo? Você a amou, abraçou, beijou, brincou com ela enquanto esteve com você? sim certo?

      Fica em paz, eu sei que é muito difícil e a gente se cobra mesmo, mas o que resta é tentar se acostumar e eu tenho certeza que ela sabe que você não teve intenção nenhuma.

      Excluir
  11. Oi amiga, eu também estou me sentindo culpada pela morte da minha cachorrinha, deixei ela junto com o seu assassino( um cachorro) e fui trabalhar, imagina como eu estou? Procurando uma resposta achei isso: Sentir raiva de nós mesmos por aquilo que teríamos que prever, duplica a dor. Sentir raiva da situação e reconhecê-la como algo duro e injusto, significa colocar as coisas no lugar, se dar colo e se deixar ajudar. Não se torture com o que poderia ter sido. Aceite o que foi. Há a hora de chegar e a hora de partir. Muitas das coisas que nos acontecem não têm relação direta com o que fizemos ou deixamos de fazer. Há variáveis que não podemos controlar. Aceite-se humana e imperfeita.

    E veja que há também força e vida na morte. E recomeço. Assim como os ossos quebrados podem se tornar mais fortes do que os “saudáveis”; a experiência da perda pode fortalecer os que até então estiveram protegidos dela. É o preço que pagamos pelo compromisso, pelo amor.
    Vamos tentar nos conformar. Mônica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola!
      sin to muta culpa tb..no ultimo dia q estive com ele, precisei sair a tarde toda quase..quando voltei, fiquei c ele mas me arrumando p sair de noite...quando chegeuei ele estava acordado..me esperou...passou mal de madrugada e eu sai correndo p clinica...por favor me ajudem.....

      Excluir
  12. Sentir raiva de nós mesmos por aquilo que teríamos que prever, duplica a dor. Sentir raiva da situação e reconhecê-la como algo duro e injusto, significa colocar as coisas no lugar, se dar colo e se deixar ajudar. Não se torture com o que poderia ter sido. Aceite o que foi. Há a hora de chegar e a hora de partir. Muitas das coisas que nos acontecem não têm relação direta com o que fizemos ou deixamos de fazer. Há variáveis que não podemos controlar. Aceite-se humana e imperfeita.

    E veja que há também força e vida na morte. E recomeço. Assim como os ossos quebrados podem se tornar mais fortes do que os “saudáveis”; a experiência da perda pode fortalecer os que até então estiveram protegidos dela. É o preço que pagamos pelo compromisso, pelo amor.

    ResponderExcluir
  13. TAMBÉM ESTOU MUITO,TRISTE PELA MINHA CACHORRINHA NENGUINHA QUE PARTEU ONTEM
    SEU PESCOÇO FOI ESMAGADO PELO PORTÃO ELETRICO E NEM PERCEBEMOS DOI MUITO O QUE FICA É A DOR

    ResponderExcluir
  14. TRISTE PELA MINHA CACHORRA NEGUINHA QUE MORREU ONTEM

    ResponderExcluir
  15. Há 4 meses perdi meu menino, um cachorrinho lindo YorkShire, não consigo me conformar e aceitar. Me culpo grandemente por tudo, ele tinha somente 3 aninhos, um querido e sempre tão companheiro. Agora me vejo sozinha sem meu menino comigo. Como suportar?Tô depressiva e nem sei como sair dessa situação. Morreu por ter dado osso de churrasco pra ele, a gordura fez mal, teve diarreia com sangue durante a noite e não vimos, ele ficou quietinho, não latiu ou chorou. De manhã, levei a clínica, ficou internado, mas 5horas depois me ligaram comunicando a morte. Ele estava diferente durante o dia, se tivesse levado antes não teria morrido. A tristeza tomou conta da minha vida.

    ResponderExcluir
  16. Meu nome é João Domingos, perdi meu amigo e amor da minha vida, o Thor, meu cachorrinho poodle em 25 de maio de 2013, o dia mais doído e sofrido da minha vida.Amo ele todos os dias da minha vid, ele partiu de repente,foi atropelado.Não me conformo e choro todos os dias.Thor,vc está sempre no meu pensamento.Te amo demais,cara.

    ResponderExcluir
  17. Nesse exato momento estou chorando muito pois perdi o meu gatinho de apenas 10 meses de vida ontem,ele foi envenenado,não tenho palavras para expressar o sofrimento que estou passando,não consigo dormir e comer direito,preciso desabafar estou quase depressiva...Fred eu te amo eternamente meu amorzinho!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito, amiga... que Deus lhe dê muita força para superar.....
      Estamos juntas
      bjs

      Excluir
  18. Pode parecer ridículo, mas eu estou chorando a morte do meu Galo de estimação...
    Criei ele desde pequenino, era um pintinho que cabia na minha mão, virou um galo enorme e lindo, muito mansinho e amoroso, não saía do meu pé.
    Foram dois anos e meio de convivência, a gente sente falta, o sentimento dos animais é muito puro.
    Adeus Zé Galo, você foi um companheiro maravilhoso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nada de ridículo.... desde quando amor por qualquer ser da natureza é ridículo? Tive um galo, também, chamado Juventino.... foi em homenagem a um personagem da novela Pantanal, lembra? quase morri quando ele se foi.... chorei muito mesmo.....
      Sinto muito e saiba que estou com vc....
      em pensamento e coração, estou com vc. meu amigo!
      abraços

      Excluir
    2. Oi Samuel, tive um galo de estimação na minha infância, criei ele qdo saiu do ovo, mas fizeram dele um galo assado :(((
      O nome dele era Biju

      Excluir
    3. eu respeito muito seu sentimento, já tive um pintinho que morreu o "Cabeçinha de bolo" e chorei demais! Não sei como as pessoas matam com tanta crueldade para comê-los ou simplesmente por maldade mesmo...os sentimentos dos seres humanos são maus em sua maioria, os bichos é que são verdadeiramente EVOLUÍDOS!

      Excluir
    4. Ontem foi uns dos piores dia da minha vida, eu tinha um coelho não a muito tempo, mas sou bem anti social e mt orgulhoso, era muito apegado a ele, sendo sincero eu não ia sentir essa dor se fosse qualquer um parente meu.. só queria que isso passase logo, mas quando volto pra casa é inevitável, eu estava com ele 5:00 a.m e quando fui dormir coloquei ele no chão pra nao rolar nele, mas notei um batimento mas forte e meu irmão disse ser normal em coelhos, quando 6 horas acordo com minha mãe chorando que meu bixinho tava morto, não desejo isso pra ninguém, talvez eu pudesse ajuda lo, nao tava la quando ele precisou de mim, aquilo sim era uma recíproca verdadeira, deus o tenha 😔

      Excluir
  19. Amanhã, dia 01/09, faz 1 semana que minha Estrelinha morreu. Minha gatinha tão amada, alegou minha vida por 6 anos, foi a luz dos meus dias, tão amorosa e querida. Fiz o que pude e o que não pude por ela, estou endividada sabe Deus até quando. Entrou na minha vida do nada, e do nada também foi brilhar no Céu. Morreu depois de quebrar 2 ossos do pé, e ser socorrida em aproximadamente 15 minutos em um domingo, não poupamos esforços em momento algum, inacreditável. Minha filhinha foi vítima de sucessivos erros de médicos veterinários. Resumindo: Ela foi para uma 1ª clinica de emergência, os ossos foram alinhados e imobilizados, e ela veio pra casa. Depois de 2 semanas de curativos, chego na clínica e o vet abre o curativo e me fala que a "perna" (ela tinha quebrado o pé) estava infeccionando, que ela ia ter que ficar 6 dias internada pra tentarem salvar, se não iam ter que amputar. Entrei em desespero e deixei ela lá. Ia todos os dias visitá-la, e não via melhora. Tirei ela desta clínica, quase morta de desidratada, gelada, e internei em outra em uma UTI, e salvamos minha bichinha; o vet dela voltou de férias, levei ela lá, ele olhou a perna, pediu exames, e além de minha gata não ter infecção nenhuma, o problema na perna dela foi porque apertaram demais o curativo, "garrotearam", não havia irrigação sanguínea suficiente, ficou uma "linha" marcada na pele aonde estava apertado. Depois de 3 semanas de curativos pra melhorar a perninha, comidinha reforçada, remedios na hora certa, novas e melhores radiografias, ele indicou o ortopedista que trabalha com ele, que operou meu bebê, colocou uma prótese ortopédica, falou que a cirurgia foi um sucesso, e mandou ela pra casa. Ela chegou em casa apagadinha, foi acordando aos poucos agitada, "dormi" no chão no cobertor a noite inteira encostadinha nela, ficava falando baixinho que eu estava ali, pra ela se acalmar, e no dia seguinte a noite ela já estava bem melhor, andou na sala, tomou água sozinha, usou o banheirinho, se esfregou nas minhas pernas, fui dormir despreocupada. No dia seguinte quando acordo, minha bichinha morta no cobertor no chão, molinha, quentinha ainda. Que dor Senhor, ela não podia ter morrido porque quebrou um pé. Não consigo entender o que aconteceu, tô arrasada, não me conformo,só choro. Ela foi cremada, o preço é calculado pelo peso do animal, a mim foi cobrado 420 reais (Rio de Janeiro). Espalhei as cinzas no jardim, aonde ela gostava de ficar, na árvore aonde "afiava" as unhas. Tenho procurado me ocupar pra não ficar pensando. Foi sempre só amor... pra sempre!!

    ResponderExcluir
  20. Perdi minha cachorrinha Susy no dia do meu aniversario 07/09/13 estou arrasada não pensei que era tão doido,ela era minha sombra dormia no meu quarto e se foi tão repentinamente, espero superar tanta dor,o silêncio que ficou em minha casa é enorme, espero com ajuda de Deus conseguir superar...

    ResponderExcluir
  21. Estou muito triste, preciso desabafar, minha filha encontrou um filhote de Rolinha que caiu do ninho, ao lado seu irmãozinho morto, já era noite então ela decidiu trazê-lo pra casa, foi cuidado com muito carinho comia papinha para filhote na colher, isso durante uns 20 dias, estava empenando ficando bonitinho para podermos soltá-lo. Daí vem a minha culpa, no sábado 30/09 resolvi pegar agua morna e um cotonete e limpar a região da cabecinha e do papinho que tinha comida seca grudada e tambem o bumbum, o dia estava quente, mas mesmo assim enrolei-o em uma flanela e coloquei na gaiola, só que ele não ficava na flanela, notei 2 dias depois que ele só ficava num canto ,não andava mais, nem comia, minha filha deu remedio, mas infelizmente ele morreu ontem 02/10 e eu amo muito os bichos e por isso não consigo mais parar de chorar, estou me sentindo muito culpada de verdade, será que ele ficou doente porque eu fiz isso e talvez ele tenha ficado com frio e teve algum problema???????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Estou muito triste, ja se passaram mais de quinze dias que a minha cachorrinha morreu atropelada por uma camionete e um fiat e eu não consegui salvar a vida dla ,logo ela a minha companheira de todas as horas e até hj me sinto culpada por não ter cuidado dela direito, se tivesse pegado ela nos braços como era de costume , hj ela estaria aqui comigo feliz e eu não estaria do jeito que estou mal muito mal por causa da minha Piquena Queninha

    ResponderExcluir
  23. Eu também estou passando por esse momento dolorido, a minha cachorrinha Queninha morreu atropelada na minha frente e eu não pude fazer nada para impedir essa tragédia, ela morreu no dia 05/10/13 e eu não consigo parar de chorar e nem de lamentar, ela me faz tanta falta....

    ResponderExcluir
  24. Boa noite! Ontem perdi a minha gatinha,tinha apenas 3anos...nao consigo aguentar esta dor, dói demais...ela estava bem de manha, e 2h depois apareceu morta na varanda! Não consigo parar de pensar nela!!! Não sei se vou aguentar...

    ResponderExcluir
  25. Ontem perdi meu anjinho, depois de 16 anos de convivência.Ensinou-me muito com sua garra pela vida, ficou cego com 5 anos, fixemos cirurgia mas não deu certo. Com 13 anos ficou surdo..sua cegueira fez com que caisse de uma varanda de 5 metros, mas não morreu..teve uma séra luxação..quando se recuperou..levou outro tombo e outra luxação..mas ele estava lá querendo viver..aceitando o tratamento com toda paciência..ele era o meu filhinho..pus grade em todos os buracos da casa..fazia tudo por ele. Tive que viajar e ele ficou com minha esposa estava bem, mas teve uma morte súbita..longe de mim...que dor, não aguento segurar as lágrimas. Quando ele morreu eu senti, mesmo longe..senti seu cheirinho e me veio uma sensação estranaha..tive dor de cabeça e fui dormir durante o dia, quando recebi a notícia perguntei a minha esposa se foi tal hora (na hora que senti o seu cheirinho) e ela confirmou..a dor é do tamanho do universo, o que ainda me conforta é pensar que ele se libertou e agora pode ver, ouvir e não senti mais dor.

