12/12/2010

ÓTIMO VÍDEO EDUCACIONAL SOBRE VEGANISMO

Quem me conhece, sabe que não me sinto apta a falar sobre veganismo. Até porque acho que é muito difícil a pessoa ser totalmente vegano com tanta coisa que envolve o animal no nosso dia a dia.

Eu me sinto inapta a discutir porque me pego questionando coisas do tipo: eu não como carne, mas, o meus bichos comem. O que faço? compro ração vegana para eles? mas, o custo de 30 sacos de ração, posso pagar?

Enfim, é uma série de questionamentos que não encontro respostas. Mas, me sinto apta a discutir trabalhos educacionais e este vídeo é um show por ter uma linguagem direta e bem simples. Agora, seria bom que enviássemos para pessoas não só do metier para divulgar, mas, principalmente, para pessoas que nunca tomaram conhecimento destes questionamentos.



.

5 comentários:

  1. Maravilha de vídeo, muito incentivador para os não veganos/vegetarianos.
    vida a vida, nossa, do planeta e , principalmente, a vida dos animais torturados e mortos para a alimentação doentia das pessoas.
    Parabéns pela postagem educadora!
    Juliana

    ResponderExcluir
  2. Heloisa Arruda12/12/2010 19:04

    Oi Sheila, que video maravilhoso!!!
    Adorei!! bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que maravilha de vídeo!
    As escolas deveriam divulgar a cultura do veganismo. As pessoas devem ter acesso a este tipo de informação, para poder optarem por um futuro melhor para suas gerações.
    Parabéns pela postagem!
    Galera, vamos divulgar o tema.

    Abraços,

    Giovanna Breder
    Belo Horizonte

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida!
    Maravilhoso video...
    O homem só se tornará respeitavel no dia que se conscientizar do seu real papel na Natureza: o de conservador e não usuario indiscriminado.
    Sejamos veganos e encontraremos a tão sonhada paz, equilíbrio e harmonia em nosso planeta.
    Um abraço,
    Neusa Maria.

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Parabéns pela escolha do vídeo! Sobre a vivência do veganismo no cotidiano: acredito que no mundo em que vivemos, infelizmente, mesmo com todo o esforço e boa vontade para se viver o veganismo, sempre existirá algo que, ainda que quiséssemos, não poderíamos fazer pelos animais. No entanto isso não pode e não deve ser motivo para nos desencorajar a fazer aquilo que pudermos para evitar, ou, no mínimo, diminuir a quantidade de animais mortos, de crueldade e sofrimento...

    Cada escolha consciente que fizermos reflete (e muito!) na vida dos animais e, por consequência, em um mundo melhor para todos.

    Se cada pessoa, ainda que não conseguisse tornar-se vegana, procurasse ao menos fazer aquilo que está ao seu alcance, com atitudes aparentemente simples, como por exemplo: trocar a marca de
    um produto que costume utilizar de uma empresa que testa para uma outra que não testa e não utiliza ingredientes com origem animal, aderir a campanha "Segunda Sem Carne", ficando um dia da semana sem comer nenhum tipo de carne, procurar diminuir o consumo de ovos e leite, optar por calçados ou bolsas sintéticas ao invés do couro, etc... São estas atitudes "pequenas" de cada pessoa consciente do sofimento animal somadas que farão a diferença.

    Sempre haverá algo que não poderemos fazer para salvar a vida dos animais mas, da mesma forma, sempre haverá algo, por menor que seja, que poderemos fazer para salvá-los. O que não podemos é deixar de agir e fazer a nossa parte!

    "Sou um só, mas ainda assim sou um. Não posso fazer tudo, mas posso fazer alguma coisa. E, por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso."

    Compartilho a mensagem: http://momentodefe.website.vilabol.uol.com.br/estreladomarx.htm

    Abraços!

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