22/08/2012

Mimi se foi... conheça sua marcante e emocionante história....

.
Mimi, como esperado, se foi hoje.... Tivemos uma noite em claro, pois, tinha que mudar a posição dela o tempo todo. 

Pela manhã, Flavinha, uma menina querida que o convênio da Fala Bicho com a Prefeitura do Rio me colocou no caminho, veio vê-la. Ao ir embora, desci para levá-la até o portão da vila. Ao voltar, Mimi havia partido.... quietinha, logo depois de se despedir de quem fez parte de sua história.

Só queria contar que conheci esta cachorra quando fomos realizar um projeto de controle de focos de abandono de animais que existia no Abrigo Cristo Redentor,  unidade municipal destinada a idosos e alguns doentes mentais.  

Valéria, uma interna que aparece nas filmagens abaixo,
vivia escondendo uma filhotona no meio da sua montanha de quinquilharias que acumulava em recantos da Instituição. Ela a escondia porque, anteriormente à nossa chegada, os cachorros que lá viviam abandonados eram recolhidos e iam para o CCZ.

Custamos a adquirir a confiança de Valéria para nos deixar ver a Mimi (nome dado por ela), pois, seu único objetivo era proteger a cachorra. 

Iniciamos o programa recuperando clinicamente todos os cachorros que haviam soltos pela Unidade (uma área muito grande, inclusive com moradia de funcionários), castramos e começamos a treiná-los para que, durante as constantes festinhas que lá eram realizadas para distrair os internos do Abrigo, não fossem mais enxotados.

Dois cachorros se destacaram, Fred e Mimi. Ele, muito preguiçoso e ela super hiper insegura, aceitaram o treinamento na boa. Os dois passaram a ser os destaques das festas e, antes escorraçados, conquistavam a simpatia e bom trato dos funcionários, direção e visitantes da unidade. 

Este trabalho refletia para todos os outros animais. Gatos e pombos, também, começaram a ser aceitos e o programa foi considerado um sucesso sendo noticiado por toda mídia.

Mas, a maldita SEPDA foi inventada para destruir tudo isto. Assim que nomeada, a assessora da nova secretária, ligou para a direção do Abrigo (mudada por causa da eleição de César Maia - 2001), e disse que eu estaria proibida de continuar com este programa e que nem mesmo nossa equipe poderia entrar mais naquelas dependências. 

Que qualidade de pessoas assumiram o destino dos animais aqui no Rio, heim? Pois é... aliás, a mesma assessora fez a mesma coisa numa outra Unidade de saúde, onde estávamos instalando mais um Centro de Castração Municipal, alem, de uma unidade de recuperação de animais domésticos/silvestres e implantação de Zooterapia com cavalos já doados pelo Exército.

Pois bem, com nossa ausência no Abrigo Cristo Redentor, um dos 3 funcionários revoltados pela obrigatoriedade que impomos de convivência pacífica e afetiva com cães e gatos que habitavam o local,  resolveram envenená-los quando o CCZ se negou a ir recolhe-los já que tais animais faziam parte de um programa de reconhecimento até mesmo internacional.

A SUIPA pode confirmar, pois, por ser perto do Abrigo, socorreu muitos deles levados pela voluntária que mantive escondida lá dentro, a Eli, e que pagava com recursos pessoais. Ao saber do massacre, corri lá. Os poucos animais que sobraram, retirei todos NA MARRA e abri uma queixa crime que contarei noutra ocasião para todos comprovarem o que foi, NA REALIDADE,  a criação desta maldita SEPDA aqui no RJ.

Não consegui achar Fred, mas, soube que ele se salvara e a Eli ficou de resgatá-lo. Mimi estava escondida por sua protetora maior: a Valéria. Aliás, a sorte que chegamos ao Abrigo logo em seguida, pois, Valéria teve uma crise que a tirou do ar totalmente devido a ver aqueles vários cães mortos pela Unidade afora.

