24/03/2011

MAIS UM ANIMAL EM DESTAQUE NA NOVELA DE WALCYR CARRASCO

O autor de novelas Walcyr Carrasco tem por característica colocar um animal em suas novelas e dar o devido destaque como personagem. Sei que muita gente vai falar que é exploração etc e tal. Mas, este autor, que já foi entrevistado por este blog, confessa claramente que a intenção é colocar os animais mais próximos do coração humano. Temos que entender que esta forma que ele utiliza de promoção aos animais, contribui de forma significativa na desconstrução do especismo e mesmo do antropocentrismo. É um caminho... inegavelmente.... e promove um avanço nas relações homem X animal muito mais rápido do que anos de trabalho nosso.



Vídeo Show - TV Globo - 23/03/11
.

10 comentários:

  1. sei não, Sheila... ainda tenho muitas ressalvas com essas práticas.

    A apresentação de animais nas novelas do Walcir Carrasco vem desassociada de Educação Ambiental e direcionamento de responsabilidade.

    Os animais estão sempre numa condição de serviço, apesar de seus tutores demonstrarem carinho por eles, eles ficam caricaturados.

    Não sei... tenho muito pé atrás. Muito.

    ResponderExcluir
  2. E espero que não comam o coitado para comemorar o fim da famigerada novela.Não duvido nada.........

    ResponderExcluir
  3. rsrsrsr meu cão está participando tb da novela , ele é trabalhado de acordo com o bem estar animal (As liberdades) se houver algum comportamento por parte da equipe que eu não concorde que afete a saude mental e fisica, com certeza ele sairá da novela.

    ResponderExcluir
  4. Andréa Neves24/03/2011 21:24

    Eu adoro a presença de animais na mídia, desde que não os ridicularizem, não os exponham á maus tratos, nem que sirvam de chacota, acho super válido, é uma forma rápida e eficaz de fazer lembrar que homens e animais podem viver em harmonia e partindo do Walcyr Carrasco então, a coisa fica melhor ainda, ele gosta mesmo de animais, li o livro "Anjo de Quatro Patas" onde ele narra a sua experiência com um cãozinho! Muito fofo!

    ResponderExcluir
  5. Bom, desde que não mostre e nem os maltratem durante apresentações e em nenhum momento, concordo que é preciso aproximar mais humanos e animais e vice-versa...

    ResponderExcluir
  6. ... e já pensaram, se falassem no assunto - Abolição da escravatura animal- do respeito à vida deles?
    Não quero acordar desse sonho, ou melhor, quero acordar com esse sonho realizado...
    Sônia

    ResponderExcluir
  7. Andreia Brum24/03/2011 23:28

    Quem não se lembra da patinha DORALICE, que se casou com véu e grinalda numa novela da Globo? Não me lembro se era do Walcyr, mas foi marcante, com certeza!!

    ResponderExcluir
  8. ...e a patinha Doralice servia de "escada" (jargão) para a atriz tutora dela; o chimpanzé fez o mesmo e agora a bezerrinha, sempre no sentido caricaturado da coisa.

    Eu assisti Chocolate com Pimenta, um folhetim delicioso, mas nunca houve 1 menção sequer de responsabilidade com os animais.

    Tenho sempre o pé atrás com esse tipo de conduta.

    ResponderExcluir
  9. Não concordo, é estressando para o animal,mta gente, ele tem que fazer o que eles querem,não acho certo.

    ResponderExcluir
  10. Maria Izabel27/03/2011 14:20

    Sou da opinião que devíamos escrever, cada um de nós que lutamos pela emancipação dos animais, ficando meio que na cola da elaboração da estória e da importância do animal nela. Vai dar audiência? Vai, mas vai demonstrar a importância que tem a presença de uma vaca.
    O que o público tem que ver é um animal desse tipo sendo valorizado, sendo respeitado, exatamente por ser uma vaca, um animal estigmatizado, assim como o boi, o porco, apenas para servir de alimento aos homens.

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