    ResponderExcluir
  26. HA TRES DIAS PERDI MINHA COMPANHEIRA CADELA (DE NOME NAOMI)IA FAZER DEZ ANOS,MORREU APÓS CIRURGIA PRA RETIRAR UM TUMOR NA MAMA E FAZER CASTRAÇÃO.ESTOU MUITO DEPRIMIDO E NÃO CONSIGO ESQUECER,MORREU AO LADO DE MINHA GRITANDO SENTINDO DOR E NÃO PUDE FAZER NADA,AGORA ESTOU ESCREVENDO ISTO E CHORANDO,NÃO SEI SE VOU AGUENTAR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, sinto muito, Perdi minha filhinha gatinha Beyonce faz 4 dias e tb estou morrendo. Mas hoje vi uma doação urgente no pet daqui de Santo André de uma Naomi. Pega pela pra vc. Cuida dela. Procura no face, Pet Spa. e vc verá.
      Melhoras

      Excluir
  27. Perdi minha princesinha ( Teka, uma gatinha linda, companheira de mais de 13 anos,em 18/02/2014, horrível), a princesinha estava com metástase, retirou um maminha, mas .. voltou com mais força os caroços malignos, atingiu os pulmões, ela enfrentava dificuldades de respirar, eu e minha irmã ficamos revezando no período noturno para realização de ventilação mecânica..arrumamos um jeito dela conseguir respirar sem grandes dificuldades fazendo travesseirinhos com toalhas para ela se apoiar e não comprimir os pulmões... houve um alivio, pois, antes a princesinha não ficava deitada pelo fato de não conseguia respirar, então ficava em pé apoiada nas patinhas da frente, como ficava muito tempo firmando apenas com as patinhas da frente elas começaram a inchar ficando uma bola, foi aí que tive a ideia dela apoiar numa espécie de travesseirinho com as patinhas da frente, e seu peito ficava um pouco suspenso, assim ela não se cansava aliviava o sofrimento, não havia nada a fazer, o que mais doía era os " olhos brilhantes, vivos, parecia que implorava para ajudá-la " ,e foi desse jeito que ela partiu, procurando ar, quando a pequei.... e ela esticando as patinhas completamente...depois soltou, ficando inerte e totalmente desfalecida em minhas mãos. muita saudade, mesmo, só posso agradecer a companhia dessa " princesinha " de mais de 13 anos, nunca me cobrou nada.

    ResponderExcluir
  28. Jorge Romano10/03/2014 15:04

    Os relatos de dor são muito tristes, mas conforta saber que não estamos só quando choramos "apenas por um animal". Alguns podem até achar que é exagero, mas como li em uma ocasião, eles "apenas" não entemdem o amor por um animal. Meus sentimentos a todos que estão passando pelos momentos difíceis da perda. Paz e força para todos voces.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa obrigada pelas palavras acabei de perder üm gato de 20 anos estou sofrendo muito me ajuda a minna irma ta pior dormia com ele o vazio e muito grande nao sei o que fazer como doi

      Excluir
    2. Meu email e raquelafonsobr@yahoo.com.br

      Excluir
  29. É difícil perder quem quer que seja especial para nós, devemos viver nossa perda e no caso de animais de estimação, dar a oportunidade a outro animal de estimação de desfrutar de nossos cuidados, devemos isso a eles e é um ciclo, sofrer faz parte e para ter a companhia deles pago qualquer ''preço'', afinal vale qualquer coisa para tê-los. Espero que minha mensagem sirva de direção.

    ResponderExcluir
  30. Não consigo postar...

    ResponderExcluir
  31. acabo de perder meu gatinho,meu melhor amigo .aquele que mim esperava no final de tarde todos os dias,que tirava meu estresse ,que não importava como eu estava ele sempre ficava do meu lado.que mim fez sorrir ,mim fez ama-lo tanto como um filho.so rtenho algo a dizer ;que dor terrivel estou sentindo agora!não sei por quanto tempo mas no momento mim sinto sem chão.completamente desorientada.eu pergunto a deus porque ,mas sei que todos nos estamos aqui de passagem.se um dia eu podesse ver meu bichinho de novo ,mim olhando com aqueles olhinhos lindos eu so tinha uma coisa a fazer da-lo um abraço apertado e dizer obrigado ,vc tornou cada momento juntos maravilhosos ,eu ti amo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc ira reencontra-lo um dia,pode ter certeza

      Excluir
  32. Perdi meu gatinho tirico hoje 18/05..ele sofria de leucemia,de madrugada ele veio até a beira da minha cama e miou alto e se jogou no chão ,como quem queria dizer que estava indo embora...eu e meu marido fomos correndo pra clínica veterinária...umas 3 horas depois ele morreu....a dor que sentimos é insuportável,tirico cruzou nossas vidas em um momento difícil,mudamos de estado e estávamos passando por dificuldades financeiras...ele era meu filho,me escolheu como mãe...até agora não tô acreditando,pra mim ele vai voltar para tomar sol na janela do meu apto...preciso de ajuda para suportar isso...

    ResponderExcluir
  33. Mariana Rodrigues Loureiro26/05/2014 02:07

    Meu cachorro (de nome Bobi) morreu de velhice há dois anos . Depois que ele morreu , resolvi que tinha que ser mais compreensiva de algum jeito . Ele sofreu diversos ataques , ao longo da vida , mas sobreviveu a todos eles : foi envenenado duas vezes , foi atropelado por um ônibus em Porto Alegre , foi atacado por dois cães da raça Pitbull , quando ficou cego , por causa da catarata , ele bateu a cabeça na placa do restaurante e correu para o meio da estrada , sendo salvo pelas pessoas que passavam .

    ResponderExcluir
  34. E com grande tristeza e desespero que lhe escrevo no dia 15\06\2014 hoje fazem dois dias que perdemos nosso querido filhinho o BILLY um gatinho preto de lindos olhos verdes ...a dor esta insuportável vemos ele o tempo todo doí demais não gostávamos de gatos mas num dia chuvoso ouvimos um miado tão triste e resolvemos acolher aquele pequenininho em casa ate a chuva passar ,esta chuva de amor e felicidade durou 3 anos e cinco meses perdemos nosso filho por uma insuficiência urinaria ,fiz que podia e não podia para salva ló,mas foi em vão domingo as 14;00 horas fomos velo na vete e ele estava todo molinho pois faziam 5 dias que não comia estava SO no soro ,fui e levei a carninha que ele mais gostava a vete teve que dar na seringa pois meu bebe não conseguia mastigar,me doeu muito ver sua barriguinha costurada pois não conseguiam desobstruir ele pelo pipi então abriram sua barriguinha para desobstruir de dentro da bexiga para fora ....ele sofreu muito ,mas o fato mais estranho ocorreu quando meu marido carregou ele,a emoção foi tanta que seu coração disparou pois ele era muito apegado ao meu marido....e ele passou mal a vete consegui reanimalo e ele ficou ali deitadinho na mesa sem se mexer ,enquanto meu marido falava com a vete eu fiquei observando e acariciando meu filhinho e pedindo para ele ser forte que nos o amávamos muito que ele era nosso filho e não podia nos abandonar...de repente vejo sua boquinha se mexer porque ele ouviu a voz do meu marido que falava com a vete .eu disse ao meu marido o BILLY que falar algo ,quando meu marido se abaixou e disse quer falar com o papi meu amor....ele tirou um miado do fundo da alma e miou para meu marido.....a vete se animou e disse ele ama o pai .....esta falando com ele ...voltamos para casa felizes achando que hoje terça feira dia 17\06\2014 iríamos buscar nosso filho mas infelizmente meu filho se foi no domingo as 21;30 da noite ....não consigo comer ,meu marido só chora pois eles tinham uma ligação muito forte ....por favor nos de uma luz as vezes sentimos o cheiro dele em casa ......escutamos o seu miado .....estamos nos sentindo perdidos .....será que existe a possibilidade do nosso filho voltar para nos,como vamos reconhecer por favor nos ajude estamos quase enlouquecendo pois nosso bilinho nos ensinou o significado do verdadeiro amor abraços e ansiosa esperando sua resposta.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força!!!! Vou orar por vcs.... Tbm perdi meu filho, Capucho, um gatinho de quase 20 anos, choro constantemente, sinto d+ a falta dele... Peço a Deus pra cuidar do meu anjinho e de mim tbm, pois doi demais. Fiquem na Paz!!!!

      Excluir
    2. Valquiria perdi o meu dia 11 de julho com 20 anos e muito dificil raquelafonsobr@yahoo.com.br

      Excluir
  35. Oi amigos.... Tbm estou sofrendo bastante,hoje faz 3 meses que perdi meu bb.. Capucho, um gato lindo, viveu comigo por quase 20 anos. Como é dificil não te-lo aqui.... Peço a Deus e nossa Senhora que cuide do meu anjinho e que me dê força pra superar. Capucho te amo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valquiria, com certeza Deus vai te ajudar esta fase difícil, alías ele já a privilegiou com a companhia do seu animalzinho por quase vinte anos. Abraço fraterno.

      Excluir
  36. Olá! Valquira com certeza Deus te dará força para superar este momento difícil, pois você foi privilegiada por compartilhar a companhia de seu animalzinho por quase vinte anos e perdê-lo naturalmente. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  37. Prezados, neste momento estou me sentindo um lixo humano. No início de novembro de 2013, no final de tarde de domingo eu e meu esposo fomos comer uma pizza e ao passarmos na rodovia avistamos um cachorrinho salsicha sanzando por lá, já fiquei aflita imaginando que seria outro cãozinho abandonado, pois muitos são abandonados por lá perto do nosso condomínio, eu mesma já tinha resgatado dois. Então seguimos e quando voltamos à noite ele continuava lá, preocupados em que ele fosse atropelado o colocamos no carro e o levamos para casa, quando chegamos vimos que ele tinha um enorme abscesso no bumbum, aparentava ser velhinho, pois só tinha as presinhas e o o focinho branquinho. Então se iniciou várias idas e vindas ao veterinário, mesmo com dificuldades financeiras, fizemos os exames e compramos a medicação. O abscesso e a infecção cessaram, mas no início do mês passado por causa da lesão ele teve uma espécie de bicheira, de novo o levei ao veterinário, os bichinhos foram retirados e recomendou-se um longo tratamento com antibióticos, curativos que eu estava seguindo à risca. Nós o chamávamos "Da Lua", ele estava tão feliz, cheio de vida, sempre me seguindo no quintal e em longos passeios pelo condomínio com aquele colar elisabetano, todo orgulhoso. Faltava apenas um comprimido para finalizar o tratamento e o ferimento estava praticamente fechado. Quando no dia 26/06 ao chegar a casa e abrir o portão fui recebida, como sempre, com muita festa por ele e pelos outros dois (Zeus e Pipoca), eu sempre tirava o Da Lua do acesso à garagem tanto ao sair quando ao chegar, mas nesse dia, sei lá alguém no telefone me cobrando me desconcentrou e então eu entrei com o carro, quando olhei para trás o vi deitado no chão e saí desesperada e vi que o atingi na cabeça, mas como ele se mexia saímos correndo para o veterinário, mas quando chegamos ele já estava sem vida. Perdi o chão, pedi perdão a ele, mas está doendo demais, estou super angustiada de tê-lo perdido e principalmente por ter sido a causadora da sua morte, eu que tanto fiz para salvá-lo. Sei que não posso me descontrolar e cair em depressão como ocorreu em 2011 com a perda da minha gatinha, mas está difícil. Às vezes dá vontade de desistir de tudo, mas eu sou responsável por mais seis boquinhas: Zeus (meu lindo labrador de oito anos), Pipoca (meu vira latinha amado que resgatamos da rodovia), as gatinhas Bebel e Tigresa (que também resgatamos da rua) e os filhotinhos da Tigresa (Baby e JJ, já com dois anos). Rogo a Deus pelo perdão, pois ele confiou em mim e eu falhei e espero um dia reencontrar o Da Lua e dizer-lhe o quanto foi e sempre será amado por mim.

    ResponderExcluir
  38. Depois de desabafar com A Sheila resolvi postar aqui todo o sofrimento que estou passando hoje.

    ... "Muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito obrigado Sheila pelo retorno!

    Eu fiquei desesperado e na hora a primeira pessoa que veio no meu pensamento foi você.
    Estava lendo a história do cachorro e por uma dessas coincidências da vida, o telefone tocou. (minha mãe me dando a notícia)
    Doe e nessas horas fico sem saber o que fazer, porque queria doar um pedaço de mim para ela.
    É muito pouco tempo de convívio para tanto amor e alegria que eles nos oferecem.

    Já sabia como era essa dor do sacrifício, mas não tem jeito mesmo sabendo, impossível controlar.
    Os peludinhos da casa dos meus pais viram estrelas depois de muito tempo de convívio e isso aumenta a dor
    na hora da despedida e pior, quando tem que sacrificar, eu morro junto.

    segue anexo uma das últimas fotos feitas no celular.
    Dentro dessa foto tem 22 anos juntos de uma convivência que sera eterna de amor e alegria.

    perdão pelo desabafo

    Carlos



    obs: Hoje 21-07-2014 uma das minhas irmãs (assim são tratados nosso peludinhos em casa, fazem parte da família) e companheira de vida virou uma estrela lá nesse céu infinito e cheio de surpresas boas, seu nome Vitória.
    A Vitória da vida de quem foi abandonada na rua, e a Vitória de nome por termos encontrado ela no inverno e devolvido a ela a alegria de viver e ser feliz ao nosso lado por 22 anos!!!!

    Morri de saber que ela sofria e não tinha mais jeito...
    tudo o que poderia ter sido feito, foi,ela se foi...
    Hoje morri mais um pouco.
    Brilha meu Anjo Negro de olhos verdes, Brilha para Sempre nesse céu meu Diamante Negro!!
    para sempre vou te lembrar e amar...
    perdão pelo desabafo
    Paz e benção para todos

    Carlos

    ResponderExcluir
  39. Hoje faz uma semana sem meu bibinho,
    poodle tinha ele a 7 anos ta doendo muito,uma dor que aperta por dentro e mais ainda ao saber que nunca mais vou poder abraçar ele!