Achamos Mimi amarrada debaixo de um monte de caixas de papelão e a trouxe para minha casa sã e salva. Poucos meses depois, ela chegou a participar com nossa ONG na Conferência Internacional de Bem-estar Animal da YAHAIO, como nossa zooterapeuta. Nesta Conferência (2001) fui convidada a apresentar nosso programa de governo e nos ofereceram, graciosamente,  um stand enorme para colocarmos nosso trabalho que custava à maldita prefeitura, 8 mil reais/mês.

Por ironia, a Secretária da SEPDA falou na abertura desta Conferência. Por pouco, não gritei para aquela platéia inteira que ela havia sido responsável pela morte de mais de 30 cães e quase 100 gatos, simplesmente, porque se emprenhou pelos ouvidos sobre nossa pessoa e trabalho que foi considerado, internacionalmente, como de primeiríssima ponta. Dei uma entrevista a um canal de TV durante esta Conferência que, em breve, vou colocar no ar.

Esta é a história de Mimi, a sobrevivente deste massacre promovido pela inveja e despeito da Secretária e sua ASSESSORA. Qualquer hora vou começar a nomear porque muita gente é iludida com estas criaturas do demo!!!!!

Vejam o vídeo que fiz desta cachorra maravilhosa que até seus últimos dias trouxe um pouquinho da sua insegurança por ter vivido o mêdo de pontapés de funcionários do Abrigo, os maus-tratos de Valéria para defendê-la e a possibilidade de ser envenenada como seus companheiros foram...

Espero que tenha sido feliz enquanto viveu conosco até seus quase 13 anos de idade.


Este recorte sobre o trabalho que fazíamos no Abrigo Cristo Redentor 
faz parte do vídeo geral que está no nosso curriculum
http://www.ogritodobicho.com/p/fala-bicho.html
(brevemente será atualizado)

52 comentários:

  1. Sheila, nem sei o que escrever para tentar te dar um amparo... Estou tentando, mas sei que tudo que eu escrever vai ser tão pouco, tão pequeno diante da linda história de voces.

    Um beijo no coração e tenha a certeza máxima que a Mimi vai estar presente em cada sorriso que der.

    beijos mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cida de São Caetano do Sul23/08/2012 12:08

      É verdade mesmo, nestas horas não há o que se falar. Só quem passa por isso sabe da tristeza que a partidade desses anjos nos fazem. Fica a saudade e a consciencia tranquila que foi feito tudo o que se podia fazer. Beijo no coração, meu também, Deus te abenções sempre.

      Excluir
  2. Sheila, queria muito poder te dar um carinhoso abraço agora...
    Todos nós temos certeza de que a Mimi foi muito feliz todo este tempo...

    ResponderExcluir
  3. Que cachorra doce, que linda. Descansa em paz, Mimi.

    ResponderExcluir
  4. Não tem adjetivo no dicionário para o trabalho de vocês, vocês são como a mão de Deus agindo para salvar esses anjos indefesos. Parabéns! É uma pena ela ter partido mas com certeza teve uma vida melhor depois que vocês a encontraram.

    ResponderExcluir
  5. ô Sheila...teu coração tem uma resistencia incalculavel de tantos altos e baixos, coragem, luta...Deus te dê tudo que precisas agora pra se restabelecer, querida! bjs!!!

    ResponderExcluir
  6. Que belo trabalho no vídeo. Que você seja iluminada sempre.

    "Chegará o dia em que o homem conhecerá o íntimo dos animais. Nesse dia um crime contra um animal será considerado um crime contra a própria humanidade."

    Um abraço.

    Mauricio

    ResponderExcluir
  7. Porque você não coloca isso no JORNAL do FACE, chega de não sabermos o que se passa. Tô cansada de ver tanta maldade, infelizmente minha pequena ajuda é financeira. Somos enganados pois não estamos a frente de trabalhos como o que você realiza.
    Peço desculpas, por não fazer mais do que vocês precisam.

