06/01/2012

CAVALO MORRE DE TANTO TRABALHAR - POÇOS DE CALDAS - MG


CRUELDADE!!! Depois de horas de trabalho exaustivo em uma charrete, o cavalo não aguentou e morreu em pleno passeio com os turistas.

Fonte: POÇOS HOJE.COM
_______________
NOTA: nossos amados leitores já mandaram inúmeras matérias dando conta que o animal não morreu. Tem várias nos comentários. Separei esta aqui:
http://www.pocoshoje.com/mostra_noticia.asp?codigonoticia=6798
.

21 comentários:

  1. Isso nao vai ter fim, enquanto houver turista que nao tenha consciencia porque os donos do cavalo nao estão nem aí , querem é mais.

    ResponderExcluir
  2. Absurdo isso!! Há tempo que eles maltratam aqueles animais, e as autoridades não fazem nada... o jeito é protestar #PocosSemCharrete

    ResponderExcluir
  3. Maria Cristina06/01/2012 14:15

    cavalo esta vivo e, resumindo:charreteiro´s são pessoas ""bonissimas"" e o cavalinho só saiu para dar uma volta na parte da manhã.
    vejam o link abaixo

    http://www.pocoshoje.com/mostra_noticia.asp?codigonoticia=6798

    Maria Cristina-SP

    ResponderExcluir
  4. Maria Cristina06/01/2012 14:15

    cavalo esta vivo e, resumindo:charreteiro´s são pessoas ""bonissimas"" e o cavalinho só saiu para dar uma volta na parte da manhã.
    vejam o link abaixo

    http://www.pocoshoje.com/mostra_noticia.asp?codigonoticia=6798

    Maria Cristina-SP

    ResponderExcluir
  5. Mari, é isso mesmo.

    Enquanto pessoas estimularem práticas absurdas e sem propósito, veremos cenas horripilantes e cruéis como essa.

    Vai passear a pé, que faz bem ao cárdiorrespiratório, emagrece, queima açúcar e deixa o corpo transbordando de tanta endorfina!

    Tenho certeza que o animal, além de cansado, estava desnutrido, doente e sem zelo.

    ResponderExcluir
  6. O link a seguir garante que o cavalo em questão, chamado Iraque, não morreu e teve um diagnóstico de dores renais.

    segue < http://pocoshoje.com/mostra_noticia.asp?codigonoticia=6798 >

    ResponderExcluir
  7. rosa elisa villanueva06/01/2012 16:01

    falam que o país cresceu muito, que milhões de pessoas saíram da extrema pobreza e blábláblá, mas nunca se viu o aumento gigantesco de carroceiros utilizando cavalos nas cidades brasileiras. estes cavalos são muito mal tratados e as pessoas tem pena dos carroceiros. somente uma lei federal para proibir a utilização de cavalos em zona urbana pode ajudar os coitadinhos.

    ResponderExcluir
  8. Carroceiro e turistas filhos da p***!!!

    ResponderExcluir
  9. eh isso msm, mari e paula: nao devemos utilizar animais em nossos passeios turisticos! lembro q qdo fui ao nordeste, ofereciam passeio de jegue e fiquei me perguntando q tipo de vida aqueles animais levavam, se eram bem tratados. e o problema dos carroceiros requer pulso firme, coisa q os legisladores e tomadores de decisao nao tem. qdo eu morava em brasilia era proibido mas s/ fiscalizacao, eles circulavam livremente e nao pareciam se importar nem um pouco c/ o bem estar dos cavalos (da-lhe chicotada).

    anny

    ResponderExcluir
  10. Nasci em PC e hj moro em outra cidade,porém estava lá nesse dia e passei por este pobrezinho quando ainda estavam algumas pessoas examinando-o, já havia um pano ou plástico ( não sei direito) em cima dele... esse dia estava chovendo tanto... e o dono ou quem "cuidava" dele, já nem estava perto, pobrezinho... e mais tarde no dia 31, enquanto chovia muito, em torno das 22h, tinha mais um cavalo abandonado numa rua de Poços... liguei para muitas pessoas até que consegui achar o "dono" do cavalo... já eram quase meia noite e ele estava "festando" enquanto o pobrezinho estava na chuva... não deixei o bichinho enquanto não o tiraram de lá... o que as pessoas pensam? Q os animais não sentem fome, frio, medo?? fico indignada!

