25/08/2012

Criticar é mais fácil do que fazer melhor - SUIPA -

por que?
.
A Isabel Cristina, presidente da SUIPA, deixou um comentário que vou destacar não por ela ou pelas pessoas que lá trabalham, mas, pela capacidade que humanos tem de opinarem pela cabeça alheia. Tem pessoas que NUNCA foram naquela entidade, mas, são capazes de desmoralizar tudo que lá é feito só por "ter ouvido falar". 

Faço isto, também, muito em tom pessoal, pois, meu trabalho junto a Prefeitura do Rio entre 1995 e 2001 sofreu este mesmo processo sendo "detonado" por gente que nunca me viu e que agiu guiada por "opiniões falsas" de outras cabeças tão ignorantes quanto a própria sobre a enormidade de ações que eram feitas em prol dos animais.
___________________________
Bebel da SUIPA deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Imagens mostram cavalo na pista seletiva da Avenid...":

"Sheila, agradeço por você SEMPRE defender a SUIPA. É lamentável que pessoas que NUNCA pisaram na SUIPA tenham uma opinião formada sobre a realidade de um abrigo NÃO EUTANÁSICO. Será que essas pessoas que tanto criticam a SUIPA têm uma solução para o abandono de animais? O que elas fariam, todos os dias, se encontrassem diversos cães amarrados no portão de suas casas? O que elas fariam se
encontrassem todas as manhãs, em seus portões, caixotes de madeira velha, "pregados", mantendo aprisionados, ninhadas de gatinhos subnutridos e remelentos,misturados com urina e fezes, juntamente com a gata-mãe, novamente prenha e repleta de esporotricose? E qual seria a atitude dessas pessoas se encontrassem, no portão de suas casas, cavalos esquálidos, velhos, com o corpo repleto de feridas purulentas?

Entregar "nas mãos" de S.Francisco de Assis e fechar os olhos, "para não sofrer" são atitudes de pessoas covardes, porque quando se quer proteger um ser vivo, não se tem desculpas esfarrapadas. A gente arregaça as mangas e coloca o cavalo até em cima do fogão do nosso quitinete. Dia seguinte, novas alternativas aparecerão, certamente! Por isso, a SUIPA continua atuante e existindo há SESSENTA E NOVE ANOS, porque mesmo com a ajuda espiritual do nosso "Chiquinho" de Assis, SEMPRE abraçamos e abrigamos, da maneira como podemos, os seres vivos carentes,sejam animais humanos ou não humanos. 

Os craqueiros, que acordam no portão da SUIPA, todas as manhãs, também merecem um copo de café e um pão. Os não humanos também sofridos, recebem assistência veterinária,abrigo, alimentação e carinho. Esse é o trabalho de uma proteção animal: abrigar e cuidar. Se o animal irá sobreviver é uma outra situação.Muitos não resistem e outros são guerreiros e conseguem vencer mais uma etapa na vida.... O que não aceito é a COMODIDADE HUMANA que prefere utilizar as mesmas antigas desculpas como: "não tenho espaço em minha casa"; "meu abrigo tem um LIMITE!"; "meu marido mandou eu escolher entre ele e mais um animal em casa".....

Todos acham "lindos" os abrigos do "primeiro" mundo. Espaço, sol,grama verdinha, cães sem sarna, correndo, gatos gordos, deitados em caminhas confortáveis, em salas sem um único cocozinho.....WHAT WONDERFUL WORLD!!!, já cantava Louis Armstrong,para os soldados neuróticos e cansados, em plena segunda guerra mundial.... Acontece que as pessoas "fingem" desconhecer que, lá no "primeiro" mundo, se mata prá cacete, na maioria dos abrigos! E, as autoridades de saúde, além de recolherem e matarem "em nome da lei e da saúde humana", ainda perseguem os pouquíssimos NO KILL SHELTERS (abrigos que não matam) existentes.....

