02/12/2010

A DENÚNCIA DE ARANHA MORTA CRIMINOSAMENTE É MATÉRIA DE JORNAL

Tenho recebido muitas opiniões, manifestações e adesões à nossa denúncia contra um integrante de reality show por ter matado uma simples aranha que não lhes oferecia nenhum risco ou perigo. Resolvi comentar, apenas, a observação de uma leitora que teme que "determinadas posturas radicais da proteção possam provocar antipatia contra nós". Vou responder, não a nossa leitora que só teve um momento de reflexão de algo muito mais profundo, mas, às pessoas da proteção animal que pensam assim:

1 - pensando bem, eu nem sei se considero essas pessoas da proteção animal. Como militante pela implantação do direito animal na sociedade humana, não tenho preconceito contra qualquer animal. Não poderia jamais ter. Mesmo bactéria não sendo animal eu a defendo, já que ela tem um papel primordial dentro dos organismos humanos e animais.

2 - eu quero lutar pelo direito de toda vida animal e até da minhoca como já fiz em momento curioso da entrevista que dei ao Jô Soares, anos atrás . Expliquei que, para natureza, a minhoca seria muito mais importante que ele. Ele se assustou, mas, depois de ruminar e se convencer que somos dispensáveis aos ecossitemas existentes no planeta, ao se encontrar comigo novamente, disse que nunca havia pensado sob este ângulo. O antropocentrismo e especismo é tamanho que não conseguimos nem raciocinar o que realmente somos.


3 - esta postura de luta pelos direitos dos animais, não pode se limitar ao cachorrinho e ao gatinho, mas sim, a todos os seres do planeta como o urubu da Bienal e outros que volta e meia citamos aqui. Queiram ou não, é crime matar uma aranha e se você, que está lendo minhas palavras agora, se sente ameaçado por um simples aracnídeo que está no mesmo ambiente que o seu e que por isso ele merece morrer, procure um psicólogo, psicanalista ou psiquiatra para se tratar e nunca mais se declare um protetor de animais.

4 - a vida merece respeito e enquanto eu a tiver, estarei gritando e espumando de raiva toda vez que encontrar o tal "serumano" exercendo seu poder destruidor e desrespeitoso pelos animais, seja a espécie que for.

5 - tenho consciência do meu papel perante a sociedade humana e por isto minha ONG é registrada desde seu primeiro dia de existência. Não sou uma amadora na defesa animal e lutei muito, no passado, para que a morte de uma aranha fosse motivo sim de uma ação penal.

6 - se isto é radicalismo para alguns protetores de animais, o erro de avaliação não é meu e sim de quem acha que protege e luta pelos direitos dos animais. Eu tenho medo de cobra, mas, jamais mataria uma se não fosse em minha defesa, posto que, a lei da sobrevivência é a que rege a natureza. Eu me espelho em bichos e não em humanos... só mataria se dependesse da minha vida, mais nada.... Matar por instinto de defesa sim, mas, matar um animal sem que ele ofereça um risco, é crime!!!!!


7 - agradeço aqueles que estão endossando minha denúncia, porque sabem que vida animal tem que ser respeitada, mesmo que ela tenha uma forma que nos cause um mêdo que na maioria das vezes, é fruto da criação da maldita e deturpada mente humana.

8 - ontem escrevi num blog de um camarada que tentou ridicularizar minha postura legal de representante dos direitos dos animais. Lembrei a ele que as palavras que escreveu poderiam ser consideradas apologia ao crime. Hoje fui lá no tal blog e houve uma mudança radical em suas palavras. Então, galera, se um leigo e boçal se toca, o que falta na proteção animal para assumir seu verdadeiro papel? Estou aguardando a manifestação de apoio de ONG´s companheiras de luta. É para mudar de fato e impor o direito animal ou é para fazer de conta?

Leiam a matéria que saiu no Jornal Meia Hora, aqui do RJ e se acham que vale a pena, continuem aderindo ao nosso pedido de providências da polícia contra este CRIME AMBIENTAL. Clique para ampliar
LINKS DAS MATÉRIAS ANTERIORES:

ARANHA MORTA COVARDEMENTE É NOTÍCIA NO JORNAL O GLOBO

CRIME CONTRA A FAUNA É COMETIDO EM REDE NACIONAL
.

