07/12/2011

USAR O FACEBOOK, TUDO BEM... MAS, NÃO ME ENCHAM A PACIÊNCIA!!!!

Eu sempre juro que não vou mais tocar no assunto, mas, não posso ignorar as informações que nossos leitores nos enviam em respeito a nossa convicção. Desta feita, nossa Verinha nos envia, lá da Alemanha, umas fotos privadas do Mark Zuckerberg que foram acessadas, indevidamente, durante uma comprovação da insegurança do tal facebook. Vejam neste LINK . Mas vou resumir a questão:

1 - reconheço o poder do facebook e agradeço muito (de coração mesmo) a todos que divulgam nosso trabalho colocando nossas postagens nesta rede social. Continuem fazendo porque só ganha a causa de defesa animal;

2 - minha postura de não gostar do dono/criador do facebook deve-se tão somente à questões éticas e estimuladas até pelas convicções veganas. É claro que não discuto o fato da maioria de humanos comer carne, imagina!!!! só um idiota e incompetente de leitura interpretaria assim. O que eu tenho é nojo deste cara por se servir de determinados animais como "coisas" e por saber que ele os mantêm em sua casa para serem mortos na hora de come-los. São várias espécies, inclusive, trazidas de suas caçadas na África. Eu tenho nojo maior ainda em saber que se especializou em técnicas de matar animais para que a carne produzisse adrenalina o suficiente para amaciá-las...

3 - pelo amor de Deus, NÃO ESTOU CRITICANDO DE JEITO E MANEIRA AS PESSOAS QUE USAM O FACE, mas, me dou ao direito de questionar sites e blogs de pessoas que vivem enchendo a boca contra o tal "bem-estarismo" e protetores que comem carne. Estas ditas pessoas mantêm seu facebook lá tinindo...

Ora, estes sites/blogs (incluindo paginas do face) que fazem postagens exaltando que fulano de tal é maravilhoso porque é vegano, que tem dezenas de artigos condenando a matança de animais para comer ou mesmo aqueles que citam a famosa frase "porque gosta de uns e come os outros?" deveriam ser coerente com seu "dedinho" apontado, ou estou errada?

DIZEM PARA NÃO COMPRAR PRODUTOS QUE USAM ANIMAIS, MAS, TEM O SEU "RINCÃO" LÁ NO FACEBOOK? ora, vejam só... consumir produtos da Avon, Jonhson, etc. não deve porque aí eles não ganham dinheiro com isto... ué, pode enriquecer o Mark cujas ações estão sendo avaliadas em 100 bilhões de dólares?


Não trabalho levantando estas questões e nem apontando dedos para companheiros que, de alguma forma, estão juntos nesta guerra em defesa animal. Eu nem mesmo respondo se sou vegetariana, vegana ou o raio que o parta. Não interessa a ninguém saber e sim ser convicto no que cada um pensa. Não sou modelo para ninguém. Entretanto, tenho documentado, os vários leitores que são levados, pelas matérias com que conduzo nosso trabalho, a concluir o que é melhor para ele. Anteontem mesmo, um deles me escreveu dizendo que "definitivamente se tornou 100% vegetariano" ( não é verdade Jonathas?)

Ser vegano (não explorar produtos animal para nada) é uma grande evolução humana, mas, não os torna melhores que os companheiros que ainda não o são. Até porque ninguém consegue ser 100% vegano no dia a dia. Ser vegetariano pelos animais, atualmente, é uma grande prova de convicção naquilo que acredita.

4 - independente das minhas convicções, governos de vários países questionam o "perigo" que esta rede social oferece por possibilitar que a vida de qualquer pessoa fique exposta aos 4 cantos do mundo. Mark sofre ações na justiça oriundas de alguns países, como já publicado em várias matérias na mídia mundial. Aliás, tem várias aqui nosso blog.

5 - que fique claro que estou me referindo a "incoerência" daqueles que se dizem veganos e que usam o facebook (tendo o google+ igualzinho ou melhor) como se nada soubessem ou mesmo dizendo que o fazem "pelos animais". Ah, me poupem.... ou seja, parem de criticar quem não é vegano e continuem usando seu face tranquilo tranquilo, combinado?

6 - alguns leitores nem sabem, mas, tem alguns destes sites/blogs e até paginas no face que não "compartilham" nossas matérias/reportagens porque não sou vegana. Como não me titularizo como tal, eles acham que sou bem-estarista, que frequento churrascaria, etc etc etc........ ô pobreza!!!! Os inteligentes avaliam positivamente meu esforço em fazer um bom trabalho e a minha opção em não usar o tema para ser considerada como gente "do nível superior"...