Sheila, o que as pessoas precisam se posicionar é: se são favoráveis a matar os animais para que os abrigos fiquem espaçosos e cheirosos ou se concordam em trabalhar, arduamente, sem medir esforços, para salvar vidas indefesas. Abrigos que não matam e que não fecham as portas para seres vivos que precisam de ajuda estarão SEMPRE superlotados e, um deles, se chama SUIPA.
Obrigada pela oportunidade de publicar esse meu desabafo!
Bebel da SUIPA"

16 comentários:

  1. Sem palavras pra esse texto maravilhoso

    ResponderExcluir
  2. No Facebook há uma página, https://www.facebook.com/PetsOnDeathRow/app_396393053713168?ref=ts que tem a capacidade de anunciar os gatos e cachorros que estão para serem sacrificados apenas UM DIA ANTES, sem dar chance para adoção.
    Inclui-se no rol gatinhos de um, dois, três meses e gatos idosos.
    Faça uma visita na página e veja como eles olham assustados para a câmera.
    Me dói o coração por não poder fazer nada.
    Deveria divulgar essa página para as pessoas que condenam a SUIPA.
    Abraços e continue a fazer o que está fazendo, pois é esse exemplo que aquele lugar deveria seguir.

    ResponderExcluir
  3. Eu como moradora do Rio de Janeiro já ouvi muitos comentários difamatórios a respeito da SUIPA. Acredito que isso seja feito por pessoas que se quer saiam de seus mundinhos. Parabenizo a Isabel pelo trabalho maravilhoso em que a SUIPA desempenha no Rio.

    ResponderExcluir
  4. é assim meso, quem não faz nada se da o direito de criticar e querer mandar em quem faz, manda este povinho praquele lugar!

    ResponderExcluir
  5. Quando eu morava no Rio e lutamos para resolver o problema de gatos abandonados no nosso condomínio, havia um síndico que brigava com o administrador dizendo que ele deveria capturar todos os gatos (na época, entre adultos e crias, havia mais de cem) e mandasse pra SUIPA. Sabe a história de reclamar com o Papa?! É vergonhoso que as pessoas não assumam o seu papel de cidadania. Eu entendo que haja limites no nº de animais em abrigos e nas nossas casas e, apesar de odiar a ideia de eutanásia, entendo quem a pratica. Não tenho o direito de apedrejar quem assume tal fardo. Conheci uma protetora que assumia essa opção e ela sofria. Quem realmente está matando é quem lava as mãos. MAS,a verdade é, moralmente, a Bebel da SUIPA está correta. Nenhum animal deveria morrer porque as pessoas (não as que cuidam e se acham obrigadas a eutanasiar, pq não podemos julgá-las) são irresponsáveis.
    Eu limitei o nº de animais em minha casa, meu marido (que eu amo) é alérgico e a minha última adoção foi um sério conflito conjugal. Tenho sete animais. Agora mudaremos de cidade, para um apartamento, e TODOS irão juntos. Socorri (juntamente com muitas pessoas)outros bichos que foram adotados, mas sinceramente, eu cheguei ao limite. Respeito muito alguém que tem a coragem de assumir o cuidado com tantos animais, pois instituições como a SUIPA estão assumindo a obrigação de todos nós. Conheci protetores em nº suficiente pra saber que eu não sou uma, porém acho que se as pessoas não abandonassem e adotassem pelo menos um animal, muita coisa mudaria para o bem. Pessoas que cuidam de bichos são agredidas nos níveis mais diversos. Há animais jogados em diversos lugares. Conheci pessoas que se separaram de seus pares por causa dos animais. Enfim, todos temos opções religiosas, ideológicas, e limites. Mas, moralmente, ninguém, mesmo aqueles que optam por eutanasiar, podem jogar pedra em quem abre as suas portas pra ajudar, sem matar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita Couto, posso concordar com você? penso exatamente assim, ninguém tem direito de jogar pedra nou outro-Os que recolham em excesso e transformam sua residência em depósito de animais como já foi mostrado em reportagens na Record, ou jogar pedras nos protetores ou abrigos que preferem limitar o número de animais para manter a qualidade de vida dos que já estão abrigado, como a UIPA aqui em São Paulo. Ninguém tem o direito de jogar pedra. Tenho certeza que muitos aqui sabem o inferno que você arruma com os vizinhos e familiares quando você tem mais de dez cães dentro da sua casa- Os vizinhos logo chamam a prefeitura pq o máximo permitido por lei são dez. Aí você além da despesa ainda se aborrece na justiça e sofre até ameaça de despejo. Não podemos exigir que as pessoas façam um trabalho que é do estado, o qual tem uma verba destinada para isso. Mas é ABSURDO não socorrer um animal ou denunciar em caso de maus-tratos.