20 comentários:

  1. Boa tarde Sheila!

    Li a matéria do jornal o Globo que está no seu blog, não assisti a fazenda, mas me indignei com o fato ocorrido.
    Na minha opnião, quem gosta de "bicho" gosta de todos.
    Um tempo atrás apareceu uma aranha enorme aqui no jardim do meu serviço (é uma empresa grande com varios funcionarios) e fica num bairro arborizado, ela fez uma teia linda entre uma arvore e outra, briguei com meio mundo por causa dela, não deixei ninguem tirar ela de lá, e ela viveu bem por lá, era linda e grande.
    Até que um dia choveu forte, mas antes da chuva ela foi embora (com certeza ela sabia o que viria pela frente).
    Nunca fez mal a ninguem, ficava lá, pegando os bichinhos dela e embelezando o jardim.
    Confesso que desde pequena morro de medo de aranhas, mas que de qlqr outro bicho, e nem por isso matei ou deixei que a matassem.
    "Tudo que vive quer viver"
    Estou com vc nessa luta.
    Parabéns pela coragem e determinação, te admiro muito! ;)
    Roberta

    ResponderExcluir
  2. Maria Aparcida02/12/2010 16:01

    Estou com você em gênero, número e grau. Nunca tinha encontrado alguem que pensa tão igual a mim. Onde trabalho, as vezes aparece aquelas aranhas bem pequenas, e eu fico muito furiosa quando alguém tenta matar, luto com muita raiva mesmo.Outro dia na igreja, tinha uma abelhinha voando sobre as pessoas e uma maldita que não sei o que estava fazendo, matou sem pestanejar. Não resisti e dei um grito com ela, todo mundo me olhou, mas não me importa o que pensam de mim, defendo todo tipo de vida.
    Um grande abraço, Maria Aparecida

    ResponderExcluir
  3. Só posso dizer que vi a cena, fiquei estarrecida, e nem sabia que
    era um animal protegido por Lei, como eu não tenho coragem de matar nenhum bicho, mesmo uma barata,
    achei a atitude dela desnecessária.
    Foi puro exibicionismo, o pior que dizem ser a candidata que vai vencer, amo o Amoroso, os três porquinho, a ovelhinha filhote, são um bem muito grande à nossa alma.
    Como defensora vc fêz muito bem.

    ResponderExcluir
  4. apoiadissima !!!
    eu nem barata mato, ando olhando para o chao para nao pisar em formigas...sou vegetariana..tbm acho o fim do mundo defender somente "cachorrinho e gatinho" alias mts vezes sao apenas cachorrinhos, ate de gatos as pessoas tem preconceito.
    MATAR É CRIME..
    bjs Sheila
    Carmem

    ResponderExcluir
  5. Eu sou professora de Etologia e atualmente estou inicando pesquisas em bem-estar animal, embora trabalhe a 20 anos com invertebrados e principalmente com aranhas. Apoio sua atitude, e já estou mobilizando meus alunos para participarem também. Já está na hora da nossa sociedade refletir sobre suas condutas com relação aos animais. Parabéns por inciar esse debate que eu espero que vá longe. Coloco meu Blog a disposição:
    http://etologia-no-dia-a-dia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Bravo!
    Concordo plenamente.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu não havia lido essa matéria do jornal e nem muito menos assistido ao episódio ocorrido no "reality show" mas fortuitamente recebi um email de uma ex-professora falando a respeito dessa manifestação que está acontecendo na internet. Sendo bióloga e trabalhando com pesquisa experimental tenho lido nos últimos meses muito a respeito do direito e do bem-estar animal e, uma das coisas que me chamou bastante a atenção foi exatamente a legislação que ainda é bem frágil no que diz respeito a animais invertebrados. Acho que a atitude da menina em matar a aranha é um alerta, porque sinaliza a falta de conhecimento e de educação ambiental. Na minha opinião não é uma questão de amor ou falta de amor em relação aos animais é uma questão de defender os direitos que os animais têm de viver(vertebrados ou invertebrados) previsto na nossa legislação.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, Sheila, pela sua postura e defesa de convicções. Não se importe em ser chamada de radical, pois em nossa sociedade temos os radicais nos extremos que defendem seus pontos de vista e convicções seja para o bem ou para o mal, e no meio temos os mediocres, pois é essa exatamente a definição de alguem que fica sempre no meio termo de suas idéias e ideais. São essas pessoas que veem a corrupção assolar o país todo dia nos jornais, resmungam, xingam e depois são os primeiros a dar uma caixinha para o guarda não multar, pois para eles isso é aceitavel.
    Continue com seu excelente trabalho e estaremos sempre aqui para apoia-la.
    Abraços.
    jurelson

    ResponderExcluir
  9. APOIADÍSSIMA!!!!!

    PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  10. Concordo e apoio plenamente!
    Sou chamada de louca e fanatica quando desço 7 andares do meu predio para colocar de volta no jardim um caramujinho que encontro quando lavo minhas verduras,quando tento salvar uma joaninha que está se afogando numa piscina.
    Prá mim são vidinhas que precisam e devem ser preservadas.
    Admiro e respeito demais vc,por favor nunca desista,tá?
    Pode contar com o nosso apoio sempre.

    Bjs
    Amelinha

    ResponderExcluir
  11. Que falta de consciência matar um ser que apenas tentava fugir daquele local.
    Que lástima a comemoração das outras mulheres da casa.
    Quanta ignorância! Socorro!!!
    Parabéns Sheila, pois o preconceito contra esses importantes e pequenos animais precisa acabar. Agora se houver alguém que ache que a aranha não seja importante, dê uma chance para si próprio e vai estudar um pouco, pois que sabe no amanhã terá um pouco de sabedoria.

    ResponderExcluir
  12. Sheilita,

    Às vezes fica um pouco feio um apartamento com teias de aranha. Mas ao que parece as aranhas não se incomodam de terem um apartamento preso na teia delas, não é?

    Como já disse aqui, todos (não conseguiu ler? "peraí")TODOS os seres que se encontram na face deste planeta (QUE SÓ OS SERES QUE SE DIZEM RACIONAIS FAZEM QUESTÃO DE DESTRUIR!!!!!) têm o direito de estar aqui. Se eles têm que morrer porque transmitem doenças (inventadas pelo homem) vamos começar a matar os vizinhos gripados, os filhos com caxumba ou catapora, os colegas de trabalho com conjuntivite...

    Já socorri ratazana atropelada e estou aqui para contar a história. E ela ainda viveu dois anos no meio de gente sem causar nenhum dano (não considerando uma cadeira da qual ela adorava roer o pé).

    A culpa de tudo isso é o tal do "polegar opositor"... o raio de dedo que permitiu que o homem construisse tudo isso que está acabando com o nosso mundo. E se preocupar com uma aranha dividindo a mesma sala!?!?!

    Mais uma vez cito Milan Kundera:
    "Esse direito - o de matar um veado ou uma vaca - nos parece natural porque nós estamos no alto da hierarquia. Mas bastaria que um terceiro entrasse no jogo, por exemplo, um visitante de outro planeta a quem Deus tivesse dito: Tu reinarás sobre as criaturas de todas as outras estrelas, para que toda a evidência do Gênese fosse posta em dúvida. O homem atrelado à carroça de um marciano - eventualmente grelhado no espeto por um visitante da Via-Láctea - talvez se lembrasse da costeleta de vitela que tinha o hábito de cortar em seu prato. Pediria (tarde demais), desculpas à vaca."

    E isto se aplica a todas as formas de vida...

    ResponderExcluir
  13. Beth Vieira03/12/2010 23:52

    É Sheila,como sempre seu blog (misto de informação,laser e ATITUDE) arrebenta. Parabéns por mais uma iniciativa (radical sim,porque as vezes se faz necessário), mas como sempre embasada, coerente, realista, madura, sólida, humana e sensível.

    Apoiadíssima!!!

    Já fui muito criticada por não deixar matar (e acabei "criando") uma lagartixa na minha sala de trabalho; dentre tantas outras "loucuras" em defesa de alguns serezinhos.Pode contar comigo sempre!

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Sheila parabens pela sua conduta, voce esta totalmente certa e recebe meu apoio, acho sim que a loira burra e assassina cometeu sim um crime, independentemente se ambiental ou não, ela sim cometeu, não tem como dizer que não praticou pois esta filmado, não tem como ela dizer que foi por medo porque a aranha nem perto dela estava e também nao se tratava de um dinossauro e sim de uma pequenina aranha e outra que apareceram pessoas para retirar a pequenina de dentro da casa mais a garota reality quis se aparecer mais que a aranha ela com certeza ficou com muita inveja da aranha que estava roubando a cena, então deixo aqui meu pedido que as autoridades vá sim preender esta criminosa do meio ambiente porque era um ser vivo e da natureza se alguem estava a mais ali eram eles e não a aranha outra que este ser esta protegido por LEI e a lei existe para ser cumprida ate porque a atitude dela já vem de casa, essa falta de respeito com os outros seres são atitudes que ela já traz do berço e precisa ser freada e receber adestramento para não sair matando tudo que ela vê pela frente.Peço que nossas autoridades façam executar as leis de proteção e sem fiança porque as vidas que este ser desprezivel executou não trará de volta com dinheiro nem cestas basicas, a diferença entre os criminosos graduados estão bem ai,
    eles matam outros seres humanos e esses criminosos enrrustidos matam animais indefesos, que nao manifestam nenhuma reação de ruidade ou seja matam mesmo por prazer e nao por necessidades. Sheila querida estou com voce nesta luta contra esta imbecil que a lei se faça presente e que retire ela do programa pelo menos para ser declarada criminosa e que terá que pagar a pena por estas atitudes porque não foi só uma vida que ela matou e sim dito por ela mesma forão duas. Por favor que as leis se tornem presentes e se façam serem cumpridas como ocorre hoje lá nos morros do RJ.