    ResponderExcluir
  40. Nossa , peguei um gato adulto na rua, esta comigo a 1 ano e meio, não criei mas não posso nem pensar em ficar sem ele.
    Ele estava sendo espancado, levando chutes e não reagia, entrei em desespero ao ver o bichinho sendo maltratado, por isso peguei.
    Hoje ele é feliz, tem caminha, aguinha, ração, cardeneta de vacinação em dia e ja foi castrado.
    Tenho dó de ver animais abandonados, antes eu nem gostava de gato só de cachorros, mas é pq nunca tinha convivido com gatos, hoje sei que eles são amorosos, e muito fofos, o meu é um SRD tigrado e branco, tem de 4 a 5 anos, veterinário não sabe a idade certinha devido aos dentes quebrados, mas isso não importa pq eu acho ele muito lindoooo :)
    Pra vc's que perderam seus bichinhos, sei que é dificil de esquecer, mas tem tantos animais abandonados, peguem 1 bichinho abandonado e não ligam pra raça não...
    Bjinho para vc's que amam os animais...fiquem com Deus...

    ResponderExcluir
  41. Ano vai, ano vem e volta e meia perco um aumigo. Choro e sofro muito com a perda sozinha, muitas vezes, sem a compreensão de outros que até debocham de meus sentimentos. Quem dera, houvesse um programa como a APEET para me consolar.

    ResponderExcluir
  42. Hoje, fazem 8 dias que perdi minha bebe, sinto tanto a sua falta, choro todos os dias , pois era minha companheira , conversava com ela olhava bem dentro dos seus olhos todos dias e dizia eu TE AMO e nunca vou te esquecer, pois mais que o tempo passe vc esta aq gravada no meu coração e minha mente.Esculto ela miando me chamando eu sempre correndo para ver o q ela queria , agora sinto um grande vzio e não sei quando isso vai acabar, chego em casa e ia direto aonde ela ficava em seu cantinho , e hoje não tem nada la, nossa que saudade como te amo , afinal foram 16 anos e 9 meses que nos encontramos e derepente foi embora e me deixou assim sentindo um grande vazio. So quem ama um anilmalzinho de verdade sabe esta dor imsuportavel por mais q vc tente se distrair não consegue sempre vem em sua mente seu bebe minha Cintia era assim seu nome eu a chamava a criancinha da mamãe. o que posso fazer para essa dor ser mais amena??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o MAIS IMPORTANTE DE TUDO FOI O AMOR INCONDICIONAL QUE VOCÊ DEU A ELA, ELA FOI MUITO FELIZ ATÉ O DIA QUE dEUS QUIS LEVÁ-LA, CONFORTE SEU CORAÇÃO, VOC~E FEZ TUDO POR ELA. AGORA, CURTA SEU "LUTO", CHORE MUITO E, QUANDO MELHORAR, DÊ OPORTUNIDADE A OUTRO ANIMALZINHO DE TER UMA DONA AMOROSA COMO VOCÊ, TEM TANTOS ABANDONADOS E SOFRENDO MAUS TRATOS! PENSE NISSO E ADOTE OUTRO QUANDO MELHORAR UM POUCO SUA DOR...

      Excluir
  43. Hoje fazem 8 dias que perdi meu bebe era assim que eu chamava minha gatinha Cintia, sinto tantas saudades, que chega a doer o coração.Chegava em casa e logo ia para ve-la em seu cantinho , mas agora so vejo seu lugar vazio, sem seu cheiro sem o seu olhar que era lindo, ela era amarelinha cor do sol, tinha uma infecção urinaria q não tinha jeito para curar leva va no veterianario passava antibiotico e em pouco tempo tava de novo, mas enfim foi embora e o pior de tudo que tive que sacrifica-la isso me doeu demais , q ela me olhava com aqle olhar me leva daq, nossa nunca mais vou esquece-la, DEus me de força para suportar esta falta e saudades, sei como amiga acima diz as pessoas falam tudo isso por causa de um gato... mas so nos sabemos o amor que sentimos por estes seres lindos e com olhares sinceros!!! TE AMO CINTIA

    ResponderExcluir
  44. o meu cachorrinho Nick morreu hoje e eu estou muito triste

    ResponderExcluir
  45. Ontem quem me deixou foi meu gatinho Chiquinho, companheirinho de 10 anos, inseparável, estou aqui olhando para a fotinha dele, e não consigo parar de chorar. A dor é imensa! Ele morreu em meus braços, vítima de um tumor fatal. Eu o enterrei, mas ainda não consigo acreditar que ele não está mais em cima do sofá nem ouvirei seu ronronar ao chegar perto de mim. Que Deus me ajude a superar tamanha dor.

    ResponderExcluir
  46. Perdi meu gatinho, não consigo nem comer nem parar de chorar, ajudem por faver , to entrando em depressão!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eU ENTENDO SUA DOR POIS JÁ PERDI MEU BICHINHO TAMBÉM. MAS, SÓ SE CURA UM GRANDE AMOR COM UM NOVO AMOR. cURTA SEU LUTO E DEPOIS ADOTE UM OUTRO QUE VAI "COBRIR" UM POUCO ESSE VAZIO! tEM TANTOS PARA SEREM ADOTADOS!

      Excluir
  47. Estou sofrendo muito pela perda do meu gatinho, meu bebê, meu amor!
    Princesinha linda, olhe por nossa família aí do céu! Me dê forças para seguir sem você!!!! Nunca te esquecerei, nem deixarei de te amar. Você cumpriu a sua missão, aprendeu a viver como uma lady. Durante toda a sua vida, você só me trouxe felicidade! Ah, como estou sentindo a sua falta! Toda hora ouço você me chamar, e penso que está voltando... Que tristeza, que angústia ficar sem você!
    Vai anjinho, segue seu caminho! Não esquece da mamãe, minha Fofonety. Sempre te levarei em meu coração. Nos veremos novamente. Eu te amo!

    ResponderExcluir
  48. faz uma semana que perdi meu gatinho Mathias, e a dor é dificil de curar!
    só muita fé e força para consolar meu coração.!

    ResponderExcluir
  49. Minha gata morreu me sinto culpada
    Ela tava miando muito na ultima noite, nao sei o q tinha, nao parecia ta no cio, parece ta estressada devido a mudança de apartamento, e sempre tomei mto cuidado p ela nao fugir pela sacada, ela ficava quieta na corrente no cobertor da sala, so q ontem ela tava miando demais, colocava ela na sala ela nao parava de miar, depois fui dormir e coloquei ela no banheiro, e ela mesmo assim ficou mais de 1 hora miando e colocava raçao e nao era fome, eu n sei o q era, mudei ela de lugar novamente coloquei na lavanderia na coleira, pq ela subia em tudo, derrubava coisas, tinha mto medo q ela fugisse pela janela ou caisse do predio, e ela mesmo assim nao parava quieta, tava mto agitada, mesmo depois de ter saido dar uma volta cmg pela grama do predio na coleira,ai na lavanderia q comecou o problema, ela puxou umas cordas do varal e quando acordei me deparei com ela enforcada, de madrugada ate tinha escutado uns miados e uns barulhos, mais tava tao estressada e cansada q nem me toquei q pudia ta ali agonizando, to muito mal, essa gata era adotiva, ficou comigo durante 6 anos, andava por td comigo de coleira, levava ela sempre na grama, era mto companheira, mais mto agitada tbm de comportamento, mtas vezes miava sem motivos, q nem dessa vez q ela parecia mto desesperada e nao se sabia o motivo, parece ate q tava prevendo algo sei la, ainda nao consigo aceitar nem superar isso, talvez eu pudesse ter evitado se tivesse mais paciencia com ela ou mesmo tivesse passado a noite em claro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela era agitada porque voce deixava ela em corrente, onde se viu isso? Ela nao era sua companheira, era sua prisioneira, tanto que se desesperou e morreu enforcada. A irracional ela era, ou é voce?

      Excluir
  50. Meu filho GIN um Beagle de 12.5 meses faleceu no dia 18/10/2014 ,com 58 dias de vida ele veio fazer parte da família ,com 3 anos e meio fiz uma cirurgia na coluna cervical ,e depois de um ano na coluna lombar sofreu bastante mas estava sempre com ele no que desse fazia tudo por ele ,e depois de alguns anos ,começou a ter alguns problemas de saúde como problema nos rins ,pressão alta ,coração ,pâncreas ,e enfim hiper-adreno ,na época não existia o remédio para venda no Brasil Vetoryl 60mg ,preenchi vários papeis fui na Ministério da Agricultura e consegui ,importar esse remédio comecei o tratamento ,do hiper adreno pressão alta ,e nesse ano eu senti que ele estava comendo menos mas achei que era por causa da idade ,mas quando eu percebi que ele não comia mais nada levei a vet.e foi feito os exames de sangue a qual ele estava totalmente alterado ,ureia ,creatinina ,fosforo e começamos um tratamento intensivo ,soro ,medicamentos todos os dias ,como não se alimentava mais era papinha de bebê na seringa ,pra quem comia uma pratada cheia comer 50ml de papinha aquilo me doía só de ver e comia na marra pois tinha de dar os remédios pra ele ,fiquei nessa luta por uns 2 meses ,fazia exame a cada 2 semanas pra ver como estava ,mas não melhorava nada ,mas de vez em quando ele até comia um pouco de frango assado ,hambúrguer que eu fazia em casa ,mas chegou um dia que ele já não queria mais nada ,o ultimo exame que foi feito no dia 17/10/14 estava mais alterado ainda ,já havia feito tudo ,mas mesmo ainda eu insisti com a vet.se não tinha mais alguma coisa a fazer ,ela falou passar no nefrologista especialista em rins ,ou fazer hemodiálise ,pergunte pra ela se iria resolver ela disse o que o nefrologista vai mandar você fazer dar soro 2x ao dia eu pensei comigo não já chega tomava 750ml todos os dias já achava muito 1,5 l ,pensei comigo não ,eu não queria ver ele sofrer mais ,no dia 18/10/14 as 15.hrs ele dormiu para sempre e no mesmo dia o pessoal do Pet.Memorial veio busca ló e foi cremado e fui buscar as cinzas dele no dia 26/10 onde ele voltou pra casa que amava e está conosco na minha instante dentro de uma urna ,eu vou amar ele para sempre ,não tem dia que eu não choro ,a tristeza é muito grande ,desculpe pelo desabafo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino a sua tristeza ! quanta dedicação ! que Deus amenize seu sofrimento. Assim como o meu que precisei doar meu cachorrinho por não ter espaço para criá-lo ! :(

      Excluir
    2. Pois não fique triste você está fazendo um bem para ele e tenho certeza que você pode visita ló ,mas eu não tenho aonde ir visitar ,o que eu não daria para velo mais uma vez mas é uma coisa impossível ,choro todos os dias ainda e tenho um pen-drive com as filmagens que meus filhos fizeram no decorrer dos anos e não tenho coragem de assistir ,montem 2 álbuns com quase 400 fotos mas eu queria dar um abraço nele era só o que eu queria poder beijar ele ,só o que eu queria ,obrigada o sofrimento só DEUS para consolar isso é verdade mesmo ,que DEUS te Abençoe você e sua família abraços .

      Excluir
    3. Luci Pereira14/07/2015 08:42

      Voce tem filmagens, e muitas fotos, voce o amava muito. Eu tenho apenas pppouquissimas fotos da minha Penny, e a dor e demais. Como eu queria que ela tivesse ficado mais tempo, sinto imensamente a falta dela, nao entendo como isso aconteceu, estou deprimida, so choro, acho que nunca vou superar.

      Excluir
  51. meu gatinho Luna morreu. a ultima vez que o vi foi à tarde. estava a dar-lhe de comer. de noite fui lá fora e não o vi. pensei que era normal e que ele podia estar no outro lado da rede. mas de manha recebi a triste noticia que ele estava morto. pensei que era uma brincadeira pois ele ja tinha sido levado por uma senhora e tinha voltado, mas não, era mesmo verdade. nesse momento, o meu coraçao parou. desatei a chorar e abracei-me á minha irmã. ele tinha morrido enforcado... :( num arame. tinha-o preso porque tinha medo que ele fosse levado e ele pendorou-se num arame. detesto viver desde esse momento. o meu irmao, o meu melhor AMIGO... :( :( :( :(

    ResponderExcluir
  52. Perdi minha cachorrinha hoje as 19:00 hs. Que dor eu estou sentindo na alma... O carro atropelou ela na minha frente e eu não pude fazer nada... Estou muito triste.

    ResponderExcluir
  53. Peguei um filhotinho de passarinho há 03 dias depois q a árvore do seu ninho caiu e ele não morreu na queda, mas era tão novinho que os olhos ainda estavam fechados e nenhuma penugem, hoje (25/11/2014) ele morreu as 19:00, ja estava muito apegada a ele e estou aos prantos, fui enterrá-lo e voltei chorando muito, está doendo muito, mas eu sei que "ISTO TAMBÉM PASSA" (frase de Chico Xavier)

    ResponderExcluir
  54. PRECISO DE AJUDA ! :( Queria confortar cada um de vocês que perderam seus queridos porque morreram . Eu não vou ter a oportunidade de cuidar do meu cachorrinho até ele morrer. Isso está muito difícil ! Precisei doar meu cachorrinho porque não tenho espaço para ele no meu apto. Ele é de raça grande e precisa de lugar adequado.O cachorro é do Meu filho, que trouxe com ele de outra cidade, mas aqui não dá para ele ficar. Ficou 15 dias em casa e foi um misto de alegria e de preocupação com a saúde dele. Vê-lo batendo a cabeça nos móveis, escorregando no piso liso, um cachorro que precisa de muito espaço.Está doendo tanto , estamos passando mal com a tristeza da saudade e a dor do sentimento de impotência por não poder ficar com ele . Sabemos que ele vai ficar com uma família que tem todas condições para ele , mas nem isso ameniza nossa dor ! Parece que nunca mais vai passar ! que sofrimento !! :(

    ResponderExcluir
  55. Foi-se uma anjinha. Penugem branca, parecia algodão. Carinhosa, muito carinhosa. Ajudou-nos na adaptação a uma nova realidade. Torco para reencontra-la um dia. Não quero perder as boas lembranças, mas sinto que um pedaço muito bom do mundo se foi e lamento sentir que talvez pudesse ter sido mais dedicado. Deus a tenha consigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vIROU MAIS UMA eSTRELINHA NO CÉU!

