15/03/2012

ABATE DE JUMENTOS: O QUE MUITA GENTE NÃO SABE E PRECISA SABER

Levantei um bom material informativo a respeito e tenho investigado sobre quem está tratando disto em Brasília e não consigo descobrir. Acho que para o Deputado Federal Tripoli eles vão responder. Aliás, precisamos acionar a Frente Parlamentar de Proteção Animal... não é hora não? Alô, Ricardo Izar!!!!

Mas, para quem não sabe ainda sobre o assunto, cliquem no link: Os chineses querem nossos jumentos. Aliás, eles querem desde 2004, né, Geuza? Vejam ao final da postagem o que esta companheira já aprontou para defender estes animais... Acho que vão gostar da nossa rápida pesquisa.

Primeiro leiam a notícia sobre o pedido do Tripoli
_________________

(Brasília, 13 de março de 2012) – Vice-Líder do PSDB na Câmara, o deputado federal Ricardo Tripoli (SP), solicitou nesta terça-feira ao Ministério das Relações Exteriores informações sobre o acordo firmado entre Brasil e China que trata da exportação de jumentos e jegues nordestinos para fins de abate para consumo.


JUSTIFICATIVA DESCABIDA

Em ofício enviado ao Ministro Antônio Patriota, o parlamentar paulista manifestou repúdio e descontentamento acerca do acordo firmado – há cerca de um mês – e que liberou o intercâmbio desses animais para serem utilizados na indústria chinesa de alimentos e cosméticos. O deputado reiterou que há “desatendimento dos preceitos de bem-estar animal, difundidos e exigidos para o setor, no Brasil, na União Européia e nos principais mercados e países com os quais o governo brasileiro mantém relações comerciais”.
A China, que abate 1,5 milhão de burros ao ano, pretende importar 300 mil jumentos do Nordeste. Na avaliação de Tripoli, a repulsa não se restringe às questões de ordem cultural ou econômica, mas esbarra em entraves técnicos e éticos, além de ser descabida a justificativa de superpopulação, o que demandaria ações eficazes de gerenciamento de saúde pública local.
Fonte: Assessoria do deputado
__________________________

Estas matérias a seguir, nos dão conta que Geuza Leitão, presidente da UIPA Ceará, tem feito o possível e o impossível no atendimento destes animais... até matadouro ela fechou. Isto vem rolando desde 2004 em várias tentativas.

Esta é a ultima notícia sobre valente guerreira Geuza Leitão. Ela é fogo!!!!
Exportação de jumentos gera protestos no Ceará

A alegação das prefeituras é que os donos largam seus animais pelas estradas provocando acidentes. Isto já há anos, também... Ou seja, uma falta total de respeito ao dinheiro público que não é usado em medidas sócio educativas para os donos destes animais, certo?
Quero encerrar com as palavras da nossa leitora Fair:
"Meus amigos,
Não temos legislação que possa proteger esses animais. Assim como não protegem os bovinos, caprinos, suínos e as aves. Agora a situação muda se dentro deste plantel tiver animais vítimas de maus tratos . Jegues magros, machucados, cegos e aleijados. Esses sim, desde que um vet ateste maus tratos. Podem ser reivindicados por uma ONG tecnicamente habilitada. Não embarcariam por força de liminar . Caso contrário o dinheiro fala mais alto. Enquanto tiver brasileiros comendo os animais vai ser esta situação ... A Chicote Nunca Mais é tecnicamente habilitada e se pudermos ajudar....
Bjs
Fair Soares"
______________________

Por favor, leiam nos comentários a contribuição da amiga Angela Caruso do Quintal de São Francisco


.

.

15 comentários:

  1. Falou China, cheirou mal. Quando junta com Brasil, então, nem se fale!

    ResponderExcluir
  2. Angela Caruso15/03/2012 14:45

    Sheila, tentei encontrar uma Poraria de 1978 de n. 890 e não encontrei. A Portaria foi solicitada por uma associação que à época defendia os jegues que eram exportados para o Japão. Voce leu esta matéria, abaixo fala da portaria: ..."Ele lembrou que o abate de animal é uma atividade comum no Brasil . Além do frango, do suíno e do boi, Simplício cita os bezerros que são abatidos para a fabricação de salsicha e o chamado "borrego mamão", abatido com 15 ou 20 dias de nascido para ser servido como prato nobre.

    Japão foi um dos primeiros importadores

    Não é a primeira vez que os asiáticos se interessam pelos jumentos nordestinos. Há cerca de 20 anos, os japoneses começaram a comprar esses animais para o consumo humano. Os primeiros atravessadores eram de Belo Jardim (PE), que compravam os animais indiscriminadamente. Essa prática estava exterminando os rebanhos nordestinos porque os índices de abate eram de 7,25%, contra um crescimento de 4,5%. Um dos fatores para isso era o preço, que, na época, representava um décimo do valor do boi.

