25/01/2012

CASO DALVA - POLÍCIA INDICIA SUSPEITA DE MATAR MAIS DE 30 ANIMAIS EM SP

Todos os protetores que agem como "matadores" sabem que correm este risco. É o preço a ser pago por sua crença de que estão fazendo o melhor pelo animal... Penso que a psiquiatria resolveria melhor o caso, enfim.....

Jornal Globo News - Rede Globo - 25/01/12
.

7 comentários:

  1. Poxa Sheilinha, nao acho que ela ainda pode ser chamada de protetora....e nao acho que ainda deveria ser vista com os olhos de alguem que queria por fim ao sofrimento dos bichos! Esperei inicialmente antes de acusar para ver se nao era isso mesmo, mas ja temos provas mais do que claras de que nao foi o caso.... acho que nao é um caso so de psiquiatria nao pq nao é so a loucura de se pensar em por fim no sofrimento mas tem ai muita maldade tb! Coisa que eu acho, que psiquiatria so nao pode resolver! E caso então em que se cabe, ao meu ver, puniçao tb, visto o ato errado feito com ciencia! Nao vejo mesmo aonde vc ve nos atos dela a crença de estar ajudando os bichos....gostaria de entender melhor o seu ponto de vista, pq acho que nao entendo muito bem o que vc pensa do caso Dalva....nao sei.... no começo pensei como vc, vamos dar o beneficio da duvida...mas agora, depois de tudo isso...ainda resta alguma duvida???

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Sei não, Sheila. As provas são contundentes. Alguns animais estavam sadios e mesmo assim ela matou. A eutanásia é legal e acontece em todos os abrigos e consultórios médico veterinários. Morte de animais sadios só mesmo no CCZ...e nas casas das Dalvas. Contra ela ainda a sua defesa. Alegar que não sabia que era crime matar animais sadios...Convenhamos. Se ela é proterora teria de saber disso. Parece que o advogado dela não é bom, porque a desculpa de não saber se algo é crime não é válida como defesa. Uma vez um advogado me mostrou um dos seus livros de leis e vem logo na primeira página. O cidadão que comete um crime não pode alegar seu desconhecimento. Não tem valor isso. Certas coisas ajudam a machucar nossos corações. Lana tentando se esconder junto a caminha...Aquela imagem não sai de minha cabeça. E a cachorrinha ainda com o lacinho cor de rosa no pescoço...jogada no lixo. Nem tirou o laço. Nenhum sentimento nessa mulher. Para mim, trata-se de um gravissimo caso de doença mental, alguma psicopatia. Se há outros protetores assim, é preciso averiguar já porque são pessoas perigosas. O que ela faz é muito diferente da eutanásia, a morte por piedade. Nem se pode comparar.

    ResponderExcluir
  3. sem meias palavras25/01/2012 15:26

    umas porradas resolvia o problema dela!

    ResponderExcluir
  4. karina medaglia25/01/2012 17:42

    gente o CRMV de são paulo não deveria processar esta mulher por exercicio ilegal da medicina veterinaria ao eutanasiar animais sadios usando medicação que so deveria ser manipulada por profissionais da area?
    entrei no site do crmv e questionei, encaminhei direto pro gabinete do conselho, não coloquei numero do crmv ja que não sou veterinaria mas mesmo assim o email foi encaminhado, acho que todos deviamos pressionar o conselho, afinal é mais um processo contra esta bruxa

    ResponderExcluir
  5. Teve uma das notícias que vi que falava que havia veterinários envolvidos, que esses animais eram para retirar sangue. Alguém sabe de mais alguma coisa sobre isso ou foi especulação?
    Adriana

    ResponderExcluir
  6. Não morro sem antes ver esses assassinos dos infernos, sendo julgados e dentro de uma cadeia .

    ResponderExcluir
  7. Essa mulher não era e nunca foi veterinária, era macumbeira. O sangue que era retirado era vendido. Essa mulher é uma monstra da pior especie.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