Agora vejam as fotos que selecionei do site que nossa Verinha nos enviou, onde fica comprovado que Mark reune seus amigos, mata "tecnicamente" os animais que tem no quintal e ainda curte sua cadelinha como brinquedinho especial.







______
NOTA DA REDAÇÃO APÓS A POSTAGEM:
quem desejar conhecer melhor o assunto, é só usar o Google Personalizado que temos a direita do blog. É só digitar a palavra facebook, que sai tudo que publicamos, ok?
.

26 comentários:

  1. resumindo....
    eu uso o face, mas o Mark é um grande babacããããããããããoooooooo, isso a gente nao pode negar.

    ResponderExcluir
  2. Qto a ser ou vegetariano, vegano ou sei lá o que,não tem nada a ver, o pessoal é bem radical e tudo que é radical faz mal...sou vegetariana, Hitler era vegetariano?!! e ai?? Sabe o pessoal se pega em cada coisa... até nos computadores que usamos existem componentes de origem animal e ai, não vão mais usar a internet? Todo o tipo de RADICALISMO faz mau. Sou vegetariana, protetora há 17 anos e não fico enchendo o saco dos outros para serem tb! Mesmo pq aqueles que não são vegetariano tb ajudam os animais.

    ResponderExcluir
  3. Pode ser um babaca (um babaca rico), mas o face tem muita visibilidade e tem ajudado a causa animal. Se for assim não devemos ler tal jornal porque o dono come vitela, ou o dono de tal emissora usa pele de animais, se nos fecharmos no gueto a causa não cresce.

    ResponderExcluir
  4. é um paradoxo ele cuidar tão bem da cadelinha e não ter a mínima compaixão por outros seres vivos , e ainda se aprimorar em técnicas de matar com adrenalina, que é o hormônio liberado na hora do stress, medo... lamentável, ele é um monstrinho

    ResponderExcluir
  5. Alejandro Caprario07/12/2011 14:49

    Não como mais carne há anos, mas ainda não sou vegano. Talvez eu chegue lá. MAs, carne, não como mais de forma alguma. Viva a Sheila!!!

    ResponderExcluir
  6. Acredito que ninguém tem o direito de "meter o dedo na cara" de ninguém por nada. Ainda mais se considerarmos que estamos todos lutando em prol da mesma causa: o bem estar animal.

    O trabalho da Sheila é muito, muito, infinitamente maior do que muitos vegetarianos que eu conheço e esse mesmo trabalho levou diversas pessoas a se tornarem não só vegetarianas como também protetoras.

    O fato de ela me citar no texto - eu sou o Jonathas - me deixou extremamente feliz e aproveito esse pequeno espaço para agradecê-la, pois "O Grito do Bicho" foi um dos principais meios de informação que me levaram a ser protetor animal e, mais recentemente, vegetariano.

    Não a conheço pessoalmente - espero um dia conhecer! - mas posso afirmar categoricamente que ninguém tem o direito de criticar o fantástico trabalho que a Sheila faz em prol dos animais. Ela faz - e muito bem - a parte dela.

    E você, que critica ela, faz mais do que ela? Se não, por favor, mude seus conceitos e vá fazer mais. Se sim, pare de criticar uma companheira de luta e passe a ajudá-la.

    Sheilinha, um beijão e muito obrigado!

    ResponderExcluir
  7. ele pode ser até um babaca rico, mas babaca sera sempre um babaca

    ResponderExcluir
  8. Cida- SCSUL-SP07/12/2011 15:07

    Também sou vegetariana, mas tb não fico enchendo o saco de ninguém, só não me chamem pra ir a churrascada ou aqueles rodízios de carne horriveis, que realmenteme permito não presenciar tais coisas. Quanto ao Face eu tb uso, para divulgar as causas animais e me corresponder com amigos e parentes que estão longe. Quanto ao retardado do dono...sem comentários, é realmente um idiota.

    ResponderExcluir
  9. É UM BABACA!!!!não faço parte de nenhuma rede social.

    ResponderExcluir
  10. Lilyan disse tudo. Cuidado com o radicalismo! Tudo que é muito radical tende a acabar. Militarismo radical, política radical, etc. Usem a cabeça, reflitam sobre a história. O mais importante: deixem de hipocrisia.

    ResponderExcluir
  11. Sheila, o que importa é o seu trabalho em prol dos animais.
    Quem critica esquece que enquanto aponta um dedo p/ o "defeito" do outro, se esquece que tem quatro dedos apontados p/ ele mesmo.
    Parabéns pela colocação.

