19/03/2012

AGENTES SANITÁRIOS FAZEM TERRORISMO SOBRE LEISHMANIOSE

Recebemos a informação do GAAR Campinas e achei um absuuuuurdo o que agentes sanitários estão fazendo em Barão Geraldo... puro terrorismo!!!!!!!!!Leiam só:

*********************

---------- Forwarded message ----------
From: Conselho Municipal de Proteção e Defesa aos Animais
Date: 2012/3/16
Subject: Vamos divulgar | Atuação do CCZ contra a Leishmaniose
To:

Caros,
Fomos surpreendidos com a notícia de que um grupo de agentes sanitários da Covisa - CCZ estavam no Village, em Barão Geraldo, batendo de casa em casa para coletar sangue e realizar a sorologia de todos os cães da área, por conta de um caso suspeito de leishmaniose que teria aparecido naquela área. Moradores do bairro entraram em contato conosco, desesperados, pois a ação da Covisa foi intimidadora
e aconteceu sem nenhum comunicado prévio. Ao entrarmos em contato com o CCZ, fomos informados de que a ação seria apenas preventiva e educativa, que os agentes iriam coletar sangue dos animais e informar sobre a necessidade do uso de coleiras repelentes.

Entretanto, contradizendo o que nos foi informado, os agentes sanitários distribuiram aos moradores um material onde constam as seguintes informações, extremamente enviesadas:
_______________________________________________________________

- A Leishmaniose Viceral Canina não tem cura e nenhum tratamento se mostrou eficaz cientificamente, por isso, nenhum tratamento é permitido.
- O que o poder público faz: investiga casos suspeitos, realiza exames sorológicos, garante o tratamento adequado aos humanos, realiza controle químico do vetor e recolhe e realiza a EUTANÁSIA dos cães com LVC, mesmo que não apresentem sinais clínicos.
- Os proprietários de cães devem: permitir acesso das autoridades sanitárias ao seu domicílio, comunicar a secretaria municipal de saúde caso seu cão esteja infectado, manter o animal em ambientes telados durante o período de maior atividade do mosquito... etc.
- No final do material, nos deparamos com o grande LEMBRETE:

NÃO TRATE O SEU CÃO SE ELE ESTIVER COM LV - O TRATAMENTO DESSES CÃES, ALÉM DE SER ILEGAL, COLOCA EM RISCO A SAÚDE DA SUA FAMÍLIA, DA SUA COMUNIDADE E DE OUTROS CÃES.
_______________________________________________________________

Inicialmente, alertamos que, apesar dessas informações serem o padrão de ação da saúde pública, a LVC tem tratamento eficaz disponível no mercado, aprovado pelos conselhos regionais e federal de medicina veterinária, e já está também disponível no mercado a vacina contra LCV - consulte seu veterinário a respeito.

Além disso, qualquer cidadão tem o DIREITO, assegurado na constituição, de não permitir a entrada dos agentes sanitários em sua casa e de não entregar seus animais de estimação, mesmo que ele seja potencialmente portator de doenças.

Por fim, a sorologia para LCV é extremamente questionável já que outras doenças muito comuns em cães, e não transmisíveis aos humanos, podem também induzir o exame a ser positivo, mesmo o cão não sendo portador da LCV. Pedimos a todos que se informem e defendam a vida e a saúde de seus animais.

Em anexo, encaminhamos mais informações sobre a LCV. Fique atento!
Atenciosamente,
Marisa Nunes Galvão
CMPDA - Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais de Campinas.
************************
Agora, se querem comprovar os fatos, vejam o folder que eles estão entregando pela localidade.  Nossa companheira Marisa teve a gentileza de nos enviar... assustador!!!!!! Cliquem nas imagens abaixo. Se quiser ampliar mais, depois de aberta, clique com o botão direito do seu mouse em cima da imagem e clique em "exibir imagem".


Quem desejar se manifestar, o email do CCZ é este:
saude.zoonoses@campinas.sp.gov.br
.

14 comentários:

  1. Como sempre, a saúde pública engana a população em vários aspectos:
    - sacrifica as vítimas da doença (os cães) como se fossem os verdadeiros culpados
    - impede o tratamento adequado dos mesmos (como se a morte da vítima fosse resolver o problema do contágio e da doença)
    - não combate o mosquito (verdadeiro culpado pela transmissão da doença que, na falta de cães, vai picar os humanos)
    - não orienta para EVITAR A CONTAMINAÇÃO ( limpar quintais de detritos orgânicos, usar coleira, vacinar etc.)
    Segundo a ANCLIVEPA, quanto mais se matam os cães, mais humanos se contaminam com a leishmaniose. O Brasil é um dos poucos (se não for o único) país do mundo que NÃO TRATA a leishmaniose de SEUS CÃES! Eta preconceito! Eta atraso! E viva a truculência de uma política de "saúde" atrasada, equivocada, desumana, fascista.

    ResponderExcluir
  2. Que porcaria de panfleto tosco..

