05/03/2012

EU EXPLOREI ANIMAIS NA DÉCADA DE 70?

.
Tenho 64 anos de idade. Com 18 anos, quando obtive de minha mãe autorização para trabalhar,  passei a frequentar a SUIPA, pois, só ouvia falar que havia um local que cuidava dos animais. Naquela época, a carrocinha funcionava a todo vapor e eu entrei como sócia da entidade. Depois, me tornei amiga pessoal, até seus últimos dias de vida, de Marília Pinheiro, nomeada diretora daquela entidade. Aprendi muita coisa quando a acompanhava nas ações de proteção animal aos sábados, domingos, feriados já que trabalhava o dia todo e fazia faculdade a noite (direito e serv.social). Mas, nada impedia de irmos de madrugada resgatar gatos pelos mais diversos locais. Ela não tinha carro e eu tinha um fusquinha danadinho de bom!!!!

A vida foi rolando e meu filho nasceu. Por circunstâncias, tive que criá-lo sozinha. Eram 5 empregos que eu tinha. Escrevia para revistas como free, atuava em peças de teatro (sou atriz formada), vendia programas  nas seções de teatro (revistas sobre a peça), fazia bolsas (necessaire) de artesanato e tinha meu emprego fixo como secretária numa companhia de economia mista.

Sempre tive animais e, um dia, meu pequinês Maru morreu com 24 anos. No dia seguinte achei na minha garagem um filhotinho de cachorro viralatinha. Tico cresceu enormemente... era alegre e vivia jogando meu filho pequeninho no chão. Minha mãe, morava conosco, tomava conta dele para eu ganhar o pão de cada dia, pois, ela recebia uma aposentadoria irrisória.

Num dia, cheguei em casa e ela deu um ultimato. Havia um galo na cabeça do meu filho e eu entendi a preocupação dela. Arranjei um dono para Tico que morava bem atrás do meu local de trabalho. Assim poderia vê-lo sempre. O danadinho ficou muito bem, até que um dia o portão ficou aberto. Ele morreu atropelado na porta do Shopping Rio Sul, que na época começava a ser construído.

Chorei sem parar por dias me sentindo culpada. Um amigo meu, quase uma paquera firme, fez uma surpresa e me deu de presente um cachorrinho da raça yorkshire. Bonny tinha um ano e me apaixonei por ele. Meu filho, enciumado, pediu um outro cachorro só para ele. Meu amigo o atendeu e Ava chegou quase um ano depois e grávida. Teve dois filhotinhos. Daí, Marília Pinheiro falou, dentro de minha casa: porque vc. não vende estes filhotes? ia te ajudar muito.

Na década de 70 ou seja, há mais de 40 anos atrás, não havia o nível de informação que a internet trouxe e que torna acessível todo tipo de conhecimento. Como só faço as coisas corretas, resolvi a abrir um canil. Mas, o tempo todo continuava enfiada na SUIPA com suporte às fiscalizações de Marília, arranjando material de construção e contribuindo financeiramente. O veterinário dos meus yorks era Dr. Antônio Pedrosa, diretor técnico na época daquela instituição. Ele está vivinho da silva podendo comprovar.

Bem, um dia, estava eu conversando com o Sr. Pinheiro, presidente da SUIPA, quando um homem entrou na salinha com um cãozinho york todo estropiado. Adotei na hora Jerome e ele ficou comigo por mais um ano. Morreu de insuficiência renal por estar velhinho. Mas, foi aí que me toquei que,  mesmo sendo um cão de luxo, caro, dócil e pequeninho, ele poderia sofrer as mesmas crueldades vindas de humanos.

Nunca mais vendi um cão, embora todos que nasceram comigo tenham tido uma vida super legal já que acompanhava o crescimento e como eles viviam. Além disto, uma das condições que eu impunha é que os compradores se tornassem sócios da SUIPA. Aliás, eu fazia campanha de sócios para esta entidade no trabalho, na faculdade, no teatro e em qualquer lugar que eu fosse. Eu tinha um folhetinho próprio para pedir sócios. Muito bem relacionada em determinada época da minha vida, consegui que a história de Marília Pinheiro e seu amor pelos animais, virasse um "Caso Verdade", programa da TV Globo na década de 80.

Agora, estou falando isto porque minha vida sempre foi um livro aberto e todas as protetoras antigas daqui do Rio, sempre souberam que um dia eu teria tido uma criação de yorks. NUNCA FOI SEGREDO e não tenho do que me envergonhar. As coisas se modificam a medida que vamos nos informando e há 40 anos atrás, nem se falava em castração para conhecimento de cada um que nos lê. Aliás, quem iniciou este processo de controle de natalidade aqui no RJ e acho que no Brasil, foi a Evelyn que por ter recursos (era muito rica) ela castrava os vira-latas da Rocinha. As primeiras veterinárias que começaram a castrar foram as Dras. Valésia e Patrícia Branco, contratadas pela Evelyn.