    ResponderExcluir
  12. Bom, ha muito tempo deletei meu orkut(quando ainda mal se falava nesse tal de Face), e nunca mais tive interesse nessas redes sociais, pode ate ser legal, divulgação e tals, mas eu sinceramente acho tudo uma grande chatice, Facebook, Twitter (que ate hj não sei pra que serve..rs)e demais coisitas desses novos meios de comunicação, prefiro ainda o bom e quase velho e-mail.. Ah e ainda curto enviar cartinhas pelo correio hem...não existe nada mais legal do que receber um cartão de natal, aniversario que não seja Virtual..rs demonstra mt mais afeto.
    E quanto a esse imbecil desse mané Mark, é realmente um IDIOTA completo que ainda posa de bom moço " sou quase vegetariano por matar minha propria comida" (acho que foi isso que ele disse uma vez) ele vive em outra dimensão ou é um completo alienado que não sabe nem o que ta falando...babaca msm !


    Simone

    ResponderExcluir
  13. Querida Sheila!

    Sua matéria ficou excelente e vou relê-la com calma. Tive uns problemas chatos hoje, estou meio abalada, mas adorei ler o artigo!

    Também acho que não é coerente que veganos critiquem quem não o seja e usem o facebook. Se eles são tão radicais, porque não são coerentes?

    Eu sou usuária do facebook, lá costumo divulgar muitos dos seus artigos e colaboro para ajudar os irmãozinhos, mas basicamente não gosto do ambiente. Acho que continuo por lá por vício, doença mesmo. Mas talvez eu saia, ou deixe de frequentar, assim como fiz com o orkut.

    Enfim... não sei se estas fotos foram divulgadas no Brasil, mas hoje me surpreendi ao vê-las em destaque no jornal alemão DAS BILD. ah, e não deixei mesmo barato... claro que tinha que te informar, né, Sheila???


    Beijos a você e a todos,


    Verinha Rath

    ResponderExcluir
  14. Bom, já vou avisando que não fico bem numa cruz, portanto, nada de crucificação!
    Sou semi-vegetariana, embora isso não exista. Já fui vegetariana e o motivo de me tornar semi não vem ao caso.
    O cara é um babaca por matar os animais "com adrenalina no sangue", não por comer carne, afinal de contas minha irmã come e, definitivamente ela não é uma babaca. Eu também comia, não era e não sou babaca.
    Tenho facebook e sei que graças a ele ajudamos muitos e muitos animais em risco, muitos foram adotados e tudo o mais que todos aqui sabem. A matança desenfreada de animais se deve ao fato de que quase ninguém "consegue" comer sem que tenha algum animal no prato. Isso vai mudar aos poucos, é o que acredito.
    Quanto aos animais maltratados, sejam galos, vacas, cães, gatos, etc, e que foram salvos, muito se deve ao facebook pela facilidade de comunicação. pra mim é o que conta. Pena que a dona do face não é a Sheila...!

    ResponderExcluir
  15. "Eu tenho nojo maior ainda em saber que se especializou em técnicas de matar animais para que a carne produzisse adrenalina o suficiente para amaciá-las..." <- ok, onde você leu isso? li que ele aprendeu as "melhores técnicas de abate" no sentido de serem as mais rápidas e indolores, não no sentido de "liberarem adrenalina" (mesmo porque isso significa carne dura!).

    Essa lombra aí é exclusivamente da tua cabeça.
    E nao tem nada de incoerente em comer carne e ter um predador de estimação. ele não come cães, come mesmos animais que o cão come. ou tu quer que o cachorro vire vegano e morra anemico e desnutrido? eu, heim.

    ResponderExcluir
  16. Sheila, outra vez tendo que fazer post sobre o Facebook? Caramba!

    E concordo contigo; ser vegano ou vegetariano não torna ninguém melhor que o outro. Sua postura, seu compromisso e sua ética ao Mundo contam muito de quem é e do que faz.

    Parabéns pela crônica.

    ResponderExcluir
  17. Concordo com vc .Acho esse cara um grande fdp como tbém o papa que usa aquele chapeuzinho feito de pele de arminho(arrancam a pele com o bichinho vivo) e o primeiro prato que as beatas da canção nova fizeram para ele aqui no Brasil foi vitela.A maioria das pessoas são cruéis com os animais.Hj disse para minha sobrinha que estou "pegando" raiva do ser humano - conversávamos sobre a inundação de Belo Monte e os animais que morrerão afogados - e ela disse "vc está ficando louca,vá fazer floral".É assim que me sinto.