      Excluir
  56. Régisalexandre2421/02/2015 15:27

    Me sinto triste e culpado tbm hoje minha mini.coelha teve filhotes 6 sonhei a noite inteira com eles nascendo, talvez precisasem de minha ajuda, o quarto dela é aquecido mas talvez eu errei em não deixar mais quente rapidamente eles estavao frios 1 morrer andes de eu acordar e o outro eu vi morrer aos.poucos perdendo a força de respirar. SeraMesmo.com o quarto.com.aquecedor? q morreu de.frio? Minha culpa? Meu marido disse pra eu jogar no lixo mas eu enterrei em um vaso com terra vao estar sempre.aqui perto de.mim, ja sofri muito com bichinhos sofrendo, nunca mais queria sofrer mas eu nao resisto e sempre cuido de.novos acabo ficando triste com eles morrendo ou sofrendo, tenho depressao queria morrer pq nao suporto.ver meus.bichinhos sofrendo os qualquer outra.coisa inocente.e.inofensiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo muito você, tb sofro muito ao ver animais sofrendo, as vezes por ignorância dos proprios donos, animais em correntes, sem ter o que comer. Que bom que você enterrou os coelhinhos, não jogou no lixo, que tb é uma coisa muito triste que as pessoas fazem. Perdi minha cachorrinha Penny faz 41 dias, estou a cada dia mais triste, ela poderia ter ficado comigo muito mais anos, foi erro medico. Choro muito, nunca vou me conformar com a morte dela, eu a amo ate meu ultimo suspiro.

      Excluir
  57. oi, tem 04 anos que perdi meu cão, até hj não me recuperei, estou em depressão tomando remédios, não consigo sair de casa, se eu ver um animal na rua começo a chorar, mesmo ele estando bem tratado, Tenho mais 03 cães q adotei e 03 gatos, Mas nenhum substitui o outro, são amores diferentes. Ninguém me entende, acha que é besteira.Mas só eu sei o que sinto,Não sei como melhorar,estou fazendo tratamento, e já pensei até em fzer besteira com minha vida.. Estou cansada de chorar,Será q. esse sofrimento vai ter fim ? Anulei minha vida !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto a mesma coisa, mas faz so um mes que minha Penny partiu. Nunca mais serei a mesma. Choro tanto, e tanto. E uma dor que nao passa, nunca vai passar.Nao sei como continuar sem ela.Tambem tenho outros adotados, mas nenhum e como ela. Sinta-se confortada, amiga. Que Deus nos ampare.

      Excluir
  58. Estou sofrendo mais do que a morte do meu pai a morte do meu gato. Parece que não vai passar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bem possível sofrer mais com a morte de um bichinho de estimaçao do que de um familiar, porque as vezes somos muito mais proximos de nossos bichinhos. Eles vieram do céu, voltam para o céu.

      Excluir
  59. Hoje faz dois meses que meu gato sumiu. Toda a manhã ou tarde ele saia e voltava a noite (ou vice-versa). Todo fim de ano ele aprontava alguma. Não fui comemorar dois natais por causa dele. Porquê tive que ficar em casa tratando. Só que dessa vez ele deve ter aprontado (ou fizeram maldade), mas não conseguiu voltar... :'(
    Hoje sonhei com ele. Que ele estava vivo. Mas acordei, e me deparei com a realidade. Já chorei muito. Nas três primeiras semanas esperei bastante por ele. Eu acreditava ainda, porquê ele sabia se virar só. Mas, hoje estou quase perdendo definitivamente as esperanças. Ele não voltou. E ainda mas que fiquei sabendo boatos de um gato com as mesmas características que ele. :'(
    Fico lembrando quando fui pegá-lo numa vasilha. :')
    Foram 5 anos com a gente. Muitas coisas aconteceram. Passou quase toda a minha adolescência comigo. Mas hoje, o que resta é só saudade... 😢😢😢

    Obrigado por esse blog existir! Fui pesquisar sobre minha dor, e vi que muitos passam pela mesma coisa. Eu precisava desabafar. É uma dor muito profunda!

    Saudade do meu curicutinho preto... :'(

    ResponderExcluir
  60. Ele só queria brincar...

    Felicidade não tem preço, felicidade não tem dinheiro ele só queria brincar...

    Fiel até a morte, ele brinca nos meus sonhos, dormi abraçado..ele só queria brincar....

    Abri a porta e fui te encontrar, triste eu estava me recepcionou com seu olhar e você só queria brincar.....

    Você não precisava de nada, vigiei teu sono de madrugada , com uma bolinha de papel sem maldade sem nada voce só queria brincar...

    Você estava tão perto, agora esta tão longe, ......como eu queria estar..

    Eu e você naquela rua no fim de tarde, eu sentado a observar..você só queria brincar.

    Vivera eternamente, inocência sem procedente aposto que ai no céu, voce só vai brincar.

    Fique com Deus..... 'Um dia agente se encontra"

    Meu pequeno, meu gatão.....estou deitado no chão em lagrimas.....saudade...muita saudade

    Léo e Tati

    ResponderExcluir
  61. A perda de um filho peludo nos causa uma dor indescritível. Faz mais de 1 ano que perdi meu Joe. O cão mais meigo e adorável do mundo. Eu o amava imensamente e ele era meu filhão. A dor não cessou até hoje e ainda choro muito. Me faz uma falta imensa. Depois de anos de luta, após 15 dias depois de sua partida chegou o resultado de sua doença: hipotireodismo. Foi muito tarde! Infelizmente demoraram 8 anos para descobrir o que o matava lentamente. Peço que meu filhão me perdoe e me espere, pois um dia nos reencontraremos, Ele o todos aqueles que amei, e partiram. Sei que tenho outras dores da perda pela frente, porque tenho muitos filhos. Porém quero que se vão antes de eu ir...
    Força e coragem aos que perdem seus amores... Sei que não é fácil!
    Iraí

    ResponderExcluir
  62. Nina, quanta pressa minha filha amada, minha pequena gatinha, apenas um aninho, eu queria ter vivido uns quinze contigo, que troca maravilhosa f afeto e energia! Quanta dor eu sinto desde o dia 9 de abril.

    ResponderExcluir
  63. Até hoje ainda choro por perder minha cachorrinha

    ResponderExcluir
  64. meu rotiwailer morreu a dois dias, e nao estou mais suportando a dor pela ausencia do meu melhor amigo, nao sei quando vou superar isto.

    ResponderExcluir
  65. Eu dava banho nela ficava fazendo carinho e balançando ela cantando assim:complicada e perfeitinha vc me apareceu era td q eu queria estrela da sorte,quando anoite ela surgia meu bem vc cresceu....,eu cantava essa musica pra ela sorrindo e hj eu canto sozinha chorando

    ResponderExcluir
  66. Fez 3 semanas que a minha companheira de 13 anos e melhor amiga, a gatinha Nina se apagou, não conseguiu vencer o maldito cancro. Depois de uma montanha russa entre dias maus e péssimos, hoje em particular sinto-me miseravelmente triste, aturdido com uma saudade sufocante que não sei para que lado me virar.
    Os animais de estimação, não são de facto brinquedos substituíveis, mas os nossos amigos mais puros e família. Quando desaparecem, como todos aqueles que nos são mais próximos deixam um enorme vazio e a certeza sufocante que não vamos ter mais aqueles bons momentos, não lhe puder fazer uma festa em silencio na janela, brincar, sermos amigos um do outro. Apesar da tristeza, sei que nunca a vou esquecer, teve sempre perto de mim em momentos difíceis e foram muitos quando mais ninguem teve, por tudo isso só lhe posso agradecer por ter feito parte da minha vida, um beijinho a ela, nunca será esquecida. Foi e ainda é a melhor parte de mim..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caros amigos,nao nos conhecemos, mas a mesma dor nos une. Caro Rui, tb perdi a melhor parte de mim, e nao consigo entender como minha Penny nao esta mais aqui.Tambem esteve comigo quando ninguem estava, a companheira de minha solidao. Nove anos e meio de amor, minha cachorrinha, filha do meu coracao. Foi tao sem explicacao o que aconteceu, num dia estava aqui, no outro nao mais. Penny, unica e insubstituivel, nao sei como vou viver sem ela. Foi a unica amiga de minha vida. A todos voces que estao sentindo o mesmo, meu abraco carinhoso. Que Deus cuide de nossos anjos para nos.

      Excluir
    2. Olá Rui, isso é oque eu chamo de "cicatrizes felizes da vida"...saber que aquela dor de perdermos um pet ente querido nunca passará, porém com o tempo, vamos aprendendo a viver com isso. Esquecer nossos companheiros/as? Isso nunca.
      Assim como você, eu também trafego pela via da tristeza por ter perdido minha gatinha recentemente.

      Nossos animais de estimação são insubstituíveis mesmo, mas espero que você consiga encontrar força para seguir em frente, pois acredite, é isso que sua Nina deseja com certeza.

      Descobri que essas criaturas de pelo são anjos. Ele entram em nossa vida por algum motivo. Para nos ensinar algo e também nos entregar (de graça) cumplicidade, graça, leveza e alegria.

      Pense no lado bom dessa parceria que vocês tiveram e acredite, sempre existirá entre você e sua Nina.

      Força para você Rui e também para a Luci!

      Edu

      Excluir
  67. Ontem dia 09/07/2015 eu e meu marido perdemos o nosso gatinho Romeu.
    Romeu meu amor sinto tanta falta de você.
    Sonhei ontem que te abraçava e te chamava na janela do alto e você vinha correndo miando como fazia quando era vivo.
    Nosso gatinho só ficou com a gente 1 ano e 4 meses, tinha por volta de 1 ano e meio de vida.
    Sinto muito sua falta. A casa está vazia sem você!
    A todos meus sentimentos, pois agora estou sentindo também a dor de perder um animalzinho que fez parte de nossas vidas.

    Te amamos e pra sempre vamos te amar Romeu.

    ResponderExcluir
  68. Dia 19/07/15. Amanhã faz uma semana que deixei que castrassem minha gatinha Mya. Meu marido foi leva-la para castração porque no cio ela sofria muito. Tinha cólicas, rolava pelo chão e várias pessoas me falaram para castrar, para prevenir tumores. Ela não aguentou a anestesia. O desespero tomou conta de nós quando vi meu marido chegando com a bolsa vazia, chorando. Meu filho que a encontrou está sofrendo. Eu não tenho vontade de nada e sinto-me culpada e meu marido fala e chora toda hora pois foi ele que a levou. Nós a levamos para a morte! Não sei quanto tempo vai durar este sofrimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como sinto por vocês, amiga..... a gente se sente culpada mesmo.... mas, olha, tenha paciência com sua dor e com a dor de sua família.... ela precisa de um tempo para existir e depois lhe abandonar.... eu já tive este sentimento de culpa e entendo bem... fiquei um longo tempo abrindo um berreiro quando voltava o sentimento no meu coração..... Com o tempo, foi diminuindo até me permitir conviver com a fatalidade..... Tenha certeza que vc. vai melhorar.... conte comigo....
      bjs

      Excluir
    2. "Fatalidade" é como podemos chamar isso. Eu mesmo tive que acomodar esse termo ao meu coração para suportar a dor e o sentimento de culpa que carreguei (e carrego as vezes) por ter levado minha gatinha Suzy para fazer hemodiálise.

      Ela também não suportou o tratamento e veio a falecer. Me senti um assassino, mesmo sabendo que mesmo sem esse tratamento, ela não iria resistir (devido a insuficiência renal que ela tinha)

      Espero que vocês encontrem a paz em seus corações, pois não tinha como vocês saberem se ela iria ou não aguentar a anestesia.

      Fiquem em paz,

      Eduardo

      Excluir
  69. Luci Pereira27/07/2015 22:13

    Também sinto uma dor imensa, e remorso. Tb levei minha amiguinha para castrar, para evitar problemas futuros, pois ela tinha 9 anos e meio. Ela era muito feliz, saudavel, comil ona. Não tenho palavras para descrever uma convivencia de imenso amor e companheirismo. Ela morreu 19 dias depois, com infecçao, e apos muito sofrimento. Me culpo por ter autorizado a cirurgia, e por não ter procurado outro profissional, pois a veterinaria que a atendeu foi negligente. isso percebo agora, porque naqueles dias eu fiquei esperando que ela estivesse certa, e que a Penny melhorasse. Minha querida Penny, meu amor maior..me perdoe. Vou chorar eternamente, e voce estará sempre comigo, por toda minha vida.