    ResponderExcluir
  11. Eu não sei se ele morreu ou não, pois vim embora no dia 1... mas li numa reportagem que ele está vivo ainda...

    ResponderExcluir
  12. so devemos falar aquilo q vemos com os proprios olhos e eu vi moro perto do lugar q ele passou mal fiquei la um bom tempo, e ele est realment bem
    posso falar porque eu viiiiiiiii e ele estava bem gordinho viu...


    segue < http://pocoshoje.com/mostra_noticia.asp?codigonoticia=6798 >

    ResponderExcluir
  13. 5/1/2012 - ACS/Prefeitura

    Cavalo de charrete que teve cólica passa bem

    Iraque, o cavalo de charrete que caiu na avenida Edmundo Cardillo no dia 30 e foi dado como morto , passa bem e o problema que causou tanta dor ao animal foi problemas renais. O incidente acabou gerando suspeita de maus-tratos. O cavalo passou mal quando retornava para casa, após ter feito um passeio de manhã, e recebeu diagnóstico de dores renais por parte da Associação Protetora dos Animais (Aapa), que prestou atendimento no local.

    Segundo Francisco Carlos Rodrigues, presidente da Associação dos Condutores de Veículos de Tração Animal, não há histórico de problemas com cavalos que conduzem charretes há vários anos. A associação possui uma parceria com a PUC Minas e a Secretaria de Saúde através do programa Charreteiro Gente Nossa. O curso de Medicina Veterinária da universidade acompanha os 120 cavalos que são usados nas charretes, prestando atendimento veterinário. Além disso, o programa irá proporcionar padronização das charretes e capacitação dos condutores. Os charreteiros receberão um selo que comprovará idoneidade e comprometimento com os requisitos do Charreteiro Gente Nossa. As rotas dos passeios serão padronizadas e uniformes serão distribuídos entre os condutores.

    Iraque tem 12 anos, idade média de um cavalo. Na tarde da última quarta-feira (4), o animal estava bem disposto e se alimentou normalmente no quintal da propriedade do dono, no São Sebastião, onde descansa e interage com outros cavalos. Ele ficará dois meses sob observação. "O cavalo veio para trabalhar na sexta e fez um único passeio pela manhã. Ficou um tempo parado e vimos que ele não estava muito bem. Aí acionamos o dono, que o levou embora. Infelizmente, ele acabou passando mal no caminho para a casa", relembra Rodrigues.

    O presidente enfatiza que há uma fiscalização rígida nos pontos de charretes. No dia 31, a associação advertiu um condutor que havia desrespeitado o regulamento, que determina que um cavalo não possa conduzir charretes dois dias seguidos. O charreteiro havia trazido o mesmo cavalo no dia seguinte e foi impedido.

    Tradição
    Os passeios de charrete são muito requisitados pelos turistas. Segundo o secretário de Turismo José Carlos Polli, o atrativo turístico tem toda a atenção da secretaria e é supervisionado com cuidado por possuir animais como meio de locomoção. "As charretes fazem parte de uma tradição de Poços. São um atrativo que o turista aprecia muito. Ao contrário do que muita gente imagina, elas não estão atrapalhando o trânsito e são fiscalizadas pelo Demutran, como consta na lei. Os charretistas tratam bem os cavalos e há muitas famílias que são sustentadas por meio dos passeios de charrete", afirma.


    Iraque passa bem

    ResponderExcluir
  14. gordinho ou magrinho, o turista consciente tem mais é que aproveitar o passeio e caminhar.

    esse papo de que o cavalo estava gordinho, nao tem nada a ver, passou mal, porque foi exaustivamente usado por seres desumanos .

    gente ignorante é froidssssssssssss!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Caro Anonimo, se nós somente vamos falar daquilo que vemos, as notícias terão de ocorrer, notoriamente, na nossa casa ou em nossas vidas.

    Eu não estive em guerra alguma, UPP, cidades alagadas etc e falo daquilo que vejo nas mídias.

    Opinião ainda faz parte de qualquer processo democrático.

    Ninguém aqui falou mal de ninguém. Criticamos a posição omissa e sem sentimento de turistas que usam charretes com tração animal (o Blog se destina à Causa Animal).

