28/09/2012

A história da cadela Lilica me doi o coração


Desde que li esta notícia, há uns dias, me deu um aperto no coração....

- primeiro por ela andar 2 km (pesquisei e é a metade da praia de Copacabana aqui no RJ) e se for ida e volta são 4km (a praia inteira).... Considero isto longe demais, pois, ainda por cima vem carregando o peso da comida....
 - segundo por ela estar exposta aos perigos de uma via cheia de carros p´ra lá e p´ra cá.... 
-  terceiro porque ela serviu como matéria em um programa de TV que tem como garantir a comida dos cachorros de lá até o fim da morte de todos... eu não ouvi nada a respeito.... castração da Lilica urgente, pois, as tetas enormes dizem que ela já pariu inúmeras vezes...

Sinceramente? posso falar? sinto uma dó enorme e me faz muito mal vê-la tão generosa e tão exposta. Preferia guardá-la como desejo, um dia poder guardar minha rolinha pernetinha... Desculpem, mas, meu instinto de proteção é meio desaforado e forte demais. Vejam aí a matéria...


Mais você - Rede Globo - 27/09/12

35 comentários:

  1. Sheila, essa história é um exemplo pra mim. Não vejo como você, acho que a Lilica está bem tratada e os outros bichinhos todos da senhora também estão muito bem. Que precisam ser castrados, não há dúvidas. Quanto aos dois km, não é tanto assim, ela está acostumada e é uma cachorrinha muito inteligente pra se meter em perigos e encrencas. Tem uma vida feliz com certeza, igual a tua mana rolinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente!!! Uma história linda, uma história para pensar e refletir, a Lilica é uma anjo enviado para tomar conta dos outros e mesmo que morresse (o que eu duvido pois cães assim são muito inteligentes e atravessam as ruas melhores do que nós) ela teria cumprido sua missão coisa que muito ser humano não tem a oportunidade de fazer.
      A Lilica é linda e a professora Lúcia outro anjo, pois além de seus tantos animais ainda se preocupou com outros quem a princípio ela nem conhecia.
      É um encontro de almas puras e evoluídas, só fico feliz em conhece uma história assim, e me faz acreditar que o mundo ainda tem salvação!!!!

      Excluir
  2. O cão tem condições de andar essa distância, aliás nós, para não sermos sedentários precisaríamos andar o dobro por dia, o que raramente acontece, no meu caso eu diria nunca... Mas,o animal solto pelas ruas, sem seu responsável, sempre corre riscos. Realmente, cabería saber se ela e os animais que ajuda a alimentar são castrados. Creio que o programa poderia fazer esse trabalho, o que seria uma ótima campanha para a posse responsável. Ajudar pessoas que se dispõem a socorrer tantos animais é uma marca de cidadania. E um animal que se dispõe a dividir sua comida com outros é mais uma prova de que compaixão existe em outras espécies.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ontem assisti a uma reportagem no fantástico de um senhor em Miami que corre 12 km todos os dias há 30 anos. Hj ele tem 65 anos e é mais forte do que muitos com 30.

      Excluir
  3. Exatamente. Pensei o mesmo, fiquei me sentido mal e até comentei sobre alguém próximo poder castrá-la e vaciná-la, no face.

    ResponderExcluir
  4. Tem como as pessoas ajudarem a castrar e vacinar, pelo menos isso???

    ResponderExcluir
  5. os protetores de\São Carlos deveriam ajudá-la com alimentos para evitar esta árdua caminhada.

    ResponderExcluir
  6. Anonimo (13:34) bem pensado. Será que não há 1 só amigo-Protetor que possa doar alimentos e evitar que a Lilica vague à noite, com risco de acidentar-se?
    E Sheila,concordo contigo. A cadelinha poderia ter sua vida melhorada com a ajuda do Programa da Ana Maria Braga, pelo menos com castração e vacinas para todos os animais.
    Duvi-d-o-do que ela não consiga uma empresa de ração para fazer tal benesse.

    ResponderExcluir
  7. se eu fizesse pte de uma ong, com certeza eu ajudaria lilica a não andar tanto correndo perigo, daria alimentos e vacinação e castração prá tds. Esse é um exemplo para aqueles que se dizem humanos. te amo lilica, que Deus te proteja e a tds. os amiguinhos de 4 patas.

    ResponderExcluir
  8. Vamos descobrir onde é e fazer uma campanha de castração?