    ResponderExcluir
  70. Hoje dia 02/08/2015 a pouco mais de 5 horas o meu gato chamado Ninho veio a falecer,a dor que estou sentindo é muito grande,pensar que eu não vou vê-lo mais,dói,dói muito!
    á duas semanas ele estava lutando por conta de uma mordida muito profunda,até então recebeu todo o tipo de tratamento muitos antibióticos anti-inflamatórios e papinhas,mas mesmo assim houve infecção generalizada,a paralisação dos orgãos!
    Cada cantinho desta casa me lembra ele,a ração ainda está no pratinho,a papinha semi-preparada,o lencinho que ele não soltava por nada está aqui!
    uma dor insuportável!!!
    Meu eterno Ninho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luci Pereira03/08/2015 16:33

      Aqui ninguem responde amiga, voce chora sozinha. Sinto por voce, sei que a dor é imensa. ABS

      Excluir
    2. Luci, este espaço é para a pessoa desabafar e expor todo seu sentimento por seres amados que nos deixaram. Aqui sempre haverá acolhimento pela dor sentida .... aqui ninguém chora sozinho não.... todos que nos leem estão vibrando seu carinho por tudo que já foi dito em função do amor que sentimos.

      Excluir
  71. Depois de ler os diversos depoimentos tristes aqui, resolvi adicionar o meu também. Minha Suzy faleceu em 30 de Julho.
    Vítima de insuficiência renal, tentamos com hemodiálise, mas não deu. Hoje sou um homem desabado, aos pedaços, que chora todos os dias em desespero. Nunca poderia imagina que pudesse ficar assim, tão abalado pela perda de um animal de estimação.

    Acho que foi aí que me dei conta, ela não era um animal de estimação, era minha amiga, parceira das minhas tardes, minha alma gêmea. Construi tantos momentos junto com ela que agora está praticamente impossível suportar a dor que sinto por ela não estar mais comigo.

    Suzy, sempre te amarei, meu anjo, minha amiga. Obrigado por tudo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo depoimento Eduardo! Antes todos os animais tivessem amigos como vc! Grande abraço, força nessa hora! Com certeza sua Suzy foi muito feliz...

      Excluir
    2. Luci Pereira05/08/2015 23:55

      Eduardo, quando a gente lê os outros depoimentos, se dá conta de que perder esses grandes amores, é uma das maiores dores que se pode experimentar na vida. A dor é proporcional ao tamanho do amor que se sente por eles. Quem os teve por amigos, sabe que são algo entre um anjo e uma criança, e jamais iremos esquecê-los, e perdê-los nos deixa feridos na alma para sempre. Você não diz se sua Suzi era uma cachorrinha? Perdi minha amada cachorrinha Penny em 19.06, e nunca senti uma dor maior, choro tb em desespero por pensar nos anos que virão sem ela. Foi sempre só amor. Que Deus nos conforte, um forte abraço.






      , que, como já foi dito, são

      Excluir
    3. Olá Luci, Suzy era uma gatinha. Aliás...ela ainda É, pois tinha uma personalidade tão cativante que suas peraltices ainda ecoam pelo nosso jardim onde ela adorava ficar, armar emboscadas para passarinhos e fazer outras típicas gatices.

      Você está correta: A dor é proporcional ao tamanho do amor que sentimos por eles. Muito embora, ela pareça desproporcional para diversas pessoas que não estão experimentando essa situação. Aliás, descobri, que no mundo, ainda é muito comum (eu ouvi bastante) frases do tipo "era só uma gata" ou então "tudo isso por causa de uma gata?" e por aí vai.

      Mas descobri que a vida é curta demais para se viver baseado em valores e visões alheias. Meus valores são esses e estou muito feliz com isso.

      Obrigado por compartilhar sua dor também e que tudo isso se converta apenas em memórias alegres. Você verá, com o tempo é o que irá acontecer.


      Um abraço

      Edu

      Excluir
    4. Sei bem como é... Estou sofrendo muito com a perda do meu gatinho Mike😢😢😢😢😢mas tenho fé que ele está bem e curtindo muito sua vida no céu... Onde estão livres nos jardins sem sentir nenhuma dor, medo enfim nada de ruim. Deus é bom e não deixaria nossos amiguinhos desamparados e quando chegar o nosso dia de partir eles estarão nos esperando para matar toda a saudade. Tenho fé nisso, é esse pensamento que me sustenta e faz amenizar a dor no meu coração. Um dia encontraremos os nossos amiguinhos e vamos ser muito felizes novamente. Um abraço a todos que como eu amam demais esses anjinhos de Deus.

      Excluir
  72. Estou sofrendo a perda do meu lorinho tão lindo.
    Quando o perdi eu perdi o chão e foram os outros que cuidaram de seu corpinho pondo ele em um saco de lixo e ele passou 2 dias ali até o lixeiro passar. Estou me sentindo uma idiota, uma imbecil, inutil, sem amor nenhum no meu coraçãõ . Eu o amava tanto que não tive coragem alguma de fazer nada por ele, E agora eu gemo de tristeza por ter deixado fazer isso com ele, ele viveu 28 anos ao meu lado e foi descartado como um lixo, um objeto. Queria tanto ele aqui pertinho de mim. Peço perdão todos os dias já são quase 2 meses que o perdi, mas parece que foi ontem a saudade é imensa e a culpa também. Meu lorinho lindo aonde vc estiver mamãe te ama muito, muito mesmo. Queria morrer, não estou suportando essa dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não e a única eu também permiti que colocassem o meu no lixo também fui covarde porque não vê lo morto eu não ia aguentar estou sofrendo muito não ter mais ele aqui e uma dor imensa eu dizia pra ele que eu o amava muito e que nunca iria por ninguém no seu lugar ele morreu da doença mais triste de pif quando chegava em casa sempre estava ali me esperando saudades eternas do meu gatinho tão amado saiba que essa dor você não sente sozinha não

      Excluir
  73. Luci Pereira07/08/2015 01:23

    Querida, o que importa é o amor que você tinha por ele, esse amor não morre jamais. As vezes, as situações são tão dramáticas, que fogem de nosso controle. Ele sabe que você o ama, e sempre estará ao seu lado. Acalme seu coração, ele está em paz.

    ResponderExcluir
  74. obrigada a todos que de uma forma tão amorosa tenta me consolar pela morte do meu lorinho.
    Me sinto culpada pela morte dele, não tenho certeza mais acho que foi eu sem querer que provoquei sua morte, só quis amenizar um coceira que ele tinha no seu corpinho e arrancava suas penas, então passei um oleo que eu passava em meus cabelos para crescer, e acho que lhe fez mal e eu não lembrei que tinha feito isso, e ele passou 2 dias tão ofegante e eu achava que era um simples resfriado porque estava tão frio, e eu lhe deu alguns remédios e achei que ele ia melhorar, Fui negligente ele era tão dependente de mim, e eu não o levei ao veterinário achando que não necessitaria. Talvez se tivesse levado eu tinha salvo e hoje ele estaria aqui comigo me fazendo feliz como era antes. Não consigo mais viver feliz, a vida não tem mais graça ja vai fazer 2 meses. Fui covarde por isso sofro tanto, inutil, irresponsável. Meu amor, minha vida te amo meu lorinho me perdoaaaaaaaaaaa.

    ResponderExcluir
  75. A todos que colocaram seus animais falecidos em sacos de lixo...como vocês poderiam saber? Na hora em que acontece a perde do nosso amigo, estamos abalados e muitas vezes não sabemos oque fazer.

    O impacto da perda é tão grande (talvez, muito maior do que imaginávamos) e ficamos sem chão, sem atitude e sem chão.

    Lembre-se: vocês não estavam prontos para isso, da mesma maneira que não estamos prontos quando perdemos um entequerido humano.

    Comigo foi assim: em perguntaram oque faria com minha gatinha Suzy e não pensei duas vezes: retirei ela da clínica, trouxe-a para casa e fiz um funeral/homenagem a altura dela.
    Foi uma das coisas mais difíceis que já fiz em minha vida... mas depois veio uma coisa ainda mais difícil...que foi enterrá-la.

    Mas valeu a pena, pois ela salvou minha vida, diversas vezes.

    Mas não se sintam culpados, é difícil mesmo.

    Força a todos.

    ResponderExcluir
  76. Luci Pereira12/08/2015 01:39

    É muito difícil decidir nessa hora, porque são poucas as cidades que oferecem cemiterios ou cremação de animais, e a grande maioria das pessoas vivem em apartamentos. E, como disse o amigo Eduardo, nunca se está pronto para perder nossos ente queridos ( bichinhos ou humanos), apesar de nascermos sabendo que a morte é a única certeza da vida. Mas o amor permanece, é eterno, então, não é verdade que tudo acaba com a morte. Eles não morrem, continuam em algum lugar.

    ResponderExcluir
  77. Meu Deus estou sofrendo mundo pela perca do meu lorinho
    Me sinto culpada, acho que foi eu que provoquei a morte dele sem querer.
    E quando amanheceu doentinho eu não lembrei que tinha passado algo em seu corpinho para passar a coceira que ele tinha e de repente pudesse ter feito mal. E ele ficou 2 dias doentinho e eu cuidando em casa achando que não seria necessário levá-lo ao veterinário e ele faleceu em minhas mãos. Se eu tivesse levado ele ele estaria aqui comigo agora, e eu não estaria sofrendo assim. Nunca vou me perdoar, nunca. A angustia tem sido minha companheira, a saudade não sai do meu peito choro todos os dias já vão pra 2 meses e estou sofrendo como se tivesse acontecido hoje. Amor, Amor da minha vida perdoa sua mamãe nunca quis te fazer mal,só queria te ajudar. Te amoooooooooo muito. Saudades eternas.
    O que deve fazer para sair dessa depressão que estou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tenho visitado este site regularmente e pude constatar que não sou só eu que senti a dor da perda da minha gatinha. Se te serve como consolo, será melhor você focar na enorme quantidade de dias alegres que você teve com seu lorinho. Proporcionalmente você verá que foi muito maior do que a tristeza e dor que você sente. Descobri (a duras penas) que a dor é algo praticamente inconsolável e é um processo individual.

      Ela irá cessar, quando cessar e isso será com o tempo.

      Nessa hora, quase nada do que os outros nos dizem, fazem algum sentido. Eu ouvi coisas terríveis "é só uma gata" e por aí vai. Mas para mim era mais que isso.

      Então te digo, ficar triste sim, mas cuidado com a depressão, pois não é isso que seu eterno amiguinho queria de você. Nossos animais querem a nossa felicidade, foi para isso que eles vieram aqui na terra.

      Para concluir:
      - você não é culpada, as coisas acontecem
      - entre "depressão" e "tristeza", fique com a segunda opção (que causa menos efeitos colaterais)
      - o mundo precisa de você, especialmente, um outro animal que esteja necessitando do seu enorme potencial para expressar amor.


      Força e paz a você!

      Edu

      Excluir
    2. Obrigada Edu Pereira pelas palavras de consolo.
      Vou tentar fazer o que vc disse, mesmo sendo dificil.
      Ainda tenho meu Periquito e meu cachorro que precisam de mim.
      valeu mesmo.

      Excluir
    3. Irei aplicar suas palavras Edu Pereira....pois estou com muitas dificuldades de aceitar a morte do meu caozinho....e eu sei que ele nao gostaria de me ver tão mal assim....pois ele era a alegria da minha vida.

      Excluir
  78. A Mel entrou em nossas vidas para suprir a falta do Toy ( pinscher que fugia e voltava ate não voltar mais). Veio de Gyn pra Palmas em janeiro de 2012 no bolso de um amigo e trouxe muita alegria e energia pra nossa casa. Minha filha tinha 9 anos na época. Levávamos pra todos os lugares que íamos: chácaras, rios, lagos, casa dos irmãos (que nem sempre gostavam muito) ; ate para os acampamentos do Rio Araguaia ia todo ano. Sempre foi nosso nenê. Na minha casa éramos só minha filha, eu e ela. Sempre dormiu em nossas camas; comeu as melhores rações, tinha sempre muito brinquedos. Nos acompanhou quando voltamos pra Goiânia e sempre se deu bem com todo cachorro e pessoas. Teve vários irmãos, um morreu de velho outros de leishmaniose.
    Em 2008 teve câncer mamário, fizemos a cirurgia e tudo se resolveu. Em 2011 o câncer voltou e a operamos novamente, também tendo voltado à vida normal e alegre como sempre foi. Começo de abril deste ano a levamos na UFG pra consultar e ver se podia novamente ser retirado outro tumor, porque ela já estava com 13 anos e meio. A Dra especialista em oncologia disse que ela corria risco pela idade e que tinha que fazer todos os exames pra não dar nada errado já que estava muito grande novamente. Dia 06/04 ela foi pra cirurgia e minha filha e eu, hj com 24 anos, ficamos de fora apreensiva e chorando com medo dela não voltar pra gente. Mas ela veio, mesmo nos dando um susto porque a temperatura dela demorou pra subir, mas se recuperou um pouco mais lento, porque como já tinha feito outras, a pele já não lhe sobrava pra cicatrização rápida. E voltou a ser feliz...

