30/11/2010

MINISTÉRIO PROÍBE VACINA CONTRA RAIVA QUE MATOU ANIMAIS

Ministério proíbe vacina

2 comentários:

  1. Só agora???? Sinceramente, assim que eu puder, vou vacinar no vet. Perdi a confiança na campanha do MS. Infelizmente muitas pessoas sem condições ou, sem consciencia tbm podem ter perdido a confiança como eu, e não vão vacinar seus bichinhos num vet, e isso poderá trazer de volta o maldito fantasma da raiva.

    ResponderExcluir
  2. Andréa Neves02/12/2010 01:33

    Pois é Sheilinha, a raiva está extinta, pelo menos por enquanto, então vale à pena lembrar que quem não tem condições de vacinar com o veterinário, deve aguardar o momento certo para vacinar novamente em campanhas, eu nunca fui adepta de vacinar meus bebês em campanhas, já vi cenas grotescas, pessoas totalmente despreparadas, animais com edemas enormes, pois foram vacinados incorretamente, e quando o animal é de grande porte então, nem se fala, é um horror, parece que estão sedando um leão, eu não arrisco, mas acredito que os meios de comunicação irão noticiar o momento em que a vacina estiver 100%, agora, confiar??? Não sei não, não arriscaria a vidinha dos meus filhos por nada nesse mundo, o correto mesmo é fazer um economiazinha e vacinar nas clínicas, lembrando também, que no momento, mais importante que a vacina contra a raiva, é a déctupla (V10), que previne contra 10 doenças devastadoras, mas que parece não ser muito procurada por alguns tutores, a maioria aliás, acha que a vacina de campanha é para tudo e que não precisa vacinar no veterinário, o que é um grande erro que pode inclusive, ser fatal... Bjkas

    ResponderExcluir

Agradecemos seu comentário, porém, não publicaremos palavrões ou ofensas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

EM DESTAQUE


RECEBA NOSSOS BOLETINS DIÁRIOS

Licença Creative Commons

"O GRITO DO BICHO"

é licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas

 

SAIBA MAIS


Copyright 2007 © Fala Bicho

▪ All rights reserved ▪