    ResponderExcluir
  18. Jorge Milesi Romano07/12/2011 18:08

    Eu acho todos esses comentarios ótimos para tratar do assunto. Mostra que há uma transformação em andamento. É lenta ?, Claro que é. Toda transformação é lenta. Estamos atravessando uma geração em que muitos assistiram galinhas sendo degoladas por suas mães e avós, mas aposto que nenhum dos que agora discutem ser vegano, vegetariano ou semi-vegetariano (gostei dessa), degolaram uma galinha. Eu mesmo quando garoto garreguei galinhas nos braços para serem degoladas em casa e ainda ganhava uns tapas por ficar com pena (segundo os degoladores, se alguém ficava com pena a galinha não morria). Hoje é diferente (será?) . A galinha está lá no mercado pronta para a panela, não se vê a degola, e mesmo assim muitos não chegam nem perto do cadaver (ou não é um ?).
    O que importa é que existe uma transformação acontecendo. Chegará o dia em que a maioria dos membros de uma família não aceite mais a carne na mesa. E a industria da carne já não será tão atrativa financeiramente. O ciclo estará quebrado. E todos que participam das segundas-feiras sem carne, que tiram o peru da mesa no Natal (Campanha da SUIPA), etc, etc, que são veganos ou semi-vegetarianos (muito boa mesmo)terão dado a sua contribuição. Todos já estão em um estágio acima dos que tem orgulho em se declarar carnívoros e ainda tentar justificar que a carne é fonte unica de proteínas.
    E todos tem razão, o mané do Mark é mesmo um babacão. Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Oi Sheila, acho que cada um tem sua própria convicção. Ser ou não ser vegano, o que importa? Nessa causa, o que vale é cada grão que se colhe para salvar os animais. Tenho amigos veganos e não veganos. Todos que aqui postam tem um objetivo, ajudar os animais. Uso o face para divulgar e ajudar os animais. Não quero saber se o cara é um fdp, o retorno que eu tenho é muito grande. Vc não tem que ficar explicando para ninguém o teu caráter nem a tua filosofia de vida. A tua história dentro da causa animal, é muito maior do que isso. Não discuta com quem sabe menos do que vc. Continue fazendo o que acredita. Sabe pq? Pq o resto é o resto. Bjs carinhosos

    ResponderExcluir
  20. AO CONSEGUI AINDA ME TORNAR VEGANA, INFELIZMENTE, MAS CONCORDO COM CADA VIRGULA QUE VC ESCFREVEU..PARABENS SHEILA

    ResponderExcluir
  21. Eu também não fico pegando no pé de ninguém, não. Uma hora ou outra, a ficha vai cair, pelo amor ou pela dor. Só uma correção: Hitler não foi vegetariano. O médico dele prescreveu uma dieta vegetariana para melhorar a saúde, mas ele burlava o médico e sempre pedia à cozinheira um filhote de pombo doméstico de carne escura, em suas refeições.

    ResponderExcluir
  22. Esse assunto com relação a ser ou não ser vegano, vegetariano etc é muito chato.
    Parei de comer carne a 1 ano e me sinto muito bem, mas bebo leite e como queijo (diminuí muito o queijo e pretendo parar)Mas não posso e não vou sair tacando pedra em quem ainda come carne ou os derivados, cada 1 tem o seu tempo, isso é extremamente pessoal. O radicalismo, é um inferno, entendo toda a tortura q é para o animal mas tento dentro das minhas condições mudar os meus hábitos, mas não me ajuda em absolutamente em nada, ser apontada, ser criticada o tempo todo, da vontade simplesmente de parar tudo. Em outras palavras é: eu não tenho moral, eu não sou digna de lutar pela causa animal. Acho q tudo isso só provoca a separação, desunião. Mudanças, conscientização nunca foi uma coisa rápida, pelo contrário a história está aí para comprovar. Tenho uma amiga q não come carne a mais de 15 anos, mas ela não suporta bicho, não tem paciência, se a cx de areia do gato estiver suja, vai continuar pq ela acha nojento limpar (o gato não é dela é da irmã)não gosta de ser lambida por animais etc. Enfim julgar criticar é um lixo, não acrescenta em nada, pelo contrário. Morrissey e creio q Sir. Paul McCartney não comem carne mas me parece q os mesmo ainda comem queijo etc (não tenho certeza)pois bem, li num blog as pessoas detonando os 2, então vamos fazer o seguinte: não valorizemos todo o fruto de trabalho dos 2 pela causa animal, digo Sir. Paul mantém um boicote constante com relação a China, ele não faz show lá, todos os trabalhos direcionados ao Japão com relação a caça a baleia q o mesmo fez nos anos 90, deixemos tb de lado, a campanha q ele fez contra Gillete (devido os experimentos)e toda a grana q ele da para o Peta, todos os Shows etc etc Ele assim como eu não somos merecedores de defender os animais. Repito cada um tem o seu tempo, mesmo um cara podre de rico, q vive num país q tudo é mais fácil em termos de comida vegana, tb tem dificuldade de abandonar alguns hábitos, ou seja: queijo, leite é um vício, e como qualquer outro vício é difícil largar.
    Quero deixar claro que não tenho certeza q Sir. Paul e o Morrissey não são veganos, eu li isso em algum lugar e vendo as críticas dos usuários daquele blog e da própria pessoa q escreveu a matéria me desanimou muito. Entendo a questão da hipocrisia, mas entendo tb que as pessoas não são iguais, q cada um tem o seu tempo e que criticar não ajuda, atrapalha.

