• ALÔ, AMIGOS!!!

    Revista Eletrônica "O Grito do Bicho" - Fazendo a notícia na luta pelo direito dos animais do céu, da terra e do mar.

    O resultado é pela Loteria Federal.

    E, o principal, é DIGRATIS E VOCÊ PODE SE INSCREVER TODO DIA !!!
    Boa sorte!!!

Faça sua doação:

Texto

Receba nossos boletins diários no seu e-mail: *

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

MARCELO TAS, DO CQC, FAZ COMENTÁRIOS ESPECISTAS SOBRE ANIMAIS

O âncora do programa, Marcelo Tas, merece receber uns toques nossos já que ele usou o famoso jargão de que "tanta gente gastando com bicho tendo um monte de crianças na rua....".

Ai ai, isto é tão imbecil!!!! o idiotas de plantão não vêem que quando comparam criança a cachorro reconhecem a mesma necessidade e atenção. Portanto, é escolha é de cada um cuidar de cães ou de crianças, certo? Repetir um conceito tão incoerente, antiquado, estapafúrdio, velho, decadente, bolorento, etc. etc. etc., é sinal de pouca inteligência. Tô errada?

Engraçado é que ninguém fala o mesmo quando uma madama compra um vestido de 100 mil dólares, né? podia dizer o mesmo... tanta criança sem roupa e esta mulher comprando um vestido tão caro!!!! qual, são uns idiotas de plantão mesmo!!!! Veja a matéria que não está ruim não. Apenas, teve este aspecto especista da parte dele. Merece um "esclarecimento" nosso, né?

Se quiser mandar um e-mail para o "safadinho do Tás"..... kakakakaka..... use este e-mail que me deu trabalho para descobrir: protesteja2009@gmail.com

________________

NOTA: o e-mail está sendo respondido como não sendo do Marcelo Tás, mas, é do CQC. Portanto, eles tem como repassar. Não sei porque consideram o assunto somente do Tas. P´ra mim não seria. Um leitor usou o e-mail rede@marcelotas.com.br . Disse que não voltou.
___________
NOTA 2 : eu peguei este e-mail com a própria produção do CQC. Acontece que quem o está recebendo e não está gostando por questões que parecem ter cunho pessoal, deveria, então, dar o e-mail que as mensagens chegassem até ele, concordam? é simples de resolver!!!!! Se quiserem escrever pelo fale conosco, o link é http://www.band.com.br/faleconosco/





CQC - Rede Bandeirantes - 24/10/11
.
Leia mais...

CORREDOR DE MOTO ABANDONA A PROVA PARA SALVAR UM BEZERRO



FONTE: MACHABLE
.
Leia mais...

O SEGREDO DO CHACOALHO DOS ANIMAIS MOLHADOS

Achado genial da Cris Calixto:



ciência
O segredo do chacoalho dos cachorros molhados
Por Jesús Diaz
Se você quer saber quão rápido um cachorro molhado se chacoalha para se secar, você precisa ver esse vídeo. Se você não está nem aí, deve ver mesmo assim: ele é cheio de belos animaizinhos se chacoalhando em câmera lenta.

Uma equipe liderada por Andrew Dickerson, do Instituto de Tecnologia da Geórgia, descobriu uma fórmula universal que explica a frequência de chacoalho que animais com pelos fazem para se secar. Ou quase isso, já que existem alguns problemas de correção, que devem ser explicados pelo comprimento dos animais com pelos.

O que eles descobriram

Inicialmente, a equipe filmou e analisou os movimentos que os cachorros faziam após sair da água. Eles descobriram, por exemplo, que um golden retriever chacoalha seu corpo numa frequência de 4.3Hz, enquanto um pequeno husky atinge 5.8Hz.

Analisando a diferença da frequência, eles perceberam que a velocidade da sacudida estava associada ao raio do corpo do animal. A água prende no cachorro pela tensão da superfície, eles imaginam, e a agitação senoidal cria forças centrípetas que ejetam a água do corpo. Portanto, quanto maior o raio do corpo do cachorro ®, maior são as forças na pele dele.

Traduzindo, animais de pequeno porte com pelos tem que se chacoalhar com mais velocidade para atingir as forças necessárias, e é por isso que um rato se chacoalha a 27Hz, enquanto um gato atinge 6Hz. Olhando esses dados, eles descobriram que a frequência deve ser R^0.75, com as “frequências de chacoalho assintomaticamente atingindo 4Hz com o crescimento do animal”.

Fator de correção

A equipe também percebeu que, apesar da lei ser verdadeira, ainda falta um fator de correção, que pode estar relacionado ao pelo em si. Eu imagino que o tamanho, o tipo e a morfologia do pelo animal deve fazer parte dessa conta também.

E, sim, eu basicamente escrevi tudo isso para ter uma boa desculpa para assistir cachorros se chacoalhando ao sair da água. [The Web-Dog Shake via Technology Review—Obrigado, Anna Jane!]

FONTE: GISMODO
.
Leia mais...