    ResponderExcluir
  8. Sheila eu tambem perdi uma lina menina que se chamava diana tenho certeza que todos os animais que paratem para um local la no paraiso estão muito bem , pois aqui na terra existe muitas pessoas muito desumanas e ruins que so fazem maldades estas pessoas nao podem esquecer que tudo o que se faz na terra e aqui que Deus faz a sua justiça tenho certeza que tem muitas pessoas como você que ajuda da amor por isto a sua Mimi está muito bem com os seus outros amiguinhos .
    Eu tenho um yuri tem 12 anos uma pinter de 1ano e 2 meses que foi jogada abandonada com 2 meses e uma gata a mel que e acoisa mais fofa que foi abandonada tambem tenho certeza que quando eu for la para o outro lado irei encontrar todos os meus animais que se foram nao fique triste njs

    ResponderExcluir
  9. Sheila quem diz que homem não chora?
    aceita minhas lagrimas de emoção e de
    saudades de um peludinho que nunca conheci
    mas sempre vou amar.
    Eu tive uma gata Mimi tão indefesa e maltrada
    como foi a sua no começo, mas ela ganhou uma
    lar e encheu nossas vidas de alegria e de filhotes.
    Com certeza minha Mimi está aguardando a sua lá em cima.
    Festa no céus e muita saudades e emoção por aqui.
    Muita PAZ para vc nesse momento e uma CERTEZA:
    que nossa luta nunca vai ser em vão.
    Luz e carinho para vc sempre!!!

    ResponderExcluir
  10. Mais uma estrelinha brilhante no céu!!!

    ResponderExcluir
  11. Maria Tereza22/08/2012 19:17

    Essa é uma dessas histórias que vale a pena contar, recontar... faz parte de muitas outras histórias que, com o empenho e dedicação de pessoas como voce, terá um dia, um final feliz.

    ResponderExcluir
  12. Nossa Sheila, que luta! Nem sei o que dizer, mas valeu a pena cada segundo seu doado por ela e pelo seu projeto. Gostaria muito de conhecê-lo, e quem sabe trazê-lo para minha cidade, realizar algo parecido aqui!

    Sinta-se abraçada, sei como é o que está sentindo, mas você não está sozinha! Que Deus te abençoe e que a Mimi agora descanse em paz lá na colônia Rancho Alegre junto de outros amigos e pode ter certeza que vocês vão se reencontrar! Beijos

    ResponderExcluir
  13. Sheila, meus mais profundos sentimentos.

    Lindo trabalho que você fez e tenho certeza que retornará um dia.
    bjssssss

    ResponderExcluir
  14. Sleila, querida, meus sinceros sentimentos pela passagem da Mimi que certamente está em um mundo melhor, sem humanos maldosos e peseguidores, onde há só beleza e amigos. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Conceição22/08/2012 20:48

    Oi
    Sheila

    Lamento muito a morte da sua Mimi,que ela descanse em paz.

    Bjs
    Conceição

    ResponderExcluir
  16. Sinta-se abraçada por mim e pelo meu gato Alemão. E que Deus lhe dê em dobro tudo de bom que vc tem feito por estes seres indefesos. Força sempre.

    ResponderExcluir
  17. Nao sei como expressar minha tristeza em palavras...sinto muito,mas com certeza,Mimi esta no céu dos cachorros,e estará te esperando para algum dia se encontrarem...e a Valeria tbm.Fique com Deus,e que o consolo dele venha sobre seu coraçao...um grande abraço.

    ResponderExcluir
  18. Nao como expressar minha tristeza em palavras...mas tenha certeza que a Mimi esta no céu dos cachorros,e que um dia vc e a Valéria irao encontra-la.Fique com Deus,e que Ele traga consolo para o seu coraçao.Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  19. Oi Sheila, não tenho palavras... tbém já perdi vários amiguinhos. Sinta-se confortada, você deu amor, carinho e tenha certeza ela foi para um mundo melhor.

    Bjs, Evelina

    ResponderExcluir
  20. Sem palavras....apenas o meu humilde abraço!