    ResponderExcluir
  9. Lilica é um exemplo de solidariedade e compaixão pelo próximo, nos deveríamos aprender com ela. Quanto a castração seria muito bem vinda, pois assim evitaria de mais animais nas ruas. E o percurso que ela faz, quanto a distância não tem problema o que fico preocupada são os carros que passam tão perto dela. E também acho que é muito cômodo a emissora fazer a matéria, jogar no ar para que os protetores tomem conta do caso. Acho sim que seria de imensa bondade desta emissora acolhe-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. em nenhum momento Ana Maria pede ajuda de ONGs, ela somente mostrou uma história e quem for inteligente entende o conteúdo!!!!

      Excluir
  10. Me pareceu ser um animal feliz...a caminhada não é longa como disseram, mas acredito q. os perigos existem sim, como para todos nós q. saimos de casa todos os dias..penso q. a moça q. cuida dos animais precisa de assistencia sim , para tudo, não só castração... agora o exemplo foi magnífico..emociona.

    ResponderExcluir
  11. Linda reportagem.
    Que os céus protejam e guardem a bichinha de todo mal e perigo.

    ResponderExcluir
  12. VAMOS MANDAR EMAIL PRO PROGRAMA SUGERINDO QUE ELES FAÇAM UMA CAMPANHA PRA AJUDAR A CACHORRINHA E TODA SUA FAMILIA...

    SERÁ? ...

    ResponderExcluir
  13. Carla Bianca28/09/2012 17:59

    Sheila por favor,
    nos deixe informados sobre essa cachorrinha e sua familia,
    por ter passado na televisão, pelo menos divulgada, e devem
    aparecer pessoas pra ajudar... assim espero.

    a situação dela não pode continuar assim!

    obrigada

    ResponderExcluir
  14. Fádua - POA28/09/2012 18:33

    Que ato mais lindo, Senhor.... impossível nao se emocionar. Criaturas amadas, que Deus a abençoe e a seus irmãozinhos.

    ResponderExcluir
  15. Parece que as pessoas não entendem! Não é só a preocupação com a comida, a castração e as vacinas - que devem existir, também. É com o risco que esse bichinho corre todos os dias vagando pela estrada, podendo ser atropelada, maltratada, envenenada ou qualquer outra maldade, que, como sabemos vem de formas diversas.

    ResponderExcluir
  16. Parece que as pessoas não entendem! Não é só a preocupação com a comida, a castração e as vacinas - que devem existir, também. É com o risco que esse bichinho corre todos os dias vagando pela estrada, podendo ser atropelada, maltratada, envenenada ou qualquer outra maldade, que, como sabemos vem de formas diversas.

    ResponderExcluir
  17. carolina santos28/09/2012 22:22

    Esta Ana Maria é caixinha de surpresa, um dia passa materia sobre peeling tendo como materia prima veneno de cobra , fezes de passaros e caramujo dai para rebater o uso de animais ela apresenta a materia da pobre cadela que corre risco de ser atropelada para em ir em busca de comida. Ela deveria era fazer uma campanha para que algum veterinario castrasse a Lilica ou então quem sabe para subir algum ponto no IBOPE ela mesmo pagar a castraçao e ajudar a proprietaria da Lilica por no minimo um ano com alimentos para as pessoas e para os cães que la vivem em situação precaria. Mas nao vamos nos iludir e vamos arregassar as mangas e entrar em contato com algum protetor em Sao Carlos que se disponha a levar a algum veterinario e castrar a Lilica e fazer campanha para doaçao de raçao para a Lilica. Eu moro em Santa Catarina e me disponho a ajudar a pagar a castraçao e doar durante 6 meses raçao. So algum protetor de Sao Carlos entrar em contato comigo. Santos-cj2010@bol.com.br

    ResponderExcluir
  18. Já que a Ana Maria Braga gasta com tanta coisa superflua, pq não faz uma caridade e ajuda essa cachorrinha que por sinal deu audiência no programa dela? Mostrar só não adianta. Ela poderia muito bem mandar castrar
    e fornecer uma quantidade de ração por mes, garanto que não faria
    nenhuma falta para ela o que fosse gastar com essa ajuda.

    ResponderExcluir
  19. Acho que alguém poderia patrocinar alimento pra esses animaizinhos la no local pra evitar que essa brava cadelinha tenha que se expor aos perigos da noite...

    ResponderExcluir
  20. A história é muito bonita mesmo, as imagens tb, o que me preocupou e muito foi o local por onde a cachorra passa, é muito perigoso de ser atropelada, a distância tb é cruel, a bichinha levar o peso nos dentes e quando ela ficar mais velha hein? Eu achei bonito, mas me causou muita preocupação, tomara que alguém ajude ela e a familia.

