01/08/2011

A POLÍTICA VERGONHOSA DAQUELES QUE ESTÃO NO MERCADO DO DESAFORO

A política, ciência que conheci nos bancos da faculdade, não tinha nada a ver com a patifaria de hoje em dia. Li, na 6ª feira, a manchete que "Cesar e Gabeira cogitam concorrer a vereador - RJ" . Vão fazer isto para puxar votos para a legenda.... Igual ao caso do Tiririca, em SP. Que patifaria!!!!

Mais uma vez, confirma-se que o loteamento político e o aparelhamento do governo em todas as esferas, antes práticas imorais dentro da sociedade, caminham descaradamente e diante de nossa indiferença.

Ningúem tem mais vergonha de dizer que faz acordos de bancadas e que vai usar o voto para atingir seus negros objetivos partidários. O que importa o povo manipulado? e nóis vota nestes canalhas!!!!!

Caetano Veloso, na semana passada, disse muito bem quando lembrou que bilhões de pessoas saem nas ruas para defender bandeiras do homossexualismo, da maconha, das prostitutas, e tantas outras mais, mas, que ninguém sai às ruas pela moralidade, pela ética e bons costumes....

Hoje, vemos pessoas sem o mínimo comprometimento ocupando cargos que não tem nada a ver... Vide secretário da Secretaria de Proteção Animal do RJ, fato que, brevemente e obviamente, acontecerá na recém criada Secretaria de Proteção Animal em POA. Vemos o aparelhamento da Nação em detrimento a política que defendia os ideais de uma gente que queria progresso e ORDEM. Tudo virou um "vamos si dar bem e o resto que se exploda"...

Enfim, estou aqui falando de algo que a sociedade esqueceu: vergonha na cara!!!! Para ler a matéria CLIQUE AQUI
.

5 comentários:

  1. Andréa Neves01/08/2011 14:33

    É SHEILOCA, VERGONHA NA CARA É ALGO QUE ESTÁ EM EXTINÇÃO... LAMENTÁVEL TUDO ISSO!

    ResponderExcluir
  2. Defender bandeiras como dos direitos individuais e da cidadania de todas as parcelas da sociedade não são atividades disjuntas nem ortogonais à ética. Não vou falar dos "bons costumes", porque não sei bem o que isso significa. Tentar polarizar a discussão só para um lado é tão danoso quanto aqueles que criticam os protetores dos animais dizendo que deveriam cuidar de crianças e de idosos. A sociedade é rica enquanto ela é plural.

    ResponderExcluir
  3. Queria mesmo que o povo deixasse de ser mosca-morta em muitos casos e fosse à luta.

    Nosso quadro político, nos Estados e em Brasília, mostra o quanto somos imaturos, inseguros, de escolaridade rasa ao tema e o quanto precisamos aprender (pelo menos uma fatia da sociedade que ainda elege palhaço, bola de futebol e fruta).

    Essa fatia ainda não entendeu, por razões claras, que tudo de errado em sua vida social deve-se a escolhas que ela mesmo teima em fazer.

