06/09/2011

MACACOS DE LABORATÓRIOS NÃO SABEM O QUE FAZER DIANTE DA LIBERDADE

PÁRA TUDO!!!!!!
PREPARE-SE PARA VIVER UMA EMOÇÃO INESQUECÍVEL...
CHORE MUITO E LAVE SUA ALMA. DEPOIS SINTA-SE ABENÇOADO POR NÃO SER UM "SERUMANO" E POR TER A
RESPONSABILIDADE DE LUTAR PELOS ANIMAIS

Nosso leitor Carlo Benvenuto nos enviou um vídeo e, como sempre, vou pesquisar a respeito. Fiquei encantada ao conhecer o Santuário de uma ONG alemã ou austríaca, não consegui saber direito, que tem um recinto especial para macacos retirados de laboratório. As cenas mostram o momento em que eles são apresentados à "liberdade" ou seja, um recinto que não aquele de gaiolas de pesquisas. É incrível ... eles não sabem o que fazer....



O site deste Santuário é http://www.gut-aiderbichl.com/page.home.php?start=

Vejam mais este vídeo e se debulhem pelas incríveis expressões dos chimpanzés



.

17 comentários:

  1. que cena mais emocionante! parece cena de filme!
    e quando um dos macacos pega num matinho...

    ai gente o que fazemos com esses animais??!!

    ResponderExcluir
  2. E dizer que ontem ou hoje de madrugada estava me sentindo um lixo de pessoa por ver várias coisas que acontecem e não ter força para reverter várias situações.
    Fui para internet para fazer a limpa geral do meu ocmputador e me deparo com essa reportagem e o video.
    Quando ocmeçei a ver aquele misto de medo e alegria com a liberdade estampada na alma daqueles anjos eu chorei, chorei muito e misturos tudo, alegria, tristeza e o maldito e FDP do tal "erumano".
    Eu não consegui dormir o resto da noite pensando principalmente no texto:

    Há muitas interpretações para o vídeo abaixo, dependendo do seu grau de envolvimento com animais. O fato dado: Esses chimpanzés ficaram décadas em um laboratório – alguns deles por 30 anos – e o flagrante é da primeira vez que eles viram a luz do sol.
    O que acontece? Eles se abraçam antes de pisar em direção à liberdade, talvez com medo do que há nesse novo e tão iluminado lugar, talvez comemorando seu feito.
    Outro fato… Eles ficam encantados, como não poderia deixar de ser, porque liberdade é mesmo uma coisa encantadora.

    é um texto pequeno mas engloba minha luta de outras vidas até a atual em prol ds animais, um texto digno de ser colocado com moldura na parede (vou fazer isso), porque se não meu coração não vai me devolver a paz que preciso.

    Queria ser Deus nessa hora para ficar ao lado deles e recepcioná-los para a vida, a vida que eciste de verdade e não esse monte de farsa que é o tal do "cerumano"

    Mais uma vez, como sempre, os bichos ensinando a gente a viver em paz e harmonia

    Volto a repetir:
    Eles se abraçam antes de pisar em direção à liberdade, talvez com medo do que há nesse novo e tão iluminado lugar, talvez comemorando seu feito.
    Outro fato… Eles ficam encantados, como não poderia deixar de ser, porque liberdade é mesmo uma coisa encantadora.

    Ler isso é lindo lava nossa alma e nos dá coragem de ir adiante.
    Por favor nunca desistam dessa luta, por eles tudo vale, inclusive pensar que lá no fim do tunel ainda existe a tal da liberdade uma coisa encantadora.

    perdão pelo longo depoimento, mas isso não poderia passar em branco

    PAz e luz para todos que estão juntos nessa luta

    Carlo

    ResponderExcluir
  3. Lindo, lindo, mais que lindo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Sem palavras para expressar a emoção. Imagino o quanto esses pobres animais sofreram sem direito a sequer ver a luz do dia.

    Minha mãe ficou deprimida ao ver o vídeo, tanta vergonha pelo que fazemos aos coitados.

    Tudo de bom para vocês!

