26/03/2011

CRIAÇÃO DE GALINHAS SEM ESTRESSE PRODUZ OVOS COM MAIS QUALIDADE

Abrimos discussão?


Globo Repórter - 25/03/11
.

14 comentários:

  1. Galinhas não ficam "felizes" por engordar a conta bancária de seus donos... Apesar das melhorias bem estaristas, essas não resolvem o problema da exploração animal.

    O homem é um ser onívoro, portanto pode optar por uma dieta vegana e ética, livre de qualquer componente animal. Essa é a única forma de não causar sofrimento e exploração. animal.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante,se for mesmo real, esse tipo de criação. Nota-se que elas vivem com liberdade, sem estresse e sua produção é inigualavelmente, de melhor qualidade. Normalmente os ovos que compramos na cidade não são orgânicos e notamos sua qualidade inferior quando usamos os ovos em receitas diversas. Procuro sempre os orgânicos, mesmo sendo mais caros, vale muito a pena. Galinhas e galos...felizes!!!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Dos males, o menor. Neste mundo insandescido como está, estou quase agradecendo esta iniciativa.

    ResponderExcluir
  4. Gostei. A criação de galinhas nunca vai terminar então, que todas sejam criadas assim. Não vi nada que demonstrasse que essas galinhas não estão felizes. A diferença entre ter alguns cães de estimação e ter criação de galinhas é a de que galinhas põe ovos, só. Quanto a ganhar dinheiro com isto, não vejo mal algum, por outro lado, criação de cães é o fim da picada!

    ResponderExcluir
  5. Cristina Calixto26/03/2011 13:33

    Tô rindo porque estava vendo essa reportagem ontem e lembrei de você, Sheilinha. Não é o que você está pensando, oras! Só me ocorreu que num instante você correria pra publicar...

    Enfim, você viu que bonitinho? Eles batem na porta pra avisar às galinhas que estão chegando pra pegar os ovos! Adoro galináceos!

    Eu não gosto de ovos e naturalmente não como, a menos que estejam disfarçados, em outras comidas (bolos, por exemplo). Mas aqui em casa, só ovo orgânico. Como minha mãe e o irmão dela também não comem por motivos de saude, raramente compro.

    Se depender de mim, galinha será galinha e seus ovinhos virarão pintinhos, como deve ser na natureza!

    ResponderExcluir
  6. FDos males o menor sim....mas o que fazem com elas depois que elas param de por ovos???? Ganham um enterrro digno ou vão para a panela??? Há que se questionar...

    ResponderExcluir
  7. Conceição26/03/2011 14:06

    Sou VEGAN há 10 anos, então nem vou comentar a exploração de animais, felizes ou não.

    ResponderExcluir
  8. Andréa Neves26/03/2011 15:45

    É complicado opinar, mas se todo criador desse essa liberdade aos animais, seria um progresso muito grande para a causa, chegar ao Veganismo não é simples, muito menos barato, então para quem ainda não conseguiu, acho sim uma opção válida, a evolução caminha à passos lentos, e apesar de ainda existir um confinamento, temos que admitir que o tratamento dispensado aos animais é infinitamente melhor! Que todos os criadores se inspirem nessa idéia para que num futuro, espero que bem próximo, possamos dar um passo ainda maior! Gostei! Bjs

    ResponderExcluir
  9. exploração é exploração.Podem ser "mais felizes" mas continuam sendo exploradas.

    ResponderExcluir
  10. Andréa Neves26/03/2011 19:24

    Concordo com você Neusa, mas de grão em grão a galinha enche o papo, temos que partir de algum ponto para que haja a melhora necessária, quem sabe esse não foi o ponta pé inicial de uma grande conquista como o Abolicionismo? É importante ressaltar e parabenizar as pessoas que agem de forma menos agressiva e bem intencionada para com os animais, mesmo que ainda estejam bem distante daquilo que a gente espera, quem sabe assim elas se sintam motivadas e queiram mudar cada vez mais??? Temos que ter paciência e continuar lutando, um dia as coisas mudam para valer!

    ResponderExcluir
  11. achei muuuito legal essa matéria!
    muiot bom saber que os ovos de galinhas felizes (caipiras) tem quantidades maiores de vitamina A e E e divulgar tambem, aliás já compartilhei a matéria no face, rsrs
    eu não como animais de espécie alguma, nem de terra, nem de mar e nem de ar!
    eles, como eu e voce temos direito a vida, de preferência, felizes!!!

    ResponderExcluir
  12. Sou vegetariana e ainda não consegui dar cabo de tomar leite e comer ovos, infelizmente. Estou diminuindo muiiito, mas ainda consumo.

    Desde o vegetarianismo que procuro adquirir ovos de galinha que estão sob essa prática, a de criadas com uma prática menos, disse menos, agressiva.

    Confesso, sinceramente, que não vi maldade nem falta de escrúpulos por parte desse Veterinário. Pelo contrário, vi educação e respeito por seres que tem uma vida miserável e humilhante.

    Tive estagiários, seres humanos, que sequer tinham a *educação* de bater à porta antes de entrar ou *respeito* aos animais que eles lidavam.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns aos veganos, que conseguiram cortar do dia para a noite todo e qualquer consumo de derivados animais, mas nem todos conseguem, e que bom seria se todas as pessoas questionassem como os alimentos vieram parar em seus pratos, com certeza, se todos questionassem e pelo menos exigissem que tudo fosse orgânico, a vida dos animais seria senão 100%, pelo menos, 50% melhor. Já seria um grande passo!

    ResponderExcluir
  14. Conceição28/03/2011 11:59

    Oi
    Rivia

    Sou Vegan há dez anos e te garanto que não foi do dia para a noite, não.
    Não foi nem um pouquinho fácil cortar todas as “””gostosurices”” que crescemos comendo.
    Ficar sem o sorvetinho, sem o café com leite do café da manhã, sem aquela omelete com queijo que eu adorava, foi uma tortura.
    Fiz assim:
    Em principio parei com todas as carnes e continuei com os ovos o leite e seus derivados.
    Depois foi o leite que substitui pelo de soja (testei inúmeras marcas), para parar com o leite e o queijo coloquei a foto de uma vaca com as tetas enormes, quase se arrastando no chão como protetor de tela e alternava com as fotos de bezerrinhos que após serem separados de suas mães ficam acorrentados sem poder se mover para se transformarem na famosa carne de vitela.
    Várias vezes cheguei a colocar forminhas de queijo no carrinho do supermercado e os devolvia depois quando lembrava das fotos e também de imaginar a tortura que mães e filhotes sofriam para que eu tomasse o leite e comesse o queijo.
    Ovo foi a última coisa que parei de comer, mesmo tendo acesso a ovos de “galinhas felizes” que vinham de uma chácara em Mairiporã.
    Uma grande amiga minha a Fátima Borges me ensinou um truque:
    Pegar uma fatia de pão integral colocar um pouco de azeite, sal e fritar, fica muito parecido com o pão com ovo.
    Com o tempo você vai descobrindo inúmeros produtos e receitas deliciosas veganas.
    Tomo sorvete (faço em casa mesmo, delicioso), como bolo, pizza, tortas, lazanhas e etc.
    Como sem culpa e com um prazer enorme.
    Mas, não foi nem um pouquinho fácil.

    Conceição
    GRS

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