      Excluir
  6. Sou sócia da Suipa ha mais de 10 anos e faço minhas contribuições com gosto por perceber no trabalho realizado pela Izabel Cristina e sua Equipe, algo realizado com lisura e comprometimento até a medula. Fico imaginando nosso Estado sem uma Entidade como essa, sem esse trabalho singular e providencial.

    ResponderExcluir
  7. Isso é verdade mesmo, canso de dizer. Sou sócia da SUIPA a anos, com pouco é verdade, porém com mais que a maioria. E sempre levo os meus bichos e dos outros lá para tratamento, quem tem muitos não pode ter luxo. O que costumo dizer é que o atendimento da SUIPA não perde prá nenhuma clínica veterinária em matéria de atendimento médico. Só não tem luxo, mas bichos não ligam para luxo, quem liga são os humanos. E esse pessoal quer é mágica, quer que ela aceite todos os animais que são levados lá para abandono, mas criticam as mortes por super lotação, então querem mágica. Fala sério! Bel, te dou o maiorapoio.

    ResponderExcluir
  8. Isabel Cristina, com licença mas preciso discordar da Sra em alguns pontos... CONcordo que há muito mais pessoas para criticarem do que com disposição p/ "colocar as mãos na massa" e concordo que a leitora Layla, que deixou de socorrer os 10 cães usou uma desculpa bem esfarrapada para não fazê-lo, atitude covardemente típica do bicho-homem. Entretanto, DIScordo quando você diz que "o que as pessoas precisam se posicionar é: se são favoráveis a matar os animais para que os abrigos fiquem espaçosos e cheirosos ou se concordam em trabalhar, arduamente, sem medir esforços, para salvar vidas indefesas". Quem disse que um abrigo que não é eutanásico tem que ser sujo, superlotado e mau-cheiroso? Bem, tive oportunidade de participar de trabalho voluntário em um destes abrigos "No Kill Shelter" como você diz, na Europa, o Celia Hammond, e lá aprendi que um abrigo que não mata também pode ser limpinho e agradável para os animais, confere aqui ó : http://www.celiahammond.org/index.php?module=pagemaster&PAGE_user_op=view_page&PAGE_id=9&MMN_position=16:16 foi inclusive neste aí de Canning Town mesmo que trabalhei. Também discordo quando a Sra. diz que recolhem e matam "pra caramba" nestes países, mesmo porque não tem animal "prá caramba" na rua para recolher. É verdade abandonam animais nos abrigos, e os grandes como o Battersea destroem(matam)cães e gatos com doenças como a que você mencionou - a esporotricose, mas aí eu te pergunto: você contaminaria 200 gatos no seu gatil para salvar UM com esporotricose, caso não tenha local para isolá-lo dos outros?
    É sabido que abrigos como a Humane Society, PETA, e Battersea Dogs&Cats Home além de matarem cães com doenças contagiosas matam também cães incluídos na BSL(Breed Specific Legislation)como PitBull, por imposição adminsitrativa de seus respectivos países, mas isso não quer dizer que tenham prazer nisto.
    Daí tem os "craqueiros" que a sra. diz que acordam no portão da Suipa, me desculpe, mas apesar de entender sua compaixão, entendo também que temos muito mais órgãos assistenciais para humanos do que para animais, assim, deveria direcioná-los para as instituições mais capacitadas financeira e fisicamente para tratar disto, porque no momento que você compra alimentos para as pessoas carentes viciadas ou não, desta comunidade, você está tirando da contribuição que um associado da Suipa faz com a finalidade de alimentar animais. Até entendo o problema de estar localizada no Jacarezinho mas a Suipa precisa focalizar na situação caótica dos animais famintos e abandonados no RJ, a pastoral do menor, conselho tutelar, FIA, Secria entre outras, existem para cuidar de menores e adolescentes, viciados ou não, a SEASDH e fundação Leão XIII para cuidar da população abaixo da linha da pobreza.. enfim, cada um na sua, cuidando da parte que lhes cabe na sociedade. Suipa=Animais. Eles precisam de vocês mais do que o viciado em craque, me desculpe.

