14/10/2011

ACUMULADORES DE ANIMAIS NO ANIMAL PLANET

Nosso amigo Dalmo, mais uma vez, colabora conosco e nos envia os vídeos. Para quem não viu, aí está o primeiro capítulo da série "Acumuladores de Animais" exibida pelo Animal Planet, na sexta-feira dia 07/10/11. Particularmente, não gostei da edição e direção. Prefiro que vejam e opinem... Posso estar errada. Vamos ver a semana que vem.






.

9 comentários:

  1. Conceição14/10/2011 20:26

    assisti ao programa e já tive a infelicidade de conhecer um deles pessoalmente, é deprimente.
    Coitados dos bichos que caem nas mãos deles.

    ResponderExcluir
  2. Felizmente, parece que o centro de zoonoses de lá não igual aos daqui que sacrificam os animais. As pessoas tem mania de criar certos conceitos que não tem nada a ver com a realidade, por exemplo: bichos são dádivas divinas e animais tem coração puro. Atribuir caracteristicas e conceitos humanos aos outros seres vivos é um bom começo para se ter problemas assim. Será que gatos e cachorros fazem alguma ideia do que é ser uma dadiva divina ou o que significa ter um coração puro? Aposto que não. Nem os seres humanos conseguem chegar a uma conclusão sobre isso quanto mais cães e gatos. No final, usam deste argumento para sustentar ou dar algum significado as suas atitudes que, neste caso, não tem nada de bom como resultado. Vejam só o caso dos gatos: além de confinados, estavam se reproduzindo. Desequilíbrio emocional humano faz mal até a outros seres vivos!!!

    ResponderExcluir
  3. Denise - Bragança Pta.15/10/2011 02:08

    Também conheço várias pessoas desse tipo aqui em minha cidade.
    Ajudo pagando as castrações, mas o q + me aborrece é q quando volto nos locais depois de algum tempo é encontrar animais diferentes ou filhotes q supostamente alguém descartou por alí.
    Isso é enxugar gelo.........

    ResponderExcluir
  4. Num País onde a felicidade encontra-se no TER e não no SER, o número de transtornos por colecionismo só vem aumentando e agravando-se.

    Aqui no Brasil ainda temos poucos, porém significativos, casos de transtornos por colecionismo.

    E quando a "coleção" envolve seres vivos... sempre hà situações de total abandono, maus-tratos e morte pelo numero exagerado num mesmo espaço insalubre.

    ResponderExcluir
  5. Eu já vivi esse pesadelo, de ver uma senhora com 120 gatos confinados em caixas e viveiros todos doentes e cheios de vermes.E ela dizia que os amava Começamos um trabalho de ajuda e depois descobri que ela falava que eu era macumbeira,levava os gatos para rituais,castramos todos e doamos foi uma batalha de 6 meses, porque ela escondia os animais dentro de sua casa para não serem tratados ou doados.Isso é muito cruel se chora de tamanha doença.Deixei ela ficar com 3 gatos, e sempre cuidamos para que ela não repita essa crueldade.

    ResponderExcluir
  6. Cristina Calixto16/10/2011 23:49

    O que me espanta é que a própria família não ajuda num mutirão de limpeza e construção de gatil / canil para os animais, nem que fosse isolando um cômodo da casa. Mas todos os apontam como doentes e que a ajuda seria livrarem-se dos animais.

    Veja o caso do cara com gatos. Nenhum castrado. Veja o caso daquela senhora: a própri mãe empurra a cadeira de rodas, o filho mora no porão e NINGUÉM ajuda, seja com limpeza, seja com dinheiro.

    Se precisam de acompanhamento psicológico, não seria descartando os animais que traria a cura pra eles, mas um controle / acompanhamento mais efetivo da rotina deles.

    É possível verificar que todos têm distúrbios causados por solidão e falta de amor e carinho. Aonde está a dificuldade de se enxergar isso?

    O erro maior não é apenas o acúmulo dos animais, mas a falta de acompanhamento em uma situação assim, seja pelos familiares, eja pelo governo.

    Políticas de castração e incentivo à solidariedade. Nos EUA é normal criarem os filhos e eles simplesmente irem tocar suas vidas e perderem o contato com os pais. Incentivam a individualidade e o egoísmo. É impressionante!

    ResponderExcluir
  7. Cristina Calixto17/10/2011 00:12

    Os cães tiveram mais sorte que os gatos. Nossa! Uma falta de sensibilidade daquela família horrorosa!

    ResponderExcluir
  8. A questão abordada é de teor muito delicado, pois aqueles que gostam dos animais e tentam ajudá-los estão sendo taxados de desequilibrados. O que seria considerado normal? Por que não punir os que abandonam? Será que se todos tivessem posse responsável, os "acumuladores" teriam que abrigar tantos animais. Loucos são os que não fazem nada, e vivem a vegetar pensando apenas em benefício próprio. Ao invés de criticar, procurem ajudar, dando suporte através de consultoria, veterinários, castrações, tratamentos, etc. Desse ponto de vista sou anormal, e não me arrependo do que faço. Normal é não fazer nada, é ficar inerte, é ter pena e dizer que é assim mesmo e deixá-los para trás até que morram ou alguém se compadeça e faça por você, e cuide por você. Essa é a história dos acumuladores.

    ResponderExcluir
  9. A Franci tem razão, se as pessoas fossem mais concientes e dispostas a conviver e aceitar o cão com sua personalidade e seus defeitos e se empanhar em corrigí-los em vez de abandoná-los não haveria esse problema.
    Eu tenho 6 cães, e todos eles 'vieram', todos de donos q estavam desesperados pra se livrar deles, e se eu não tivesse aprendido a dizer não, hoje teria no mínimo uns 30. Não que eu não quisesse, mas não tenho condições de sustentar e cuidar de mais que isso. Apesar de doer muito negar acolher um cão, tem q haver um limite, para q eles possam viver bem e com saúde.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