    André

    ResponderExcluir
  5. Lindooo, seu depoimento, Carloo!!! Nós gostamos de ler coisas boas, rs. Esse vídeo me fez lembrar o do Leão WILL, que pisou a terra pela primeira vez, NÃO SABIA CORRER, SAIU TODO DESENGONÇADO DA JAULA, ARRANHOU A TERRA PELA PRIMEIRA VEZ. Esses bichos são tudo de baum. bjs
    REGINA SARACENI

    ResponderExcluir
  6. Saida para a "liberdade"....que tristeza, saber q muitos deles nem chegaram a sair....morreram antes!
    No segundo video, está mais do q evidente, a tristeza em cd face mostrada....enfado de uma vida sem objetivo....na floresta estariam entre árvores, com suas familias.....
    O que fizeram com nossos animais?
    Miryam -SP

    ResponderExcluir
  7. estou em estado de graça..levitando sobre a liberdade deles,e achando que tudo se ajustará no momento certo,pois são animais extremamente inteligentes...talvez mais do que eu...katia

    ResponderExcluir
  8. Olá, pessoal!

    Parece não existir mesmo artigos em português sobre o tema - e nem mesmo em inglês, a não ser no próprio site da organização "Gut Aiderbichl", que oferece algumas páginas na língua inglesa.

    É uma organização de protetores que eu entendo como internacional, uma vez que existem refúgios de animais na Alemanha, Áustria e também na França.

    Leiam este trecho em inglês:

    'Find out about our unique sanctuaries in Austria, Germany and France. We protect more than one thousand rescued animals. 550 rescued horses, donkeys, 400 cows, bulls and calves, cats, dogs, pigs, goats, sheep, lamas, foxes, deer and many more in absolutely perfect keeping for the rest of their lives."

    Fonte: http://www.gut-aiderbichl.com/page.home.php

    Os chimpanzés do vídeo, que totalizavam 45 (um veio a falecerr recentemente, antes da abertura dos portões), eram animais utilizados para experimentação em laboratórios.

    Pelo que pude entender do vídeo, em 1999 o laboratório onde eles se encontravam (e onde ficavam confinados em gaiolas pequenas, submetidos à experimentação) foi vendido para uma firma que não realizava experimentação com primatas - a firma Baxter. Por causa da legislação de proteção aos animais eles não poderiam ser sacrificados em hipótese alguma. Daí surgiu a questão... que destino eles teriam?...

    Muitas águas rolaram, meses de discussões, eles ficaram em locais provisórios, até que em 2009 foi firmado um acordo entre o governo austríaco (representado pelo ministro da saúde), a empresa que havia adquirido o laboratório - Baxter, o município de Gänserndorf (Áustria) e o fundador da sociedade "Gut Aiderbichl", Michael Aufhauser.

    Durante um tempo eles permaneceram no refúgio, uma área fechada, que vocês podem ver no video, até que foi concluído o espaço externo que permitiu a estes sofridos primatas terem acesso "ao mundo lá fora". Isto custou investimentos e tempo, mas foi possível graças à fundação e aos colaboradores.

    E exatamente hoje, às 14 horas, estes nossos irmãos puderam pela primeira vez primeira vez em suas vidas eles puderam ver a luz do dia, tomar contato com aquilo que para eles é o mundo.

    A fundação tem filiais em vários países, entre eles Alemanha, Austria e França. Jornais são distribuídos também na suíça.

    O fundador da organização é alemão (nascido em Augsburg, cidade que dista 45 quilômetros de onde eu moro), mas este refúgio dos macacos "Gut Aiderbichl" localiza-se na Austria.

    Existem outros abrigos em vários locais da Alemanha, e, segundo o texto em inglês, também na França.

    Espero ter contribuído para a compreensão do tema, e peço desculpas por eventuais erros, uma vez que eu precisei ouvir o vídeo, interpretá-lo e este texto é inteiramente de minha autoria.


    Abraços da autora do texto acima,


    Vera Rodrigues-Rath, jornalista, residente na Alemanha, Baviera (local onde existem refúgios da associação).

    ResponderExcluir
  9. fabiola ottati06/09/2011 17:05

    que coisa mais lindaaa!!!
    meu Deus!

    ResponderExcluir
  10. REPETINDO MEU COMENTÁRIO, COM CORREÇÃO DE UM ERRO DE DIGITAÇÃO:

    Olá, pessoal!

    Parece não existir mesmo artigos em português sobre o tema - e nem mesmo em inglês, a não ser no próprio site da organização "Gut Aiderbichl", que oferece algumas páginas na língua inglesa.

    É uma organização de protetores que eu entendo como internacional, uma vez que existem refúgios de animais na Alemanha, Áustria e também na França.