    ResponderExcluir
  15. Sheila parabens pela sua conduta, voce esta totalmente certa e recebe meu apoio, acho sim que a loira burra e assassina cometeu sim um crime, independentemente se ambiental ou não, ela sim cometeu, não tem como dizer que não praticou pois esta filmado, não tem como ela dizer que foi por medo porque a aranha nem perto dela estava e também nao se tratava de um dinossauro e sim de uma pequenina aranha e outra que apareceram pessoas para retirar a pequenina de dentro da casa mais a garota reality quis se aparecer mais que a aranha ela com certeza ficou com muita inveja da aranha que estava roubando a cena, então deixo aqui meu pedido que as autoridades vá sim preender esta criminosa do meio ambiente porque era um ser vivo e da natureza se alguem estava a mais ali eram eles e não a aranha outra que este ser esta protegido por LEI e a lei existe para ser cumprida ate porque a atitude dela já vem de casa, essa falta de respeito com os outros seres são atitudes que ela já traz do berço e precisa ser freada e receber adestramento para não sair matando tudo que ela vê pela frente.Peço que nossas autoridades façam executar as leis de proteção e sem fiança porque as vidas que este ser desprezivel executou não trará de volta com dinheiro nem cestas basicas, a diferença entre os criminosos graduados estão bem ai,
    eles matam outros seres humanos e esses criminosos enrrustidos matam animais indefesos, que nao manifestam nenhuma reação de ruidade ou seja matam mesmo por prazer e nao por necessidades. Sheila querida estou com voce nesta luta contra esta imbecil que a lei se faça presente e que retire ela do programa pelo menos para ser declarada criminosa e que terá que pagar a pena por estas atitudes porque não foi só uma vida que ela matou e sim dito por ela mesma forão duas. Por favor que as leis se tornem presentes e se façam serem cumpridas como ocorre hoje lá nos morros do RJ.

    ResponderExcluir
  16. Matar por matar, parece q pela necessidade de se sentir forte, maior ... o humano é o único ser capaz disto. Dispor de uma vida para insuflar seu ego. É monstruoso!
    "A vida é valor absoluto. Não existe vida menor ou maior, inferior ou superior. Engana-se quem mata ou subjuga um animal por julgá-lo um ser inferior. Diante da consciência que abriga a essência da vida, o crime é o mesmo."
    (Olympia Salete)

    ResponderExcluir
  17. Sheila, você está certíssima em estar levantando e pressionado para que esse caso seja apurado. A postura dita "radical" é aquela onde o indivíduo é coerente com os seus princípios sem fazer exceções e por isso é a mais nobre.
    BJS!

    ResponderExcluir
  18. cristina calixto06/12/2010 23:35

    Quando estive em Manaus, aproveitei o Carnaval para ir para um hotel de selva, já que era período de Carnaval. No quarto que dividi com minha sobrinha, bem no canto da parede que se encontrava com o teto, insistia em ficar lá uma enorme aranha. Pedimos ao funcionário que a espantasse para fora. Ao retornarmos ao quarto, após ele nos assegurar que a havia espantado, demos de cara com ela novamente. Resolvemos dormir com a luz ligada, apenas para amenizar nosso medinho. Mas é óbvio que o sono nos encontrou mais rápido que o medo da pobrezinha. Resolvemos deixá-la ficar e lá permaneceu quando partimos. Que mal tinha? Ela chegou lá antes da gente, oras! Nós é que invadimos a praia dela. Então, tratamos de nos comprtarmos como boas visitantes. E estamos vivas pra contar a história!

    Parabéns, amiga! Apoio você!

    ResponderExcluir
  19. Paula Cristina07/12/2010 08:59

    Estou com você, concordo plenamente que toda forma de vida merece ser respeitada. Conte comigo e com a SPAM - Sociedade protetora dos animais de Matozinhos na qual sou presidente.
    Quando gritamos juntos, ficamos mais fortes.
    Abraços. Paula

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