    ResponderExcluir
  79. No começo de agosto apareceu um caroço que em uma semana estava do tamanho de uma azeitona e na outra do tamanho de um ovo e corremos com ela pra UFG novamente. A Dra nos disse que ela poderia morrer na cirurgia, porque além de não ter mais pele pra cicatrização, a idade dela não daria pra fazer um enxerto e o câncer era mais agressivo e que provavelmente já estava tomando o músculo da perninha dela. Como o câncer voltava mais ou menos de três em três anos, imaginamos que quando alcançasse o tamanho de sempre ela já estaria no fim de sua vida. Só que o maldito crescia muito rápido e voltamos na Dra e ela disse que não tinha mais como operar e pela respiração dela já estava nos pulmões. Com mais ou menos 15 dias ele tirou o apetite dela e ela só ficava deitava, se levantando só pra gente levar ao banheiro, porque não deixávamos pular da cama pra não se machucar mais ainda, já que o câncer crescia por dia. Percebi que o olhar da minha nenê estava diferente e começamos a dar dipirona pra dor de 6X6 horas em vez de 8X8 com a recomendação da veterinária. Então o tumor começou a vazar e percebemos o quanto ela estava sofrendo e que precisávamos fazer eutanásia pra não deixa-la sofrer mais. Nunca tinha visto o olhar dela assim, tão triste. Resolvemos passar esse final de semana como ela pra nos despedirmos e choramos muito e demos muito carinho e amor.
    Dia 14/09 , segunda agora sai com meu bebe nos braços pra sacrificá-la. Minha filha não quis ir e ficou em casa sofrendo. Nunca senti o que senti nesse dia. Deram um tranquilizante e morfina e assim que fez efeito ela me lambeu o rosto molhado de lágrimas, parecendo agradecer pelo alivio da dor. Chorei ainda mais. A Dra me pediu pra colocá-la na maca e a coloquei por cima de seu cobertorzinho preferido e de meus braços pra que não visse outra pessoa além de mim que a amava como uma filha. Não parei de lhe dar carinho e lhe dizer com amor que iria sarar e que a amava muito. Aplicaram o anestésico e foi só o que precisou pra parar seu coraçãozinho idoso. Estava tão velhinha que não precisou do remédio próprio. Morreu tranquila nos meus braços sem sofrimento algum! O apartamento que comprei no térreo pra ela poder ter um quintalzinho pra brincar ficou vazio e frio. Não tenho vontade de voltar pra casa, que era a coisa que mais esperava no final da semana. Foi o pior dia da minha vida!! Tinha e tenho vontade de buscá-la a qualquer custo, um vazio imenso. Não sei o que fazer mais pra essa dor passar! Nunca vou me esquecer daquele dia!
    Cristiane

    ResponderExcluir
  80. CORRECAO: A MEL entrou em nossas vidas em 2002.

    ResponderExcluir
  81. No dia 09/09/2015, após lutar bravamente contra cardiopatia gravíssima que resultava em edemas pulmonares rápidos, que nos fez leva-la as pressas a clinica veterinaria por 5 vezes nos 30 dias que antecederam sua despedida, para conter as graves crises de respiração, a nossa cadelinha Nina se despediu de nos, e seu espírito desencarnou, para continuar sua caminhada de evolução para a luz divina.
    Muita tristeza pela despedida. Nina, uma cadelinha adoravel, que com seu amor incondicional me ensinou a ser uma pessoa melhor.
    Nina querida, você sempre estará em nossas orações, nossos corações, em nossos pensamentos, em nossas vidas.
    Nosso pai celeste coloca animais de estimação em nossas vidas para entendermos um pouco melhor o que o amor.
    "Quem maltrata animais, não aprendeu a amar."(Chico Xavier).

    ResponderExcluir
  82. No dia 09/09/2015, após lutar bravamente contra cardiopatia gravíssima que resultava em edemas pulmonares rápidos, que nos fez leva-la as pressas a clinica veterinaria por 5 vezes nos 30 dias que antecederam sua despedida, para conter as graves crises de respiração, a nossa cadelinha Nina se despediu de nos, e seu espírito desencarnou, para continuar sua caminhada de evolução para a luz divina.
    Muita tristeza pela despedida. Nina, uma cadelinha adoravel, que com seu amor incondicional me ensinou a ser uma pessoa melhor.
    Nina querida, você sempre estará em nossas orações, nossos corações, em nossos pensamentos, em nossas vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é essa tristeza. Minha Penny amada partiu há 4 meses e 7 dias, e em nenhum desses dias deixei de lembrar dela e de chorar por ela. Não tem como explicar em palavras o que esses serezinhos significam, e o imenso vazio que se torna a vida sem eles.Eles são amor puro, e iluminam nossa vidas, Te amo Penny, e sentirei sua falta todos os dias de minha vida.

      Excluir
  83. minha gatinha morreu faz 3 a 4 semanas . sinto muito a falta dela, ela estava brincando na rua "como todos os dias né " , ela ficava correndo , pulando , brincando na frente da minha casa. até que um dia eu estava dentro de casa e fui no quintal pra ver se meu pai tinha chegado, ai eu vi ela se batendo no quintal , eu na hora vendo ela ali , não acreditei , até parecia um pesadelo juro que nenhuma lagrima saiu de mim mas o que veio foi o desespero, ai depois no dia seguinte que caiu realmente a minha fixa que ela tinha morrido , fui no quintal e comecei a ir no local que ela tinha morrido e chorei muito. as vezes bate uma saudade tão forte que dá vontade de chorar bem alto, como eu estou sentindo agora. tenho mais 3 gatas e peço a DEUS muito e muito e muito e muito para que não leve mais nenhuma gata. essa foi a minha mensagem desabafando online pra vocês ... e digo quantas vezes for necessário : RAJADINHA VOCÊ DEIXOU MUITA MUITA MUITA MUITA E MUITA SAUDADE! é isso meus amigos.

    ResponderExcluir
  84. eu também estou sofrendo muito, hoje faz 3 dias que meu cachorro morreu, eu o amava muito, ganhei ele quando eu tinha 10 anos de idade e agora, com 18 anos eu tento suportar a dor da perda, ele era um filho para mim, eu não o chamava pelo nome, sempre por meu filho, tudo me faz lembrar ele, foi num sábado que meu tio o levou para praia e meu filho estava solto e brincava correndo quando um carro o atropelou, é horrível sentir essa dor, eu fiz o aniversário dele de 8 anos e estava guardando dinheiro para fazer o de nove que era daqui a 1 mês, eu não gostava de viajar porque eu não queria ficar longe dele e hoje eu tenho que suportar essa dor, as vezes o desespero bate em mim e meu coração fica tão apertado que dar vontade de gritar. Eu entendo a dor de todos vocês, porque estou passando por ela agora, o que me conforta é saber que Deus existe e que um dia eu voltarei a vê meu filho , porque Deus diz que tudo é possível quando temos fé e ele ama todas as suas criaturas seja ela humanas ou animais.

    ResponderExcluir
  85. Meu filhote teve que ser sacrificado dia 11/09/15,depois de ficar 9 dias mal, foi quando descobrimos que tinha DRC,pois o veterinário que o tratava antes dizia que era verminose. .Ele era alegre, adorava sua vida nunca ficava sozinho por muito tempo e agora teve que ir só...É muita dor...FORAM 11 ANOS E 8 MESES DE PURO CARINHO... Janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente muita dor Janete, quando minha querida Penny partiu, senti o mesmo que você, que ela estava indo só. Também não a deixava sozinha, sempre comigo, até em viagens, Mas hoje também estou só, nada consola, lembro dela a todo momento, fazem 5 meses e 5 dias, sentirei falta dela para sempre. Um abraço a você.

      Excluir
  86. Meu cachorrinho de 17 anos se foi há dez dias e hoje foi a minha gatinha. Parece um pesadelo tudo isso. A casa ficou vazia, a alegria vinha deles, quando eu voltava do trabalho, lá estava ela, no sofá, me via, ia comer sua raçãozinha, espreguiçava no tapete e afiava as unhas. Ela era linda, doce e amorosa. E meu cachorrinho, simplesmente era a minha alma gêmea, estava comigo em todos os momentos. Está insuportável ficar sem eles.

    ResponderExcluir
  87. Tristeza imensa. Hoje fazem 5 dias que minha gatinha morreu. Meu amorzinho, que trouxe amor, delicadeza, suavidade para minha vida. Fique em paz, minha gatinha, no céu dos gatinhos, você que era um anjinho. Viveu comigo por quase 15 anos, tornando-se parte de mim. Seja feliz, meu amorzinho, junto de Deus.

    ResponderExcluir
  88. Meu cachorrinho morreu no domingo....ainda não consigo acreditar que ele se foi....a dor é imensa....um desespero....um vazio sem fim...ele foi meu companheiro por 12 anos e 9 dias,aonde eu ia,ele ia junto,quando eu saia,ele ficava triste e quando eu voltava,fazia a maior festa por me ver chegar.Era muito dependente de mim e eu dele.O nome dele era Ozzy....mistura de Pinsher,...não sei com o que....mas a mãe dele era linda,,,,ele era igualzinho a ela....cor de caramelo....olhos lindos cor de mel,ele nasceu com defeito na patinha direita e problemas na coluna,,,,eu me apeguei a ele,,,,,cuidei dele,,,,dei todo amor e carinho,como se fosse meu filho....ele era meu bebê.....Mas infelizmente os anos passam,eles vão ficando velhos e as doenças aparecem,primeiro foi a coluna,,,,sofreu muito,,,,mas se recuperou e agora estava com problema nos rins,a meses se tratando e nada de melhorar,,,estava muito abatido meu anjinho,e por fim....se foi,,,,ele descansou,,,,mas eu fiquei aqui,,,,em desespero e solidão,,,,como dói a sua falta meu bebê,,,cada dia que passa,a saudade aumenta mais....tento me consolar,,,,sei que agora ele ta bem,,,,correndo e brincando....la no céu dos cachorrinhos,,,,mas não tá facil.

    ResponderExcluir
  89. Dia 10/12, fazem 4 meses que perdi meu Danny, calopsita de 2 aninhos...sinto tanto a sua falta, choro todas as vezes que lembro dele pois era meu companheiro, brincava com ele e tudo mais.... nunca vou esquecer, pois mais que o tempo passe voce esta aqui gravado no meu coração e minha mente...
    Escuto ele piando, correndo ate mim quando eu o chamava....agora sinto um grande vazio e não sei quando isso vai acabar, não aguento mais.....
    A minha dor é enorme, sinto um aperto no coração sempre que lembro dele....
    Meu Amorzinho, que me trouxe alegria e felicidade... Não esta mais aqui.....é tão triste........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lorena eu compartilho da sua dor.
      Esse ano perdi meu casal de calopsitas, Lilica tinha 12 anos e o Taz 8 anos.
      A convivência diária com eles foi fonte de constante alegria. O amor é transformador e por isso, apesar de ainda sentir um vazio, as lembranças me fazem sentir gratidão por essa oportunidade.

      Excluir
  90. 23/11, foi o dia que Deus resolveu tirar tchutchuca de minha vida, uma linda poodle com 14 anos e muito amada, morreu pq maldito cancer estava acabando com minha estrelinha, ainda choro, sinto sua falta, morreu comigo fazendo cafuné dizendo que a dor iria passar, .....E passou!,choro e conto os dias, me sinto deprimida,minha bebezura se foi e minha dor ficou, posso estar pensando só em mim, é que a saudade ésta gigantesca,TE AMO FILHA!

    ResponderExcluir
  91. Muito difícil, perdi a 5 dias 2 cadelas que foram mordidas por uma jararacuçu, levei pro veterinário, tomaram soro antiofídico, mas não resistiram... A dor é muito grande, as vezes penso que não vou conseguir sair dessa..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, meus sentimentos!...É muito dificil mesmo, só sabe quem passa.

      Excluir
  92. À dois dias eu perdi eu gato de 18 anos, a dor é imensa, parece que tem um vazio aqui dentro de mim, sinto como foi tirado algo do meu coração, uma dor que sei que muitos sentiam aqui, eu amo tanto ele que eu gostaria de ir hj embora para rencontra lo, ele era um gato alma gemea tinhamos tantas afinidades que não tenho explicação, eu adotei ele aos meus 12 anos de idade, hoje estou com 30 anos,adotei ele um filhotinho que não tinha nem aberto os olhos. Que dor imensa, só penso nele o tempo todo.

    ResponderExcluir
  93. Minha menininha foi tirada de mim da forma mais triste e cruel que eu poderia imaginar, por mais que eu soubesse que nada é eterno nunca esperei que ela fosse embora assim, ontem dia 20/12/2015 um dos meus vizinhos deu um tiro nas costelas da minha cadelinha, quando a peguei no colo ela já estava sem forças, sem reação , foi a situação mais difícil e triste da minha vida .
    A peguei e levei para a varanda e a cobri com a toalha que ela amava deitar e brincar, dei um beijo nela e disse "a mamãe ta aqui calma" ela mal conseguia abrir os olhinhos e em menos de dez minutos ela se foi, minha ficha não caiu ate agora e pra ser sincera eu não quero que caia, estou sofrendo demais, a todo momento fico esperando ela aparecer , ela dormia comigo e por ser de porte grande tive que fazer uma casinha na varanda, não pude mais deixa-la dormir na cama quando cresceu, e de certa forma estou me culpando por não ter deixado ela continuar dormindo comigo, não tenho arrependimentos em relação a vida que pude oferecer ha ela pois não teve um dia sequer que eu deixei de dizer "mamãe ama você Katita" ela foi como uma filha pra mim, e por isso não consigo aceitar a morte dela, hoje quando abri a porta do quarto pela manhã ainda estava com esperança de vê-la correndo desesperadamente pra me ver, mas ela não veio ..
    Procuro ela em todos os cantos da casa choro a todo momento não me conformo com isso, é injusto, porque tanta crueldade com ela ? Porque ha tantas pessoas ruins vivendo nesse mundo? Como essa pessoa teve coragem de atirar em um ser indefeso, ela foi a cachorra mais dócil e amorosa que já tive não to suportando essa dor, não sei o que fazer pra acabar com isso, minha mãe me disse pra adotar outro cãozinho mas minha dor é tanta que nem consigo sentir vontade de ter outro por medo de um dia perder, de sentir essa dor enorme de novo, e por mais que eu um dia ainda adote outro, nunca será igual a minha menininha ...
    Eu amei e ela jamais será esquecida deixo aqui a minha Homenagem a Katita minha eterna filha de quatro patas .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luci Pereira01/01/2016 00:31

      Quanta tristeza, amiga. Compartilho com você, pois agora, nos primeiros minutos do ano que inicia, estou aqui, porque não consigo esquecer da minha amadinha Penny, que já faz seis meses que partiu, nada se compara ao amor que tenho por ela. Odeio a violência e o descaso com os animaizinhos nesse mundo cruel. Você deve denunciar esse vizinho, pois o que ele fez é crime, existem leis para quem maltrata animais, e ele deve pagar pelo que fez. Meus sentimentos, e não deixe que o sacrificio de sua Katita seja em vão.