    Leiam este trecho em inglês:

    'Find out about our unique sanctuaries in Austria, Germany and France. We protect more than one thousand rescued animals. 550 rescued horses, donkeys, 400 cows, bulls and calves, cats, dogs, pigs, goats, sheep, lamas, foxes, deer and many more in absolutely perfect keeping for the rest of their lives."

    Fonte: http://www.gut-aiderbichl.com/page.home.php

    Os chimpanzés do vídeo, que totalizavam 45 (um veio a falecerr recentemente, antes da abertura dos portões), eram animais utilizados para experimentação em laboratórios.

    Pelo que pude entender do vídeo, em 1999 o laboratório onde eles se encontravam (e onde ficavam confinados em gaiolas pequenas, submetidos à experimentação) foi vendido para uma firma que não realizava experimentação com primatas - a firma Baxter. Por causa da legislação de proteção aos animais eles não poderiam ser sacrificados em hipótese alguma. Daí surgiu a questão... que destino eles teriam?...

    Muitas águas rolaram, meses de discussões, eles ficaram em locais provisórios, até que em 2009 foi firmado um acordo entre o governo austríaco (representado pelo ministro da saúde), a empresa que havia adquirido o laboratório - Baxter, o município de Gänserndorf (Áustria) e o fundador da sociedade "Gut Aiderbichl", Michael Aufhauser.

    Durante um tempo eles permaneceram no refúgio, uma área fechada, que vocês podem ver no video, até que foi concluído o espaço externo que permitiu a estes sofridos primatas terem acesso "ao mundo lá fora". Isto custou investimentos e tempo, mas foi possível graças à fundação e aos colaboradores.

    E exatamente hoje, às 14 horas, estes nossos irmãos puderam pela primeira vez em suas vidas vislumbrar a luz do dia, tomar contato com aquilo que para eles é o mundo.

    A fundação tem filiais em vários países, entre eles Alemanha, Austria e França. Jornais são distribuídos também na suíça.

    O fundador da organização é alemão (nascido em Augsburg, cidade que dista 45 quilômetros de onde eu moro), mas este refúgio dos macacos "Gut Aiderbichl" localiza-se na Austria.

    Existem outros abrigos em vários locais da Alemanha, e, segundo o texto em inglês, também na França.

    Espero ter contribuído para a compreensão do tema, e peço desculpas por eventuais erros, uma vez que eu precisei ouvir o vídeo, interpretá-lo e este texto é inteiramente de minha autoria.


    Abraços da autora do texto acima,


    Vera Rodrigues-Rath, jornalista, residente na Alemanha, Baviera (local onde existem refúgios da associação).

    ResponderExcluir
  11. Lindo a liberdade, mas os olhos desses anjos é de chorar. Quanta tristeza!!!!

    ResponderExcluir
  12. Liberdade mais do que merecida a estes pobres
    animais, vitimas da ganancia humana.
    Agora e correr atras para que outros sofredores
    tambem encontrem liberdade.
    Parabens aos comentarios acima, todo mundo
    se expressou de maneira brilhante, acho que a emocao
    ajudou.
    Que sejam felizes para sempre!!!!

    ResponderExcluir
  13. Cristina Calixto07/09/2011 03:19

    Realmente impressiona quando as portas são abertas e aquelas carinhas começam a espiar o outro lado. Quando eles saem até o portal, ficam se entreolhando, voltam, retornam à porta novamente e, como criancinhas sapecas, se entreolham e riem às gargalhadas, como se estivessem prestes a fazer uma peraltice danada e saem.
    Realmente impactante!

    ResponderExcluir
  14. Thais D. P.08/09/2011 18:15

    Tenho certeza que eles estavam sorrindo qdo o contador marcava 2:03. Chorei muito por ver a carinha de felicidade deles... E depois, quando vi a cara de tristeza antes da liberdade... Beijos!

    ResponderExcluir
  15. lindo o depoimento do Carlo...
    eu chorei..chorei mt...q video maravilhoso..pobre dos que nunca chegarao a viver isso

    ResponderExcluir
  16. Ai gente, que vídeo triste....vou ficar deprimida o resto do dia...ainda mais final de domingo...dá vontade de cortar os pulsos e pular lá em baixo!!!

    ResponderExcluir
  17. Andréa Neves13/09/2011 05:16

    COMO O SER HUMANO FAZ MAL AOS OUTROS SERES...

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