    ResponderExcluir
  21. Sheila, sinto muito. Sei como você se sente, mas o mais importante é saber que tudo de bom que pode ser feito para a felicidade da Mimi, foi feito pela Valéria e por você e toda a equipe que ajuda. O momento da despedida é sempre muito triste, mas saber que contribuímos para a felicidade de um bichinho sempre é muito gratificante.
    Uma vez me trouxeram um cachorro todo arrebentado e o levei ao veterinário e ele levou muitos pontos no seu rosto. Ele brigou com outro cachorro e levou a pior. Fiquei com ele e tentei descobriri se ele tinha um dono. Não encontrei e cheguei à conclusão de que ele foi abandonado por ser velho. Tinha entre 9 e 11 anos. Ele era tão grato por ter sido recolhido e penso que ele me amava mais do que eu a ele, pois ele sempre me olhava com carinha de apaixonado. Ele viveu feliz na minha casa por dois anos e meio até o dia que seu coração resolveu parar. Fiquei muito triste, é claro, mas saber que proporcionei a ele uma velhice feliz e tranquilia me consolou e agradeço a Deus ter tido a oportunidade de poder fazer este grande bem a uma criatura tão necessitada de um lar com amor e carinho. Isto você também fe, Sheila e isto conforta nosso coração, não é mesmo? O nome deste cachorro era "ANJO" e agora a Mimi foi para lá onde está o Anjo e tantos outros que foram nossos amores amados.

    ResponderExcluir
  22. Sem palavras...;_;
    Meus sentimentos...

    ResponderExcluir
  23. Amiga,
    Mantenha a cabeça erguida e siga em frente. Os animais precisam de vc. Estamos ao seu lado.

    ResponderExcluir
  24. Amiga,
    Mantenha a cabeça erguida e siga em frente. Os animais precisam de vc. Estamos ao seu lado, nesta luta.
    Abs,

    ResponderExcluir
  25. Pois é, mais um anjinho se foi. Não imagino a dor que vc esteja sentindo, ainda mais por toda história que a Mimi agregou. Meus sinceros sentimentos e que você continue vendo a luz no fim do túnel apesar de toda essa raça humana que nem sempre é digna desses animaizinhos tão puros e simples. Força muita força e que a Mimi te ilumine lá do céu. Muito linda a história, apesar de ter tido um início triste. Descansa em paz Mimi!

    ResponderExcluir
  26. Trabalho maravilhoso o que vocês fazem. Fico muito contente percebendo bem que um simples animal (uma cadela) pode fazer por pessoas classificadas como "doentes mentais". Dentro de cada uma dessas pessoas bate um coração e elas estão cheias de razão, tanto que essa moça escondeu a filhote para evitar que ela fosse pega pelo CCZ. Que coisa impressionante! Que Deus abençoe! Abraços!

    ResponderExcluir
  27. Boa noite Sheila, também não tenho palavras de consolo ... deixo aqui um grande abraço carinhoso, sou Renata Cheferrino, protetora no Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  28. Ai ai ai Sheila, nem sei o q. te dizer num momento desses...fico logo pensando que provavelmente passarei por isso tbém , já q. meu gatinho é um idoso...entretanto nos alivia saber que poupamos essas criaturinhas de uma vida de sofrimento e procuramos lhes compensar com amor e carinho..Força amiga...a luta continua...

    ResponderExcluir
  29. querida Sheila, compartilho a sua dor pela perda desse ser maravilhoso e também a sua revolta contra a SEPDA !

    bjs
    beatriz

    ResponderExcluir
  30. Sheila, os meus mais profundos sentimentos. Quando um ser tao especial, como sua Mimi, se vai é como uma luz que se apaga no nosso caminho.
    A Mimi com certeza encontrou seu caminho, foi feliz, amou, deu felicidade,
    deu amor. Mais um ciclo se completa. Bom que ela existiu na sua vida e voce na dela.