      Excluir
  94. Ontem perdi meu gatinho Tung de 14 meses, foi atacado por cães. Dói demais, tentamos salvá-los, não conseguimos. Estamos arrasados. Sinto muitas saudades, e só lembro dos últimos minutos da vida dele... Penso no que ele passou, do sofrimento e que não pude salvá-lo!!! Uma tristeza enorme! Não consigo parar de chorar, e de me culpar! Saudades do Tung, gatinho fofo, dócil.....

    ResponderExcluir
  95. Ontem perdi meu gatinho Tung de 14 meses, foi atacado por cães. Dói demais, tentamos salvá-los, não conseguimos. Estamos arrasados. Sinto muitas saudades, e só lembro dos últimos minutos da vida dele... Penso no que ele passou, do sofrimento e que não pude salvá-lo!!! Uma tristeza enorme! Não consigo parar de chorar, e de me culpar! Saudades do Tung, gatinho fofo, dócil.....

    ResponderExcluir
  96. Meu passarinho Tico Tico morreu :(

    ResponderExcluir
  97. Minha filha amada, gatinha linda da mamãe, PÉROLA..... VC foi o presente mais precioso que Deus me deu, as pessoas pensavam que eu cuidava de você, mais na realidade minha filha , era você qum cuidava de mim.
    Esses 5 dias tem sido de grande tristeza e depressão, depois que meu pai morreu VC veio como um anjo do céu pra mim, me trazendo forças para continuar, e agora sem você, não sei mais como viver; não consigo comer, dormir e estou a base de tranquilizantes para aplacar minha dor!!
    Te amo tanto, minha jóia rara, e não sei se é possível, VC me ver e me entender da onde VC está, mais se for eu espero que meu pai e o próprio Deus estejam cuidando de VC...
    Sei que todas as pessoas aqui presentes estão a compartilhar da mesma dor que eu e se alguém souber como aplacar essa dor me ensine, pois sinto que não consiguirei viver sem VC minha filha!
    Que Deus tenha misericórdia de mim e me auxilie nesse momento tão difícil....
    AMOR ETERNO PÉROLA E SAUDADES ENQUANTO EU VIVER!!!!
    TE AMOOOOOOO.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Francine!

      Sinto muito pela sua dor e sei como é.
      Veja a minha postagem dia 10/07/15.
      O meu gato Romeu se foi dia 09/07/15.
      Vou te dizer uma coisa... A dor foi muito grande e ainda dói... só o tempo diminui um pouco tamanha dor e fica a saudade... Mas sei que aonde eles estiverem eles querem que estejamos bem... mesmo com tamanha dor que senti fui atrás de outros bichinhos para dar o meu amor.
      Hoje tenho a Mimi e o Mingau. São lindos. Eles nunca vão substituir o Romeu, mas sei que o amor que tenho para dar está sendo dado para outros que estão precisando desse amor que só nós sabemos como é...
      Torço por você e espero que um dia você possa dar esse amor para outro bichinho que com certeza está por ai precisando, nunca em substituição ao que se foi, mas pela nobreza que temos de retribuir o amor que nos é dado por eles.

      Fica com Deus!

      Excluir
  98. Oieu sou a.daniela! A tres anos perdi meu salsichinha o nome dele era marcinho!!! Eu o amva muito!! E via nos olhos dele o amor q ele.tbm tinha por mim!!!! Ja a açgum tempo fui diagnosticada com cindrome do panico!!! Tomo muitos remedios!!! Mas ainda sinto muito a fauta dele!!! O medico me falou q eu devo arrumar um novo filhote de salsichinha!!! E por isto estou aqui pedindo ajuda a quem poder me doar um!!! Pois sofro muito e nao.sei mais o q fazer!!!! Desde ja agradeço.de coraçao quem puder me ajudar a aliviar a dor q sinto em meu coraçao!!!!

    ResponderExcluir
  99. POSFÁCIO DE UMA VIDA

    Kiara entrou abanando o rabinho cotó em nossas vidas em novembro de 1999. Passamos quase todos os dias juntas, até o dia em que ela deu seu último suspiro, em maio de 2016. Ainda passamos e passaremos todos os dias de nossas vidas com ela.
    Kiara foi uma completa surpresa. Não esperávamos sermos mudadas constitucionalmente por um cachorro. Em pouco tempo, sentíamos prazer simplesmente por estarmos em sua companhia e orgulhosas de suas ações. Era espirituosa, impaciente, determinada e charmosa - tudo isso em uma pequena bola branca de pelos. Era segura em suas opiniões (não suportava rodinhas de skate, patins, patinetes e coisas do gênero) e, no entanto, era aberta a novas experiências (como quando, em um acampamento rural, ela descobriu existir uns "cães" diferentes, na forma de bois e vacas). Era efusiva; leal; muito divertida, valente, companheira e adorava uma bolinha do tipo pula-pula.
    Achamos que todo dono de cachorro concorda conosco, acreditamos, sobre a natureza especial de seu cão. A razão nos diz que todo mundo deve estar errado: por definição, nem todo cão pode ser especial - senão, o especial se torna comum. Porém, é a razão que está errada: o que é especial é a história de vida que cada dono de cão constrói com seu animal e descobre sobre ele e sobre si mesmo.
    Quando Kiara estava perto do fim de sua vida, inegavelmente velha, ela perdeu peso, o focinho ficou grisalho, às vezes diminuía o passo até parar de andar para sorver ar. Vimos sua frustração, resignação, os impulsos perseguidos ou abandonados; vimos suas considerações, seu controle e sua tranquilidade.
    Mas quando olhávamos para seu rosto e dentro de seus olhos, ela era novamente uma filhote. Vimos vislumbres daquela bolinha branca peluda que cabia na palma da mão, sair de onde nascera e desde então caminhar milhares de quilômetros de vida ao nosso lado, nos ensinando que o contentamento pode ser - e, realmente, é - uma coisa muito simples.
    O amor não é capaz de evitar a partida, mas é capaz de manter as lembranças, que, mesmo depois de muito tempo, trazem um sorriso bonito de um tempo bonito que permanece.
    Um beijo no focinho da Kiara (nossa eterna Riponchinha).
    Rita de Cássia & Fabíola + seus irmãos: Brisa, Bradock, Pitoco Thomé, Hebe Marie e JLo.
    Curitiba/PR

    ResponderExcluir
  100. Minha anjinha de 4 patas Luna, morreu a 1 mês e 12 dias, a dor e grande, saber que a quela linda cadelinha que passou 6 aninhos com migo nao estara mais aqui deste o dia que ela faleceu eu choro. queria muito que ela estive-se aqui, queria muito ve-la novamente, ficou um vazio enorme em meu coraçao, mas rezo todo dia para que ela esteja em um lugar lindo, alegre feliz, e que ela nao esteja mais sentido dor, que ela possa me ver aqui e saber que sempre a amei e sempre vou ama-la.Te Amoo minha bebe,quero um dia poder te reencontra, eterna Luna anjinha linda ♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  101. Achei a minha pequena Janie na rua da minha casa. Uma vez a vi dormindo no motor do meu carro...e um dia chegando com minha família em casa de noite, a chamei, e logo ela se aproximou, dócil e mansinha. A peguei no colo, todos gostaram dela, e a levei p minha casa. Foi amor a primeira vista. Devia ter uns 4 meses. Linda, de pêlos fofos e fartos, olhos azuis e um jeitinho mais que especial. Minha gatinha tornou meus dias mais felizes, e no mesmo dia q fiz uma postagem demonstrando meu amor por ela, ela sumiu... Foram 5 dias de busca e de uma espera angustiante, quando duas pessoas da vizinhança disse q no dia seguinte de seu sumiço haviam visto uma gatinha morta, atropelada, perto da esquina da minha casa. A moça da casa em frente onde aconteceu a recolheu, por isso não vimos...Deus nos poupou dessa cena trágica..Minha pititinha ficou conosco por apenas 2 meses e meio. Hj faz 9 dias que estou sem ela...A saudade é imensa, a dor não tem como medir...Esse tempo q passamos juntos já formou um vínculo mto forte e um amor enorme. Sinto falta dela em todos os cantos da casa...As vezes acho pelinhos dela em minhas roupas...Foi uma perda precoce e brusca, sem que vivêssemos tudo que tinhamos para viver... Mas acredito que se for da vontade de Deus, com sua imensa bondade, um dia nos encontraremos de novo. Que Ele console cada um de nós, Amém!

    ResponderExcluir
  102. Eu e meu marido perdemos a Piaf faz 2 dias... e eu estou aqui escrevendo na tentativa de acreditar que isso aconteceu. Ela só tinha 5 meses, mas a convivência era tão intensa, meu marido desempregado e eu trabalhava em casa, que parece que foram anos e anos ao lado dela. Era minha família, eu meu marido e a pipi. Dormíamos juntos, ficavamos juntos todo tempo. Não deixavamos ela sozinha nunca. Certo dia ela foi pra casa da minha sogra e lá encontrou um veneno de rato. Minha pipi se foi em pouco tempo, mas me identifico com muitas histórias de animais que se foram depois de muitos anos. Agora nossa vida está vazia, sem chão, estamos nos sentindo perdidos, estranhos. Não pude voltar pro meu apartamento e estou planejando me mudar de lá porque as lembranças são muito fortes, é insuportável.
    Tenho impressão que a dor será eterna, minha vida mudou completamente quando ela apareceu, e agora que ela se foi, tudo está de cabeça para baixo. revolta, dor, confusão. Saudade virou um nome pesado, que esmaga. Saudade é nó na garganta, aperto no peito. Cada história dessas é uma dor diferente, por mais que todas sejam intensas. A morte desses animais nunca é justa.

    ResponderExcluir
  103. Hoje minha Sophia partiu, deu seu último suspiro no meu colo só Deus sabe a dor que estou sentindo ela era a luz da minha casa, todos os dias ela ficava na janela me esperando era bagunceira e atrevida como eu a amava, tem pessoas que dizem que gatos não amam seus donos mas a Sophia me tinha o mais puro e verdadeiro amor.
    A saudade tá dilacerando meu peito minha vira lata amada eu tô sofrendo tanto, como eu te amo meus dias não serão os mesmos sem a sua presença.
    Té levarei para sempre na memória e no meu coração todo o tempo que passamos juntas foi pouco e espero que estejas bem e feliz meu anjo..pois meu único desejo era cuidar de ti até ficar velhinha..
    Até no banho ela ia junto comigo..a todos que perderam seu pet, força e fé pra suportar tamanha dor..estamos juntos

    ResponderExcluir
  104. Minha amada gatinha MEL, foi resgatada filhote de uma ninhada em cima do forro da casa da minha mãe, sempre fui muito apaixonada por gatos, mas fazia uns dez anos que não tinha pois ficava o dia todo fora de casa e tinha pena de deixa-los sozinhos. Quando a vi me apaixonei no ato e resolvi leva-la para casa. O amor dedicado a ela era incondicional, assim como o dela para comigo. Muito serelepe, alegre, amorosa e linda! Quando por irônia do destino descobrimos uma profunda anêmia que poderia ser em decorrência de uma leucemia, não deu tempo de descobrir, na noite de sábado dia da abertura das olimpiadas do Rio, começou a passar muito mal, já não comia mais sozinha e não levantava mais nem a cabecinha, chamei meu veterinário desesperada no qual me falou que já estava entrando em coma, então sentindo a pior dor que uma pessoa pode ter autorizei levá-la para que lhe desse uma anestesia para tirar seu sofrimento. Hoje não consigo me conformar com sua partida tão precoce, não quero mais ficar em casa, no qual todos os dias me esperava chegar do trabalho com a barriguinha para cima. Seus pelos estão em todas as minhas roupas, sofá, cama. sua imagem em todos os lugares da casa, a noite sinto o vazio na cama onde dormia no vão da minha perna, seus olhinhos me perseguem o dia todo...Aí meu Deus me ajuda não consigo viver sem ela...Essa noite ouvi seu miado como sempre fazia conversando comigo e deitando em minha cama, assim que levantei achei uma unha dela em minha janela onde sempre ficava e desabei...Nada me conforta durmo chorando e acordo chorando, nada consegue arrancar essa dor...Mel era meu amor, minha querida, dava leveza aos meus dias...E agora acabou a alegria dos meus dias!!! Sei que um dia haverei de entender porque foi tirada de mim, quem sabe é só DEUS e perguntarei á ELE porquê!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei exatamente oq está sentindo pq com meu Tom foi a mesma coisa. Ele tb começou a passar mal no começo das Olimpíadas e se foi rapidamente. Fruto de uma anemia avassaladora. Minha cama está cheia de pêlos do bolotinha. Ficou deitado nela esses dias todos. Meu coração foi roubado de mim! Já marquei um médico pq não vou conseguir superar esse luto sozinha. Dói muiitooo..

      Excluir
    2. Sei exatamente oq está sentindo pq com meu Tom foi a mesma coisa. Ele tb começou a passar mal no começo das Olimpíadas e se foi rapidamente. Fruto de uma anemia avassaladora. Minha cama está cheia de pêlos do bolotinha. Ficou deitado nela esses dias todos. Meu coração foi roubado de mim! Já marquei um médico pq não vou conseguir superar esse luto sozinha. Dói muiitooo..