Como eu nunca tive grana, já com minha ONG fundada, bolei um jeito da prefeitura do RJ passar a castrar animais gratuitamente e isto foi em 1995. Consegui, de forma pioneira no país, o necessário sucesso. Graças a Deus, daí em diante, o fato começou a popularizar a castração por várias prefeituras do Brasil.

Então, contei esta versão verdadeira e comprobatória  porque estou sendo vítima de difamação. Um possível candidato a vereador na cidade do RJ, quer transformar esta história num escândalo sensacionalista. Ele quer ficar conhecido como o "revelador do podre" da minha vida. Não tenho o que esconder, não tenho do que me envergonhar. 

Este Senhor chamado Tóto, mandou e-mails ofensivos, caluniosos contra a Fala Bicho, SUIPA e o GARRA objetivando atingir uma pessoa que ele considera concorrente ao posto de vereador nas próximas eleições. Mas, que fique claro que A FALA BICHO NÃO ESTÁ APOIANDO NENHUM CANDIDATO A NADA. Aliás, até já falei por aqui que faria campanha para o voto nulo porque o mau caratismo que impera neste meio podemos atestar com as atitudes deste Senhor que insiste em  perturbar nosso sossego com suas tentativas de escândalo.

Sou uma mulher que até agora pode se dizer de caráter e devotada a causa animal até a raiz dos cabelos. Adoro todos os bichos da natureza, da minhoca às baleias e comprovo nestes 19 anos de existência da nossa ONG "Fala Bicho".

Se desejarem ler a troca de e-mails com este senhor CLIQUE AQUI . Só espero que as pessoas leiam direito e interpretem corretamente. Esta tentativa de desmoralizar meu trabalho e minha pessoa é só porque me neguei a apoiá-lo em sua pretensão de representar, politicamente, a causa de defesa animal aqui no RJ. Vê se pode!!!!

Claro que meu advogado já está tomando as providências necessárias contra a campanha de difamação que este infeliz e "sem noção" está iniciando no seu facebook.
Desculpa aí, pessoal, este tipo de publicação, mas, muita gente não sabe uma conta do rosário de mau caratismo deste senhor.... Quem quiser se informar mais, vá neste link que é do site daquela pessoa que ele considera seu "rival" político e que ele está difamando, também, como criador de cachorros.

No nosso blog, vc. pode conferir um pouco de quem é esta criatura:
.

13 comentários:

  1. Querida Sheila: as pessoas de bom caráter e coração de ouro evoluem. Muita gente acha que "crescer" é apenas aumentar de estatura. Assim como você, todas as pessoas que buscam informação e conhecimento almejam "crescer", se desenvolver, EVOLUIR... Você evoluiu, e a cada dia, evolui mais e mais! Você fez muito bem de publicar a tua história aqui, porque assim como eu, muitas pessoas não te conhecem pessoalmente, apesar de admirarem você. Se eu tivesse lido algo difamatório sobre você, te perguntaria por e-mail, mas muita gente acredita na primeira porcaria que lê e não busca a comprovação (posso ver isso pelas centenas de e-mails que recebo, com informações erradas, repassadas por pessoas que são incapazes de pegar o telefone que está no e-mail para verificar a veracidade, ou de fazer uma busca em sites confiáveis na internet - UM BANDO DE PREGUIÇOSOS E ACOMODADOS, porque dizem que não tem tempo, mas não largam as redes sociais). Eu espero, de coração, que essa criatura difamatória se afogue no mar de m... onde estão mergulhados todos os políticos corruptos deste país. E espero que o teu advogado "arranque" as calças desse cara, com uma bela indenização por danos morais.

    ResponderExcluir
  2. Angela Caruso05/03/2012 14:17

    Sheila, fala sério! Coragem é atributo raro, e vc mais do que nunca mostra que construiu a vida procurando solidificar um caráter honrado. Sua trajetória identifica o que entendemos por avanço, crescimento, compreensão... Desmoralizar alguém que viveu uma experiência e a partir dela acabou transformando seu destino, e com esta transformação contemplou os indefesos animais em lutas profundas com respeitados resultados, é prática dos empobrecidos...Faça-o um pouco mais pobre, ignore, mas cobre indenização por danos morais rsrsrsrsrsrsr vou adorar! Beijos, Caruso

    ResponderExcluir
  3. Sheila, nao tenho orkut, mas é só esclarecer as acusaçoes dele como vc fez para ele cair em descrédito e se queimar.

    ResponderExcluir
  4. Qdo voltei do Japão,eu trouxe meus pugs,um casal,minha intenção era cruzá-los de vez em quando e vender os filhotes,na primeira cruza morri de preocupação para achar bons lares, recusei a vender p um monte de gente,depois desta aprendi a minha lição,castrei minha cachorra imediatamente e fui correr atrás do prejuizo que causei, pagando castrações p outros q precisassem,foi aí que entrei p proteção animal e nunca mais parei,hoje até já virei vegana,também sempre vou a protestos contra venda de animais, bem talvez nem tudo esteja perdido.

