07/01/2012

NOTÍCIAS SOBRE AS ÁGUAS DO TERROR QUE CAEM NA REGIÃO SERRANA DO RJ, NOVAMENTE

Nossa querida Bebete, da ONG Estimação lá de Teresópolis, nos ligou ontem a noite. A chuva começa a castigar aquela área novamente.

O diferencial de áreas montanhosas é que o volume dágua transforma tudo numa corredeira de lama e pedras. Os animais morrem arrastados ou soterrados. Nas regiões de enchentes, a água sobe e desce, ou seja, a ajuda aos animais é mais fácil de ser feita.

Como o país inteiro acompanha, os prefeitos daquelas áreas serranas do RJ atingidas por fortes chuvas em 12 de janeiro de 2011, agiram como canalhas. Pegaram o dinheiro para si e não fizeram nada por suas cidades que viveram a maior tragédia climática de todos os tempos, aqui no Brasil. Até hoje, estima-se mais de 4000 pessoas soterradas.... Os animais? impossível de calcular... muitos haras até hoje estão soterrados....

Bebete começa a receber pedidos de socorro e já está vivendo o início do caos. Mas, o que ela me pediu foi ajuda para doar os últimos 60 cães vítimas da tragédia de um ano atrás. Estes cães, depois de perderem seus donos e suas casas, já passaram por mudanças de 4 galpões e idas e vindas para o RJ para serem adotados.

E, a única coisa que ela quer é arranjar donos para estes cães rejeitados por serem de porte médio e serem pretinhos e amarelos... aqueles que só nós mesmos amamos porque sabemos de suas essências...

Estes 60 animais estão há um ano em gaiolas esperando por um dono porque não há um espaço físico para acomodá-los. Eles saem somente enquanto elas estão sendo limpas. Não há condição nem de voluntários passearem com eles porque o atual galpão que os abriga, fica bem mais distante e na beira de uma estrada movimentada.

Bebete implorou ajuda para adoção destes cães (todos castrados) porque não terá espaço para atender os casos que já estão aparecendo.... Gente, há mais de uma semana que chove naquela área. Ela disse que sofre demais ao ver os animais traumatizados e em pânico por conta do barulho da chuva e trovoadas ... A noite eles ficam sozinhos e acabam brigando entre sí. Pela manhã, quando os voluntários e empregados chegam ao galpão, tem sempre um animal machucado. Daí, vai p´ro veterinário e é mais um sofrimento para o pobrezinho. Anteontem, um mordeu o focinho do outro pela grade e o nariz do agredido teve que ser todo reconstituído.

Enfim, galera, uma voluntária vai esta semana filmar estes pobres rejeitados pela sorte dentro de suas gaiolas para ver se alguém se apieda e adote, ao menos, um destes cães que a vida tem castigado tanto... Bebete e os voluntários se viram nos trinta para dar um pouco de atenção a cada um, mas, é humanamente impossível....

Quem puder ajudar adotando um deles, a Bebete (e eu também) beija os pés porque os animais estão sofrendo muito por serem obrigados a ficar presos há um ano em gaiolas...... são refugo das campanhas de adoção. Na última delas, ela trouxe para o Rio 5 cães. Voltaram os 5. Isto custa sofrimento imenso deles e dinheiro, pois, há o transporte e tudo mais.

Bem, o tel. da Bebete é (21) 8790-7772.
Eu pedi a conta da Ong, que é a seguinte:
Grupo Estimação
Banco Iatú - agência 6103 - C/C 19918-5
CNPJ 08996430/0001-17

VAMOS AJUDAR, GALERA!!!!! se alguém conseguir adoção para um cão, ajudamos a ter espaço para recolher outros.... vamos nos esforçar, gente amiga!!!!! quem sabe um parente seu se interessa.... olha, tem muitos animais que foram para outros estados.... vamos lá, gente!!! eu tenho fé que conseguiremos acomodar todos estes animais sofridos.....
.

10 comentários:

  1. Prezada Sheila,

    Mais uma vez venho pedir para divulgar o que está acontecendo em MInas Gerais. Agora já são 103 cidades inundadas. As pessoas se foram e deixaram cães até amarrados dentro de quintais, exaustos, em uma posição fixa, apenas com a cabeça para fora d´agua tentando respirar (vi isso em reportagem na TV), uns nos cantos de muros, nas ruas, outros em quintais completamente aprisionados sem ter para onde fugir, não conseguem pular os muros, mas todos morrendo de exaustão para se manter de pé com a cabecinha para fora d'água. Não resistirão mais que uma noite, se conseguirem isso tudo ! Pelo amor de Deus, vamos divulgar, por tudo que é mais sagrado. Precisamos divulgar. Moro em BH e até o momento NINGUÉM se manifestou. Não estou vendo nada a respeito.

    Obrigado!
    Frederico (BH)

    ResponderExcluir
  2. Ai meu Deus!!!! Moro em apto e já tenho duas!!! Vou divulgar!!!

    ResponderExcluir
  3. copiei e colei o apelo do frederico em varios sites de protecao animal de mg. mas creio q a ajuda esteja se materializando ja!

    e boa sorte p/ turminha da bebete! nao posso adotar pq nao tou mais no brasil...

    anny

    ResponderExcluir
  4. vivian diamant07/01/2012 17:40

    precisam fazer uma feira de emergencia como teve aquela que doou todos em um fim de semana no rio...sabado e domingo!!!!
    nestas cmpanhas as pessoas comparecem....
    é tudo muito trsite demais para os animais
    vivian

    ResponderExcluir
  5. Pessoas misericordiosas de Minas Gerais, ajudem esses pobrezinhos!

    ResponderExcluir
  6. Andressa Carolino07/01/2012 19:18

    faço o mesmo apelo do Frederico (BH)... obrigada Frederico. tb vi na TV esses cenas muito tristes....
    gostaria de poder ajudar de alguma maneira.... se tiver uma ong que esteja recolhendo estes animais por favor divulguem para podermos contribuir...

    ResponderExcluir
  7. Entra ano, sai ano e o descaso das autoridades com a população continua o mesmo. Não há programas de prevenção, ninguém se preocupa com as pessoas nem com os animais. O que eles querem mesmo é se locupletar, e o povo que se lixe. Isso é Brasil. Ler uma postagem dessas é para deixar qualquer um mais revoltado. Tomei a liberdade de fazer um resumo e publicar no meu blog (com link para o seu), na tentativa de ajudar a encontrar adotantes para esses pobres animais.

    Nanci

    ResponderExcluir
  8. Eduardo Roz08/01/2012 14:36

    Estou divulgando para muitos contatos... Vamos fazer nossa parte!!!

    ResponderExcluir
  9. anselmo padula08/01/2012 20:49

    CONSTATANDO-SE que a pessoa q está sendo resgatada deixou seu animal para morrer, o resgate tem q ser interronpido para resgatar o animal. O lixo q largou o animal amarrado para morrer tinha mais é q ser ignorado pelo resgate e morrer na enchente.

    ResponderExcluir
  10. como faço para adotar um desses? sou de sao paulo e gostaria d saber cmo um desses pderia chegar até a mim.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