    ResponderExcluir
  4. Prezada Sheila, acompanho seu blog há pouco tempo, mas estou bastante admirado com seu trabalho e apoio fortemente essa iniciativa. Mas confesso que fiquei bastante surpreso e triste com esse comentário infeliz do Caetano que você postou, especialmente quanto às manifestações do grupo LGBT's, o qual eu faço parte. Então, usando essa mesma lógica, você não poderia reclamar se alguém, por exemplo, dissesse que acha um absurdo gastar tempo e dinheiro em prol dos animais porque temos que pensar primeiro no ser humano (eu já ouvi coisas desse tipo várias vezes e discordo totalmente), concorda comigo? Só quem sente na pele o drama de viver "incubado", sem poder ser quem você é ou ao menos demonstrar carinho pela pessoa amada, pelo risco de ser discriminado, quando não espancado ou morto, apenas por ser diferente da maioria "normal". E o que dizer da família, que ao invés de te apoiar e mostrar que está ao seu lado, é a primeira a te discriminar, chegando às vezes ao ponto de te enxotar de casa quando você, depois de tomar muita coragem, se revela homossexual! O movimento LGBT tem apenas um objetivo: fazer valer a justiça para todas as pessoas, independentemente da sua orientação sexual. Só isso! Ninguém quer agredir as outras pessoas e nem obriga-las a ser homossexuais, como acreditam alguns lunáticos. Ninguém quer ter privilégios ou leis específicas, como muita gente mal intencionada tem apregoado por aí para tentar colocar a opinião pública contra nós. Tudo que nós queremos é respeito, que a nossa sexualidade não nos impeça de levar uma vida normal, trabalhar e ter uma família como os "normais". Faço minhas as palavras do Alejandro e também gostaria que algum iluminado me explicasse o real sentido de moralidade, porque eu sempre vejo heteros bem nascidos e bem casados tomando atitudes escabrosas, que a meu ver são muito mais imorais do que o senso comum classifica como imoral. No mais, acho que tod@s os brasileiros temos o direito inalienável de amar e ser amado por quem quer que seja, pois vivemos sujeitos às mesmas leis, temos os mesmos direitos e deveres, pagamos os mesmos impostos e etc., então porque na parte que diz respeito à nossa felicidade precisamos passar pela aprovação dos outros seres "normais"? Desde quando temos atribuição para decidir sobre a felicidade das outras pessoas como se fôssemos seus donos? Ainda bem que temos pessoas esclarecidas dentro do STF para calar a boca desses pseudomoralistas. Desculpa pelo desabafo, Sheila, mas me causou bastante estranhamento que uma pessoa que também luta pelo direito de um grupo minoritário esteja dando voz a esse tipo de comentário preconceituoso e reacionário. Espero sinceramente que você reveja seu conceito e convido-a a conhecer melhor as bandeiras de luta do movimento LGBT. Meu amor pelos animais e meu apoio ao movimento pelos seus direitos continuarão firme e forte. Também espero que os governantes e seus asseclas tenham vergonha na cara e trabalhem em prol do bem estar de tod@s, independentemente da sua sexualidade, forma de pensar, credo, origem, etnia etc.
    Com amor, Juninho.

    ResponderExcluir
  5. Os políticos estão enganando a população com badulaques, da mesma maneira que os portugueses fizeram com os índios!

    Depois das alianças entre os partidos, todos os políticos se tornaram farinha do mesmo saco!

    Estas palhaçadas de greves, passeatas e depois político criar leis e emendas, que só o pobre é obrigado a respeitar, já vem de longas datas, e quais foram os benefícios para a sociedade?

    A população inocente pode fazer passeata, gastar sola de sapato, se sujeitando a levar borrachadas no lombo e pimenta na cara, que de nada adianta!

    Enquanto não tiver fim à lei de imunidade, e o foru privilegiado, as corrupções vão continuar de vento em popa, e as conseqüências, serão as faltas de verbas para as necessidades básicas desta sociedade, e o aumento da miséria, violência e criminalidade!

    Os políticos e os juízes corruptos estão carecas de saber, que estes privilégios estão na contra mão de direção da democracia, e da justiça social, mas não querem abrir mão destes seus privilégios!

    Enquanto a mídia sensacionalista e vendida não divulgar esse assunto, as corrupções persistirão, e as cadeias continuarão superlotadas, mas só de pobres, sem poder aquisitivo, sem eira nem beira!
    Devido aos desentendimentos entre a população, o Brasil esta parecendo a Torre de Babel; e as marchas da pouca vergonha, dos denominados ninjas e das vadias, nos faz recordar a passagem Bíblica de Sodoma e Gomora

    Abaixo assinado pelo fim da imunidade:>http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron
    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

    Os que negarem estes fatos, ou são corruptos, ou estão a serviço dos corruptos.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