    ResponderExcluir
  21. O negócio é escrever para o programa cumprimentando pela matéria e sugerindo ir além. Primeiro, seria interessante saber como a Lilica descobriu a casa onde poderia ser alimentada. E depois, seria bom providenciarem a castração dos animais e a comida. Poderiam ver ainda por que a Lilica tem de buscar comida fora? Não há comida no Ferro velho? E os humanos ali, será que também passam fome? Seria bom ver a situação deles, ajudá-los também. Eles cuidam de outros animais.

    ResponderExcluir
  22. Sim, vamos escrever para o programa, quanto mais gente escrever melhor!

    Com certeza toda essa família precisa e merece ser ajudada.

    São pessoas de bom coração, que assim como a Lilica, dividem o pouco que tem com os amigos que ama.

    ResponderExcluir
  23. Fiquei muito emocionada com essa reportagem, se eu morasse perto, adotaria Lilica, amo animais e já adotei dois em situações parecidas...gostaria muito de saber se isso aconteceu, se alguém a adotou, aguardo notícias, grata.

    ResponderExcluir
  24. Conceição01/10/2012 11:17

    Retrato da miséria, triste história da Lilica.
    O animal anda 02 Km com muita facilidade, mas não em uma rodovia movimentada e sem iluminação.Existe alguma ONG ou CCZ em São Carlos que poderiam ao menos castrar os animais.Poderiam sugerir a dona Neide que ligasse as trompas para não colocar mais filhos nesse mundo e a miséria ficará ainda pior.

    ResponderExcluir
  25. Também tenho muita pena dessa cachorrinha.
    Alguém devia fazer alguma coisa,prá tira-la desse perigo.

    ResponderExcluir
  26. Concordo plenamente!!! Uma história linda, uma história para pensar e refletir.
    A Lilica é uma anjo enviado para tomar conta dos outros e mesmo que morresse (o que eu duvido pois cães assim são muito inteligentes e atravessam as ruas melhores do que nós) ela teria cumprido sua missão coisa que muito ser humano não tem a oportunidade de fazer.
    A Lilica é linda e a professora Lúcia outro anjo, pois além de seus tantos animais ainda se preocupou com outros quem a princípio ela nem conhecia.
    É um encontro de almas puras e evoluídas, só fico feliz em conhecer uma história assim, e me faz acreditar que o mundo ainda tem salvação!!!!
    Pensem mais profundamente não fiquem só na superficialidade.
    Grandes pessoas tbm tiveram que dar suas vidas para melhorar a de outras!!!!

    ResponderExcluir
  27. Eu estou emocionado até agora com a Lilica,no reino animal os bichos também evolui,com certeza....

    ResponderExcluir
  28. Gente se emocionar e achar lindo realmente não vai mudar a situação da lilica,tenho três cãezinhos muito bem cuidados que me adotaram,tratados como filhos queridos.
    Quando vi a matéria no globo reporter chorei muito, estou muito longe dela, mas vou acompanhar este caso e espero que pessoas de atitude que moram mais próximo façam alguma coisa por todos lá, inclusive pela humana que a adotou que também parece estar precisando de ajuda.
    Sobre a professora que a alimenta então não tenho palavras. maravilhoso.humana maravilha.

    ResponderExcluir
  29. Sempre tive a certeza que os amimais entendem e se expressam de alguma forma o que passam. Tenho uns animais que recuperei de rua, garalmente os atropelados. E muito gratificante, o olhar de cada um depois de recuperado e de muito amor para comigo. E compensador e da a sensação de dever cumprido. Essa reportagem traz o grito de os animais também tem sentimentos, e que devemos respeita-los. Creio que os governantes passem a criar uma lei em defesa desses animais, que que parem esses abusos e maldades com o mesmo.

    ResponderExcluir
  30. E inexplicável o que essa cadela faz. Issa e a única forma de mostrar para o mundo que os animais tem sentimentos e são muito inteligentes. Tenho uns animais que também tirei das ruas, tiro apenas os machucados e atropelados. Digo que não existe recompensa maior que a gratificação que o animal tem para conosco. E gratificante o amor e o olhar de cada animal depois de recuperado. Creio que um dia os governantes irão reformular a lei de protecao contra maus tratos. E que softa pena adequada para ssses tipos de violências. Que a atitude dessa cadela sirva de exemplo para muitas pessoas, e que a humanidade seja solidaria com essa postura e veja que este e o momento de mudar. Siinara

    ResponderExcluir
  31. li nesse site( http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2012/11/cadela-que-leva-marmita-mantem-rotina-mas-se-esconde-ao-ver-camera.html ) que a Lilica está castrada.

    ResponderExcluir
  32. Pessoal, vamos escrever para o programa, com muitas pessoas escrevendo, esse caso pode repercutir muito e a Lilica não precisará mais expor-se na rodovia perigosíssima que percorre todos os dias.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