    ..." O mundo era um lugar melhor porque estivestes aqui.
    O silencio se fez, sentirei tanto sua falta.
    Eras uma luz nesse mundo de tantas trevas."...
    Autor desconhecido

    Dora

    ResponderExcluir
  31. Lilian Soares/BH23/08/2012 07:32

    Sheila, sou de BH, e através de uma amiga, tb protetora de animais, conheci o trabalho de vcs. Acompanho com muita admiração. São pessoas dedicadas e especiais. Certamente toda história tem seu lado bom e ruim.O lado ruim, fica com a SEPDA, o lado bom é sabermos que a Mimi foi acolhida com amor até ir.... Isso não tem preço. Que Deus a proteja sempre. O mundo está carente de pessoas como voce. Parabens!

    ResponderExcluir
  32. Tá, mas aconteceu alguma coisa pra essas desgraçadas? Tá mais do que na hora de nominar os criminosos, inclusive o tal funcionário do abrigo que matou os animais. Ele foi denunciado? Houve provas? Ou o Ministério Público, mais uma vez, achou que "não aconteceu nada", como ADORAM fazer??? Os animais se suicidaram, com certeza.

    ResponderExcluir
  33. Oi Sheila. A morte não é o fim e a Mimi foi respeitada e amada. Eu não pude deixar de lembrar da Nise da Silveira, que tentou implantar, ai no Rio, o auxílio dos animais no tratamento de doentes mentais. Os doentes melhoraram, mas um funcionário envenenou os bichos e tudo veio abaixo, muitos pacientes regrediram. Ainda bem que vc ficou com a Mimi. Esse é um trabalho árduo e lhe respeito muito pela resistência emocional, pois as relações humanas são cheias de tropeços. As vaidades, infelizmente, minam muitas coisas boas. Mas tenho esperança para a nossa espécie e aqueles que fazem coisas decentes é que alimentam esse sentimento. Paz para Mimi, pois ela conheceu o amor e, com certeza, lhe receberá quando chegar a hora de sua passagem.
    Bj.

    ResponderExcluir
  34. Oi Sheila,compartilho sua dor. Todos que amam e defendem os animais, sabem o quanto é duro perder esses filhos de coração. Meu enorme beijo para vc.

    ResponderExcluir
  35. Sinto muito Sheila porque tua dor deve ser imensa, mas ela foi feliz a teu lado pelo amor, carinho e respeito que recebeu. Nem todos, infelizmente tem essa sorte. Abraço sincero.
    Iraí

    ResponderExcluir
  36. Que linda historia de Mimi, parab'ens Sheila, q belo exemplo!!!
    descanse em paz Mimi.
    Sinto um pouco sua dor,um grande abraço,
    Inês Portela Nogueira

    ResponderExcluir
  37. Linda a história de vcs! Parabéns! Fique bem, ela foi em paz :)
    Roberta

    ResponderExcluir
  38. Aos leitores amados que aqui colocaram seus mais nobres pensamentos e sentimentos, agradeço muito todo carinho e atenção por este momento que estou passando. Sei que Mimi está bem e, importante, se despediu de Flavinha, uma pessoa de tamanha importância na história de sua vida.
    Beijos a todos e muito muito muito obrigado mesmo por todas as palavras de conforto dirigidas à minha pessoa.

    ResponderExcluir
  39. Sheila, sinto muito, muito mesmo!
    Mas como te falei por email, o importante
    para a Mimi é vc ter ficado até o fim com
    ela, dando tanto amor, carinho e proteção!
    Com certeza ela está melhor agora. O difícil,
    para quem fica, é superar a dor da saudade.
    Muita força! Grande beijo,

    Bia

    ResponderExcluir
  40. Sheila, sinto muito, muito mesmo! Mas como te falei por email, o importante para a Mimi foi vc ter ficado com ela até o fim, dando todo seu amor, carinho e proteção! Agora, com certeza, ela está muito bem! Triste é a dor da saudade para quem fica! Te desejo muita força! Grande beijo,

    Bia

    ResponderExcluir
  41. Meus sentimentos, já passei por isso várias vezes e sei o quanto dói.
    Muita força nessa hora.
    bjs

    ResponderExcluir
  42. Que pena, pois amo esta criaturinha, e parabéns por tê-la protegido e ter lhe dado um lar até seus últimos dias. Tenho certeza que Mimi está com nosso Deus.