      Excluir
  105. Meu pequeno me deixou essa noite. Morreu em casa depois de uma semana de sofrimento. Patinhas, remedio na seringa, carinho, colo, coração com coração. A dor está dilacerante e as pessoas não compreendem. Acham que é muito chilique. Ele era especial por isso coloquei o nome de Ton Ton de Tonto. Foi um ano e quatro meses de muita alegria. Amor incondicional! Não sei oq fazer pq me sinto culpada e importante diante da morte dele. Queria ter feito mais.. queria ter tido tempo para ajudá-lo com mais opções de tratamento. Estou apática e em choque pq foi muito rápido! Ele era meu anjo, amigo, companheiro e protetor. Todos da familia o amavam. Tios, primos e sobrinhos vinham visita-lo sempre! Está doendo muito mesmo. E minha gata tb chora com saudades do amigo que se foi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Todos nós ficamos assim apáticos, em choque.
      Eu mesmo, perdi o chão por dias. Pode apostar, você fez tudo oque podia. Eu também pensava assim...que deveria ter feito mais pela minha gatinha que morreu devido a uma insuficiência renal.

      Com o tempo, espero que você consiga aplacar essa tristeza e que ela se converta em uma feliz lembrança.

      Força a você.!

      Edu

      Excluir
  106. olá amigos amantes do animais. venho aqui porque não aguento mais de tanta dor e saudade do meu cachorro o nome dele era neguinho um filho para mim não estou mais sentindo alegria em nada de pois que ele morreu de uma parada cardio respiratória fiz tudo o que eu podia para tentar salva-lo mais não deu. me sinto culpado por não ter salvado o meu filhinho.
    só uma observação levei ele em um veterinario que não nos a atendeu com humanidade sinto que foi porque ele era um vila lata. e ele pensou que não tinha-mos dinheiro para paga-lo. ainda gastei 300,00 reais lá mais depois não voltei lá fui em outra veterinaria essa sim é uma veterinaria de verdade nos auxiliou e nos encaminhou para fazer um exame no coração dele mais já era tarde.sinto tanta saudade do meu cachorro que chega a doer no peito meu Deus me conforta por favor,,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo sua dor. Faz uma semana que meu Ton se foi e ainda dói muito! Não pense que ele foi descartado por ser um vira lata. É que simplesmente existem veterinários que não sei pq escolheram essa profissão. Muitos se tornando com as petshop verdadeiros "comerciantes". Meu Tom tb foi tratado com verdadeiro descaso e erros que nem acredito. Tudo podia ter sido completamente diferente. Infelizmente a Dr. Fabiana, veterinária humana e que nos socorreu, não teve tempo suficiente para ajudá-lo. Mas já está tratando de sua irmã com todo carinho e profissionalismo.
      A dor vai ser grande pq o seu amor por ele era imenso. Mas rogo a Deus que assim como Ele tem feito comigo, que a cada dia diminua sua tristeza e te dê forças para seguir adiante!

      Anna

      Excluir
  107. no dia 16 de agosto levei minha neguinha para o matadouro. Minha bebe vinha sofrendo com uma doenca que me disseram que era fungica. Tratei por uns 3 meses. Mad dava tumor e ela operou 3 vezes o tumor crecia muito rapido. Conclusao utimo vto que levei disse que ela tava com cancer. Enternei nun dia morreu no outro. Minha dor nao esta me deixando raciocinar. Estou com vontade de ir embora deixar ate meu marido. To sofrendo muito. Se alguem puder me ajudar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lena eu também estou sofrendo muito meu cachorrinho foi operado pela segunda vez de um caroço que crescia muito rápido,meu cachorrinho ficou internado 2 dias e morreu de parada cardiaca pois ele nao parava de vomitar ,me sinto tao culpada,por ter levado ele para fazer essa cirurgia.A dor está muito grande ele faleceu hoje dia 25/08/2016.O nome dele era Duque tinha 13 anos.

      Excluir
  108. Gente, eu conheço muito bem essa dor... é imensurável.

    Mas a única coisa que posso afirmar é que só o tempo será seu remédio...

    No meu caso, perdi minha BRANCA, em 28/04/2014, atropelada; ela estava vendendo saúde. A dor foi indescritível e não passava nem diminuía; eu chorava em sua sepultura pedindo apenas que o tempo passasse mais rápido.

    Meu marido fazia textos para ela quase todos os dias e chorávamos muito.

    Até que uns cinco meses depois, fiquei sabendo que meu marido a havia confundido, uns três ou quatro anos antes, com um cão de rua, próximo do local onde a havíamos pegado.

    Ao saber da existência de um outro animal abandonado, igual a nossa BRANCA, cismei que pudesse ser seu irmão e não tive dúvida, viajei com meu marido para aquele local, batemos de porta em porta, indagando sobre o referido animal, e apareceu uma senhora informando que, realmente, havia um animal com aquelas características naquela localidade, que encontrava-se morrendo, em um terreno baldio, cheio de entulhos de obra e lixos diversos. Pedi para conhecer o animal e quando lá cheguei, ele era, realmente, idêntico à minha BRANCA, só que era macho; tinha um olho furado, a perna rasgada, com o osso exposto e vários dentes quebrados, cheio de pulgas enormes e carrapatos, e não reagia mais, estava morrendo.

    Não tive dúvida, apesar do espanto da Senhora que me conduziu até aquele local, peguei-o, levei-o comigo, higienizei-o, levei ao Veterinário e iniciei um tratamento intensivo que me obrigou a ficar naquela localidade durante uns trinta dias até que ele se restabelecesse o suficiente para trazê-lo para o Rio, continuando com o tratamento que só foi completado, agora, há cerca de seis meses atrás.

    A partir do momento em que abracei o meu BRANCO,em outubro de 2014, meu sofrimento começou a ser amenizado.

    Percebi que a morte da BRANCA me conduziu a salvar o BRANCO.

    A energia que despendi para tentar salvá-lo, aliviou muito
    o meu sofrimento pela morte da BRANCA.

    Pode parecer insano, mas a chegada do BRANCO,ressuscitou a BRANCA.

    E sou muito agradecida por ele nos ter salvado do desespero.

    O bem maior foi ele quem nos causou e não nós a ele.

    Ele é muito amado, assim como ela continua sendo amada, mas aquele desespero da perda foi muito amenizado.

    No endereço eletrônico a seguir, tem um dos textos que retrata o quanto sentimos a perda da nossa amadíssima cadela “BRANCA”, resgatada da rua, que, durante cinco anos e meio, nos ensinou o que é amor e amar, que tentei anexar aqui, mas não foi permitido, por conta da quantidade de caracteres:

    https://defensoresdosanimais.wordpress.com/salvei-um-animal/fatima-e-flavio-santos-2/

    No referido site contém algumas fotos da nossa BRANCA:

    Fátima e Flávio Santos






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas que amam os animais, são pessoas boas, abençoadas, parabens pela sua atitude, se existissem mais pessoas boas como vc, com certeza minha gatinha branca de 17 anos estaria viva, e não sido atropelada por maldade como foi ontem! Deus te abençoe.

      Excluir
  109. Hoje meu coração parece que vai parar de tanta dor. Entrei em casa agora e procurei pelo meu bolotinha. Estamos nós duas (eu e a irmãzinha dele) olhando uma para cara da outra, eu aos prantos e ela miando procurando por ele. Como dói!!!!

    ResponderExcluir
  110. Não tem nada pior que perder um animalzinho que amamos, estou muito triste com um nó na garganta, tinha uma gatinha branca que já tinha mais de 16 anos, tão carinhosa, mamava no braço, sempre queria colo, ela dormia encima do meu carro, sempre que eu descia ela pulava do carro, já sabendo que eu ia sair, sempre que chegava ela me esperava no portão, era muito mansa e todos acariciavam ela na rua, ontem minha mãe entrou chorando dizendo atropelaram a branquinha, e disse ela ta se mexendo, me deu um choque tão forte, não queria sair olhar, ela tava no meio da rua esticada, dois meninos vizinhos a pedido de minha mãe colocou ela na caixa de papelão e colocaram na minha garagem, então respirei fundo e fui olhar, o narizinho dela sangrando, a babinha dela que sempre deixava no meu braço mamando escorrendo da boquinha, aquilo me fez desbarrancar, enterrei ela no meu quintal e como a amiga acima disse, a vontade hoje é de desenterrar ela, hoje sai com o carro olhei onde ela dormia e ja acordava descendo quando eu ia sair, não consegui sair de casa, a dor foi muito forte, quero vender até o carro por isso, o pior que a minha rua é 40 km por hora, a vizinha disse que o infeliz desceu a 100, muito rapido e nem se quer parou, as vezes até viu a gata e passou por maldade encima, Deus é justo e sabe sempre o que faz, mas é tão dificil acreditar que ela se foi...

    ResponderExcluir
  111. Perdi vários animais de estimação, todas as mortes me abalaram muito e choro até hoje, depois de bem mais de um ano... Minha cadela Cristal ficou comigo por seis anos. Ela era muito especial, sem dúvida o animal que mais fui apegada. Mas hoje morreu um filhotinho de sabiá que eu estava cuidando desde Domingo. Ele caiu da árvore com ninho e tudo. Liguei para a guarda florestal, mas fizeram pouco caso por não ser uma espécie mais importante.
    O pobrezinho era bem pequeno, recém nascido ainda. Mal tinha penas. Acho que o matei com muita comida... Nunca havia cuidado de um pássaro antes. Mas tentei de tudo... Cuidei com todo carinho e tinha certeza que ele sobreviveria, mas não foi bem assim...
    Agora tô sentindo uma dor no peito imensa, como se alguém tivesse arrancado meu coração fora. Só peço pra Deus me dar forças... Porque não aguento mais perder tudo que amo.

    ResponderExcluir
  112. atropelaram meu gato, não sei quem foi, mas se uma pessoa que atropelou um gato não levou ele pro socorro deixou ele no asfalto morrer... pense poderia ser o meu, poderia ser o seu, poderia ser de qualquer pessoa que esta sofrendo muito por não achar o seu gato que não voltou nunca mais. A pessoa se desespera e fica 3 dias esperando o gato voltar, 3 dias de dor e tristeza. Derrepende resolve sair para procurar e descobre que seu gatinho foi atropelado. PARA COM ISSO TENHA A MINIMA CONSCIÊNCIA E LEVE ELE NO VETERINÁRIO, NÃO SABE DIRIGIR, NÃO SABE USAR O FREIO, NÃO SABE TER CONSCIÊNCIA NO TRANSITO pq esta dentro desse carro então? pense na dor das pessoas perder um gato um bichinho tão amado... pensar que sexta ele tava no meu colo e sábado no colo de Deus T-T

    ResponderExcluir
  113. Pessoal, estou arrasada. Perdi minha gatinha Tchuca no último sábado. Não aguento chegar em casa e saber que ela não estará me esperando. As vezes me pego chamando ela e choro dia e noite de saudades.
    Não sei o que fazer.

    ResponderExcluir
  114. No dia 11 de outubro perdi minha cachorrinha chamada juli do geito mais triste que se possa pensar .Sou divorciado minhas filhas moram com a mãe. A mãe delas não gosta de bicho nenhum agoara eu sempre gostei foi por esse sentimento que consegui os dois irmaozinhos duas bolas de pêlos que mudaram minha vida .Julie eo dyeque .mas nos tambem tinhamos uma pastor canadense chamada raica que a pedido das meninas veio para nosso lar .o tempo foi passando os pequenos creceram e meu amor por eles tambem em especial a julie pois era muito meiga carinhosa e manhosa comigo não podia me ver que pedia colo e gostava de ver tv tambem .Era minha companheira nas horas de solidão era uma filha mimada .Entao sempre foram criados juntos os 3 a raica sempre calma e carinhosa tambem mas.No dia 11de outubro não sei o deu na raica que ela seifou da minha vida a julie atacou ela e a matou com crueldade sendo que a julie não chegava nem perto dela de medo .para mim foi um choque grande desde então não consigo dormi direito choro muito e me sinto culpado pois se eu estivesse em casa teria salvado ela .foi minha companheira que a encontrou morta eu estava viajando sou motorista .foi um ato de pura maldade sem explicação fecho os olhos e penso o tanto que ela sofreu e gritou pedindo ajuda e eu não estava quando ela mais precisou. A raiva que a raica estava dela era tão grande que quando meu primo foi tira-la de casa ela ainda tentou atacar a Julie ja morta no chão. Não deixaram eu ver ela morta mas ta doendo tanto aqui dentro do meu peito que não sei mas o que fazer .Choro de raiva me sinto culpado .sinto tanto a falta da Julie não sei mas p que fazer doe doe muito sabendo que eu poderia ter evitado essa tragedia me ajudem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigo
      o sentimento de culpa é forte e eu compreendo bem, pois, me sentiria assim também. Mas, vamos entender o que será que Raica sentiu e provocou esta tragédia? Só vc. poderá nos contar. Como era o relacionamento dela com as outros dois? A Raica que foi a primeira se sentiu preterida e algum momento ela deve ter começado a nutrir um sentimento negativo por Julie e na primeira oportunidade, explodiu seu sentimento. Ela culpou Julie, mas, na verdade, deveria ter culpado vc. Mas, como fazer isto se ela amava vc. né mesmo? como ela iria agredir vc. que a preteriu no lugar de Julie? Hoje vc. chora, mas, Raica deve estar se sentindo confusa. Por que ela foi tirada de csa? foi levada para onde? qual foi o final dela? Conta p´ra gente.....

      Excluir

Agradecemos seu comentário, porem, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.