    ResponderExcluir
  23. Sobre o veganismo: eu não pretendo me tornar vegana. Vegetariana sim, mas sem excluir o leite, laticínios e ovos da minha alimentação.

    Eu sofro de hipotireoidismo, e a soja, por exemplo, eu não posso ingerir, pois ela destrói a minha tireóide. Como detesto verduras e legumes (fui mal educada, mimada, etc)... se conseguir deixar de comer qualquer carne será uma grande vitória. E no meu caso, a proteína da carne eu substituirei pelo leite e ovos.

    Aqui na Alemanha as galinhas não podem mais ser criadas em lugares apinhados, isto agora é Lei, elas terão que ser criadas soltas. Existe uma grande luta da proteção animal alemã no sentido de criar vida e morte dignas para os animais que ainda são consumidos para alimentação.

    Não se parte da utopia do vegetarianismo da população como uma meta... parte-se do princípio que muitos são carnívoros, então o objetivo é propiciar uma vida digna aos não-humanos enquanto vivos - e uma morte o menos dolorosa possível. Eu concordo com esta estratégia.

    Bem, leite e ovos não vou abolir mesmo da minha alimentação. E nem por isto deixo de amar loucamente os irmãozinhos de outras espécies! O radicalismo é uma merda, desculpem-me pelo termo chulo. Muitos veganos e mesmo vegetarianos deixar de conseguir adeptos pela sua agressividade.

    Bem, e o facebook, a despeito de ter sido inventado por Zuckerberg, ele tanto permite que se salve os animais como que eles morram, no caso das pessoas postarem os pedidos de socorro e todos ficarem trocando figurinhas enquando o animal está sendo morto em algum lugar. Isto aconteceu com um gatinho, foi muito triste. Ninguém o socorreu, só ficaram no blablabla facebookiano.

    Por outro lado, conseguimos salvar outro, do qual até me considero madrinha, por ter investido um certo capital pela sua salvação. Ele estava ameaçado de envenenamento, mas desta vez o facekut (isto mesmo, eu assim o rotulo) serviu pra alguma coisa.

    Beijos, gente, estou super exausta.


    Verinha, de Donauwoerth, Sul da Alemanha

    ResponderExcluir
  24. Ser vegano é ser evoluído? Como assim? Veganos são fanáticos... E como qualquer outro tipo de fanático são chatos, incapazes de enxergar outros pontos de vista.
    Talvez eu veja um pouco de evolução no vegetarianismo... Mas veganos? Não mesmo.

    ResponderExcluir
  25. Amigos: eu tenho bons parceiros entre os veganos e nenhum deles, durante os nossos contatos, pessoais e/ou virtuais, tentou me convencer de qualquer "coisa". Eu sou Protetor Independente, aqui em Cachoeirinha, Região Metropolitana de Porto Alegre, RS, desenvolvo o meu trabalho, juntamente com muitos outros companheiros e não entra em nossas cogitações saber quem é vegano, vegetariano ou carnívoro contumaz. O que toma o nosso tempo é a luta em defesa dos animais em geral, como foco nos cachorros e gatos de rua. Alguns veganos de Porto Alegre, gentilmente, doam livros sobre o assunto, os quais repasso à biblioteca comunitária do meu bairro, onde sou parceiro voluntário, em defesa da leitura por parte da comunidade em geral. Sem censura. Sem preconceitos de qualquer espécie. Sem perder tempo em julgar os "outros". Vamos trabalhar, amigos! Os animais estão precisando de nós. Abraços, Jorá Machado - Cachoeirinha - RS.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