    Para frear o ato predatório, um grupo de criadores fundou, em 1978, a Associação Brasileira de Criadores de Jumento Nordestino. Desde então, foi feita toda uma movimentação junto ao Ministério da Agricultura para evitar o desaparecimento do animal. Uma das medidas foi a portaria 980, que proibiu o abate de jumentas capazes de se produzir.

    Ainda assim, na década de 1980, o comércio acabou por falta de matéria prima. A redução do rebanho foi brusca em todo o Nordeste, caindo de 4,5 milhões de cabeças em 1967 para pouco mais de 1,2 milhão em 1978. O RN, que em 1967 tinha 180 mil jumentos, terminou o ano de 1978 com menos de 52 mil.

    beijos e parabéns a Geuza, brava lutadora.

    ResponderExcluir
  3. Até quando a sociedadse do bem irá suportar tanta maldade, crueldade, sofrimento e dor!Enquanto o homem for carnívoro haverá dor, sofrimento e morte! O Brasil não pode e nem deve participar dessa carnificina. Nós temos que lutar para conscientizar nosso povo que comer animal em pleno 3º milênio é inadimissível e injustificável!Precisa urgente acontecer um grande manifesto diretamente com a Presidenta para impedir tamanho erro!Os jegues são nossos parentes, nossa cultura viva!É nosso dever defendê-los. É dever primordial do Estado defendê-los, pois é do Estado sua tutela. Enviá-los à morte tão cruel como simples produto é demasiado atraso na evolução de uma sociedade de bem! Avante Brasil, seja o primeiro na tão nobre evolução de seu povo!!! Conscientiza essa massa ignorante que animal sensitivo não humano é nosso irmão mais próximo. É nosso semelhante de carne, osso e sangue!
    Quarta-feira próxima,21/03/2012, ás 22hs,o NAT GEO apresentará um documentário em TABU Brasil, incrédulo e horripilante, sobre carne de cavalo, frigoríficos de cavalos, assassinatos de cavalos!Puro atraso na cultura ignorante de um povo sem educação e grosseiro que ao invés de evoluir ainda contribui com a carnificina do super atraso de outras culturas sanguinárias. EXTREMAMENTE LAMENTÁVEL E HORRÍVEL! TEM QUE TER PENA SÉRIA E EFICAZ PARA QUEM MALTRATA E MATA ANIMAIS! TEM QUE MUDAR AS LEIS URGENTE, PARA QUE A HUMANIDADE POSSA ASSIM EVOLUIR NO TRANSCORRER DE UMA NOVA ERA!BRASIL, DÊ O PRIMEIRO PASSO, SEJA O PIONEIRO NA EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE!!!
    ATT.
    M.J.N.

    ResponderExcluir
  4. sairemos nas ruas se necessário,crueldade nunca mais foi um sucesso,vamos defender nossos jumentos também,chineses vão comer capim,chega de tanta crueldade.

    ResponderExcluir
  5. sairemos nas ruas se necessário,crueldade nunca mais foi um sucesso,vamos defender nossos jumentos também,chineses vão comer capim,chega de tanta crueldade.

    ResponderExcluir
  6. Unir china e Brasil é juntar mortos de fome a mercenários!

    ResponderExcluir
  7. Odeiooooooooooooooooooooo a China e isso ja nem é mais novidade.

    Povo maldito, infeliz e quero mais que eles se explodam literalmente

    Juntanto com o Brasil que ta mais é querendo ver o circo pegar fogo, só pode dar um merdeu descontrolado.

    e a tal
    Marilac Alencar, professora de Medicina Veterinária....'coitado dos alunos que tem essa mediocre como professora"

    nota ZEROOOOOOOOOOOOOOOOO pra ela

    ResponderExcluir
  8. Se alguém quer realmente fazer alguma coisa, taí a UIPA do Ceará dando o pontapé inicial. Vamos lá, vamos ajudar a esta proteção animal que já está no local. As sociedades protetoras precisam de voluntários e de ajuda financeira para poderem continuar seu trabalho e melhorar cada vez mais a situação dos animais de comapnhia e de produção. Precisamos lembrar sempre que as sociedades protetoras vivem das doações e o governo estadual doa, quando muito, vacina anti-rábica. Cabe a nós, cidadãos trabalharmos para mudar esta situação. Sabe aquela historinha que alguns contavam que "Fazem carne seca de jegue?" pois é, era tudo verdade... Todos os animais SOFREM demais, os animais de produção SOFREM MUITO e em muitos países carne de Equinos é uma realidade(até mesmo na Europa - Bélgica e Suíça são campeãs do consumo europeu desta carne)-temos que fazer um pacotão com Equinos/bovinos/suinos/aves e pedir BEM-ESTAR e melhor tratamento para todos eles. Aos abolicionistas que estiverem lendo, não me critiquem ou alcunhem como bem-estarista ou coisa parecida. Sou "anti sofrimento" e totalmente a favor da abolição. Mas estou vivendo num mundo real, no qual as pessoas ainda comem carne poqrque foram condicionadas e educadas a assim fazer e não fazem a "conexão"de um bife com o rosto de um ser vivo.. E as Industrias da carne e seus derivados querem que continue assim.. primeiro precisamos ajudar as pessoas a fazerem esta conexão -CARNE=ANIMAL=DOR E SOFRIMENTO através de propragandas sobre o que acontece com os animais nas fazendas desde o momento que nascem onde pintos tem bicos cortados, porcos dentes e rabos cortados, bezerros chifres cortados e cauterizados tudo isso sem anestesia. Depois de colocar isto na mídia as pessoas vão começar a "pensar" sobre isso.. daí aprenderão a pensar que estes animais sentem dor, aproximando-os dos consumidores.. depois, naturalmente as pessoas irão optar por uma vida com mais compaixão para os animais e menos carne em suas mesas e aos poucos, a carne será substituida, e os animais, livres.. Ghandi é o grande exemplo- a verdadeira revolução é feita com amor, educação do povo e paciência.. não vamos vencer os ditadores agindo como os ditadores.. Quanto a China, só a bomba-atômica ou um Tsunami para resolver eles...