    O animal apresentava, segundo nota, estar sentindo dores renais. E em momento algum as pessoas aqui deixam de postar o que sabem, exatamente para trazer lisura ao tema.

    Provavelmente o cavalo esta doente e tal doença pode ser sequela de outras conduções tomadas ou não.

    ResponderExcluir
  16. fabiola ottati07/01/2012 12:00

    o pior é que esse tipo de coisa é até comum de acontecer!
    se ninguem pagasse p andar nessas porcarias de charretes isso iria acabar um dia!
    coisa mais pré-histórica!
    o povinho atrasado!

    ResponderExcluir
  17. Sinceramente, acho que para ele seria melhor ter morrido, sobreviver pra que? Pra voltar para essa vida de escravidão e maus tratos?

    Olha, eu sempre levantei a bandeira contra carroceiros, odeio todos. Sonho com o dia que veículos de tração serão proibidos em todo Brasil.

    ResponderExcluir
  18. Para mim não tem essa de estar "gordinho" pois ja socorri um cão que tb estava "gordinho" e doente..tanto é que ele morreu dps !

    O que as pessoas tem que se conscientizar é que bicho não é brinquedo nem objeto e não deveria ser tratado como tal, é a lei da oferta e da procura, enquanto houver "burristas" pagando para andar de charrete, continuarão existindo as charretes ! E não acredito muito nessa tal "fiscalização rigida" sobre os charreteiros, aqui no Brasil ? haha duvido !!



    Simone

    ResponderExcluir
  19. Pra mim,as coisas nao sao do jeito que voces pensao,meu avo é charreteiro daqui de poços,e de todos o charreteiros q conheço,todos os cavalos sao muito bem cuidados,iraque passou mal derrepente,mas agora,graças a deus ele está bem.


    Acho,que invés de vcs ficarem aqui criticando charreteiros,primeiramente vcs deveria conhecer a vida deles,como é... Tenho certeza de que eles nao tem uma vida boa,c nao eles nao estaria nesse emprego...Aposto q muitos de voces nem andaram em um cavalo pra saber como é,eu tenho um cavalo,ele está com 25 anos hoje,ele trabalhou com meu avô por 22 anos,e hoje ele esta em uma chácara nossa,recebendo todo o cuidado,q um cavalo pode ter... nunca vcs devem xinga-los de filhos da p..'',eles tambem sao gente,sao humanos como voces,a procura de uma vida digna,e nunca querendo mais.

    OBS: PROCUREM SABER ANTES DE CRITICAR !!

    ResponderExcluir
  20. Ninguém vai ajudar a "Causa Animal" postando notícias falsas. Pesquisem antes de publicar "Crueldade!" "Cavalo morre!".
    Acho as charretes de Poços uma coisa meio brega, mas a verdade é que aqueles cavalos levam uma vida melhor do que muitos humanos...

    ResponderExcluir
  21. No bairro Pedreira em queimados cavalos trabalham até a morte,postei no face oeste texto na tentativa de sensibilizar alguém que possa nos ajudar.
    CAVALOS TRABALHAM ATÉ A MORTE E POPULAÇÃO JÁ NÃO AGUENTA OS CARRAPATOS E A SUJEIRA NAS RUAS.


    Hoje quando acordei e vi o meu bairro limpo pensei: Não podia ser sempre assim! Mais tem gente(ALGUNS VEREADORES) que tem a obrigação de criar projetos que beneficiem a população e infelizmente com a intensão de atacar o prefeito acabam prejudicando quem não tem nada a ver com isso.Está sendo feito uma campanha no Rio de Janeiro chamada RIO LIMPO que tem apoio de vários setores públicos e privados que entendem que a população não deve viver em meio a sujeira.enquanto em Queimados alguns vereadores com a atitude que tomaram, praticamente começaram uma campanha que deveria se chamar QUEIMADOS SUJA. Charretes não são meios de transporte dignos para a população. Prefeito MAX LEMOS ainda acreditamos que o sr. vai cumprir sua palavra de mudar o meio de transporte do nosso bairro.
    charreteiros começam a trabalhar ás 05:00hs da manha e só param ás 23:30 ou quando o cavalo não aguenta mais

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