    ResponderExcluir
  3. Manu De Martini19/03/2012 13:37

    Absurdo! Não permitam que esses agentes entrem em suas casas. Eu jamais daria acesso às minhas preciosas vira-latinhas (canina e felina), qualquer pessoa que não fosse minha veterinária da mais inteira confiança. Isso é criminoso!

    ResponderExcluir
  4. Ai que raivaaaa que eu tenho da ignorância humana. País de 15º mundo, bando de gente inútil que presta esse deserviço. Eu fico fora de mim qdo fico sabendo dessas barbaridades. Desculpem o desabafo. Tinham é que processar essa secretaria de saúde. Gentalha

    ResponderExcluir
  5. estas pessoas são loucas, as pessoas ja´abandonam seus animais, ainda uns idiotas fazendo isso, meu Deus, a vontade é pegar de pau, uns imbecis desses, em minha casa não entram, isso eu garanto, jamis vou deixar alguem levar meus bichos.

    ResponderExcluir
  6. cambada de imbecias, as pessoas ja´abandonam seus animais e os loucos ficam fazendo propaganda enganosa, meu DEUS, que mundo é esse.

    ResponderExcluir
  7. FRANCAMENTE !!!!
    quem mada em sua casa é você!
    Não permita nem por ordemmmm do juiz, por que não vai procurar os animais maus tratados, investigar quem fez os maus tratos. afffffffff...esses agentes de piiiiiiiiii.

    ResponderExcluir
  8. fabiola ottati19/03/2012 18:06

    é um absurdo a falta de informação! ao inves de levarem informação correta para a população só fazem tumulto e confundem mais ainda a cabeça das pessoas! engraçado essa coisa de que animais transmitem doenças, porque todas as doenças que tive na vida me foram transmitidas por outras pessoas, e nenhuma delas foi sacrificada por isso...

    ResponderExcluir
  9. Simplesmente ignorem esses idiotas.
    Atenda-os, converse, se quiserem dar a coleira, aceite. Mas nao os deixem entrar em casa!! Evite aborrecimentos.

    ResponderExcluir
  10. Interessante como o CCZ de Campinas aparece em cena somente quanto vislumbra a chance de extermínio, massacre ou sumiço de animais, não é mesmo?
    Alguém sabe o que mais ele faz além disso?

    ResponderExcluir
  11. Eu vou escrever para eles. Seria interessante se alguém fosse até lá pessoalmente com folders corretos. Eu até tenho um aqui em casa mas moro em Montes Claros. Há várias informações corretas em sites de protetores que podem ser impressos. Mas, o melhor mesmo seria de veterinários. Me esqueci o nome...Brasilleish? Seria interessante um contato com eles pois podem ter alguma coisa impressa porque aí veriam que não é coisa de protetores. É coisa de profissionais da área. Se persistirem, denuncia no Ministério Público, pois estão mentindo. Há tratamento sim e bem sucedidos, sem colocar em risco as pessoas. O que ganham em enganar a população? Não entendo. Também não entendo como nós ainda não começamos uma campanha séria sobre este assunto em nível federal. É por demais cansativo repetir sempre a mesma coisa cada vez que ouvimos que isso está acontecendo nas diversas cidades do Brasil. E ainda tem o agravante que não ficamos sabendo de todas. Quanta barbaridade deve estar rolando por ai. O exame sorológico é inadmissível. Resultados não confiáveis. Tem de ser exame parasitológico. Conseguindo mudar a coisa diretamente no Ministério de Saúde tudo melhora pois tudo parte deles. Mudando lá todas as cidades mudam. Esse desrespeito a saude dos cachorros e dos humanos ( pois o que fazem não acaba com a doença e ilude as pessoas) só vem acontecendo devido ao Ministério de Saude. Eu imagino que seja algo impossível porque as grandes ongs não chegam até eles de forma alguma. Mas, não podemos desistir. Desde 1988 venho lutando nessa. Jà mandei aé abaixo assinado para os diversos ministros. A maioria não responde. Quando respondem é dizendo que estou errada. Mas, se houver uma grita em nível nacional a coisa pode mudar e não há outro caminho.

    ResponderExcluir
  12. Não faz muito tempo eles fizeram um panfleto aterrorizando as pessoas ignorantes sobre toxoplasmose em gatos.

    ResponderExcluir
  13. Graças a DEUS na UFRPE, mesmo sabendo que ainda não existe cura, o médico veterinário, não quero citar o nome, esta cuidando dos animais contaminados com tratamento e até agora não precisou sacrificar nenhum, estão tentando a cura através dos tratamentos, pelo menos eles não estão piorando!

    ResponderExcluir
  14. carlos .
    na europa eles matam é o mosquito e os cães podem ser tratados .algumas pessoas trazem o remedio escondido pois lá (primeiro mundo)é permitido o tratamento e tem o remedio.porque não liberar a importação do remedio .estes "assassinatos de cães não passa de mero controle.por que os cães de rua continuam lá e não são mortos?um agente disse que é porque eles não tem casa e nem nome. NÃO A MATANÇA> o mosquito é que deve ser combatido ,os bota-foras as sujeiras que a anvisa não cobra das prefeituras sim.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