    ResponderExcluir
  43. Sheila querida, apesar de não ter palavras para consola-la quero deixar um grande beijo meu e uma lambeijoka doThor para vc. Tenho certeza que a Mimi estará esperando por vc na Ponte do Arco Iris, onde minha linda estrelinha Luna está esperando por mim. Luna está em festa recebendo a Mimi com muito amor. Ela ficará para sempre nos nossos corações, como exemplo de amor, humildade e carinho. Fique com Deus, pois Mimi e Luna estão lá com ele nos esperando. Beijão

    ResponderExcluir
  44. Vital Fernandes23/08/2012 23:05

    Querida amiga, o que escrever, além do que já foi escrito por tantos outros que lhe admiram o trabalho e a dedicação? Só posso dizer que compartilho sua dor, em sentimento, e que estou muito triste. Gostaria de desejar “que Deus a conforte”, mas infelizmente sou ateu. Não consigo aceitar a ideia da existência de um “Deus de bondade” que conviva com tanto sofrimento e injustiça. O que desejo é que você nunca desanime e continue a lutar sempre por esses nossos amigos tão indefesos. Pessoas como você é que são meus verdadeiros deuses. Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  45. Absolutamente comovente! Chorei muito, por tanta tristeza e tanta beleza. Força nessa hora tão difícil. Parabéns por seu trabalho admirável. Abraço

    ResponderExcluir
  46. Oi Sheila, meus pêsames pela ida da Mimi, mas que bom que ela viveu em tua companhia, com teu carinho e atenção, que bom que foi resgatada e ter estado com você. Infelizmente, as pessoas do poder público que deveriam zelar pelo bem estar dos animais não fazem nada, e pior atrapalham quem faz ou quer fazer alguma coisa. De qualquer forma, te agradeço pelo trabalho e pelo amor que você tem pelos animais. Bjs.

    ResponderExcluir
  47. Não há o que dizer. Nunca sei dizer nada em momentos assim. Só sei sentir. Receba um abraço virtual!

    ResponderExcluir
  48. Sinto muito pela Mimi. É muito triste a perda. No dia 24/08/2012, também perdi minha Luna de 6 anos. Estamos sofrendo muito, sentindo demais a falta do nosso lobão preto. Entendo o que está passando. Abraços!

    ResponderExcluir
  49. Sei bem o que está passando. A perda é muito difícil. No dia 24/08/2012, também perdi minha cachorrinha Luna de 6 anos. Ela era Pastor Belga e teve uma torção gástrica. Estamos sofrendo muito aqui. Logo vou a associação protetora de animais, daqui da minha cidade, adotar outra, para fazer companhia para a que ficou sozinha. Abraços!

    ResponderExcluir
  50. Oi Sheila, super admito seu trabalho, nosso grupo (Clube das Mordidas) sabe o quanto vc batalha por esse serem maravilhosos. Sinto mt pela Mimi e por todos que se foram nesse massacre e acredito que vc realmente precisa falar porque infelizmente a Sepda continua a agir ... Muita luz na partida da Mimi e pra vc nesse momento!
    Bjos
    Julia de Aquino

    ResponderExcluir
  51. Puxa, não pude conter as lágrimas ao ver esta senhora Valeria fazendo carinho na Mimi, fico imaginando que esta cachorra fazia bem ao tratamento desta mulher, uma pessoa com problemas, mas que sabia que um animal precisava se protegido ai e um demônio (dito racional) vem e mata os animais, o que causou a retirada deste animal da mulher, aí meu Deus do céu. Descobriram quem foi o Demo??
    Parabéns Sheila pelo trabalho e por ajudar tantos os peludinhos, que Deus proteja seus caminhos sempre e que bom que a Mimi morreu em boas mãos.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