    ResponderExcluir
  5. não dê importância a essas bobagens, Sheila, seu blog é sensacional, super informativo, o que você faz é formidável, esses candidatos são ridículos, não têm mesmo qualquer noção, só aparecem nas passeatas, e sempre fazendo barulho ensurdecedor, sem qualquer preocupação ou amor aos animais.

    ResponderExcluir
  6. sheila moura05/03/2012 22:40

    Agradeço de coração as palavras de carinho e reconhecimento. Como diz o ditado: "o problema não é o grito dos maus, mas, o silêncio dos bons".

    ResponderExcluir
  7. Que nojo! Isso tudo Sheila, se chama politicagem. Não se abale com esses totos da vida, mas vou te contar, nesse País os candidatos tem os nomes que merecem rsrsrsrs. Coloque uma coleira nele, e leve-o p passear. Coitado, deve estar muito estressado.

    ResponderExcluir
  8. Sheila
    Até as pedras evoluem, que dirá seres HUMANOS. O seu blog é muito bom, informativo, isento.
    Você é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  9. Tania Faria06/03/2012 00:15

    Sheila já houvi dizer que você fazia até experiência com animais...nunca me importei com qualquer comentário a respeito do seu passado,
    Eu só sei o que Hoje você faz, e eu só vejo o Bem!
    Parabéns pelo seu trabalho e humildade, E honestidade!!
    Bjs
    Tania

    ResponderExcluir
  10. Sheiloca

    Esse tal de totó, ta é no desespero, mas se depender de mim, ele não se elege nem pra síndico do prédio dele.

    Tenho é pena de gente incapaz.

    Continue assim guerreira como sempre foi.

    ResponderExcluir
  11. sheila moura06/03/2012 09:18

    Tania e todas queridas leitoras
    as pessoas inteligentes e amantes de animais são assim, como vc., ou seja, ouve, mas, avalia... investiga... pergunta.... questiona... não se deixa levar pela incoerência das palavras.

    Eu te agradeço esta oportunidade de ser avaliada no trabalho que realizo como sacerdócio há mais de 40 anos.

    Meu trabalho pioneiro incomoda e muito aos incompetentes, o que lamento muito porque nossa causa precisa de pessoas sérias, devotadas, dedicadas e, principalmente, de bons sentimentos.

    Ao invés de serem iguais ou melhores que eu (segundo as avaliações que fazem questão de demonstrar), procuram me destruir, entende? Pensam assim: não consigo chegar onde ela está então a derrubo para traze-la para meu nível...

    Desculpe se isto parecer arrogância e falta de humildade de minha parte, mas,foram estas criaturas que me fizeram entender a coisa assim depois de uma perseguição ferrenha que existe há 10 anos.

    Infelizmente, os pseudos-protetores são raivosos, invejosos, destrutivos e impiedosos com pessoas que amam os animais, o que se torna uma incoerência porque quem gosta de bicho, logicamente, é pessoa do bem.

    Agradeço, de coração e mais uma vez, as palavras de todas vocês de incentivo e reconhecimento, inclusive aquelas que me escreveram diretamente.

    ResponderExcluir
  12. Sheila,

    todo bom trabalho, todo profissionalismo formatado, cristalizado na lisura e no comprometimento gera incômodo (sei disso por vivência, sei disso por sentir na pele).

    Todo bom desempenho incomoda e gera um tsunami de incongruências que o tempo e a dinâmica do seu trabalho vão tratar de dissolver.

    O que posso te dizer é que siga em frente sendo essa profissional bacana, DO BEM e honesta que é.

    grande beijo.
    Paula Regina.

    ResponderExcluir
  13. Cristina Calixto07/03/2012 01:10

    Sheila,

    Você sabe o que penso a respeito desse Totó. Me admira ele criticar alguém que por falta de informação fez o que fez.

    A outra: é impossível ele falar de quem quer que seja, FJ ou qualquer outro, quando esse merdinha também é criador e posa de protetor! Fala sério! Devia era arrumar uma fonoaudióloga para aquela gagueira dele, ao invés de ficar atacando quem trabalha e produz!

    Não dá ideia e nem fala mais dessa cara, que me dá até arrepios. E tem mais, processa mesmo, porque esse bosta faz o que faz porque não deve ser homem e precisa ficar dando ataque de pelanca pra aparecer, ao invés de utilizar seu trabalho para merecer a confiança de eleitor.

    Meu voto ele jamais verá, porque é um farsante e um afetado. Tem é que se tratar também com um psicólogo. Indico um pra ele. Fala pra ele me procurar, mas nem dá mais cartaz pra esse infeliz em teu blog. Seu trabalho é sério e não admite que se suje com as infantilidades de um sem noção como ele.

    Quando você posta algo a respeito dele, você está é divulgando a baixaria dele. O tempo que ele gasta pra escrever besteira e errado, podia estar sendo utilizado em trabalhos em prol dos animais, né não?

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