    ResponderExcluir
  9. Ah, esqueci de mencionar os benefícios para animais humanos Bolsa escola, Bolsa Familia, BPC, salario familia. Os animais não humanos não tem nada disto...

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de parabenizar A. Abrantes e, se me permite, fazer minhas suas palavras. Não posso e não quero criticar a senhora Isabel, sei que acertando ou errando suas intenções são sempre boas, porém não podemos viver na base do onde come um comem dois, onde vive um vivem cem. Bem sei o quão difícil é endurecer o coração, ser racional e recusar um animal fechando-lhe as portas da Suipa, mas pelo bem dos que já estão lá, é preciso fazê-lo. Se não é feito a Suipa passa a ser um simples depósito de animais sem uma vida digna. É preciso sim que se determine um número que não seja ultrapassado, é preciso sim que não se junte animais doentes com saudáveis e não se deve desviar dinheiro dos animais para os humanos, pois não é essa a finalidade da Suipa. O que dona Isabel com esse coração imenso que tem está, embora sem querer, colecionando animais que se tivessem voz, não aceitariam outros mais lá. Além disso, está ajudando esse governo omisso a esconder os animais lá, como a varrer a sujeira pra baixo do tapete. Entendo que a intenção é boa, mas não é boa para os animais. Não se pode ter mais do que se pode ter, se é pra ter que sejam bem cuidados e não como se num campo de concentração estivessem.

    ResponderExcluir
  11. Ana Cristina27/08/2012 09:49

    SUIPA !!!!!!!!!!!! EU ADMIRO E ACREDITO MUITO !!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Uma pitbull atacou meu cão hj e quase o matou, ela estava solta na rua, sm coleira e sem nenhuma identificaçao, porém acredito q tenha fugido de alguma casa pois estava bem tratada. Enfim, após separar a briga, minha esposa levou mu cão para casa e lá fui eu de ccasa em casa na vizinhança perguntando se sabiam de quem era a. Cadela. Não consegui achar, contudo alguns dos vizinhos informaram q essa msm cadela estava atacando os cachorros da localidade a aproximadamnte 3 dias. Bom, como não teve jeito, levei a pitbull para a suipa, e adivinha o que o fdp do porteiro falou.. Não aceitamos pitbull aqui, sinto muito. Esses cachorros são muito violentos. Porra, fala sério né! To lendo vários comentários em defesa da suipa aqui, porém na maior caa de pau eles w recusam a receber um animal indefeso. Suipa do rj é uma instituiçao falida e como a maioria das coisas no Brasil não funciona. Funcionários incompetentes e que cagam e andam para o bem estar dos animais. Isso é a pura verdade. Bando de carniceiros.

    ResponderExcluir
  13. Que nada. Criar um bichano exige muito esforço, ainda mais quando o animal esta doente, imagine cuidar de vários ao mesmo tempo. É sujeira, remédios para serem ministrados em horário certo, banhos, sarnas, brigas, filhotinhos, e ainda cuidar das nossas necessidades de almoçar, lavar as mãos, cuidar de filhos, vixe, é muita coisa. Claro que em um ambiente muito sujo e desorganizado as doenças e os problemas aumentarão, mas julgar uma associação sem saber o quanto é sacrificante cuidar de vários animais maltratados e doentes. Gente, eu resgatei uma gata das ruas, fez cirurgia. Eu trabalho 8 horas por dia e ministrar antibiótico em horário cero foi um sufoco, imagine cuidar de centenas assim. Eu ajudo. Eu não filosofo. Deixa isso para os filósofos.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