    ResponderExcluir
  9. Daqui a pouco vão começar a vender cachorros e gatos também.

    ResponderExcluir
  10. Mas de sairmos chingandos todos chineses devemos lembrar que a China é um país muito grande onde se tem muitos vegetarianos e também pessoas da proteção animal que lutam para que esta carnificina acabe.

    ResponderExcluir
  11. NÃO ESTAMOS FALANDO SÓ DA CHINA E SIM DA ÁSIA TODA.SE TIVER ALGUM ATIVISTA NESSES LUGARES,DEVE SER 1%
    VEGETARIANOS ????? SE TIVER, É MINORIA.
    A CORÉIA DO NORTE É COMUNISTA, LÁ NG. DEFENDE NEM À SI MESMO !
    SE VEMOS TANTOS CÃES E GATOS,MILHARES DE BURROS VENDIDOS DA ZÂMBIA E OUTROS LUGARES, O CONSUMO DE ANIMAIS É ENORME E ESSA GENTE,QUE NÃO É GENTE, NÃO SE CONTENTA SÓ EM MATAR P\ COMER. ELES TRUCIDAM,MATAM C\ CRUELDADE !
    SÃO SÁDICOS ! CACHORROS ASSADOS VIVOS, P\ A CARNE TER MAIS GOSTO, CAXHORROS FRITOS VIVOS, QUE OS OLHOS SALTAM DAS ÓRBITAS ! ENFIM, VEGETARIANOS E ATIVISTAS, SE TIVER,DEVEM SER 3 GATOS PINGADOS !
    SOLUÇÃO P\ A ÁSIA TODA: TSUNAMI OU BOMBA ATOMICA,COMO DISSE A AUREA !

    ResponderExcluir
  12. Sugiro que, ao invés de xingamentos, unamos forças para MUDAR A SITUAÇÃO, pois se asiáticos estão na pauta, BRASIL NÃO É MELHOR, tanto que o acordo com as autoridades brasileiras foi FIRMADO, não FORÇADO!!!

    Em meu blog COMPROMISSO CONSCIENTE publiquei dois artigos e estou preparando um terceiro, sempre colocando fontes e créditos.

    Este é um desafio que podemos e devemos enfrentar, divulgando, conclamando, sensibilizando e respeitando pontos de vista, PARA MELHOR PROPORCIONAR A MUDANÇA.

    Quem quiser efetivamente auxiliar, divulgue e assine as duas petições - abaixo assinados.

    ResponderExcluir
  13. Vamos dar um jeitinho de fazer estas 2 petições aumentarem MUITO para a gente entregar?
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N21806

    http://www.thepetitionsite.com/481/954/995/ministerio-da-agricultura-congresso-nacional-presidencia-da-republica-ministerio-publico-ministerio/

    Sempre lembrando que, no site Petição Pública, temos que VALIDAR nossa assinatura, através do e-mail que será enviado para a nossa caixa de entrada logo a seguir, ou a assinatura não será contabilizada.

    Os artigos, para quem quiser ler

    Sobre a Venda dos Jumentos à China

    http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2012/03/sobre-venda-dos-jumentos-china.html

    VENDA DE JUMENTOS À CHINA, PARA EXPERIMENTOS CIENTÍFICOS EM INDÚSTRIA COSMÉTICA

    http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2012/03/venda-de-jumentos-china-para.html

    Esta é uma luta de todos! NÃO À VIOLÊNCIA AOS ANIMAIS!!!

    ResponderExcluir
  14. CHINA = IDEOLOGIA GANHA GANHA. NÃO ACEITAM PERDER NADA. E AS PLANTAÇÕES DE SOJA DELES AQUI DESGRAÇANDO A FAUNA E FLORA?

    ResponderExcluir
  15. É uma vergonha o que querem fazer com essas criaturas que tanto e tanto serviram aos interesses dos povos do Nordeste! Agora não são mais "de serventia". Então,que sejam massacrados... Quanto ao empresariado brasileiro,penso que nem lixeiras gostariam de tê-los por perto! Não respeitam nada além da própria ganância.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